CAMPUS:
Presidente Prudente Jaú
Telefone 0800 771 5533

Você está em: Notícias

Projeto ambiental ganha Prêmio Santander Universidades

“Educação Ambiental e Resíduos Sólidos” é desenvolvido através de parceria entre Unoeste e Unesp e recebeu R$50 mil


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Projeto ambiental ganha Prêmio Santander Universidades
Pró-reitor Acadêmico da Unoeste, José Eduardo Creste, com a diretora da Faclepp/Unoeste, Alba Arana, uma das coordenadoras do projeto
Foto: Cedida Projeto ambiental ganha Prêmio Santander Universidades
Representantes da Unoeste e do Grupo Santander durante cerimônia realizada na capital paulista
Foto: Assessoria de Imprensa/Unoeste Projeto ambiental ganha Prêmio Santander Universidades
Na Reitoria da Unoeste: Fernando Mari Dutra, Aparecida Darcy Alessi Delfim, José Eduardo Creste, Orivaldo Aparecido Batistão e Marcelo Cerqueira


Depois de passar por três etapas de seleção, o projeto “Educação Ambiental e Resíduos Sólidos”, desenvolvido através de parceria entre Unoeste e Unesp foi um dos vencedores da categoria Universidade Solidária do Prêmio Santander Universidades. A cerimônia ocorreu na noite desta quarta-feira (24), na Sala São Paulo, na capital paulista.

Ao todo, foram 4 categorias premiadas pelo banco: Ciência e Inovação, Empreendedorismo, Universidade Solidária e Guia do Estudante – Destaques 2010. O prêmio teve a participação de mais de 500 universidades brasileiras e mais de 5 mil inscrições. No total geral foram 20 os vencedores e cada um recebeu R$50 mil.

A Unoeste esteve representada pelo pró-reitor Acadêmico, José Eduardo Creste e pela diretora da Faculdade de Ciências, Letras e Educação (Faclepp), Alba Arana, uma das coordenadoras do projeto. Pela Unesp, esteve o reitor, Herman Jacobus Cornelis Voorwald. A cerimônia, abrilhantada por show da cantora Maria Rita, contou com a participação de diversas autoridades de universidades públicas e particulares de todo o país.

A Unoeste foi a única instituição particular da categoria Universidade Solidária, que teve outras sete instituições premiadas. “O mais interessante é que o nosso projeto, mesmo sendo de pesquisa, ganhou um prêmio de extensão. Foi o único projeto desenvolvido de forma interinstitucional e entre os vencedores da categoria o único representante do Estado de São Paulo”, destaca Alba. Ela informa que o investimento recebido obedecerá a um cronograma de despesas, sendo que 60% será destinado à Educação Ambiental, através da produção de cartilhas. “O mais importante, no entanto, é a valorização desta iniciativa e de todos os envolvidos. Tudo começou em 2001, através de um projeto financiado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo)”.

O projeto “Educação Ambiental e Resíduos Sólidos” envolve o trabalho desenvolvido pela Cooperativa de Produtos Recicláveis (Cooperlix) do município que viabiliza o destino apropriado dos resíduos sólidos produzidos pela população prudentina. Ao longo das fases I, II e III progressivamente foram se formando parcerias, envolvendo um amplo leque de agentes sociais e instituições públicas e particulares, entre as quais também estão: a Prefeitura Municipal de Presidente Prudente, Companhia Prudentina de Desenvolvimento (Prudenco), Fundo Social de Solidariedade, Federação Nacional dos Trabalhadores em Serviços, Asseio e Conservação, Limpeza Urbana, Ambiental e Áreas Verdes (Fenascon), Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação e Trabalhadores na Limpeza Urbana de Presidente Prudente e Região (Siemaco), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Núcleo 3R da Universidade Federal de São Carlos, Fundação Banco do Brasil, escolas públicas e particulares, empresas dos setores industrial, comercial, agroindustrial e instituições financeiras e religiosas, entre outras.

A equipe atual de trabalho tem pela Unoeste além da professora Alba Arana, os docentes Paulo Roberto Iacia e Wilson Roberto Lussari; pela Unesp: Antônio Cezar Leal, Antonio Thomaz Júnior e Marília Coelho; além de alunos de graduação, através de uma equipe de 10 alunos da Unoeste e Unesp, dos cursos de Geografia, Engenharia Ambiental, Pedagogia, Administração, Ciências Contábeis e Tecnologia em Gestão Comercial e Comunicação Social.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem