CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Gastronomia ensina a fazer prato famoso no mundo inteiro

Workshop de lámen atrai apreciadores da comida japonesa e a produção adota o conceito da sustentabilidade


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Gastronomia ensina a fazer prato famoso no mundo inteiro
Missô Lámen foi um dos pratos produzidos durante o workshop

A realização com interatividade e a aplicação do conceito de sustentabilidade agradaram os envolvidos no Workshop de Lámen, ofertado pelo curso de Gastronomia da Unoeste, no sábado (10). Orientados pelo chef Altieres Lopes, estiveram presentes 16 alunos bem interessados em aprender a fazer esse prato, que é famoso no mundo inteiro.

“O lámen, como a maioria das massas, surgiu na China. Sua popularização ocorreu no Japão, como prato típico da culinária japonesa que tem conquistado o mundo. Não é diferente no Brasil, inclusive em Prudente, onde tem cada vez mais apreciadores”, comenta o chef, que atua há dez anos no mercado local.

Proporcionar interatividade no momento de ensinar é uma prática que motiva e agrada ambas as partes: professor e alunos. O aprendizado como momento de troca de experiências possibilita assimilar melhor o que é ensinado. “Nós não ficamos sentados. Participamos da aula interagindo com o chef”, conta Andreia Keiko Takara.

Lactarista do Hospital Estadual “Dr. Odilo Antunes de Siqueira”, Andreia gosta de cozinhar e faz mais doces do que salgados. Fez o workshop estimulada por sua irmã, que tomou conhecimento pelo site da Unoeste. Aproveitou e chamou como sua companhia a colega Raquel Miranda Costa.

“Gostamos muito. A interação permitiu que pudéssemos experimentar os alimentos. Foi tão bom que eu disse ao chef Altieres para nos avisar quando tiver outro. Eu amo a comida japonesa e aprender a fazer lámen foi uma excelente oportunidade”, afirma Andreia, que é moradora da Vila São Jorge.

Foto: João Paulo Barbosa Chef Altieres durante aula no workshop do curso de Gastronomia
Chef Altieres durante aula no workshop do curso de Gastronomia

O chef Altieres, como é mais conhecido, introduziu no workshop o conceito de sustentabilidade ao aplicar o aproveitamento de parte de legumes, de frango e porco que normalmente são descartadas. Talo e cacas dos legumes, dorso do frango e osso do pernil de porco servem para fazer caldos saborosos.

“É possível aproveitar o que seria jogado fora”, pontua e revela que o uso de ingredientes regionais, tais como temperos e ervas, na cozinha tradicional japonesa, tem proporcionado uma aceitação cada vez maior na culinária oriental, seja em pratos quentes ou frios, como são os casos do sushi e sashimi.

Desde o ano passado Altieres tem ministrado aulas em workshops no curso de Gastronomia da Unoeste, local em que se sente bem acolhido e a vontade pelo pessoal de apoio e pela estrutura. Em dez anos de atuação em Presidente Prudente passou por alguns restaurantes e atualmente está no Umê Culinária Japonesa.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem