CAMPUS:
Presidente Prudente Jaú
Telefone 0800 771 5533

Você está em: Notícias

Serviços de saúde à população marcam história da Medicina

Curso médico completa 30 anos com muitas conquistas, dentre elas a transformação que proporciona a milhares de pessoas atendidas em Prudente e região


email facebook twitter whatsapp

Foto: João Paulo Barbosa Serviços de saúde à população marcam história da Medicina
Em 2017, o curso de Medicina realizou aproximadamente 80 mil atendimentos em ações de extensão na comunidade

Melhorar a qualidade de vida da população, com atividades de promoção, prevenção e reabilitação da saúde são alguns dos propósitos da formação médica na Unoeste. Por isso, desde o início da graduação, os alunos desenvolvem ações na comunidade com o compromisso de transformar a realidade, principalmente das pessoas que mais necessitam. Durante os seis anos do curso, os estudantes atuam em diferentes frentes, como em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Estratégias Saúde da Família (ESFs), hospitais, projetos e programas sociais em diversos lugares. Em 2018, a escola médica da Unoeste completa 30 anos em Presidente Prudente, e sua história reúne conquistas importantes, talvez, a principal delas seja a transformação que proporciona a milhares de pessoas atendidas nos inúmeros serviços prestados em Prudente e região.
 
Somente em 2017, foram aproximadamente 80 mil atendimentos nas diferentes ações de extensão promovidas pelo curso, bem como nas unidades de saúde e hospitais, informa a coordenadora de atividades extensivas da Medicina, Dra. Claudia Alvares Calvo Alessi. “A universidade, quando se engaja e incentiva projetos nas comunidades, resgata sua missão social, possibilitando a construção do conhecimento. A extensão contribui efetivamente para a melhoria da sociedade e possibilita que estudantes e professores enriqueçam seu saber”, pontua. Ela destaca ainda que a extensão oferece a oportunidade de o futuro profissional ser o protagonista de projetos de mudança, “compreendendo cada vez mais a capacidade transformadora do conhecimento produzido pela relação universidade/comunidade. A experiência vivida na extensão possibilita a formação de um médico-cidadão mais consciente da realidade em que está inserido e socializando o conhecimento”.
 
O promotor de Justiça, Dr. Mário Coimbra, descreve o curso de Medicina como uma “dádiva” para a região. “O SUS é o beneficiado, pois temos o braço da Unoeste nas atenções primária, secundária e terciária, além da formação de grandes profissionais com importantes trabalhos, inclusive científicos. O oeste paulista ganhou muito com todos os cursos da saúde da Unoeste, pois oferecem dignidade à população e colocam Prudente como referência em saúde. O desenvolvimento social, proporcionado pela universidade é visível, e a Unoeste cumpre esse papel perante a sociedade em que está inserida. Vejo a universidade como um braço de sustentação em áreas muito sensíveis que o governo não consegue suprir”.
 
As parcerias para a realização dos estágios e dos projetos de extensão são fundamentais nesse processo de formação médica. É o caso, por exemplo, do Hospital Regional (HR) de Presidente Prudente, que nos últimos 11 anos realizou mais de 6,5 milhões de atendimentos. “A inspiração inicial do surgimento do então Hospital Universitário, se deu pelo desejo de criar um campo de estágio para a Medicina. Sendo assim, está na essência do HR promover a saúde, em comunhão com a prática de ensino aos futuros e aos novos médicos. Se torna indescritível a alegria de poder contar com a parceria de uma instituição tão séria, e ao mesmo tempo tão sonhadora. Assim, os sonhos do HR vão ao encontro com os da Unoeste e somos eternamente gratos por tudo isso”, relata o diretor administrativo da unidade, Luciano Luiz Leite, o frei Jacó.
Foto: Gabriela Oliveira Cláudia Alessi: “A universidade, quando se engaja e incentiva projetos nas comunidades, resgata sua missão social”
Cláudia Alessi: “A universidade, quando se engaja e incentiva projetos nas comunidades, resgata sua missão social”

O frei ressalta ainda a satisfação de o HR ser o 2º maior hospital público do Estado de São Paulo, o maior do interior paulista, “contudo, também nos traz uma grande responsabilidade em atender tantas pessoas com qualidade. Aqui é um cenário enriquecedor para o conhecimento, pois além da Medicina, há toda uma equipe multiprofissional e multidisciplinar, fazendo com que a saúde aconteça e seja vivenciada de modo pleno, onde quem sai beneficiado é o paciente. Num mega complexo hospitalar como o HR, os acadêmicos têm a oportunidade de vivenciar um vasto campo de aprendizado, podendo até visualizar o que mais lhe interessa e, assim, expandir suas opções profissionais”.
 
A Unoeste também é parceira da Prefeitura de Presidente Prudente, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Os alunos da Medicina estão nas UBSs, ESFs e em ações de orientação e prevenção em escolas, praças públicas, campanhas, entre outras. Somente nas unidades de Estratégia Saúde da Família, em 21 anos de atividades, já foram prestados mais de 1 milhão de atendimentos; e em 30 anos nas UBSs já foram mais de 80 mil serviços. “Durante todos esses anos de parceria ensino/serviço mudanças positivas ocorreram à luz de vários cursos da instituição e contribuíram diretamente para que Prudente alcançasse um dos melhores índices de desenvolvimento humano (IDH) do Brasil. O curso de Medicina se consagra nessa parceria, e está representado em todas as frentes dos nossos serviços, sendo no atendimento individual e/ou coletivo”, declara o responsável pela pasta da Saúde, Valmir Pinto.
 
O secretário pontua a importância da articulação estreita entre academia/serviço, tendo em vista a transformação das práticas profissionais e da própria organização de trabalho. “A experiência para o acadêmico remete um recorte da realidade produzindo a reflexão do trabalho em equipe, através do seu potencial e fragilidade. Por outro lado, é de suma importância para que o usuário do SUS possa sentir a multidisciplinaridade, através do primeiro contato de acolhimento e de todos os outros dispositivos da Política de Humanização”, finaliza o secretário.
 
Além dessas atividades, existem outras práticas sociais que contam com a parceria da Medicina Unoeste. O projeto Saúde Visual do Escolar, realizado há 9 anos em parceria com o Lions Clube Centenário e o Banco de Olhos da Santa Casa de Presidente Prudente, demonstra o compromisso dos futuros médicos com o bem-estar da população. O projeto contempla alunos do 6º ano do ensino fundamental nas escolas da rede pública de ensino. Até o momento, já foram prestados mais de 20 mil atendimentos e quase 1,5 mil crianças precisaram usar óculos.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem