CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Graduação | Música - Licenciatura | Pesquisa Científica

Música

Licenciatura | 6 semestres letivos | Noturno

Pesquisa Científica


Buscar projeto por

Resumo:
A presente pesquisa objetiva refletir sobre o uso de metodologias ativas para o ensino de conteúdos de educação musical no ensino superior. Para tanto, selecionamos três abordagens: o PBL (Problem Based Learning), o TBL (Team Based Learning) e as Comunidades de Práticas (CoP). Em educação musical serão abordados as propostas metodológicas dos seguinte autores: Murray Schafer, H. J. Koellreutter e K. Swanwick. Por meio de pesquisa bibliográfica, apresentaremos as três metodologias ativas descritas acima bem como as três abordagens metodológicas em educação musical. Na sequência, vamos descrever três atividades que envolvam cada uma das metodologias ativas de acordo com conteúdos em educação musical baseados nas propostas dos três autores. Por fim, faremos uma reflexão sobre as possibilidades do uso dessas metodologias ativas no ensino superior sinalizando seus limites e alcances. Esperamos que a pesquisa possa iniciar uma proximidade de abordagens envolvendo as metodologias ativas já comuns na Educação a Distância (EaD) com a área de Educação Musical e que contribua com alternativas de pensarmos em propostas inovadoras para o ensino superior presencial.

Protocolo: 5032 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2018 - 11/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): TAIANA NARDI SENA
MILLA CRISTIEN GREGORIO ALVES SANTOS
LUAN DE OLIVEIRA MARTINS
JAQUELINE COSTA DE OLIVEIRA
GUSTAVO HENRIQUE COSTA DOS SANTOS
LEONARDO HENRIQUE RIBEIRO PEREIRA
VICTOR BISPO DOS SANTOS
ANDREIA DE OLIVEIRA SOUZA
FELIPE GABRIEL DE OLIVEIRA FERREIRA
GUSTAVO AGUILAR LEANDRO
Professor(es): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
O presente projeto de pesquisa configura-se como uma investigacao da inter- relacao entre musica e as neurociencias, estudando as correlacoes entre musica e emocao; musica, cognicao e aprendizagem. O objetivo geral e analisar atraves de uma revisao bibliográfica sistemática de que forma essas ciencias se correlacionam entre elas. Musica gera emocao e ativa várias estruturas cerebrais, dentre elas pode ser citada o sistema limbico, que e responsável pelas emocoes e comportamentos sociais, há tambem neste processo a liberacao do neurotransmissor dopamina responsável pela sensacao de prazer. Nos processos cognitivos e de aprendizagem, a musica vai alem do estudo do fazer musica, pois esta pode contribuir para a introjecao de regras e sociabilidade. Os exames de neuroimagem tem agregado muitos conhecimentos quando se trata da correlacao entre musica e neurociencias. A metodologia a ser utilizada, bem como, as fontes de pesquisa implicam em uma revisao bibliográfica sistemática (livros, artigos e periodicos), alem de todo material de referencia e apoio, será desenvolvida plena discussao do tema a partir do conhecimento individual dos componentes do projeto de pesquisa que inclui: medicos, estudantes de medicina e estudantes de musica. A justificativa que mais se destaca para realizar esta pesquisa, e o uso da musica para fins terapeuticos, datada de tempos ancestrais que apoia-se na capacidade da musica de evocar e estimular uma serie de reacoes fisiologicas. Quanto a forma de análise, será dada primazia a análise de conteudo, de modo, a fazer emergir as correlacoes entre musica e emocao; musica, cognicao e aprendizagem.

Protocolo: 4196 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2018 - 1/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FERNANDA LELI DILLIO
CAROLINA CAPELASSO DE OLIVEIRA
LETICIA SAYURI IKEDA
MARIANA ALVES PINEZE
TALLYRE SILVA MIYAZAKI
NATALIA INGRID CARDOSO DOS SANTOS
ALEXIA DOBRI BATALIOTTI
KARLA ROBERTA GERVAZONI SILVA
JOSE CARLOS SALMAZO JUNIOR
RAFAELA DE LAZARI BIDOIA
GABRIELA BEGA MANZANO
RENATA AMARO DO NASCIMENTO SANTOS
LETICIA NAKAMURA CUBATA
YAGO FELIPPE BUENO CROSCIOLI
CLAVIO HAMMER DE SOUZA FRANCO
Professor(es): KELLY NOGUEIRA MARQUES

Resumo:
O presente projeto de pesquisa centra-se no estudo da identidade da Música Brasileira no século XIX por José Maurício Nunes Garcia. O objetivo é destacar a importância deste compositor para o cenário musical brasileiro, seu espólio de obras e o momento histórico cultural. Sabendo que ele trouxe para suas composições o elemento nacional, surgido no encontro das matrizes culturais europeia, indígena e africana. A pesquisa conta com aspectos relevantes que assumem uma intensidade crescente à medida que revelam o caráter do objeto desta investigação, de que é exemplo a partir da chegada da corte portuguesa ao Rio de Janeiro em 1808. Verificaremos a partir das obras com conteúdo textual de José Maurício Nunes Garcia, como estes elementos fazem referência à música brasileira no século XIX. A metodologia a ser utilizada, bem como, as fontes de pesquisa implicam em uma abordagem centrada na atitude (neste caso, na atitude composicional de José Maurício Nunes Garcia ), facilitando a apreensão do significado das estratégias e respectivas funções composicionais (textuais), a qual se baseia em exemplos em partitura, manuscritos, documentos, percepção auditiva, gráficos analógicos, e gravações. A justificativa que mais se destaca para realizar esta pesquisa, aborda a escassez de estudos aprofundados sobre a identidade da Música Brasileira no século XIX por este compositor (José Maurício Nunes Garcia) que foi o mais importante deles no início do século XIX. Quanto a forma de análise, daremos atenção a análise de conteúdo, de modo, a fazer emergir os principais conceitos, conhecimentos, influências e contexto histórico.

Protocolo: 4134 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2017 - 5/2019 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): LAIANE VIEIRA DOS SANTOS
GIOVAN PRATES TEIXEIRA
Professor(es): KELLY NOGUEIRA MARQUES

Resumo:
O presente projeto de pesquisa centra-se no estudo da Influência da Tecnologia nas obras instrumentais do compositor Luciano Berio. Com o objetivo de identificar e explorar os elementos composicionais quanto a influência da tecnologia nas obras. Nesse sentido, e importante explicitar o conteudo das estruturas sonoras, moldadas pela combinacao de timbres, pelas variacoes de intensidade e articulacao, pelas proporcoes entre as secoes e as possibilidades sonoras a partir do processamento eletronico. A pesquisa conta com aspectos significantes que assumem uma intensidade crescente a medida que revelam o caráter do objeto desta investigacao, de que e exemplo o Estudio de Fonologia de Milao onde Berio compos parte de suas obras. A pesquisa evidencia claramente as tecnicas e sonoridades eletronicas e a sua influência na musica instrumental, seja esta influência de forma idealizada nos trabalhos em estudio ou mesmo de modo espontaneo e natural, sem qualquer pressuposto. A metodologia a ser utilizada, bem como, as fontes de pesquisa implicam em uma abordagem centrada na atitude (neste caso, na atitude composicional de Berio), facilitando a apreensao do significado das estrategias e respetivas funcoes composicionais, a qual se baseia em exemplos em partitura, manuscritos, documentos, percepcao auditiva, gráficos analógicos, representacoes gráficas de software e gravacoes. A justificativa que mais se destaca para realizar esta pesquisa, aborda a escassez de estudos aprofundados sobre a influência da tecnologia nos trabalhos instrumentais de Berio (a eletronica como material musicalmente estrutural, a interatividade do compositor com equipamentos e as obras eletronicas). Quanto a forma de análise, será dada primazia a análise de conteudo, de modo, a fazer emergir os principais procedimentos composicionais, conceitos e conhecimentos.

Protocolo: 3885 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 6/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GIOVAN PRATES TEIXEIRA
RAFAEL HENRIQUE DA SILVA
Professor(es): KELLY NOGUEIRA MARQUES

Resumo:
Nas últimas décadas tem se denominado por design de som todo o planejamento e execução da dimensão auditiva de diferentes tipos de produções artísticas ou não, como o audiovisual (cinema, vídeo e videogame) e teatro. Mas também se tem chamado assim o trabalho de criar sonorizações de espaços, para ocasiões específicas, ou ainda para ordenamento dos diferentes ambientes ou zonas de uma cidade (como nos estudos de urbanismo). A utilização de informação visual para representar a percepção auditiva é uma relevante ferramenta, assim como tem sido por toda a história, para o desenvolvimento humano. Esse projeto tem como objetivo levantar alguns problemas centrais nessa tarefa. Será um trabalho teórico partindo do relacionamento, e mesmo da possível ampliação, de dois pressupostos iniciais. Um que entende haver ganho com tal representação visual do que se escuta, principalmente pela perenidade trazida pela imagem visual. E outro que entende haver prejuízo da dinâmica da experiência perceptiva, ao se congelar aquilo que é efêmero. Isso será feito basicamente à luz de fundamentos da fenomenologia de C. S. Peirce e M. Merleau-Ponty. E espera-se, portanto, colaborar com o desenvolvimento do conceito de "design de som".

Protocolo: 3663 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2017 - 4/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Professor(es): ANDRE LUIZ CORREIA GONÇALVES DE OLIVEIRA

Resumo:
Objetivamos investigar a função formativa da música nas Universidades europeias do século XIII. Por meio de levantamento bibliográfico o projeto pretende buscar no contexto medievo qual era o espaço da música na formação das universidades. A Música foi, nesse período, encarada como área de conhecimento e pertencente ao Quadrivium. Pretende-se pesquisar o espaço que a música encontrava e era realizada no contexto da formação das universidades e traçar possíveis paralelos com o ensino de música na atualidade nas universidades brasileiras.

Protocolo: 3566 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2016 - 5/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): IGOR GUEDES LIMA
EMMANUEL FERNANDES DA COSTA RAMALHO
Professor(es): PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
A presente pesquisa tem como objetivo discutir a importância do ensino da música na formação inicial do pedagogo. Nesse sentido procura estabelecer as vantagens que a música traz no processo de ensino e aprendizagem e ainda apresentar os novos desafios para a formação inicial do pedagogo quando enfoca o ensino de música. O trabalho tem como questionamento discutir de que forma o curso de Pedagogia proporciona conhecimentos musicais para uma boa atuação do pedagogo quando aborda a música em sua prática docente e pensar seus limites e alcances visto que a formação do pedagogo é não especializada em música. A hipótese adotada neste trabalho é que na formação do pedagogo, a música é fundamental para o desenvolvimento do ensino e aprendizagem dos indivíduos garantindo uma nova prática pedagógica no ambiente escolar. Para tanto a pesquisa será bibliográfica e usará como fontes as Leis e outros documentos oficiais que estabelecem normas e diretrizes para o funcionamento dos cursos de graduação em Pedagogia no intuito de verificar qual o espaço que o conteúdo de música ocupa nesses documentos. Na sequência serão abordados também a importância da prática musical pelos educandos apontando para alguns conteúdos e metodologias em educação musical. Cientes de que os cursos de Pedagogia não formam o professor especialista em música, a pesquisa levantará alguns desafios para que esse conteúdo possa ser bem ministrado pelo professor generalista em sala de aula ainda que ele mesmo não seja músico de formação.

Protocolo: 3559 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2016 - 5/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): MARCELO LUIZ ALVES DE ARAUJO CARVALHO
KAYNA DOS SANTOS BEZERRA
ANA CAROLINA BRAMBATI TEIXEIRA
Professor(es): PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
O conceito de Paisagem Sonora traz atualmente uma discussão multidisciplinar. Em qualquer aplicação do conceito e da experiência de ouvir e produzir paisagem sonora, é sempre imprescindível que esta seja objeto de análise e descrições classificatórias dos ouvintes. É a partir dessa atividade analítico-descritiva que se iniciam as muitas práticas envolvidas com a produção, e planejamento de ambientes sonoros. Com o objetivo de estabelecer protocolos de descrição e classificação de paisagens sonoras enquanto inovação tecnológica de interesse e consequências interdisciplinares, esse projeto será realizado por meio de pesquisa bibliográfica e se ocupará da leitura de textos selecionados em periódicos acadêmicos especializados no assunto - tais como Soundscape Journal, Leonardo Journal, Bioscience Journal, entre outros, assim como anais de eventos como o InterNoise, ou o International Conference on Auditory Display, ou Geoinformatics for City Transformations. O que se pretende é contribuir para o estudo sistemático das classificações de paisagens sonoras.

Protocolo: 2743 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2015 - 11/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FELIPE FACHIOLLI PEDRO
Professor(es): PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI
ANDRE LUIZ CORREIA GONÇALVES DE OLIVEIRA

Resumo:
A música sempre esteve presente na vida humana, e acompanhou o homem em toda sua história, e é também instrumento de subjetivação. Em virtude do atual sistema capitalista o consumo se faz presente em todas as esferas das relações humanas. Não há valorização do "ser" e sim do "ter", efetivando cada vez mais o consumo, até mesmo para que venha somente "parecer" que se tem algo, característica inerente à sociedade do espetáculo anunciada por Debord (1997). Sendo assim, através de pesquisa bibliográfica embasada por autores que discutem o espetáculo, a sociedade de consumo e os modos de subjetivação na contemporaneidade, o presente estudo busca relacionar o consumo da massa com a apreciação da música atuando na formação da subjetividade dos indivíduos. A partir de Adorno (2009) discute-se a Indústria Cultural como fenômeno de manipulação de decisões, ou seja, o sujeito consome não só aquilo que produz e gera lucro, mas aquilo que é lhe é imposto. Considera-se que a configuração atual do capitalismo produz a música não apenas como obra de arte mas também como produto, sendo apresentada aos sujeitos com o propósito de que seja consumida em massa, e trazendo importantes marcas nos modos de subjetivação do ser humano.

Protocolo: 2382 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2014 - 12/2015 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): THAUANE REZENDE SANTOS
RAFAEL MOREIRA DE ALMEIDA
VINICIUS WILLIAN DA COSTA BRANQUINHO
Professor(es): JOANA SANCHES JUSTO
SABRINA LAURELEE SCHULZ TOFFOLO

Resumo:
Diante da obrigatoriedade do conteúdo de música no currículo da Educação Básica, muitas são as discussões que buscam compreender a importância da música, e da arte em geral, para a formação humana, e as formas de garantir que este aprendizado aconteça de forma efetiva na escola. Compreendendo o desenvolvimento da percepção auditiva e musical como um dos objetivos da Educação Musical no contexto escolar, esta pesquisa investiga a possibilidade do uso de um jogo eletrônico de videogame como ferramenta metodológica para o ensino e treinamento da percepção musical. Assim, tem como objetivo geral analisar as possibilidades pedagógicas do jogo eletrônico Let`s Tap para o ensino e o treinamento perceptivo musical, e, a partir desta análise apontar as contribuições e os limites do uso deste recurso na escola. Esta é uma pesquisa qualitativa, que usará como instrumento de coleta de dados a ação dos pesquisadores em jogar o jogo, a observação e a pesquisa documental. Para alcançar os objetivos, os pesquisadores irão jogar o jogo, gravando em vídeo todas as músicas abordadas nas fases do jogo, e, posteriormente, transcrever cada música em partitura. A partir da transcrição das músicas será analisada como o jogo organiza e apresenta os diferentes níveis de dificuldades perceptivas e motoras, a fim de avaliar suas possibilidades e limites pedagógicos.

Protocolo: 2234 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 8/2015 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): KAREN RODRIGUES DA ROCHA
WELLINTON RICARDO DE SOUZA
BEATRIZ DE OLIVEIRA OGATA
Professor(es): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
SHEILA REGIANE FRANCESCHINI

Resumo:
O presente projeto tem por objetivo conhecer, analisar e descrever algumas propostas curriculares oferecidas por Instituições de Ensino Superior (IES) que oferecem o curso de música (bacharelado e licenciatura) na modalidade à distância. Para tanto serão pesquisados os currículos de curso superior em música das seguintes instituições: Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade de BrasíliaUniversidade Aberta do Brasil (UNB/UAB). Metodologicamente a pesquisa será bibliográfica iniciando pelo levantamento das fontes principais que são os currículos oferecidos pelas IES selecionadas. A produção textual apresentará ainda as relações políticas e pedagógicas propostas pelos cursos de música e como estas se articulam com a proposta da Educação à Distância (EAD). A pesquisa abordará questões relativas á Educação à Distância bem como as Leis que regulamentam sua prática nas IES e também discorrerá sobre as relações dialéticas que possam existir na relação de ensino e aprendizagem em música quando este acontece intermediado pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC`s), bases essas utilizadas pela prática atual da EAD.

Protocolo: 2122 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 8/2015 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): TAIS LUCIANA SOUZA DA SILVA
Professor(es): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
A presente pesquisa tem por objetivo buscar, analisar e refletir sobre o real interesse do governo sobre a obrigatoriedade da música no Ensino Básico. A cultura escolar brasileira ainda mostra dificuldades em aceitar a música como conteúdo obrigatório e acredita que esta vai ocupar o espaço de disciplinas julgadas mais importante na formação do cidadão. Ou seja, a importância da música na escola ainda não foi incorporada a cultura escolar e isso é uma questão relevante ao refletirmos sobre a quem interessa o ensino de música nas escolas. Por outro lado o governo coloca a música e a cultura assim como a educação responsabilidade do terceiro setor no governo de Estado mínimo e condiciona o financiamento da educação no Brasil a agencias como FMI, Banco Central e Unesco. Nesse sentido questionar qual o interesse em ter a música como conteúdo obrigatório no ensino básico se mostra bastante pertinente. No intuito de responder a essa questão a pesquisa será bibliográfica e contará com diferentes textos que envolvem as Leis Brasileiras sobre a escola, a música e Políticas Públicas para a Educação no Brasil.

Protocolo: 2119 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 8/2015 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RODRIGO PEREIRA NETO
ALAN DOS SANTOS MIRANDA
GEAN RODRIGO ESPINIANO
Professor(es): PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
A presente pesquisa tem por objetivo apresentar a proposta metodológica do compositor canadense Murray Schafer e apresenta-la como importante abordagem metodológica a ser utilizada nas aulas de música nas escolas. A partir do conceito de Paisagem Sonora, Schafer recoloca o conceito perceptivo com base nos novos paradigmas educacionais e apresenta a audição como o centro de toda e qualquer atividade a ser desenvolvida nas aulas de música. Grande parte das metodologias para o ensino coletivo de música, como é o caso do ensino de música na escola, foca a audição em obras musicais diversas que pertencem em sua maioria, há um sistema musical específico nomeado tonal e de um período histórico também específico como foi a Idade Moderna. Sendo compositor contemporâneo e atento às novas formas de escuta e de estética musical, Schafer expande o fazer musical em sala de aula quando propõe a observação daquilo se chama de Paisagem Sonora, ou seja, ouvir todos os sons que nos rodeiam. Essa abordagem permite aos alunos desenvolver a percepção auditiva por meio da observação (fruição) catalogação (análise) e composição (criação estética) de sons. A percepção auditiva é parte fundamental para o início de qualquer trabalho com música e também importante para a manutenção da escuta como hábito. Destarte a pesquisa será bibliográfica no intuito de refletir sobre o uso da Paisagem Sonora em sala de aula, suas possibilidades e alcances para uma educação musical efetiva e de qualidade.

Protocolo: 2111 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 8/2015 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARCELO SALDANHA DAS NEVES
ROBERTA NEGRAO DE FREITAS
Professor(es): PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
Desde que os estudos em paisagens sonoras apareceram no Canadá, na década de 1970, os pesquisadores-músicos ocuparam-se do meio-ambiente próprio da cidade como seu objeto de estudos. É também a complexidade da composição das paisagens sonoras citadinas contemporâneas que a presente pesquisa circunscreve como seu objeto de investigação. Os conhecimentos relacionados à descrição e análise das paisagens sonoras encontram cada vez mais relevância em diferentes áreas de investigação científica tais como, música, artes, arquitetura e urbanismo, geografia, psicologia e mesmo em biologia (caso de estudos em bioacústica, por exemplo). Com vistas ao desenvolvimento de metodologia composicional para paisagens sonoras enativas, cujo nome especifica o suporte de autores ligados à abordagem enacionista da Ciência Cognitiva, o projeto apresenta uma primeira etapa nesse caminho. Consiste especificamente na classificação e análise de características das paisagens sonoras da cidade de Presidente Prudente, mostrando seus marcos sonoros e evidenciando processos significativos no cotidiano da cidade. A proposta será realizada por meio da integração de atividades como: 1) análises de mapas (com dados de aspectos distintos como organização política ou topográfica, ou ainda, da distribuição de microbacias e da finalidade de ocupação da terra); 2) realização de passeios sonoros nos locais selecionados nos mapas (com a devida gravação do áudio); 3) decupagem do material gravado e a confeção de tabela e mapas; 4) discussão sobre os marcos sonoros e suas constituições; 5) elaboração de relatórios de classificação e discussão dos diversos aspectos envolvidos na escuta, mapeamento e análise relacional das paisagens sonoras.

Protocolo: 2028 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2014 - 3/2015 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FELIPE FACHIOLLI PEDRO
Professor(es): ANDRE LUIZ CORREIA GONÇALVES DE OLIVEIRA

Resumo:
A presente pesquisa tem por objetivo fazer um levantamento histórico e bibliográfico a respeito da presença da música no espaço escolar. Atualmente, por meio da Lei 11.769/08, a música apresenta-se como conteúdo obrigatório no ensino básico. Porém esta Lei não está, de forma alguma, introduzindo esta forma de arte na escola e sim garantindo a sua presença como conteúdo obrigatório dentre as outras formas de expressão artística. O que é possível perceber na prática é que muitas escolas brasileiras estão longe de cumprir a Lei oferecendo o ensino de música a seus educandos. Isso ocorre por diversos motivos dentre eles a falta de profissionais formados para executar tal tarefa ou ainda a distribuição dessas aulas na grade curricular de todo o ensino básico. Existe ainda outra questão própria da cultura escolar brasileira: para muitos professores, diretores, coordenadores e alunos a aula de Arte na escola já se apresenta bem resolvida com a presença marcante das Artes Visuais, ou seja, não é porque não há música que não há Arte na escola. Na LDB n° 9394 de 1996 foi destituída a antiga Educação Artística e esta disciplina passou a chamar Arte englobando quatro modalidades artísticas assim chamadas: Música, Artes Visuais, Teatro e Dança. Ao olharmos para a história do ensino de arte no Brasil percebemos que a música tinha seu espaço garantido na escola, até bem antes desta Lei de 1996, pois a própria Educação Artística (LDB de 1971) já assegurava seu conteúdo no espaço escolar. Destarte o presente projeto pretende levantar dados a partir da historiografia da educação brasileira, na história da Educação Musical Brasileira, na LDB, PCNs e outros documentos oficiais sobre onde, quando e porque a música desapareceu da escola, já que foi necessário outra Lei para tornar sua presença obrigatória. A pesquisa ainda abordará questões a respeito do porque o ensino de Arte tornou-se sinônimo de Artes Visuais e quais desafios a área tem pela frente para que a música ocupe, efetivamente, seu lugar no espaço escolar.

Protocolo: 1554 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2013 - 3/2014 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ALEXANDRE ANDRADE DE MORAES
EDGAR ALVES GOMES
JOAO WESLEY ZENGO
ANDRE DE MATOS SANTANA
Professor(es): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
A presente pesquisa busca encontrar na comparação de algumas obras para piano compostas aqui no Brasil no período pós D. João VI com o repertório europeu de mesmo período, respostas para o desconhecimento da nossa própria música e nossa história. Acreditamos que uma análise histórico/estilística de tais obras possibilite um amplo conhecimento e divulgação de uma música brasileira, a qual é pouco conhecida por nossos alunos e de mesma forma, pouco tocada nas salas de concertos.

Protocolo: 1553 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2013 - 5/2014 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIA LETICIA DA SILVA
CAIO FERREIRA DE ALMEIDA
THIAGO TELETKA LOPES
JOSUE CAMPOS DE SENA
Professor(es): SABRINA LAURELEE SCHULZ TOFFOLO

Resumo:
O presente projeto refere-se a uma pesquisa que visa a investigar o uso de jogos eletrônicos como recurso pedagógico para promover, pela Educação Musical, o desenvolvimento integral do aluno. Partindo da sensibilidade auditiva quanto aos parâmetros sonoros: Altura, Duração, Intensidade e Timbre, propõe analisar o uso dos Jogos Eletrônicos "Wii Music" (com o mini-game Pitch Perfect) e "Let´s Tap" (com o mini-game Rhythm Tap), ambos para o console Wii da Nintendo (2006). Pretende, também, verificar a possibilidade de, por eles, oferecer um ambiente rico, envolvente e prazeroso de aprendizagem, além de possibilitar uma percepção auditiva aguçada para reconhecer e compreender os referidos parâmetros sonoros. Serão participantes, quinze alunos de 12 a 14 anos que cursam o sexto ano de uma escola pública de Presidente Prudente, escolhidos por sorteio entre as existentes na cidade. A pesquisa terá a característica de uma investigação qualitativa, do tipo descritivo-interpretativa. Como procedimento metodológico será realizada uma avaliação inicial, diagnóstica da capacidade auditiva e possíveis conhecimentos musicais dos alunos que a seguir jogarão, individualmente, os dois jogos. Uma segunda avaliação será realizada para determinar a presença e a natureza das mudanças conseguidas. Como resultado, espera-se verificar a importância e validade pedagógica de tais jogos.

Protocolo: 1306 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2012 - 5/2014 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
MARIA ELIZA DE OLIVEIRA
SUELI FELICIO FERNANDES
Professor(es): RAQUEL ROSAN CHRISTINO GITAHY

Resumo:
A presente pesquisa tem por objetivo questionar, analisar e mapear o conhecimento musical dos professores generalistas de algumas escolas da rede municipal de educação da cidade de Presidente PrudenteSP. Para tanto a pesquisa selecionará 10 escolas da rede municipal e questionará por meio de entrevista os professores responsáveis pela educação infantil, ou seja, os pedagogos. Essa pesquisa tem caráter qualitativo e caracteriza-se sendo de campo já que os pesquisadores irão a cada escola e entrevistaram cada professor. Em entrevista semiestruturada, ou seja, aquela que utiliza um roteiro previamente elaborado, os pesquisadores pretendem verificar o conhecimento musical destes professores para propor futuramente ações em educação musical que possam auxiliá-lo e, consequentemente, tornar a presença de música na escola cada vez mais eficaz e gratificante para professores e alunos. Destarte a pesquisa será dividida em três etapas: a primeira será a elaboração de um questionário que por meio de perguntas objetivas e abertas buscará saber qual o nível de conhecimento musical dos professores bem como suas principais dúvidas e dificuldades. O questionário ainda abordará o posicionamento do professor em relação a importância da música na escola. Na segunda etapa os pesquisadores irão às escolas para então aplicar o questionário nos professores interessados em contribuir com esta pesquisa. Na etapa final, os dados coletados irão contribuir para a produção textual que apresentará os resultados da pesquisa e irá propor sugestões para que sejam sanadas quaisquer dúvidas ou dificuldades que possam aparecer nas entrevistas. A presente pesquisa conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação de Presidente Prudente que autorizou a participação de seus professores para que a pesquisa fosse realizada.

Protocolo: 1218 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2013 - 11/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): CRISTIANI MARIA FACCIO
MARIA ELIZA DE OLIVEIRA
SUELI FELICIO FERNANDES
TAIANE HELENA ARRIGONI MIELE PERUCCI
CARLOS ROGERIO FRANGIOTTI
Professor(es): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI

Resumo:
A presente pesquisa se propõe a apresentar, dicutir e analisar diferentes metodologias desenvolvidas nos séculos XIX, XX e XXI para o ensino coletivo de música. A principal característica desta abordagem é focar no professor não especialista, ou seja, aquele professor que não possui conhecimento formal em música. Referímo-nos principalmente ao professor que vai atuar com a Educação Infantil e que, por ser responsável pela formação global da criança, precisa compreender diversas áreas do conhecimento humano onde incluimos aí a música. Partimos do princípio que, ao observarmos a atuação de professores da Educação Infantil muitos, se não quase sua totalidade, trabalham com música em suas aulas. As músicas são inseridas nos mais diferentes contextos e com os mais diversos objetivos mas é sempre marcante na vida do educando. Um bom trabalho em educação musical contribui de forma significativa nesta etapa escolar quando objetivamos formar cidadãos críticos, criativos e participantes da sociedade. Para tanto a pesquisa será dividida em duas estapas: na primeira será realizado levantamento bibliográfico sobre os autores selecionados. Nesta etapa cabe apresentar cada autor bem como sua proposta metodológica clarificando termos musicais para que seja de fácil compreensão. Na segunda etapa iremos exemplificar e sugerir atividades musicais que podem ser aplicadas em sala de aula dentro das metodologias apresentadas. A pesquisa terá uma abordagem teórica a partir de levantamento, leitura, fichamento e discussão sobre a bibliografia levantada de forma a alcançar o objetivo proposto. O resultado final será a apresentação de texto monográfico sobre as diferentes metodologias de ensino coletivo contribuindo para a formação do professor que atuará principalmente com a Educação Infantil.

Protocolo: 929 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2011 - 12/2012 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): HELITA AMELIA BELLETTI DA SILVA
ANTONIO CASSIMIRO NETO
REBECA MARIA ALFARO
Professor(es): LUCIANA CAROLINA FERNANDES DE FARIA
PATRICIA LAKCHMI LEITE MERTZIG GONCALVES DE OLIVEI
Alguma mensagem