CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Pesquisadora que atua nos EUA ministra curso sobre amendoim

Profissionais e estudantes são orientados para produção e manejo da cultura com vistas à alta produtividade


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: João Paulo Barbosa Pesquisadora que atua nos EUA ministra curso sobre amendoim
Atividade prática com orientações teóricas passadas pela Dra. Cristiane Pilon

Nesta semana, o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Agronomia da Unoeste está recebendo a fisiologista brasileira Cristiane Pilon, que atua na Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos. Pesquisadora que está ministrando curso livre sobre produção e manejo da cultura do amendoim para alta produtividade.
 
O Dr. Carlos Sérgio Tiritan abriu a primeira aula dizendo que essa realização representa um marco significativo para o programa, do qual é coordenador; por ser uma oportunidade de contribuir com a produção dessa cultura no Estado de São Paulo, retomada em grande escala para a renovação de canaviais.
 
Para o coordenador, oferecer conhecimento é a base para melhorar a cultura que deve ser cada vez mais profissionalizada, com o mercado aberto a quem tem boa formação. O vice-coordenador Dr. Fábio Rafael Echer chamou a atenção para um detalhe: a mescla de profissionais que estão no mercado com estudantes de ciências agrárias.
 
De acordo com Echer, a experiência dos profissionais que estão inseridos no setor produtivo agrega valor na troca de conhecimento entre os matriculados, tanto do público interno (estudantes) e o externo, sendo que em ambos os casos os alunos procedem de várias cidades, tais como Ribeirão Preto (SP) e Uberlândia (MG).
 
Contemporâneos da pós-graduação stricto sensu na Unesp em Botucatu, Echer e Cristiane voltaram a se encontrar na Universidade de Arkansas, onde ele fez doutorado sanduíche e ela o doutorado integral.  Amizade que tem resultado em parcerias, como essa para atender a Unoeste, aproveitando as férias de Cristiane no Brasil.
 
Conforme o vice-coordenador, a sugestão de abrir o curso também ao público externo partiu do pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão Dr. Adilson Eduardo Guelfi. Para atrair esse público houve a contribuição da engenheira agrônoma que faz mestrado em Agronomia, Sandra Regina Dias Ferreira.
Foto: João Paulo Barbosa Dra. Cristiane Pilon no início da oferta de conteúdo prático
Dra. Cristiane Pilon no início da oferta de conteúdo prático

Ela mantém relações profissionais em diversas regiões, por sua atuação no segmento empresarial de treinamentos na área agronômica e como secretária executiva da Associação Nacional dos Produtores de Sementes (Anprosem). Assim, foi formado um grupo de 20 alunos que também têm a oportunidade de ampliar suas redes de contatos.
 
Cristiane Pilon manifestou satisfação por estar na Unoeste pelo 2º ano consecutivo e agora para tratar de uma cultura de grande importância, sobre a qual pontuou alguns aspectos: quantidade de proteína do amendoim e sua riqueza como óleo livre do colesterol ruim, de tal forma são grandes a produção e consumo pelos norte-americanos.
 
O curso rápido mescla aulas teóricas e práticas de campo e laboratório, tratando de conteúdos como estágios de desenvolvimento e fisiologia; germinação, emergência, estádio vegetativo, estádio reprodutivo e maturação das vagens; semeadura; recursos genéticos; melhoramento de cultivares; dentre outros.
 
A ampla programação de período integral no campus II da Unoeste vai desta segunda-feira (17) à quarta-feira (19), sendo que na quinta-feira (20) de manhã será na propriedade de Helder Lamberti, em Regente Feijó; quando ocorrerá o encerramento do curso.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem