CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Descobertas paleontológicas projetam Prudente para o mundo

Dinossauro e ave com dentes estão entre os achados de espécies que habitavam a região há 80 milhões de anos


email facebook twitter whatsapp

Foto: João Paulo Barbosa Descobertas paleontológicas projetam Prudente para o mundo
Participantes do 1º Workshop de Paleontologia do Oeste Paulista

O fato de Presidente Prudente estar em evidência mundial por descobertas de espécies animais que viveram há 80 milhões de anos motivou a realização do 1º Workshop de Paleontologia do Oeste Paulista, realizado na manhã desta quarta-feira (4). A iniciativa do curso de Ciências Biológicas representa mais um passo da formalização de parceria da Unoeste com importantes instituições brasileiras responsáveis por esses achados em plena área urbana, no Parque dos Girassóis, na zona sul da cidade.
 
Essa história começou há 15 anos com o paleontólogo Willian Roberto Nava, coordenador do Museu de Paleontologia de Marília. Com o tempo surgiu o envolvimento de pesquisadores internacionais. Para Luís Chiappe, do Museu de História Natural de Los Angeles, nos Estados Unidos, são achados de importância para a ciência. Entre eles estão uma nova espécie de dinossauro, batizado como Brasilotitan nemophagus, e uma ave com dentes.
 
No plano nacional estão envolvidas a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), administradora do Museu Nacional, e a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), instituições com as quais a Unoeste estabelece vínculos para fazer parte do trabalho que colocou Prudente no roteiro internacional de pesquisas paleontológicas. O anúncio é feito pelo professor Rondinelle Artur Simões Salomão, do curso ofertado pela Faculdade de Artes, Ciências, Letras e Educação de Presidente Prudente (Faclepp).
 
Parceria que tem o apoio da diretora da Faclepp Dra. Maria Helena Pereira Mirante e do coordenador do curso de Ciências Biológicas, o Dr. Silvério Takao Hosomi. Realizado no auditório Cerejeiras, no bloco B1 do campus II, o workshop conta com as participações de pesquisadores das duas instituições cariocas, com a organização aproveitando suas estadas na Unoeste na condição de conferencistas da 8ª Semana de Biologia.
 
O Dr. André Eduardo Piacentin Pinheiro, da UERJ, discorreu sobre o tema “História natural, origem e evolução de Crocodylomorpha. O Dr. Paulo Victor Luiz Gomes da Costa Pereira, da UFRJ, expos sobre “A grande jornada dos fósseis: da terra à exposição”. Sobre o acervo de paleontologia do campus da Unesp em Prudente falou Graziela Plaça Orosco. Esteve presente a Dra. Kamila Luísa Nogueira Bandeira, do Museu Nacional. Salomão disse que iniciou conversas com esses pesquisadores no ano passado e que a vinda deles à Unoeste consolida os laços da busca de parceria.
 
Após o ciclo de palestras pela manhã, o workshop teve continuidade no período da tarde com saída de campo a um sítio paleontológico, no distrito de Coronel Goulart, que fica no município de Alvares Machado, para prospecção e demonstração de técnicas de coleta, marcação e preservação de registros fossilíferos. Nesta quinta-feira (5) haverá minicurso em sala de aula da Falecpp, conforme o professor Salomão que é dos responsáveis pelo Acervo Educacional de Ciências Naturais (Aecin), mantido pela Unoeste, no campus II.

A realização do 1º Workshop de Paleontologia do Oeste Paulista tem o seu cadastro na Pró-reitoria de Ação e Extensão Comunitária (Proext) como atividade inserida no Mês da Responsabilidade Social, que é uma iniciativa da Associação Brasileira de Mantenedora de Ensino Superior (ABMES) à qual a Associação Prudentina de Educação e Cultural (Apec - mantenedora da Unoeste) é vinculada.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem