CAMPUS:
Presidente Prudente Jaú
Telefone 0800 771 5533

Você está em: Notícias

Unoeste recebe prêmio Top Etanol em São Paulo

Pesquisa conquistou a 3ª colocação e concorreu com universidades públicas e privadas de todo país


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Unoeste recebe prêmio Top Etanol em São Paulo
Docentes Ângela Godinho e Ana Cristina Messas; ao centro a egressa Ângela Gomes


A Unoeste foi premiada em cerimônia realizada na noite desta segunda-feira (7), na Via Funchal, em São Paulo, no Prêmio Top Etanol com o Certificado de Reconhecimento de Mérito. A conquista é fruto de pesquisa realizada pelas docentes Ângela Madalena Marchizelli Godinho e Ana Cristina Messas e pela ex-aluna do curso Superior de Tecnologia em Produção Sucroalcooleira, Ângela Cristina Gomes. O estudo obteve a 3ª colocação na categoria Monografias e Trabalhos Acadêmicos, abordando o tema “Agroenergia e Meio Ambiente”. Concorreram universidades públicas e privadas de todo o país.

O evento teve a presença de autoridades do setor, docentes, acadêmicos, além dos pré-candidatos à Presidência da República, Dilma Roussef, José Serra e Marina Silva. Cerca de 1,5 mil pessoas estiveram na solenidade.

“Estudo comparativo a campo de ação herbicida do óleo fúsel com benzoato de metila e 2,4D” fez parte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). “A pesquisa, que ocorreu durante cerca de um ano, exigiu dedicação e trabalho em equipe, principalmente porque existem poucos estudos na área. É uma alegria imensurável ser reconhecida diante de personalidades ilustres do setor sucroalcooleiro”, comemorou a egressa Ângela Gomes, graduada em 2009.

No trabalho a campo, além da análise do solo, foram avaliados o crescimento e as características das plantas que receberam concentrações diferentes de óleo fúsel. “Já no laboratório, realizamos a extração de DNA, caracterização do óleo fúsel, registro fotográfico e outros procedimentos. A premiação mostra que a Unoeste possui uma excelente infraestrutura, além de ser um incentivo para que outros alunos invistam em pesquisa”, ressaltou a docente Ana Cristina Messas.

A orientadora do estudo, que também é coordenadora do curso de Produção Sucroalcooleira na Unoeste, Ângela Godinho contou que o reaproveitamento do óleo fúsel, um subproduto da destilação do álcool, contribui para a preservação do meio ambiente. “Bagaço, palha, torta de filtro, cinzas, vinhaça e outros componentes provenientes da cana-de-açúcar possuem um aproveitamento de até 100%, o que hoje gera renda para o setor”, afirmou ela que há 30 anos atua na área.

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foi parceira no projeto, realizando em seu laboratório, a identificação dos componentes químicos do óleo fúsel.

Na categoria em que o trabalho da Unoeste concorreu, ficou em 2º lugar a Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) com “A inserção do etanol brasileiro no mercado internacional”; a 1ª colocação foi conquistada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com o estudo “Aspectos jurídicos relativos aos biocombustíveis brasileiros e as barreiras não tarifárias a sua importação: um enfoque sobre o etanol”.

Personalidades – Profissionais de destaque marcaram presença no 1º Top Etanol como o fundador do Centro de Tecnologia Copersucar, Manoel Sobral Júnior, o assessor da Diretoria da Cooperativa Regional de Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, Cândido Ribeiro Toledo, e Shigeaki Ueki, presidente da Petrobrás de 1979 a 1984, ano em que foi criado o Proálcool. O jornalista Carlos Tramontina foi o mestre de cerimônia do evento.

Prêmio Top Etanol – É uma das iniciativas do Projeto Agora, que integra diversas ações de comunicação e estímulo à conscientização da população brasileira sobre as benéficas relações entre agroenergia, o desenvolvimento econômico e social e o meio ambiente. É formado pela União da Indústria de Cana-de-açúcar (Única) e sindicatos do setor sucroalcooleiro de todo país.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem