CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Prêmio de jovem pesquisador é de docente da Unoeste

Dra. Francis Lopes Pacagnelli foi a grande vencedora em disputa com trabalhos nacionais e internacionais


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Prêmio de jovem pesquisador é de docente da Unoeste
Durante a premiação, com a filha Rafaela e a diretora científica do evento Maria da Consolação Moreira
Foto: Cedida Prêmio de jovem pesquisador é de docente da Unoeste
Francis e a filha, com alunas da Fisioterapia que participaram do Congresso Brasileiro de Cardiologia
Foto: Cedida Prêmio de jovem pesquisador é de docente da Unoeste
Alunas da Fisioterapia com o professor Claudio Najas em frente aos pôsteres dos trabalhos da Unoeste

Atualizada em 29/09/2015

Incentivar o desenvolvimento de pesquisas é algo importante e que deve estar sempre presente na carreira docente. O fato de o professor estar inserido neste universo científico certamente serve como referência para os alunos que buscam na universidade uma formação diferenciada, com o envolvimento em atividades de ensino, pesquisa e extensão.

A professora doutora Francis Lopes Pacagnelli, do curso de Fisioterapia, sagrou-se vencedora no Prêmio Jovem Pesquisador, durante o 70º Congresso Brasileiro de Cardiologia, que terminou no início desta semana em Curitiba (PR). Concorreram nessa categoria estudos nacionais e internacionais de instituições como USP, Unesp, Unicamp e de outros países como Itália, Romênia e Estados Unidos. Sendo que nesta categoria os profissionais deveriam ter até 35 anos de idade e a pesquisa ser realizada integralmente no Brasil.

“Essa conquista vem confirmar o potencial da Unoeste, juntamente com as instituições parceiras, em conseguir produzir pesquisas de qualidade e de valorização nacional”, destaca Francis. O estudo vencedor é denominado “Influência do Exercício Físico Prévio em Ratos Modelo de Cor Pulmonale sobre a Expressão Gênica Miocárdica”.

Conforme a docente, essa pesquisa faz parte do mestrado e do seu pós-doutorado, envolvendo mestrandos em Ciência Animal da Unoeste (Ana Karenina Dias de Almeida Sabela e Thaoan Bruno Mariano), além da também docente da Unoeste Ana Paula Coelho Figueira Freire, o supervisor do pós-doc Luiz Carlos Marques Vanderlei e outros docentes da Unesp de Presidente Prudente (José Carlos Camargo Filho e Edna Maria do Carmo) e ainda os professores pesquisadores da Unesp de Botucatu (Katashi Okoshi, Antonio Carlos Cicogna e Robson Carvalho).

Como ganhadora recebeu R$10 mil, valor que será utilizado para apresentação do estudo completo em Londres, no ano que vem.

Outro professor da Unoeste participante foi Claudio Spinola Najas, que apresentou o estudo "Análise da remodelação cardíaca dos indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica submetidos ao uso de oxigenioterapia".

Estudos apresentados – Foram ainda apresentados oito pôsteres, num total de 33 trabalhos selecionados, envolvendo alunos e docentes da Fisioterapia e da Medicina da Unoeste e também da Unesp de Presidente Prudente. “São pesquisas derivadas de projetos Fapesp, Pibic, Probic e tese de doutorado”, conclui Francis.“Avaliação do consumo de oxigênio pelo miocárdio de mulheres cadastradas em unidade básica de saúde, submetidas ao treinamento isodinâmico”; “Avaliação da atividade inflamatória como fator de risco cardiovascular na tríade doença pulmonar obstrutiva crônica, obesidade e apneia do sono”; “Dimensão fractal na quantificação da disfunção cardíaca de ratos com hipertensão arterial pulmonar submetidos a treinamento físico preventivo”; “Análise da qualidade de vida de cardiopatas após reabilitação cardiovascular com tubos elásticos”; “Estudo da evolução dos parâmetros cardiometabólicos e fatores de risco de pacientes cardiopatas submetidos à reabilitação”; “Avaliação do perfil lipídico de cardiopatas submetidos ao treinamento com tubos elásticos de curta duração”; “Análise da força muscular e capacidade aeróbia de indivíduos cardiopatas submetidos ao treinamento com tubos elásticos”; “Avaliação dos níveis tensionais de pacientes com acidente vascular cerebral submetidos a programa de reabilitação”.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem