CAMPUS:
Presidente Prudente Jaú
Telefone 0800 771 5533

Você está em: Notícias

Unoeste estará presente no 4º Prêmio ODM Brasil no dia 30

Cerimônia ocorrerá no Palácio do Planalto, em Brasília


email facebook twitter whatsapp

Foto: Matheus Teixeira Unoeste estará presente no 4º Prêmio ODM Brasil no dia 30
Projeto da Unoeste e Unesp ficou entre os 50 finalistas de um total de 1.638 práticas inscritas


O programa “Educação Ambiental e Gerenciamento Integrado dos Resíduos Sólidos”, desenvolvido por meio de parceria entre a Unoeste e a Unesp, ficou entre os 51 finalistas do 4º Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) Brasil. Apesar de não ter ficado entre os 20 vencedores, ganhou destaque nacional entre 1.638 práticas cadastradas. Por isso, a Unoeste foi convidada a participar da cerimônia de premiação, no próximo dia 30, no Palácio do Planalto, em Brasília.

A Unoeste será representada pelas professoras Alba Regina Azevedo Arana, uma das coordenadoras do programa, e Afife Salim Sarquis Fazzano, representante da Pró-reitoria de Extensão e Ação Comunitária (Proext). “Para a Proext esta premiação vem demonstrar, mais uma vez, a qualidade e nível das ações extensivas que os cursos estão desenvolvendo. E a preocupação com o meio ambiente demonstra a responsabilidade social da universidade”, salienta Afife.

Sobre a importância social da ação, Afife destaca que a inclusão dos catadores da Cooperativa de Trabalhadores de Produtos Recicláveis de Presidente Prudente (Cooperlix) é mais válida do que a geração de renda a eles. “Com o projeto, o cooperado se sente valorizado como um profissional, um ser humano que, além de ser remunerado pelo seu trabalho, está em interação com seus iguais”. Por fim, a representante da Proext parabeniza todos os responsáveis pela boa prática.

Para Alba, ficar entre as 50 melhores práticas brasileiras relacionadas à erradicação de pobreza e benefícios à sociedade reafirma a relevância social do programa. “Sabemos que ações científicas que realmente transformam a realidade da população mais carente no Brasil ainda são pouco expressivas. Contudo, temos a certeza que estamos no caminho certo. Realizar pesquisa com mudança social é o melhor caminho para o envolvimento do aluno e da comunidade”, declara.

A coordenadora conta que a Unoeste já está com novos desafios. “Neste momento estamos envolvendo alunos do curso de Artes Visuais com intervenções na Cooperlix e também projetos de pesquisa que buscam entender a importância da arte no cotidiano dos cooperados”, revela.

Conheça o programa – O “Educação Ambiental” é realizado há quase dez anos pela Unoeste e pela Unesp. O objetivo é potencializar a Cooperlix para ampliação das ações educativas, de geração de trabalho e renda para os catadores. Já ganhou o prêmio federal Cidadania sem Fronteiras (categoria Meio Ambiente), em 2011; e em 2010 o Prêmio Santander Universidades (categoria Universidade Solidária).

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem