CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Professora participa de pesquisa em cooperação internacional

Convite é feito por cientistas europeus devido à qualidade de trabalho apresentado em congresso na Holanda


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Professora participa de pesquisa em cooperação internacional
Professora Caroline Brandão Pires de Almeida durante a apresentação no congresso na Holanda

Doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em Ciências da Reabilitação, ofertado pelo campus da USP em Bauru, a professora do curso de Enfermagem e da Especialização em Oncologia na Unoeste Caroline Brandão Pires de Almeida passa a fazer parte de um seleto grupo de pesquisa multicêntrica, conduzida de forma simultânea e controlada por um mesmo protocolo em diversas instituições.

A pesquisa em cooperação internacional sobre tratamento com laserterapia envolve pesquisadores da Holanda, Suíça, Noruega, Inglaterra e Brasil, dentre outros países. O convite para a professora vinculada à Unoeste surgiu no recente Congresso Europeu de Fissura Labiopalatina, que são defeitos congênitos mais comuns entre as malformações que afetam a face do ser humano. O congresso da Associação de Craniofaciais da Fenda Palatina Europeia (ECPCA) foi realizado em Utrecht, na Holanda.

Inscrita pelo doutorado, Caroline apresentou trabalho sobre laserterapia na regeneração neural, desenvolvido em projeto que aplica metodologia inovadora. O método permite a aplicação da laserterapia intraoperatória, ou seja: no momento da cirurgia ortognática, procedimento para corrigir alterações em ossos da face que são mandíbula, maxilar e mento, o osso da região do queixo. Caroline esteve acompanhada de sua orientadora a Dra. Renata Yamashita Paciello, da USP em São Paulo.

O congresso teve como tema “Perspectivas futuras em pesquisa e terapia”, com a proposta de explorar possibilidades inovadoras, incluindo a robótica em cirurgias e impressão 3D em futuras aplicações da medicina regenerativa. Caroline diz ter sido excelente a experiência vivida no evento no qual apresentou seu trabalho na modalidade minipalestra, com o mesmo sendo tão bem aceito que rendeu o convite para a pesquisa em cooperação internacional.

Graduada e mestre em enfermagem pela Faculdade de Medicina de Marília, que é uma instituição pública, Caroline faz parte do corpo docente do curso de Enfermagem da Unoeste há 2 anos e meio. Está no último ano do doutorado, que lhe possibilitou a segunda experiência internacional. A primeira foi no mestrado, em 2014, quando deu aulas na Escola Superior de Enfermagem (Esep) da Universidade do Porto durante quatro meses, como professora convidada.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem