CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Graduação | Agronomia | Pesquisa Científica

Agronomia

Bacharelado | 8 semestres letivos (Integral) - 10 semestres letivos (Noturno) | Integral e Noturno

Pesquisa Científica


Buscar projeto por

Resumo:
A fisális é uma importante frutífera, que apesar de ocupar posição de destaque em outros países, no Brasil ainda é consumida como exótica. Seu melhoramento genético avançou pouco ao longo do tempo, levando a um cultivo da fruta basedo na espécie de maior consumo local e fazendo com que plantas com um mesmo requerimento edafoclimático sejam cultivadas em regiões distintas. Desse modo, impedindo também que as vantagens agronômicas bem como benefícios nutricionais diversificados das espécies do gênero possam ser exploradas de forma eficiente. Diante do exposto a presente proposta objetiva estudar a possibilidade de realização de cruzamentos interespecíficos, visando a geração de híbridos de fisális que possam apresentar características de interesse econômico e/ou nutricional e conhecer aspectos da biologia reprodutiva de espécies do gênero, necessárias à realização desses cruzamentos. O trabalho será realizado na Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) entre agosto de 2019 e julho de 2020 e terá início com o plantio de sementes de oito espécies de fisális (P. peruviana, P. ixocarpa, P. angulata, P. minima, P. pubescens, P. pruinosa, P alkekengi e P. daturaefolia) que posteriormente serão transplantadas em vasos e mantidas em casa de vegetação. Ao iniciarem o florescimento as plantas terão a viabilidade polínica avaliada e também será determinado o momento em que o estigma encontra-se receptivo. De conhecimento dessas características fundamentais para realização de cruzamentos proceder-se-á então as hibridações, realizando polinização controlada entre todas as espécies em estudo, além da autofecundação. Os cruzamentos serão realizados de forma tal que todas as espécies sejam doadoras e também receptoras de pólen. Serão avaliados a porcentagem de pegamento e abortamento dos cruzamentos realizados. Dos frutos desenvolvidos a partir desses cruzamentos será contabilizado o número médio de sementes, juntamente com a viabilidade das mesmas. Espera-se com este trabalho conhecer melhor a biologia reprodutiva de espécies de fisális, além de obtenção de sementes resultantes do cruzamento entre as espécies, para que futuramente esses materiais possam ser avaliados e selecionados a campo, dando início a um programa de melhoramento de fisális brasileiro.

Protocolo: 5688 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 7/2020 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ANDRE DUTRA SILVA JUNIOR
Professor(es): ANDRE RICARDO ZEIST

Resumo:
Os biocarvões provenientes de matérias-primas lignocelulósicas, além de reduzir o volume de resíduos descartados, são capazes de fertilizar o solo enquanto sequestram carbono e reduzem a emissão de gases de efeito estufa. Desta forma, o objetivo principal do presente projeto é utilizar a técnica de pirólise para tratar os resíduos sólidos resultantes de embalagens servidas em um "fast food" e transformá-los em potenciais substratos para plantas. Para tanto, serão coletados cinco tipos resíduos lignocelulósicos gerados em uma loja de rede "fast food". As coletas se darão em seis meses correntes, sempre com três coletas por mês. O material coletado será processado e submetidos à a uma análise termogravimétrica para definição das temperaturas de pirólise para então o biocarvão ser produzido por meio de pirólise lenta em reator de laboratório do tipo leito fixo. Uma vez produzidos, os biocarvões serão submetidos as análises de caracterização físicas e químicas que consistem em: análises de balanço de massas, análises imediatas (determinação do teor de umidade do carvão, determinação dos materiais voláteis, determinação do teor de cinzas, determinação do teor de carbono fixo), pH e condutividade elétrica, capacidade de troca cátions, teor de macro e micronutrientes, densidade de partículas, tamanho de partículas, capacidade de retenção de água, imagens por microscopia eletrônica de varredura, caracterização estruturalDRX e análises térmicas dos biocarvões. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p < 0,05).

Protocolo: 5646 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 7/2020 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): RAUL CORREIA LEANDRO DA SILVA
Professor(es): ALEXANDRE TEIXEIRA DE SOUZA
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
Para a prática de uma agricultura moderna e tecnológica, que visa não somente o aumento e ganhos em produtividade, mas também a otimização no uso dos recursos naturais, menor impacto no meio ambiente e o manejo sustentável do solo é de fundamental importância conhecer a variabilidade espacial dos atributos do solo. Neste sentido, a geoestatística se apresenta como uma ferramenta que possibilita uma análise detalhada da variabilidade espacial de atributos e também uma melhor compreensão da forma como estes se relacionam entre si e também com a produtividade local. Desta forma, o presente projeto proposto está inserido no contexto de execução do projeto "Monitoring integrated crop-livestock systems through remote sensing and precision agriculture for more sustainable production - Towards Low Carbon Agriculture" (Processo FAPESP n°2017/50205-9) e seu objetivo principal é utilizar a geoestatística, por meio da técnica de krigagem, para determinar e estudar a variabilidade espacial da granulometria do solo e de atributos químicos em diferentes camadas do perfil do solo e analisar a relação que tais atributos apresentam entre si e com a produtividade da cultura da soja. Assim, o estudo se dará em uma área de aproximadamente 200ha, localizada no munícipio de Caiuá-SP, em cuja área, em específico, está sendo implantado um sistema de integração lavoura pecuária. Para tanto, serão demarcados na área de estudo aproximadamente 100 pontos que servirão de referência para a coleta das amostras de solos e dos dados de produtividade da soja. As amostras de solos serão coletadas nas profundidades de 0,0-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,35; 0,35-0,50; 0,50-0,75; e 0,75-1,0 metros, permitindo assim o estudo espacial e em profundidade da área de estudo. Para todas as amostras serão determinados os teores de argila, silte, areia grossa e areia fina e ainda os valores de pH e condutividade elétrica do solo. A cultura da soja será implantada na safra 2019/2020 e a previsão de colheita é para o início de 2020. Para a avaliação da biomassa e produtividade os parâmetros a serem determinados em cada ponto de amostragem será: número de plantas por metro linear, número de vagens por plantas; número de grãos por vagens (média de 100 vagens); massa de 1000 grãos; altura média das plantas; biomassa e massa seca das folhas e hastes; e por fim produtividade média por hectare. Todos os parâmetros determinados serão analisados por meio da estatísticas descritiva, análises geoestatísticas, análise de correlação e regressão. Dessa forma espera-se melhor compreender o comportamento de distribuição dos atributos estudados; estabelecer uma relação entre os atributos analisados e a produtividade da soja e contribuir para o uso racional dos recursos naturais.

Protocolo: 5644 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2019 - 7/2020 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): GABRIELLY YURI CIHODA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
EDEMAR MORO
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
A raiz da batata-doce [Ipomoea batatas (L) Lam] é um importante complemento alimentar para erradicação de carências nutricionais em grupos populacionais com deficiência de consumo em calorias ou nutrientes. No estado de São Paulo, nos últimos dez anos mais do que duplicou a área plantada e triplicou a produção. O estado é o segundo maior produtor de batata-doce (163 mil toneladas), sendo a região Oeste Paulista a principal região produtora. Nessa região, apesar da considerável relevância econômica e social da cultura, há mais de uma década os genótipos que predominam são ´Canadense´, ´Uruguaina´, ´Rio Dois´ e ´Ligeirinha´. Com isso, ocorrem baixas produtividades devido à utilização de genótipos obsoletos. Para fortalecer o cultivo da batata-doce no Oeste Paulista um importante passo é a avalição do potencial de novas cultivares. Na região o cultivo da batata-doce é escalonado, com isso, são necessários genótipos que se adaptem e sejam estáveis perante as variações das condições climáticas. Considerando-se as informações supracitadas, objetiva-se avaliar a adaptabilidade e estabilidade de cultivares de batata-doce em base das características agronômicas em épocas de plantio em Presidente Prudente-SP. Os experimentos serão instalados em três épocas de plantio: 10/08/2019 (ciclo invernoprimavera), 20/10/2019 (ciclo primaveraverão) e 30/12/2019 (ciclo verãooutono); e avaliadas as cultivares BRS Rubissol; BRS Amélia; Beauregard; Princesa; Brazlândia Branca; Brazlândia Rosada; Conquinho; SCS368 Ituporanga; SCS369 Águas Negras; SCS370 Luiza; SCS371 Katiy; SC372 Marina; Uruguaiana; Canadense e; Ligeirinha. Serão avaliadas às características produção de raízes tuberosas não comerciais e comerciais; produção total de raízes tuberosas; peso médio de raízes tuberosas comerciais; comprimento de raízes; diâmetro das raízes; e firmeza e sólidos solúveis das raízes. A análise de estabilidade e adaptabilidade fenotípica será realizada pelo método de Annicchiarico (1992) e serão realizadas utilizando-se o programa estatístico Genes.

Protocolo: 5639 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 8/2020 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): MURILO HENRIQUE SOUZA LEAL
Professor(es): ANDRE RICARDO ZEIST

Resumo:
A raiz da batata-doce [Ipomoea batatas (L) Lam] é um importante complemento alimentar para erradicação de carências nutricionais em grupos populacionais com deficiência de consumo em calorias ou nutrientes. No estado de São Paulo, nos últimos dez anos mais do que duplicou a área plantada e triplicou a produção. O estado é o segundo maior produtor de batata-doce (163 mil toneladas), sendo a região Oeste Paulista a principal região produtora. Nessa região, apesar da considerável relevância econômica e social da cultura, a produção e a produtividade é oscilante ao decorrer do ano. Para fortalecer a batata-doce no Oeste Paulista um importante passo é o desenvolvimento de ferramentas que contribuam para o planejamento do cultivo contínuo da batata-doce na região. Considerando as informações supracitadas, objetiva-se desenvolver uma planilha para o planejamento, dimensionamento e gerenciamento do cultivo de batata-doce cultivar Canadense na região Oeste Paulista. Para obter os dados que darão suporte e calibrarão a planilha será realizado o acompanhamento do cultivo da batata-doce em no mínimo dez propriedades de agricultores associados à AprobarppAssociação dos Produtores de Batata-Doce de Presidente Prudente e Região, entre os meses de agosto de 2019 e julho de 2020. Adicionalmente, serão utilizadas as observações de produção e produtividade e climáticas dos últimos dez anos. Em base das informações coletadas, pretende-se que a planilha tenha dez saídas que permitirão o planejamento, gerencialmente e dimensionamento do cultivo da batata-doce na região Oeste Paulista.

Protocolo: 5638 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 8/2020 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): NILSON RODRIGUES JUNIOR
Professor(es): ANDRE RICARDO ZEIST

Resumo:
O uso de ILP e PD contribui para maiores estoques de matéria orgânica do solo, melhorando a nutrição das plantas através de ciclagem de nutrientes, particularmente pelo acoplamento dos ciclos de N e C. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito do ambiente de cultivo em meio a um sistema de sucessão pastagem/soja em plantio direto com o fornecimento de nitrogênio na pastagem por fertilizante mineral e através da consorciação com leguminosas. O experimento foi instalado na Fazenda Experimental da UNOESTE, no município de Presidente Bernardes/SP, em um latossolo vermelho-amarelo distrófico argilúvico com 17 de argila na profundidade de 0-10 cm. O clima, segundo Köppen, é definido pelo Cwa, subtropical de inverno seco. O experimento seguiu delineamento estatístico em blocos casualizados, com quatro tratamentos e quatro repetições, sendo eles: Capim Mombaça com adubação nitrogenada (250 kg ha-1 de N); Capim mombaça sem adubação nitrogenada; Capim mombaça consorciado com o guandu sem adubação nitrogenada; Capim mombaça consorciado com o capim Java sem adubação nitrogenada. Posterior aos manejos foi introduzida à pastagem na área, ao final do pastejo, a área foi dessecada, e procedeu-se a semeadura da soja com adubação de plantio. Serão coletadas amostras de solo e realizadas as seguintes avaliações: N-total do solo; MOS e COT do solo; Cmic; Nmic; Qmic; estoque de C e N; enzima desidrogenase, urease, emissão de CO2 e volatilização de NH3 do solo. E na planta: N-total, carboidratos, proteínas, aminoácidos, pigmentos, volatilização de amônia, urease, ureídeos, nitrato-redutase. Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância e os efeitos dos tratamentos serão comparados pelo teste Tukey ao nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 5554 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2019 - 10/2020 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LUANA SOARES DOS SANTOS
LUCAS RODRIGUES DA SILVA
CAMILA DIAS PINAFFI
Professor(es): JULIANO CARLOS CALONEGO
ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
ADRIANA LIMA MORO

Resumo:
A fisális é considerado no Brasil um cultivo hortícola emergente tanto do ponto de vista econômico, devido a sua comercialização como fruto exótico, como do ponto de vista nutricional, pelo seu alto teor de propriedades nutrcêuticas. Apesar disso pouco se sabe sobre o comportamento desse fruto nas diferentes condições edafoclimáticas brasileiras, considerando ainda que o gênero Physalis L. possui grande quantidade de espécies, cada uma com sua pecualiaridade, e que podem por sua vez ter comportamentos diferenciados. Diante do exposto o presente trabalho propõe o estudo fenológico e produtivo de quatro espécies de fisális em região de solo arenoso do oeste paulista. Para o experimento serão utilizadas quatro espécies de fisális (Physalis pubescens L., P. peruviana L., P. ixocarpa Brot. e P. minima) que terão suas sementes germinadas e avaliadas quanto ao índice de velocidade de emergência e a porcentagem de germinação. Ao final de cinquenta dias, com as mudas prontas para irem a campo serão avaliadas a qualidade das mesmas mensurando a altura, diâmetro do coleto, número de folhas, massa seca e fresca e área foliar. As mudas formadas serão transplantadas para o campo, onde terão sua produção e produtividade estimada avaliadas. Com os frutos colhidos também serão definidas suas características físico-químicas de diâmetro longitudinal e transversal, massa do fruto, pH, acidez titulável e sólidos solúveis. Durante todo o ciclo da planta, as mesmas terão acompanhamento para observação e definição de seu comportamento fenológico, visando o entendimento das diferentes fases fenológicas em cada espécie.

Protocolo: 5389 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 8/2020 Programa: PIBIC-EM - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio
Professor(es): ANDRE RICARDO ZEIST

Resumo:
As rizobactérias promotoras do crescimento de plantas são microrganismos que habitam o solo e com frequencia são isoladas da rizosfera de diversas plantas cultivadas. Os efeitos destas bactérias sobre o crescimento das plantas são amplos, incluindo os efeitos benéficos no controle de fitopatógenos no solo, crescimento e aleviação de estresses abióticos em plantas. Dentre as espécies citadas neste grupo destacam-se os gêneros Pseudomonas, Bacillus. Bradyrhizobium e Rhizobium. São escassos os estudos sobre a ecologia dessas bactérias nos solos arenosos, que são caracterizados como de baixos teores de matéria orgânica e de riscos para cultivo de grãos. Será então procedido a quantificação e isolamento de Bacillus sp. de solo rizosférico de soja e pastagem em sistemas integrados com milho na safrinha e cultivos de inverno em solos arenosos na região oeste paulista. Após o isolamento da rizosfera as bactérias serão caracterizadas quanto a morfologia das colônias, sensibilidade a antibióticos, antagonismo a fungos, produção de auxinas e atividade de 1-aminociclopropano-1-carboxilato (ACC) deaminase. Neste sentido o presente projeto tem como objetivo (1) quantificar e isolar bactérias da rizosfera de soja e pastagens cultivadas em solos arenosos (2) identificar nos isolados atributos relacionados a promoção de crescimento de plantas (3) analisar a diversidade de características avaliadas nos isolados. Os resultados encontrados servirão para gerar informações sobre ecologia e caracterização de rizobactérias presentes em plantas cultivadas em sistemas integrados conduzidos em solos arenosos.

Protocolo: 5413 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 8/2020 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): NAYARA VIEZEL
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO
RITA DE CÁSSIA LIMA MAZZUCHELLI

Resumo:
O nitrogênio (N) desempenha papel fundamental no desenvolvimento do algodoeiro, e a dose aplicada varia de acordo com a disponibilidade desse macronutriente no solo e a expectativa de produtividade. O objetivo do trabalho será avaliar a nutrição do algodoeiro quanto ao Ncultivado em palhada de mucuna-preta e braquiária ruziziensis com ou sem inoculação sob diferentes manejos de adubação nitrogenada. O delineamento experimental será em blocos ao acaso com cinco repetições em esquema de parcelas subdivididas. Nas parcelas serão alocadas as plantas de cobertura, antecessoras ao algodoeiro: 1Mucuna; 2- Pousio; 3 - Braquiária + Azospirillum; 4- Braquiária + Mucuna; 5Braquiária + Azospirillum + Mucuna e 6Braquiária, nas subparcelas as doses de N: 80 e 120 kg ha-1 N. As avaliações constarão da diagnose foliar aos 60 DAE; índice de área foliar (IAF) aos 25, 50, 75, 100 e 125 DAE e índice SPAD (clorofila) aos 25, 50, 75, 100 e 125 DAE. Os dados serão submetidos á análise de variância e os valores médios serão comparados pelo teste de Tukey á 5 de probabilidade.

Protocolo: 5388 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 8/2020 Programa: PIBIC-EM - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio
Aluno(s): CAROLINE HONORATO ROCHA
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
Mecanismos fisiológicos e moleculares de adaptação aos estresses abióticos em Urochloa sp ainda são mal compreendidos. Respostas de diferentes genótipos de braquiária em relação ao estresse salino em condições de cultura de tecidos serão investigados nos estágios iniciais de crescimento das plântulas. O estresse salino será induzido no meio MS básico adicionando-se 0, 50, 100 e 200 mM de NaCl. Serão avaliados o parâmetros biométricos tais como porcentagem de germinação, comprimento da parte aérea e raiz, massa seca e massa fresca. Já os parâmetros bioquímicos tais como atividade de enzimas antioxidantes (peroxidase e catalase), pigmentos, conteúdo de MDA e prolina também serão determinados. O delineamento experimental será inteiramente casualizado num esquema fatorial 4 genótipos x 4 concentrações de sal x 4 repetições. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA) para detectar diferenças significativas entre as médias. A separação das médias será realizada pelo teste de Tukey (P <0,05) usando o software estatístico GrafPad Prism 7. Será também realizada a quantificação relativa da expressão do gene DREB (dehydration-responsive element-binding protein 2) nos genótipos cultivados sem e com NaCl (200 mM). A quantificação será por PCR em tempo real utilizando o método 2-&#916;&#916;Ct. Os calibradores serão as plantas sem adição de NaCl.

Protocolo: 5360 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2019 - 8/2020 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): PAULA BEATRIZ RAMOS GUIMARAES
Professor(es): ALESSANDRA FERREIRA RIBAS
TIAGO BENEDITO DOS SANTOS

Resumo:
O Sistema de Semeadura Direta é uma das técnicas fundamentais para sistemas de produção sustentáveis, porém tem alguns problemas como imobilização no nitrogênio do solo, que muitas vezes reduz a produtividade das culturas. O objetivo do trabalho é avaliar a dinâmica do nitrogênio (solo/planta) e a produtividade do algodoeiro em sistemas de produção com rotações de culturas distintas, doses e fontes de N mineral. O experimento está sendo conduzido na Fazenda Experimental da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes-SP. O solo da área é de textura arenosa. Serão conduzidos dois experimentos nas safras 2018/2019 e 2019/2020. O delineamento experimental utilizado será em blocos ao acaso com cinco repetições, em esquema de parcelas sub-subdivididas. As parcelas serão compostas pelos sistemas de cultivo: forrageira, consórcio 1, consórcio 2, Mix e pousio; subparcela: doses de N: 70, 100 e 130 kg ha-1; sub-subparcela: fontes de N: ureia comum e ureia protegida. As plantas de cobertura serão semeadas em abril com dessecação em outubro. A semeadura do algodão em será novembro, cultivar FM 983GLT. A fertilização nitrogenada será realizada aos 25 e 45 DAE, manualmente. Em pré-semeadura do algodão serão avaliados, volume e relação C/N da palha e raízes das plantas de cobertura, microbiologia do solo (atividade da enzima, respiração do solo, nitrogênio da biomassa microbiana e carbono da biomassa microbiana), nitrogênio no solo (N-total, N-NH3+, N-NO3-) e fracionamento da matéria orgânica do solo. Aos 25 DAE será coletado raízes e parte aérea para avaliação de carregadores de nitrogênio na planta. Aos 60 DAE serão coletados folha e planta de algodão para avaliação de teor de nitrogênio no tecido vegetal e acúmulo de matéria seca. O IAF será avaliado aos 25, 50, 75, 100 e 125 DAE. Aos 70 DAE será coletado solo para avaliação da microbiologia do solo, proteína do solo e nitrogênio no solo. Por ocasião da maturidade fisiológica do algodão serão avaliados os componentes de produção (plantas m-2, número de capulhos e peso médio de capulhos), produtividade do algodoeiro, mapeamento da produtividade e parâmetros da qualidade de fibra (resistência de fibra, comprimento de fibra, maturidade e micronaire). Após a colheita do algodão da safra 2018/2029 e 2019/2020 será coletado solo nas profundidades de 0-10, 10-20 20-40, 40-60 cm para avaliação da lixiviação do nitrogênio inorgânico do solo (nitrato e amônio). O estudo estatístico será realizado pela análise de variância e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey ao nível mínimo de 5 de probabilidade, utilizando-se software estatístico Sisvar.

Protocolo: 5325 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2019 - 2/2021 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): CARLOS FELIPE DOS SANTOS CORDEIRO
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
O presente projeto tem como objetivo avaliar a influência da pulverização de dois tipos de açucares e os efeitos causados pelo déficit de água em plantas de soja. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado com três tratamentos de açúcares: solução de sacarose (dose de 140mM); solução de maltose (dose de 30Mm) e testemunha (aplicação de água destilada) e para cada tratamento foi utilizado dois regimes de irrigação: plantas irrigadas (com reposição de 100 da capacidade de vaso) e com suspensão de irrigação. Os tratamentos foram arranjados no esquema fatorial 3 x 2, três tratamentos com açucares e dois regimes de irrigação, tendo 6 tratamentos e cada deste tem 6 repetições. A suspensão será iniciada quando as plantas estiverem no estádio fenológico V4 (quarto trifólio expandido), Um dia após a aplicação dos tratamentos os parâmetros fotossintéticos e coletas foliares para analise enzimática serão avaliados em intervalos de dois dias até a condutância estomática do tratamento de suspensão da irrigação + controle atingir 0 mmol m-2 s-1. Em seguidas as plantas em suspensão serão reidratadas e após 48 horas, novas coletas e medidas fisiológicas serão feitas. Serão avaliados o potencial de água foliar, trocas gasosas, fluorescência da clorofila a, biomassa seca atividade de enzimas antioxidantes.

Protocolo: 5274 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2019 - 2/2020 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DEBORA CRISTINA RODRIGUES GONCALVES
Professor(es): ADRIANA LIMA MORO
SUZANA CHIARI BERTOLLI

Resumo:
Gramíneas forrageiras, entre elas do gênero Urochloa sp representam grande importância na produção de carne e leite no Brasil, na qual é feita em grandes áreas de pastagens. Mesmo com a proporção de áreas que as gramíneas forrageiras ocupam, ainda há poucos estudos visando melhorar a produção de forragem em épocas de estiagem que ocorrem em muitas áreas distribuídas pelo país. O gene P5CS codifica a enzima &#916;-1-pirrolina-5-carboxilato sintetase, uma etapa chave na produção do aminoácido prolina, que quando acumulado nas células auxilia na proteção contra estresse oxidativo, além de estar envolvido no ajustamento osmótico, conferindo maior tolerância à estresses abióticos em plantas. A utilização do promotor sintético AIPC (ABA-inducible promoter complex) é viável para induzir a expressão do P5CS somente sob estresse, sem efeitos prejudiciais no crescimento das plantas, do que com o acúmulo constitutivo da prolina. O objetivo desse trabalho será avaliar molecular, fisiológica e bioquimicamente plantas de Urochloa sp geneticamente modificadas para a superexpressão do gene P5CS sob controle do promotor sintético AIPC. O experimento de tolerância ao déficit hídrico será conduzido em arranjo inteiramente casualizado, no esquema fatorial (5x2) formado por 5 genótipos, sendo 4 eventos transgênicos contendo o gene P5CS de Vigna aconitifolia sob controle do promotor AIPC, denominados E1, E2, E3 e E4 e plantas controle não transformadas sob dois regimes hídricos (com irrigação e com déficit hídrico). O potencial de água foliar será monitorado diariamente até as plantas atingirem o nível de deficiência hídrica estabelecida (- 3,0 a - 3,5 MPa) e na recuperação (reidratadas por 48 h). Serão realizadas analises fisiológicas de conteúdo relativo de água (CRA), trocas gasosas foliares, analise bioquímicas de prolina nas folhas e raízes, concentração de malondialdeído, índice de estabilidade de membrana, avaliações biométricas de área foliar, massa seca de parte aérea e raiz, perfilhamento, e análises moleculares de expressão gênica.

Protocolo: 5275 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2019 - 3/2021 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): PEDRO SOBHIE MUNOZ
FLAIVE LOYZE BALDASSARINI SILVA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
ALESSANDRA FERREIRA RIBAS
TIAGO BENEDITO DOS SANTOS

Resumo:
O aumento da concentração de etileno na planta tem sido relacionado com os danos causados na abscisão de flores e vagens, além da redução de nodulação no feijoeiro, ocorridos em períodos de elevação de temperaturas do ar. Este hormônio é produzido nas plantas inicialmente com a formação do ácido-carboxílico-aminociclopropano (ACC). Por outro lado, sabe-se que a presença de rizobactérias nas plantas pode inibir a formação do etileno pela deaminação do ACC, efetivada pela enzima ACC - deaminase, além de desencadear outras alterações bioquímicas em plantas, quando em condições de estresse. O Bacillus subtilis tem seu uso indicado, em diferentes estudos, como de grande potencial para atenuar os danos causados nas plantas por estresses como: hídrico, salino e patológico. Propõe-se neste trabalho avaliar o efeito do etileno no abortamento de flores, nodulação e crescimento do feijoeiro, submetido a estresse térmico, com ou sem inoculação de Bacillus subtilis, em condições controladas. Será estudado também o perfil transcricional de genes envolvidos na biossíntese do etileno, como: ACC sintase e oxidase. Pelas análises fitotécnicas, bioquímicas e genômicas poderá ser avaliado se a inoculação de B. subtilis, utilizando-se estirpes com alta e baixa atividade de ACC deaminase, verificada in vitro, podem influenciar na concentração de etileno em plantas e/ou atenuar os danos do estresse térmico em feijoeiro. Por fim, verificar a tolerância dos diferentes genótipos avaliados ao estresse térmico e comportamento dos mesmos quanto à concentração de etileno em seus tecidos e danos causados ao seu desenvolvimento.

Protocolo: 5483 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2019 - 6/2020 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BEATRIZ BERNARDES ASSAIANTE
BRUNA COELHO DE LIMA
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
O uso de inseticidas sintéticos no controle de pragas, apesar de eficiente, pode acarretar uma série de problemas, como contaminação ambiental, presença de altos níveis de resíduos nos alimentos, desequilíbrio biológico, seleção de populações de insetos resistentes; devido a esses problemas, vem sendo pesquisado o controle de pragas com o uso de metabólitos secundários presentes em algumas plantas, conhecidas por plantas inseticidas. Propõe-se neste trabalho avaliar a ação inseticida da planta Asclepias curassavica para lagartas de Spodoptera frugiperda na forma de extrato etanólico bruto ministrado nas concentrações de 1,0, 2,0 e 4,0. Avaliar-se-á, em condições de semi-campo, o controle das lagartas por meio de pulverização do extrato em plantas de milho infestadas, a ação sistêmica do extrato posterior a sua aplicação no solo, e, adicionalmente, serão feitas as caracterizações dos compostos químicos presentes na planta.

Protocolo: 5246 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2019 - 4/2020 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIANA CRISTINA DE SOUSA PEREIRA
JOAO VITOR SOUZA CRUZ
Professor(es): VANIA MARIA RAMOS

Resumo:
O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de milho; entretanto, ainda não se tem definido qual a população ideal de plantas visando, principalmente, um melhor aproveitamento das condições de solo e ambiente e, por consequência, um melhor custo benefício para o produtor. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo avaliar se a densidade de sementes utilizadas no plantio do milho de verão, no Pontal do Paranapanema, impactam na sua produtividade e rentabilidade. Para tanto, será implantado um experimento de campo em uma propriedade situada nas latitudes e longitude 22º17´27" e 51º40´51", respectivamente. O delineamento experimental será em blocos casualizados, com esquema fatorial (2x3) sendo: duas cultivares (Dekalb VTT pro 3 e Syngenta Impacto Vip 3) e três densidades de semente (80, 100 e 120 do recomendado), com três repetições, totalizando assim dezoito parcelas. Cada parcela terá uma área de 4 x 8 m, ou seja, 32m2. Os parâmetros de avaliação serão: altura e número de folhas nas plantas (fase de pleno florescimento da cultura); análise foliar dos teores de macro e micronutrientes; contagem do número de plantas em 4 metros lineares (fase final de desenvolvimento); e análise de produtividade. Os dados serão submetidos à análise de variância e os valores médios comparados através do teste Tukey (p <0,05).

Protocolo: 5147 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2018 - 12/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): VICTOR HUGO SILVA NASCIMENTO
LUCAS RODRIGUES DA SILVA
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
O uso das chamadas plantas de cobertura visam, principalmente, o fornecimento de matéria orgânica ao solo e são extremamente importante em áreas de solos arenosos. Para isso, é fundamental conhecer o comportamento da cultura quanto a produção de biomassa e decomposição dos seus respectivos resíduos. Assim, o objetivo principal do presente projeto é avaliar a produção de fitomassa e a ciclagem de nutrientes de diferentes culturas e sistemas de manejos (solteiro ou consorciado) e indicar, entre as culturas plantadas, qual a mais eficiente para efeito de cobertura do solo nas condições edafoclimáticas do oeste paulista. Para tanto, será realizado um experimento em delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial 6x5, sendo os fatores: seis tipos de cobertura (braquiária, milheto, feijão guandu, crotalária e consórcio milheto + crotalária e braquiária + feijão guandu) e cinco tempos de coleta da biomassa verde (30, 60, 75, 90 e 105 dias após o plantio). Após a dessecação (105 dias após o plantio), o experimento será repetido para massa seca admitindo-se os mesmos tipos de cobertura e cinco tempos de coleta (15, 30, 45, 75 e 105 dias após a dessecação). As parcelas terão 20 m de largura e 21 m de comprimento, em um total de 420 m2. As amostra vegetais serão submetidas a análises para determinação dos teores de macronutrientes, carbono e silício. Já as amostras de solos, coletadas nas profundidades de 0-5 e 5-10 cm, na data da dessecação e 105 DAD, serão submetidas à análise para determinação dos teores de macro e micronutrientes. Os tipos de cobertura vegetal serão então comparados pelo teste de Tukey, a 5 de probabilidade, e os dados relativos às épocas de coletas serão ajustados a equações de regressão, com teste de significância a 5 de probabilidade.

Protocolo: 5149 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2018 - 12/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): VINICIUS PEREIRA LIMA
MATHEUS DOS SANTOS RODRIGUES
LUCAS RODRIGUES DA SILVA
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
O lodo de esgoto ou biossólido é o resíduo gerado durante o tratamento das águas residuárias nas Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs). Embora seja um material rico em matéria orgânica e nutrientes e outros nutrientes de importância agronômica, principalmente o nitrogênio e o fósforo, seu fim quase sempre são os aterros sanitários ou o armazenamento em grandes bags ou geotêxteis. Desta forma, é de fundamental importância achar alternativas ecologicamente corretas para o seu uso. Neste contexto, a transformação dos biossólidos em biocarvões, através do processo de pirólise, seria uma forma de associar os benefícios inerentes ao biocarvão, eliminando a presença de patógenos do lodo de esgoto que é uma das principais barreiras para sua aplicação. Assim, o presente trabalho tem como objetivo a produção e caracterização de biocarvões processados em diferentes temperaturas, a partir do lodo de esgoto ativado, fornecido pela Estação de Tratamento de EsgotoETE, de Presidente PrudenteSP. Para tanto, o biossólido será primeiramente, submetido a uma análise termogravimétrica para definição das temperaturas de pirólise para então o biocarvão ser produzido a partir da amostra seca de lodo de esgoto, por meio de pirólise lenta em reator de laboratório do tipo leito fixo. Uma vez produzidos, os biocarvões serão submetidos as análises de caracterização físicas e químicas que consistem em: As análises realizadas serão de balanço de massas, análises imediatas (determinação do teor de umidade do carvão, determinação dos materiais voláteis, determinação do teor de cinzas, determinação do teor de carbono fixo), pH e condutividade elétrica, capacidade de troca cátions, teor de macro e micronutrientes, densidade de partículas, tamanho de partículas, imagens por microscopia eletrônica de varredura, caracterização estruturalDRX, análises térmicas dos biocarvões. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p < 0,05).

Protocolo: 5117 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2018 - 12/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
EVELIN KOYAMA PAULINO
MELISSA ARANTES PINTO
Professor(es): PATRICIA ALEXANDRA ANTUNES
ALEXANDRE TEIXEIRA DE SOUZA
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
Embora rico em nutrientes e matéria orgânica, encontrar um destino racional e sustentável para o lodo de esgoto proveniente das estações de tratamento passou a ser um desafio para vários segmentos da pesquisa. Nesse contexto, a carbonização de biomassa (pelo processo de pirólise) resulta no biocarvão que é um material bastante estável e com propriedades físicas e químicas específicas, e pode representar uma ferramenta de grande importância para esse desafio. Assim, o objetivo do presente trabalho é transformar, por processo de pirólise, pequenas porções do biossólido gerado na ETE de Rancharia, em biocarvão. Além disso, tanto o biossólido quanto os biocarvões gerados serão submetidos à análises físicas, químicas e estruturais afim de proceder suas respectivas caracterizações. Para tanto, o biossólido será primeiramente, submetido a uma análise termogravimétrica para definição das temperaturas de pirólise para então o biocarvão ser produzido a partir da amostra seca de lodo de esgoto, por meio de pirólise lenta em reator de laboratório do tipo leito fixo. Uma vez produzidos, os biocarvões serão submetidos as análises de caracterização físicas e químicas que consistem em: As análises realizadas serão de balanço de massas, análises imediatas (determinação do teor de umidade do carvão, determinação dos materiais voláteis, determinação do teor de cinzas, determinação do teor de carbono fixo), pH e condutividade elétrica, capacidade de troca cátions, teor de macro e micronutrientes, densidade de partículas, tamanho de partículas, imagens por microscopia eletrônica de varredura, caracterização estruturalDRX, análises térmicas dos biocarvões. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p < 0,05).

Protocolo: 5118 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2018 - 12/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
IVAIR SALOMAO LIBONI
BEATRIZ REGINA DE ANGELO
RAFAELA PELEGRINI VITAL
Professor(es): PATRICIA ALEXANDRA ANTUNES
ALEXANDRE TEIXEIRA DE SOUZA
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
Nos últimos anos vem sendo relatado menores produtividades do algodoeiro em Sistema de Semeadura Direta (SSD) devido principalmente a imobilização do nitrogênio. Assim melhorias no sistema devem ser realizadas para viabilizar o cultivo de algodão no SSD. O objetivo é avaliar a produtividade do algodoeiro e em diferentes sistemas de produção, doses e fontes de nitrogênio mineral. O delineamento experimental utilizado será em blocos ao acaso com cinco repetições. Sendo composto por um fatorial triplo (Sistema de Cultivo x Doses de nitrogênio x Fontes de nitrogênio). As parcelas são compostas pelos sistemas de cultivo: forrageira (braquiária solteira), consórcio1 (sorgo+java), consórcio 2 (sorgo+braquiária), Mix (Sorgo+Braquiária+Java) e controle (sorgo solteiro); subparcela: doses de nitrogênio: 70, 100 e 130 kg ha-1; sub-subparcela: fontes de nitrogênio: ureia comum e ureia protegida. A calagem e dessecação a área será realizada 30 dias antes da semeadura. A semeadura do algodão será realizada na primeira quinzena de março, cultivar GLT 983GLT. A adubação nitrogenada de cobertura será realizada aos 25 DAE e os 45 DAE a segunda, junto ao nitrogênio será aplicado o potássio conforme a recomendação da cultura. Aos 60 DAE serão coletadas dez folhas por parcela para diagnose foliar e realizadas as análises de nitrogênio no tecido Por ocasião da maturidade fisiológica do algodão serão avaliados os componentes de produção (plantas m-2, número de capulhos e peso médio de capulhos), produtividade do algodoeiro, e parâmetros da qualidade de fibra (resistência de fibra, comprimento de fibra, maturidade e micronaire). O estudo estatístico constará da análise de variância e de regressão, e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey ao nível mínimo de 5 de probabilidade, utilizando-se software estatístico Sisvar.

Protocolo: 5129 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2019 - 11/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DANIEL RODELA RODRIGUES
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
A batata-doce (Ipomoea batatas (L.) Lam.) é uma cultura rustica, de fácil manutenção, ciclo curto, boa resistência a doenças e pragas, ampla adaptação a regiões áridas e secas e alto potencial produtivo. O rendimento da batata doce é afetado em muitas regiões expostas à regimes rigorosos de déficit hídrico. Os compostos fenólicos e carotenoides conferem proteção às plantas em condições de déficit hídrico, em virtude de sua atuação como antioxidantes, capazes de sequestrar radicais livres e quelar metais de transição, evitando danos às moléculas biológicas. A aplicação exógena de jasmonatos pode modular diversas respostas fisiológicas que levam ao aumento de resistência ao estresse abiótico O objetivo deste estudo é avaliar as repostas fisiológicas e bioquímicas de plantas de batata doce expostas ao estresse hídrico e aplicação exógena de metiljasmonato (MeJA), durante a fase inicial de tuberização das raízes. O delineamento adotado será o inteiramente casualizado com esquema fatorial 2 x 2 (presença e ausência de estresse hídrico e presença e ausência de MeJA). O experimento será conduzido em casa de vegetação climatizada, com mudas obtidas a partir de plantas matrizes de batata-doce das variedades Beauregard. O efeito do estresse será avaliado através de análises de crescimento, análises fisiológicas e análises bioquímicas de metabólitos secundários e atividade enzimática. Os dados serão submetidos à análise de variância pelo teste F, à p &#8804; 0,05. Quando significativos, os parâmetros serão submetidos ao teste de Tukey (p < 0,05). Toda a análise estatística dos dados será realizada utilizando rotinas desenvolvidas no software livre R, utilizando o pacote "ExpDes.pt".

Protocolo: 5016 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2018 - 6/2020 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GIOVANI RODRIGUES DE MIRANDA
CAMILA HATSU PEREIRA YOSHIDA
PEDRO HENRIQUE GORNI
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
SUZANA CHIARI BERTOLLI

Resumo:
A água é considerada o principal fator limitante para a produtividade das plantas em ambientes naturais e na agricultura. Nas plantas é necessário um equilíbrio entre as taxas de absorção de água e a perda através da transpiração, gerando um desafio devido as altas temperaturas e longas épocas de estiagem como no nordeste brasileiro. Neste contexto as aquaporinas tornam-se importantes, uma vez que as plantas desenvolveram uma ampla variedade de respostas à escassez de água em níveis fisiológicos, bioquímicos e moleculares ao longo do curso da evolução. As AQPs são proteínas intrínsecas de membrana (MIP) encontradas em uma grande diversidade de organismos, são caracterizadas como facilitadoras do fluxo de água e circulação de outros metabólitos de baixo peso molecular, sendo agente importante para o crescimento e desenvolvimento das plantas. AQPs participam de diferentes processos fisiológicos: em resposta a estresses abióticos, fotossíntese e condutância estomática e mesofílica, longevidade e viabilidade das sementes, entre outras. As aquaporinas podem ser classificadas em cinco subfamílias baseadas em homologia de sequências: (PIPs), (TIPs), (NIPs), (SIPs) e (XIPs). No entanto, existem poucas informações sobre a superfamília dos genes da AQP no gênero Coffea. Recentemente o genoma de C. canephora foi disponibilizado permitindo o uso desses dados na identificação de novos genes com potencial biotecnológico. O objetivo desse projeto será analisar e classificar as aquaporinas de C. canephora usando o genoma completo disponível, também será realizado o perfil de expressão dos genes de algumas classes dessa família em resposta ao déficit hídrico. Será construída uma árvore filogenética com base no alinhamento de sequências dos genes de CcAQPs e após será feito um alinhamento com espécies de plantas superiores incluindo um "outgroup". Para o experimento de estresse hídrico serão utilizadas dez plantas de dois clones de C. canephora que terão o potencial hídrico das folhas monitorado por psicometria após a suspensão de irrigação. Será realizado a extração de RNA total das folhas e também a síntese de cDNA e posteriormente a validação por RT-qPCR com repetições de 40 ciclos. Ao término da reação será determinada a curva de melting para verificação de um pico pra o gene específico. Será realizada a análise da expressão gênica seguindo os perfis transcricionais dos genes selecionados detectados a partir do equipamento StepOnePlusTM Real-Time PCR System (Applied Biosystems). A quantificação relativa da expressão de cada gene seguirá o método 2-&#916;&#916;Ct os níveis de transcrição dos genes alvo serão normalizados contra o perfil transcricional do gene CcEF1&#945;.

Protocolo: 4942 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2018 - 3/2021 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DILIANE HARUMI YAGUINUMA
LUCAS JOSE DA COSTA
Professor(es): ALESSANDRA FERREIRA RIBAS
TIAGO BENEDITO DOS SANTOS

Resumo:
A lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) é uma importante praga do milho, e atualmente a forma mais utilizada de controle é o químico. No intuito de minimizar impactos ambientais, outras formas de controle têm sido experimentadas. Nesse contexto, a investigação de plantas com ação inseticida torna-se relevante. Diante disso o presente trabalho terá por objetivo avaliar a ação do extrato etanólico e frações semipurificadas de folhas de Euphorbia pulcherrima (Bico-de-Papagaio) na biologia de Spodoptera frugiperda (Lagarta-do-cartucho). Serão elaborados extratos a partir de folhas da planta E. pulcherrima, que serão secas em estufa, trituradas e então solubilizadas em etanol, obtendo o extrato etanólico bruto. O extrato etanólico bruto será fracionado por partição líquido-líquido com hexano, acetato de etila e diclorometano. Para o bioensaio 1 as frações e o extrato bruto serão incorporadas em dieta artificial na concentração de 2,0 e oferecidas para as lagartas de S. frugiperda. Para o bioensaio 2 folhas de milho serão imersas em extrato bruto e nas frações na concentração de 2,0, e oferecidas para as lagartas de S. frugiperda. No bioensaio 3 será avaliado a preferência alimentar mediante aos testes com e sem chance de escolha, onde discos de folhas de milho tratados com extrato bruto de E. pulcherrima nas concentrações 0,5, 1, 2, 4 e 6 e discos não tratados serão colocados em placas de petri juntamente com uma lagarta de segundo instar, sendo este o teste com chance de escolha, para o teste sem chance, somente discos de folhas tratadas com extrato serão acrescentadas nas placas juntamente com uma lagarta por placa. O bioensaio 4 irá avaliar a ação de contato do extrato bruto de E. pulcherrima nas concentrações 0,5, 1, 2, 4 e 6 aplicados sobre lagartas de segundo instar. Diante da ausência de qualquer informação acerca da composição química e atividade biológica de E. pulcherrima, será caracterizado fitoquimicamente o extrato vegetal a fim de determinar o teor de compostos fenólicos, flavonóides, alcalóides, saponinas e terpenos da planta. Os dados serão analisados e submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias comparadas pelo teste Tukey (P<0,05).

Protocolo: 4946 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2018 - 9/2019 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LETICIA VIEIRA DE LIMA
VIVIANE TAVARES DE ALMEIDA
Professor(es): VANIA MARIA RAMOS

Resumo:
As atividades antrópicas vêm causando impactos adversos nos solos, na região do Oeste Paulista, isto pode levar os mesmos desequilíbrio nas suas propriedades que são derivadas do mau uso e manejo deste recurso. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a qualidade do solo com relação à importância ambiental deste recurso com ênfase em índices de qualidades químicas e biológicas. Será desenvolvido na área agrícola da universidade do Oeste Paulista, campus II, com coletas de solo, cujos pontos são previamente demarcadas, em profundidade de 020 cm para realização de analises microbiológica como biomassa microbiana de carbono e nitrogênio, desidrogenase, respiração e químicas como matéria orgânica, pH, carbono total, fósforo, acidez potencial, potássio cálcio, magnesio, soma de bases e capacidade de troca catiônica. Também será conduzido ensaio com o uso da alface como planta bioindicadora. Os resultados serão submetidos á análise estatística de log normal, teste tukey e analise multivariada. Com base nos resultados encontrados serão estabelecidos indicadores de qualidade para esta avaliação.

Protocolo: 4711 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2018 - 4/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): AMANDA SILVA CUSTODIO
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO
RONALDO TOSHIAKI OIKAWA

Resumo:
As orquídeas são plantas comumente utilizadas na ornamentação. A intensa coleta de plantas nativas e a degradação de seu habitat natural têm aumentado significativamente o número de espécies extintas. Desta forma, cada vez mais são utilizados bancos de germoplasma com a finalidade de conservar e propagar estas plantas. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é testar condições de armazenamento para fins de conservação de pólen de orquídeas, além da germinação do pólen após o armazenamento e das sementes provenientes da fecundação de pólen armazenado e fresco. As espécies utilizadas serão Cattleya brevicaulis, C. intermedia e Oncidium baueri, as políneas serão armazenadas em condições de 8 a 10 de umidade relativa (UR) em temperaturas de 5, -18 e -196ºC. Serão realizados testes de germinação e viabilidade em amostras de pólen fresco e armazenado. Para germinação os dados serão expressos em valores médios de desvio padrão, delineamento experimental será ao acaso e as análises serão realizadas no software SISVAR, para a viabilidade do pólen, os dados serão expressos em porcentagem, o delineamento experimental será ao acaso e a médias serão comparadas pelo teste Tukey a 5 de probabilidade. Serão realizadas polinizações com amostras de pólen e após a formação das cápsulas, testes de germinação e viabilidade serão feitos para analisar a qualidade das sementes.

Protocolo: 4749 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2018 - 7/2020 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LAIS NOGUEIRA WATANABE
JESSICA FONTES FILETI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
SILVERIO TAKAO HOSOMI

Resumo:
O objetivo do trabalho será verificar o efeito de diferentes condicionamentos fisiológicos em sementes Urochloa brizantha cv. Marandu e MG5 sobre a germinação, dormência e desenvolvimento inicial de plântulas, e respostas associadas à atividade da SOD, peroxidação de lipídios (conteúdo de MDA) e produção do radical livre (peróxido de hidrogênio). A pesquisa será conduzida utilizando-se sementes dormentes de Urochloa brizantha cv. Marandu e MG5. As sementes serão recebidas e condicionadas em caixa com sílica gel e mantidas à 20 ºC durante todo o projeto. Será feita uma determinação inicial de germinação, dormência e vigor das sementes, atividade de Superoxido dismutase (SOD), peroxidação de lipídios (MDA) e conteúdo de peróxido de hidrogênio (H2O2). A cada 90 dias uma amostra das sementes será removida do armazenamento e as sementes serão condicionadas como se segue em 9 tratamentos: i) água, ii) solução de sacarose a 10, iii) solução de giberelina na concentração de 144 µM L-1, iv) solução de etanol a 5, v) solução de H2O2 na concentração de 20 mM L-1, vi) solução de giberelina 144 µM L-1+ sacarose 10, vii) etanol 5 + sacarose 10, viii) H2O2 20 mM L-1+ sacarose 10 e ix) sementes não condicionadas. Para o condicionamento, as sementes serão distribuídas sobre duas folhas de papel umedecidas com as soluções citadas anteriormente e cobertas com uma folha, mantidas nessa condição por 24 horas em temperatura de 25ºC. As sementes condicionadas e as sementes secas (controle) serão utilizadas para avaliação das mesmas variáveis avaliadas inicialmente germinação, dormência e vigor das sementes, SOD, MDA e conteúdo de peróxido de hidrogênio (H2O2). Os dados serão submetidos à análise de variância realizada pelo teste F, em delineamento inteiramente casualizado, e as médias dos tratamentos comparadas pelo teste de Tukey a 5 de significância, utilizando para as análises o programa SISVAR.

Protocolo: 4551 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2018 - 8/2019 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ALANA ANDRADE
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
FABIANA LIMA ABRANTES

Resumo:
Biocarvão é definido como a biomassa carbonizada sob atmosfera pobre em oxigênio cuja finalidade é o uso agrícola, visando a captura de carbono no solo e a melhoria de suas propriedades físico, químicas e biológicas. Em solos tropicais a adoção de biocarvão como uma técnica de condicionamento do solo pode proporcionar grandes benefícios como aumento da produtividade de culturas, melhoria na qualidade do solo e reduções nos usos de calagem e de fertilizantes. Tendo em vista que os solos desenvolvidos em regiões tropicais são naturalmente pobres e de baixo potencial produtivo, torna-se importantíssimo o uso de práticas que visem melhorias em suas condições e neste contexto o uso de biocarvões parece ser uma alternativa promissora. Diante disso, o objetivo principal do presente trabalho é avaliar se, quando aplicada no solo, a torta de filtro pirolisada (na forma de biocarvão), proporciona melhores resultados para o desenvolvimento inicial da cana-de-açúcar do que quando aplicada pela forma convencional, ou seja, sem ser pirolisada. Para tanto, será estabelecido em experimento em blocos casualizados em esquema fatorial 2x2x4 com quatro repetições. Os tratamentos serão constituídos por quatro doses de torta de filtro (0, 100, 200 e 300 gramas por vaso, respectivamente), dois modos de uso da torta de filtro (puro e pirolisado), e com e sem correção do solo por calagem. A partir da data de plantio serão realizadas avaliações quinzenais para os seguintes parâmetros: altura das plantas, número de folhas e número de perfilhos. O corte das plantas será com aproximadamente 90 dias após o plantio das mudas, na fase de perfilhamento da cultura; as variáveis analisadas serão: número de perfilhos, número de folhas, área foliar, massa seca das folhas, comprimento de colmos, massa seca de colmos e altura de plantas. Serão ainda realizadas análises de caráter químico (determinação dos teores de pH, teor de matéria orgânica, fósforo, potássio, magnésio, cálcio, alumínio e hidrogênio mais alumínio, N-total, N-inorgânico e amônia), físico (densidade do solo, macro e microporosidade e porosidade total), e biológico (carbono e nitrogênio da biomassa microbiana, atividade enzimática da desidrogenase e respiração basal) do solo. A análise estatística se dará pela análise de variância e pelo teste F, correlações simples e regressão. Para comparação das médias, será utilizado o teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 4929 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2018 - 8/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FERNANDO AUGUSTO DIAS ALVES
ANA CAROLINA MONICO MOREIRA
JAQUELINE OLIVEIRA DA SILVA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
O processo fotossintético tem dependência da interceptação da energia luminosa e da sua conversão em energia química, sendo assim, a área foliar de uma cultura é considerada como parâmetro para indicar produtividade. O desenvolvimento e a produtividade na cultura do algodoeiro podem ser afetados por diversos fatores. A população de plantas é um fator de fácil manipulação e com grande influência, pois a forma da disposição das plantas na lavoura tem influência na absorção de luz, nutrientes e água, podendo alterar o crescimento da planta, a partição de biomassa, o potencial produtivo e a distribuição dos frutos. Cultivares de algodão mutante de folha "okra" (L°2) apresentam incompleta dominância em relação à folha normal (l°) e sendo caracterizado por possuírem folhas muito recortadas. Essa característica permite que os raios solares penetrem em maior quantidade, reduzindo a umidade relativa no ambiente da planta, ocasionando uma condição ecológica adversa ao bicudo, aumentando a mortalidade das formas imaturas. O objetivo deste trabalho consiste em avaliar a eficiência do uso da água e radiação em função da população de plantas de cultivares de algodão com distinta morfologia foliar sob manejo convencional e sistema de plantio direto. O delineamento experimental será em blocos ao acaso em esquema de parcelas subsubdivididas com cinco repetições. Os fatores serão o preparo do solo (sistema de plantio direto e sistema convencional), variedades (folha normal - TMG 47 B2RF e folha okra - Dbb 509 B2RF) e população de plantas de 4, 7, 10 e 13 plantas por metro de linha, com espaçamento de 0,80 cm, correspondendo a 5, 8,75, 12,5 e 16,25 plantas m². Será avaliado a massa seca; o conteúdo relativo de água (CRA) com; a condutância estomática (gs) nos estádios B4, F1, F7 e C3; as análises da qualidade de física do solo como densidade, porosidade, determinação de água disponível, umidade do solo (Ug) e resistência a penetração mecânica (RP); fracionamento da matéria orgânica; emissão de CO2 do solo; os componentes de produção e a produtividade e a qualidade da fibra do algodão. Os dados serão submetidos à análise de variância e de regressão e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p <0,05), e os gráficos plotados no software Sigma Plot®.

Protocolo: 4606 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2018 - 11/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): RAFAEL DE SENNA E SILVA
BEATRIZ PELOSI JERONYMO AZOIA
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
A associação de patógenos em campos de produção de sementes de forrageiras tropicais representa impacto significativo para o setor, pois estes podem afetar o estabelecimento do estande, o desenvolvimento das plantas, a produção de sementes, a persistência das forrageiras no campo e, consequentemente, a produção de leite e carne bovina. O objetivo do trabalho será de avaliar a eficiência de diferentes ingrediente ativo no controle de Claviceps maximensis e Ustilago operta em campos de produção de sementes de Urochloa brizantha cv. MG5/Vitória, e a possível interferência dos fungicidas na qualidade fisiológica das sementes. O experimento será conduzido na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes-SP, na safra 2018. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados (T1) com quatro repetições. Os tratamentos serão constituídos por um controle e diferentes ingrediente ativos de fungicidas (T2: Mancozebe; T3: Azoxistrobina + Difenoconazol; T4: Piraclostrobina + Epoxiconazol; T5: Trifloxistrobina + Tebuconazol, T6: Tebuconazol; T7: Mancozebe + Piraclostrobina + Epoxiconazol; T8: Mancozebe + Tebuconazol). As doses utilizadas foram definida de acordo com a dose recomendada de cada produto para culturas gramíneas. Por ocasião da maturidade fisiológica das sementes será avaliado a produtividade e qualidade fisiológica sementes das plantas forrageiras (viabilidade, germinação e dormência), já a eficiência de controle dos produtos aplicados será realizada pelo método do índice de infestação. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância. As médias dos tratamentos serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 4395 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2018 - 1/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GABRIEL CHAVES PARMEZAN
SERGIO LUIZ CARNELOSSI FILHO
Professor(es): CECI CASTILHO CUSTODIO
TIAGO ARANDA CATUCHI
FABIANA LIMA ABRANTES

Resumo:
O paclobutrazol (PBZ) pertence ao grupo dos triazóis e exitem alguns estudos mostrando que os triazóis apresentam potencial de atuar como protetores de estresse. Alguns resultados de estudos com PBZ mostram que esse produto pode auxiliar no sistema de desintoxicação da planta, melhorando os níveis de enzimas antioxidantes e a eliminação de radicais livres. A semeadura de sementes de forrageiras tropicais ocorrem em épocas d ano que estão sujeitas a deficiência hídrica e altas temperaturas. Sendo assim, o objetivo desse estudo será avaliar o efeito do tratamento das sementes com PBZ na tolerância de plântulas submetidas ao estresse por alta temperatura por meio da avaliação da germinação e do desenvolvimento inicial de plântulas, na respostas das enzimas antioxidantes como SOD, no nível de peroxidação de lipídios (conteúdo de MDA) e radicais livres (representado por peróxido de hidrogênio - H2O2). Serão utilizadas sementes não condicionadas (semente seca - controle), sementes embebidas com água e sementes embebidas com PBZ na concentração de 0,025, 0,050, 0,100 e 0,200 g L-1 PBZ. Com as sementes condicionadas serão conduzidas a germinação em condição padrão com temperatura alternada 15-35±2ºC e fotoperíodo 8h, e em condição de estresse com temperatura de 43±2ºC (condição de estresse), por um período de 8 h, na presença de luz. As sementes serão mantidas na condição padrão por 40 h, e posteriormente transferidas para a condição de estresse por 8 h e em seguida retornarão para a condição padrão, onde permanecerão por 40 h, e posteriormente retornarão para condição de estresse, repetindo esse ciclo alternado de 40 h condição padrão x 8 h condição de estresse até completar 21 dias após a semeadura, quando será determinada a porcentagem de plântulas normais, anormais e sementes mortas. As plântulas serão avaliadas quanto a emergência de plântulas, comprimento e massa seca de parte aérea e raiz, e as respostas da enzima antioxidante como SOD, do nível de peroxidação de lipídios, através do conteúdo de MDA e radicais livres, representado por H2O2. Os dados serão submetidos à análise de variância realizada pelo teste F, em delineamento inteiramente casualizado, e as médias dos tratamentos comparadas pelo teste de Tukey a 5 de significância, utilizando o programa estatístico SISVAR.

Protocolo: 4374 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2018 - 1/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ANA PAULA SILVA CORDEIRO
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
FABIANA LIMA ABRANTES

Resumo:
Os solos arenosos são sensíveis ao manejo intensivo, devido à sua baixa capacidade de retenção de água e altas taxas de percolação e infiltração, além das baixas CTC e capacidade de retenção de água e alta taxa de percolação e infiltração de água no solo. Contudo, o Sistema de Plantio Direto (SPD) visa à formação de uma palhada para a cultura sicessora, com o objetivo de diminuir a velocidade de água que escorre superficialmente, proporcionando maior infiltração de água, fornecimento de matéria orgânica do solo (MOS), aumento de agregados, menores perdas de solo por erosão e consequentemente, diminuindo a compactação. Desta forma, a estrutura física do solo é influenciada diretamente pelo manejo, onde se reflete na porosidade do solo e capacidade de armazenamento de água. A relação existente entre o teor de água e a energia de retenção caracteriza a curva de retenção de água no solo. Assim sendo, o objetivo deste trabalho de pesquisa é determinar a curva de retenção de água em um Argissolo, em sistema de plantio direto manejado com Panicum maximum cv. Mombaça consorciado com leguminosas, com posterior sucessão de soja (verão). O experimento está instalado na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE / Presidente Bernardes/SP, em um Argissolo com teor médio de 16 de argila na profundidade de 0-0,5 m. O experimento está instalado de acordo com o delineamento experimental em blocos casualizados, abrangendo quatro tratamentos com quatro repetições, os quais são descritos a seguir: T1) Capim mombaça solteiro sem adubação nitrogenada; T2) Capim mombaça solteiro com adubação nitrogenada (250 kg/ha de N); T3) Capim mombaça consorciado com o capim Java sem adubação nitrogenada; T4) Capim mombaça consorciado com feijão guandú sem adubação nitrogenada. Será realizada a determinação da curva de retenção de água e da micro e macroporosidade do solo. Os resultados serão submetidos à análise de variância e os efeitos dos tratamentos serão comparados pelo teste Tukey ao nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 4362 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2018 - 10/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): TASSIANE SANCHEZ CALLES
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
A família Orchidaceae é composta por aproximadamente 35.000 espécies e 800 gêneros, que se destacam na floricultura e no paisagismo pela beleza, exotismo, diversidade de cores, tamanhos e formas. Por esses e outros fatores as áreas naturais de orquídeas tem sido cada vez mais degradadas e corre-se o risco de perda seus espécimes. Uma das dificuldades em se constituir um banco de germoplasma para orquídeas é a pesquisa com sementes por serem muito pequenas e frágeis. Muitos aspectos da fisiologia de sementes de orquídeas são ainda desconhecidos. Os objetivos deste trabalho serão: I) estudar a dormência de sementes de Orchidaceae logo após a maturação e ao longo de 18 meses de armazenamento e II) testar o efeito na germinação de diferentes agentes e tempos de escarificação nas sementes. Sementes de 10 espécies de orquídeas logo após a maturação serão desinfetadas em formaldeído (37) e ácido dicloroisocianúrico (3g L-1) por 10 minutos, serão semeadas em meio MS e Ágar-agua puros e com adição de ácido giberélico, as sementes restantes serão armazenadas à 5ºC e o processo será repetido a cada três meses. Outro grupo de sementes 5 espécies serão escarificadas em ácido dicloroisocianúrico (3g L-1), peróxido de hidrogênio (3), hipoclorito de sódio (0,5) e desinfetadas em atmosfera de vapor de formaldeído (37) por 5, 10, 15 e 20 min, em seguida serão semeadas em meio MS para teste semanal de germinação. Todos os grupos de sementes serão fotografadas semanalmente pelo período de 35 dias. Previamente à semeadura será realizado o teste de Tetrazólio para verificar a viabilidade das sementes. A partir dos dados obtidos das sementes pós maturadas e armazenadas espera-se que seja possível inferir quais espécies apresentam dormência e quais os melhores tempos de escarificação

Protocolo: 4893 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2018 - 7/2019 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ALLINE MENDES ALVES
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO

Resumo:
Objetivou-se com esta pesquisa estudar os custos de produção de um produtor assentado, cuja finalidade é analisar os custos e lucratividade da produção leiteira, influenciando a decisão gerencial e estratégica para este pequeno produtor rural. Os dados utilizados foram provenientes do projeto Pequena Propriedade Produtiva Sustentável (PPPS), localizado na região de Presidente Bernardes-SP. Os custos de produção são calculados para direcionar os gastos das despesas, e também, formular um diagnóstico para os produtores que tem uma situação econômica viável e aqueles que passam por tais dificuldades para continuar com o negócio. Com isto, o sistema implantado na propriedade do produtor visa melhorar a qualidade da produção, aumentar a lucratividade e principalmente manter as áreas economicamente sustentáveis.

Protocolo: 4381 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2017 - 8/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): TASSIANE SANCHEZ CALLES
Professor(es): NEIMAR ROTTA NAGANO
STELLA VANNUCCI LEMOS

Resumo:
O cultivo de grãos ainda é incipiente na região Oeste Paulista e uma das razões para isso é o ambiente de produção desfavorável para as culturas, como a soja por exemplo. Esta leguminosa tem sido cultivada em áreas de pastagens degradadas e a produtividade tende a ser baixa no primeiro ano de implantação da lavoura, pois a imobilização de N pelos microorganismos do solo para decomposição das raízes da pastagem compete com a planta no início do desenvolvimento da cultura, quando a FBN ainda é baixa.O objetivo deste trabalho será avaliar a resposta da cultura da soja á inoculação em interação com a adubação nitrogenada de cobertura, em área de primeiro e segundo ano de cultivo da leguminosa. O delineamento será em blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. Nas parcelas serão alocadas as doses de inoculantes (0, 4, 8 e 12 doses ha-1) e nas subparcelas as doses de nitrogênio (0, 25, 50 e 100 kgha-1). A determinação do N-total e N-inorgânico do solo será efetuada de acordo com a metodologia descrita por (Cantarella & Trivelin, 2001). Por ocasião da semeadura da soja, será avaliada a massa de matéria seca da palhada remanescente na área, bem como a relação C/N do material vegetal. Também será avaliada a massa de matéria seca das raízes e sua relação C/N. A inoculação será feita no sulco de plantio. A adubação nas parcelas que receberão as doses de nitrogênio na forma de nitrato de amônio, será realizada no estádio reprodutivo R1.Também serão coletadas plantas a altura do colo, no estádio R2/R3, para determinação da matéria seca e do teor e acúmulo de nitrogênio na parte área. Amostras serão coletadas para avaliação da nodulação em seis plantas por parcela na fase de florescimento pleno R4. Já a análise de biomassa microbiana do soloBMS será realizada em duplicada, utilizando a metodologia descrita por ferreira et al., (1999) no estádio R4. Por ocasião da colheita serão determinados os componentes de produção (número de vagens por planta, número de grãos por vagem, peso de 100 grãos em um metro linear da parcela, também será determinado o stand de plantas da parcela). A produtividade será determinada pela colheita mecânica das três linhas centrais da parcela.O estudo estatístico constará de análises de variância e de regressão, e as médias dos tratamentos experimentais serão comparadas pelo teste de Tukey ao nível mínimo de 5 de probabilidade, utilizando-se o software estatístico Sisvar.

Protocolo: 4163 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2017 - 10/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CARLOS FELIPE DOS SANTOS CORDEIRO
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
A implantação de culturas graníferas como a soja sob pastagem degradada na região Oeste Paulista tem apresentado alguns problemas em áreas de primeiro ano de cultivo, o que resulta em baixa produtividade da soja. O objetivo deste trabalho será avaliar a produtividade da soja de primeiro ano de cultivo após o cultivo de adubos verdes. O delineamento experimental será em blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos constarão da combinação entre plantas de cobertura (1 - pousio; 2 - pousio + 50 kg ha-1 de N na soja; 3 - tremoço; 4aveia preta; 5 - aveia + 50 kg ha-1 de N na soja; 6 - aveia + 50 kg ha-1 na própria aveia; 7 - aveia + tremoço e 8aveia + tremoço + 50 kg ha-1 de N na soja). Será realizada a marcha de absorção de N nas plantas. Por ocasião da semeadura da soja, será avaliada a massa de matéria seca da palhada remanescente na área, bem como a relação C/N do material vegetal. Também será avaliada a massa de matéria seca das raízes e sua relação C/N. A adubação nas parcelas que receberão as doses de nitrogênio na forma de nitrato de amônio, será realizada no estádio reprodutivo R1. Serão coletadas plantas a altura do colo, no estádio R4, para determinação da matéria seca e do teor e acúmulo de nitrogênio na parte área. Também serão coletadas amostras para avaliação da nodulação em seis plantas por parcela na fase de florescimento pleno R4. Já a análise de biomassa microbiana do soloBMS será realizada em duplicada, no estádio R4. Por ocasião da colheita serão determinados os componentes de produção (stand de plantas, número de vagens por planta, número de grãos por vagem, peso de 100 grãos em um metro linear da parcela,). A produtividade será determinada pela colheita mecânica das três linhas centrais da parcela. O estudo estatístico constará de análises de variância e de regressão, e as médias dos tratamentos experimentais serão comparadas pelo teste de Tukey ao nível mínimo de 5 de probabilidade, utilizando-se o software estatístico Sisvar.

Protocolo: 4164 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2017 - 10/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GUILHERME DIAS BATISTA
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
Os nematoides formadores de galhas, do gênero Meloidogyne, causam sérios prejuízos à cultura do tomateiro. Dentre as formas de manejo o controle biológico, com a utilização de rizobactérias tem se mostrado eficiente na supressão e proteção de plantas contra o ataque destes fitonematoides. O presente trabalho tem como objetivo avaliar o efeito da aplicação de Bacillus subtilis na reprodução de Meloidogyne incognita, associado as alterações na composição microbiana da rizosfera e no crescimento e fisiologia de cultivares de tomateiro tolerante e suscetível aos nematoides formadores de galhas. O delineamento experimental será inteiramente casualizado, com a utilização de dois cultivares e três tratamentos de inoculação de B. subtilis, em dois ensaios: o primeiro em substrato estéril com inoculação de 5000 ovos de M. incognita e o segundo em solo arenoso naturalmente infestado. As plantas serão mantidas em câmara de crescimento durante 40 dias e após o transplante das mudas, os parâmetros avaliados serão: altura de plantas, diâmetro de caule, teor de clorofila nas folhas, análise nutricional foliar, matéria seca da parte aérea, matéria fresca de raízes, número de ovos e juvenis de nematoides, colonização de bactérias na rizosfera, teor de prolina e atividade enzimática de peroxidase.

Protocolo: 4310 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2017 - 3/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ANNE ROEFERO TOLOSA
LORRAYNE GUIMARAES BAVARESCO
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
O cultivo de plantas ornamentais e aromáticas em vasos domésticos é comum em inúmeras residências. Independentemente do tamanho dos vasos, esses tem em comum o fato de apresentarem os furos de drenagem na sua parte inferior, o que traz como consequência alguns pontos negativos, como a rápida drenagem do sistema (após a rega) e o não armazenamento de uma reserva de água. Para contornar isso é comum, também, o uso de pratos em baixo dos vasos para servir de reservatório de água, entretanto, isso resolve um problema e cria outro já que a água fica exposta e pode acarretar na contaminação e proliferação da larva do Ae. Aegyptti. Dessa maneira, o presente trabalho tem o objetivo de avaliar se, ao invés de se utilizar furos de drenagem na parte inferior do vaso, furos feitos nas laterais dos vasos e em alturas mais elevadas podem corrigir tais pontos negativos. Para tanto, será montado um experimento para avaliação de quatro diferentes alturas de furos de drenagem em vasos com capacidade de 3,5L de volume e cultivados com Manjericão (Ocimum basilicum L), por se tratar de uma espécie aromática bastante difundida no Brasil. Os trabalhos de avaliação serão desenvolvidos em duas épocas distintas, sendo uma entre o inverno e primavera de 2017 e outra entre o verão e outono de 2018. Em ambos os casos, os trabalhos serão conduzidos em duas etapas: Na primeira (sem planta), o intuito será avaliar a influência da altura do furo no armazenamento da água; e na segunda (com planta), a finalidade será avaliar a influência das alturas dos furos de drenagem no desenvolvimento das mudas de manjericão e sua relação com o tempo de rega. Assim, o delineamento experimental utilizado será em esquema fatorial 4x2, com seis repetições, sendo quatro alturas de furo (F1, F2, F3 e F4), e dois intervalos de regas (intervalo de 24 hs, ou seja, dia sim / dia simDSDS e intervalo de 48hs, ou seja, dia sim / dia nãoDSDN. As alturas de furos a serem utilizadas serão determinadas para garantir o armazenamento de: 0 (0,0LF1), ou seja, furos na parte inferior do vaso (testemunha); 15 de volume (0,525LF2); furos a 30 de volume (1,05LF3) e furos a 45 do volume (1,575LF4), com 4 furos de 8mm de diâmetro cada. O desenvolvimento do manjericão será acompanhado por 90 dias, onde a cada 15 dias será medido a altura da planta com régua graduada e diâmetro do caule principal, com utilização de um paquímetro. Também serão realizadas medidas do teor de clorofila das folhas com auxílio do medidor portátil de clorofila SPAD-502 da Konica Minolta. No final de 90 dias as plantas serão removidas e levadas para laboratório onde serão lavadas e submetidas a secagem de 72 horas a 65ºC em estufa. Após a secagem serão obtidos os valores de massa seca de raiz, massa seca foliar e massa seca total. As médias dos resultados serão comparadas pelo teste de Tukey a 5.

Protocolo: 4092 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 8/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LEANDRO FELIPE SOARES TEIXEIRA
LEVI GABRIEL BARRETO DE ARAUJO
Professor(es): PATRICIA REINERS CARVALHO
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
O processo de recuperação de áreas degradas, principalmente em regiões de solos arenosos e de baixa fertilidade natural ocorre de maneira lenta e depende, em muito, no manejo adotado. Uma alternativa para a recuperação dessas áreas seria a utilização do lodo de esgoto, da ETE, que apresenta altos teores de matéria orgânica e nutrientes, sendo assim muito indicado para suprir essas necessidades do solo. Sendo assim, o presente projeto tem como objetivo principal avaliar a capacidade de utilização do lodo da ETE em conjunto ou mesmo como alternativa à adubação convencional de um solo arenoso cultivado com Brachiaria. Dessa forma, será montado um experimento em blocos inteiramente casualizados, com cinco tratamentos e seis repetições: T1- Testemunha; T2apenas adubação convencional; T350 da dosagem equivalente do lodo e 50 da dosagem de adubo convencional; T4apenas o lodo sendo a dose equivalente a quantidade de Nitrogênio presente na dose de adubo convencional; e T5apenas o lodo sendo a dose equivalente a duas vezes quantidade de Nitrogênio presente na dose de adubo convencional. Desta maneira, serão analisados diversos parâmetros como: análises químicas e biológicas do solo, análise do comprimento e produção de massa de raízes, análise da produção de massa foliar e avaliação da capacidade de rebrota. Como o experimento será avaliado em duas épocas distintas, alguns parâmetros serão avaliados apenas no experimento de 100 dias e outros apenas no experimento de 200 dias. Os dados resultados obtidos serão submetidos a análise estatística, e análises de regressão. Para comparação de médias, será utilizado o teste Tukey (5).

Protocolo: 4136 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2017 - 8/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): AMARILDO FRANCISQUINI JUNIOR
JANARDELLY GOMES DE SOUZA
THALITA BARBOSA DE LIMA
DANIELA BERTO DOURADO
ISABELLA SANTANDER DE SOUZA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
MARCELO RODRIGO ALVES
RITA DE CÁSSIA LIMA MAZZUCHELLI

Resumo:
O objetivo do trabalho de pesquisa é analisar o desenvolvimento radicular das plantas de soja e de Panicum maximum cv. Mombaça diante do manejo da adubação nitrogenada, da estruturação física do solo e da retenção de água. O experimento está instalado na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, na cidade de Presidente Bernardes/SP, em um Argissolo com 16 de argila na profundidade de 0-0,5 m.O delineamento experimental utilizado será de blocos casualizados com quatro tratamentos e quatro repetições, descritos a seguir: T1) Capim mombaça (Panicum maximum cv. Mombaça) solteiro sem adubação nitrogenada; T2) Capim mombaça (Panicum maximum cv. Mombaça) solteiro com adubação nitrogenada (250 kg ha-1 de N); T3) Capim mombaça consorciado com o capim Java (Macrotyloma axillare cv. Java - leguminosa forrageira) sem adubação nitrogenada; T4) Capim mombaça consorciado com o guandu (Cajanus cajan - leguminosa forrageira) sem adubação nitrogenada; Será realizada biométria de raízes com coleta por monólitos, determinação da curva de retenção de água, micro e macroporosidade do solo, determinação de densidade, agregação do solo, resistência do solo a penetração, fracionamento físico da matéria orgânica, análise de N orgânico e inorgânico no solo e nas raízes da soja e da pastagem. Os resultados serão submetidos à análise de variância e os efeitos dos tratamentos serão comparados pelo teste Tukey ao nível de 5 de probabilidade. A interação significativa entre os manejos e as profundidades de solo também serão comparadas nas mesmas condições.

Protocolo: 4067 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2018 - 1/2021 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIANI ANDRELLI RUBIRA
CARLOS HENRIQUE BRITO VASCONCELOS
MARCELLO AUGUSTO STATELLO
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): OSCAR DE ANDRADE JUNIOR
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
CESAR VANDERLEI NASCIMENTO

Resumo:
As cultivares de feijões existentes atualmente são de ciclo comum precoce e ciclo comum normal. Entretanto, devido às diferenças no hábito de crescimento, ciclo e potencial produtivo de cada cultivar, a exigência de alguns nutrientes, como o nitrogênio, pode ser alterado, o que pode demandar adequações no manejo da adubação. O objetivo será avaliar a produtividade nos cultivares feijão de ciclo precoce, em função dos diferentes manejos da adubação nitrogenada em cobertura. O delineamento experimental será adotado o delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial 3x7, com quatro repetições. Os tratamentos serão constituídos pela combinação de cultivares de feijão com ciclo precoce e hábito de crescimento determinado (IAC Imperador, IPR Andorinha e IPR Curió) e sete manejos da adubação nitrogenada de cobertura (antecipadamente, semeadura, estádios V3, V4 e R5). Serão avaliados as seguintes variáveis: diagnose foliar; acúmulo de massa de matéria seca na parte aérea; acúmulo de nitrogênio na parte aérea; componentes de produção e produtividade de grãos; teor de proteína bruta nos grãos; eficiência de utilização do nitrogênio. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância e as médias dos tratamentos serão comparadas pelo teste Tukey a 5 de probabilidade, utilizando o programa SISVAR 5.4. No experimento I, os resultados das épocas de amostragem serão avaliados por análise de regressão, utilizando o programa SigmaPlot 11.0.

Protocolo: 4034 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 8/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): EDUARDO SILVA DIAS
LEONARDO VESCO GALDI
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
TIAGO ARANDA CATUCHI

Resumo:
A canola é reconhecida por apresentar grande importância mundial na produção de óleo comestível e por ser considerada como uma fonte proteica vegetal promissora. O objetivo deste trabalho será avaliar a composição química bromatológica da torta de canola, visando obter a melhor fonte nutricional entre as diferentes épocas de semeadura e os diferentes genótipos. Os genótipos de canola avaliados nesse experimento serão: Hyola 61, Hyola 76, Hyola 401, Hyola 411, Hyola 432, Hyola 433, Q 6501 e Q 6503. Sementes destes genótipos foram obtidas da EMBRAPA Trigo e cultivadas em área experimental agronômica localizada no Campus II da Universidade do Oeste Paulista, em Presidente Prudente/SP, seguindo-se os mesmos padrões sugeridos nos experimentos desenvolvidos pela EMBRAPA TRIGO quanto a: tamanho de parcela, número de repetições, espaçamento entre fileiras, densidade de semeadura, preparo do solo, tratos culturais, adubação e parâmetros avaliados para comparação dos genótipos. A torta de canola será obtida através da prensagem dos grãos de canola, utilizando-se a Máquina universal para ensaios mecânicos de tração, compressão, flexão, etc; modelo EMIC 23-100, eletromecânica, microprocessada, marca INSTRON/EMIC, com capacidade de 100 toneladas. Após o preparo das amostras, estas serão secas em estufa (65C) e moídas em moinho estacionário tipo Willey em peneira de malha 1 mm. Posteriormente, as amostras serão analisadas em sua composição bromatológica, determinando-se os teores da matéria seca (MS), proteína bruta (PB), matéria mineral (MM), extrato etéreo (EE), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA) e lignina, segundo métodos descritos por SILVA & QUEIROZ (2002). O teor de hemicelulose será estimado pela diferença da porcentagem de FDN e de FDA. Os dados coletados serão submetidos à análise de variância pelo teste F, a comparação das médias pelo de Tukey a 5 de probabilidade e também á análise de regressão polimonial por meio do programa estatístico ASSISTAT

Protocolo: 4056 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2017 - 1/2019 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): TASSIANE SANCHEZ CALLES
Professor(es): ANTONIO FLUMINHAN JUNIOR
MARILICE ZUNDT ASTOLPHI

Resumo:
O cultivo de soja em solos contaminados por metais pesados pode resultar em plantas com alterações no crescimento, produtividade e qualidade dos grãos. Isso pode ocorrer devido ao aumento na produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) provocado pela alta concentração desses metais, que podem gerar danos em diversos níveis de organização das plantas e em diferentes estágios de desenvolvimento. Por outro lado, a produção de ERO está relacionada com a ação de biorreguladores vegetais, visto que estes podem ter uma forte relação com o elo de regulação dos níveis de ERO, direcionando o seu papel em gerar danos oxidativos ou sinalização em plantas sob estresse. Todavia, em geral, não se tem informações precisas sobre como os biorreguladores influenciam alguns processos fisiológicos específicos, principalmente aqueles relacionados com estresse oxidativo causados por metais pesados. Neste sentido, o objetivo deste projeto será avaliar os efeitos de cádmio (Cd) sobre o desenvolvimento e respostas fisiológicas de plântulas de soja e verificar o potencial efeito atenuador de estresse oxidativo pela aplicação exógena de biorreguladores vegetais, tendo como hipótese que o desenvolvimento de plântulas e os níveis de atividade de enzimas antioxidantes, serão influenciados pela aplicação de biorreguladores em situação de diferentes concentrações de Cd. Sementes de Glycine max (L.) serão germinadas em câmera do tipo Mangelsdorf com diferentes concentrações de Cd e aplicação de Stimulate® (produto composto por auxina, giberelina e ácido abscísico). Após sete dias em desenvolvimento, plântulas serão coletadas e os parâmetros biométricos, bioquímicos e índice de tolerância ao Cd será analisado. Os resultados de cada variável serão analisadas por meio de análise de variância (ANOVA, p <0,05), e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3982 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 8/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GUILHERME SANCHES FRANCISCHINI
Professor(es): ADRIANA LIMA MORO
SUZANA CHIARI BERTOLLI

Resumo:
O cenário predominantemente de pastagem degradada pode ser modificado com a implantação do sistema semeadura direta e inclusão de leguminosas. A dessecação antecipada da forrageira com relação à semeadura da soja favorece a ciclagem de nutrientes e a estruturação do solo. A aplicação de esterco de aviário, por ser um adubo nitrogenado orgânico, pode acelerar os processos microbiológicos de decomposição da palhada, podendo diminuir o intervalo ótimo entre a dessecação da forrageira e a semeadura da leguminosa a fim de se obter uma maior produtividade do sistema integrado subsequente. O objetivo deste trabalho será avaliar a influência da época de dessecação da forrageira e da aplicação de esterco de aviário nas características microbiológicas e físicas do solo e a consequência na produtividade da soja. O experimento será realizado em área de pastagem degradada na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes-SP. O delineamento experimental utilizado será em parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas são constituídas por cinco épocas de dessecação da forrageira (180; 150; 120; 90 e 60 dias antes da semeadura da sojaDAS) e as sub-parcelas serão compostas de ausência de aplicação de esterco de aviário e aplicação de 2.000 kg ha-1 de esterco de aviário. Serão avaliados os atributos físicos e biológicos do solo, além da produtividade da soja. As variáveis analisadas serão submetidas ao programa estatístico SISVAR, e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 4027 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2017 - 12/2019 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): RAPHAELA TERUEL LOPES GUIMARAES
PRISCILA ROBERTA LEME ZANFOLIN
Professor(es): EDEMAR MORO
MARCELO RODRIGO ALVES

Resumo:
O nitrogênio é considerado um elemento essencial para o desenvolvimento e crescimento das plantas, porém de difícil manejo devido à sua alta mobilidade no solo que acarreta em maiores perdas por lixiviação, volatilização e desnitrificação. Essas perdas podem ser mais intensas em solos arenosos com baixo teor de argila e matéria orgânica. O grande desafio a partir disso é acumular matéria orgânica nos solos de textura arenosa para melhorar as condições do sistema de produção. O objetivo do trabalho será quantificar a melhoria do ambiente (solo) de crescimento de culturas em sistema de Integração lavoura - pecuária, com o fornecimento de N através da adubação em cobertura ou consorciação com leguminosas nas áreas de pastagem. O experimento está instalado na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes - SP, seguindo o delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições (Capim mombaça solteira com adubação nitrogenada de cobertura; Capim mombaça consorciado com feijão guandu anão sem adubação nitrogenada; Capim mombaça solteira com ausência da adubação nitrogenada de cobertura e; Capim mombaça consorciado com Macrotyloma axillare cv. Java sem adubação nitrogenada). Serão avaliados os teores de N total e N inorgânico (NH4 e NO3) do solo, das folhas da soja e da Mombaça e da palhada; NH3 volatilizada; o teor de C total, C orgânico particulado e carbono orgânico associado à mineral; os teores de C e N da biomassa microbiana do solo e taxa de mineralização e nitrificação de N no solo. Os dados serão submetidos à análise de variância e os valores médios comparados através do teste Tukey (p <0,05), utilizando-se o programa estatístico SISVAR (FERREIRA, 2000).

Protocolo: 4005 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 10/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): WILLIAN LUCAS MATIVI
ANA CAROLINA MONICO MOREIRA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
CESAR VANDERLEI NASCIMENTO

Resumo:
Os fatores que interferem no desenvolvimento e crescimento de uma planta são constantemente estudados para otimizar o cultivo de espécies. Neste projeto, a formação de tecidos vasculares secundários e a alocação de biomassa na plântula serão examinados sob diferentes condições luminosas. Serão analisadas um total de 420 plântulas de jenipapeiro (Genipa americana L.) divididas entre 3 tratamentos de condições luminosas diferentes (140 por tratamento) sendo o primeiro, o tratamento controle em plena irradiação solar; o segundo com telas de sombreamento de 50; e o terceiro com telas de sombreamento de 70. Data Loggers serão instalados em cada tratamento para monitorar a temperatura e a umidade do local. Coletas de 7 plântulas por tratamento serão feitas a cada 10 dias. Serão seccionadas em raiz, caule e folha, mesurando a massa e a área foliar. Na produção de lâminas para análise laboratorial da atividade cambial a partir do caule, serão coletadas amostras de 1 centímetro a partir de 2 centímetros colo, fixadas em F.A.A 70 e preservados em álcool etílico 70. Serão preparadas lâminas semipermanentes e as secções em corte livre das secções transversais do caule serão preparadas com glicerina e coradas com Safranina 1. Para cada amostra, o número radial de células na zona cambial, fase de alargamento radial, fase de espessamento da parede celular e células maduras serão contados ao longo de três fileiras radiais. Os resultados de cada variável serão analisados por meio de análise de variância (ANOVA, p <= 0,05), e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3929 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2017 - 7/2018 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): TULIO LOPES MARINHO LINARD
Professor(es): WILLYAM DE LIMA VIEIRA
ALEXANDRIUS DE MORAES BARBOSA

Resumo:
A dormência em sementes de forrageiras ocasiona grande problema para os produtores rurais, pois compromete a formação uniforme da pastagem favorecendo a infestação de plantas invasoras, o que tem levado a pesquisa com tecnologia de semente trabalhar na tentativa de encontrar meios para sanar esse problema, pois a semente é um insumo de grande importância porque nelas estão inseridas todas as melhorias genéticas. O condicionamento de sementes é uma técnica que melhora a uniformidade e velocidade de germinação e associada com biorregulador talvez possa favorecer a germinação de sementes dormentes. Diante disto o objetivo do trabalho será verificar o efeito de diferentes condicionamentos fisiológicos com solução contendo giberelina em sementes Urochloa humidicola cv. Llanero sobre a dormência e desenvolvimento inicial de plântulas, e respostas associadas a atividade da SOD, peroxidação de lipídios (conteúdo de MDA) e produção do radical livre (peróxido de higrogênio). A pesquisa será conduzida no Laboratório de Análise de Sementes, de Cultura de Tecidos e Casa de Vegetação da Universidade do Oeste PaulistaUNOESTE, utilizando sementes dormentes de Urochloa humidicola cv. Llanero. As sementes serão condicionadas com água, solução contendo biorregulador composto por auxina, giberelina e citocinina, solução de giberelina na concentração de 0,144 mM e 1,44 mM e solução álcoolica 5. Para o condicionamento as sementes serão distribuídas sobre duas folhas de papel umedecidas com as soluções citadas anteriormente e cobertas com duas folhas, mantidas nessa condição por 24 horas em temperatura de 25ºC. As sementes condicionadas e o controle (sementes secas) serão utilizados para avaliação da germinação, dormência e vigor das sementes, e avaliação da atividade de SOD, peroxidação de lipídios (conteúdo de MDA) e conteúdo de peróxido de hidrogênio (H2O2). Os dados serão submetidos à análise de variância realizada pelo teste F, em delineamento inteiramente casualizado, e as médias dos tratamentos comparadas pelo teste de Tukey a 5 de significância, utilizando para as análises o programa SISVAR.

Protocolo: 3800 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 7/2018 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RAFAELA TORQUATO DE AGOSTINI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
FABIANA LIMA ABRANTES

Resumo:
O presente trabalho terá por objetivo avaliar a produção do maracujá silvestre nas condições edafoclimáticas do Oeste Paulista (região de Presidente Prudente), bem como o seu desenvolvimento em solo arenoso sob o efeito da adubação orgânica. O trabalho será conduzido em área experimental no campus II da UNOESTE, utilizando-se o delineamento de blocos ao acaso, com seis tratamentos e quatro repetições. Serão testados 3 tipos de fertilização (controle sem adubação, esterco de gado e esterco de galinha) em 2 intervalos de corte (aos 90 e 150 dias após o plantio). Em cada época de corte serão avaliadas a produção de biomassa total das plantas (caule e folhas) e serão realizadas análises fitoquímicas do material colhido, a saber: a) teor de flavonoides totais e b) teor de compostos fenólicos totais no extrato etanólico das plantas (caule e folhas). Os dados obtidos serão tabulados e submetidos à análise de variância (p &#8804; 0,05), e, posteriormente ao teste Tukey. Os resultados serão apresentados pela média dos tratamentos e erro padrão. Ao final do trabalho pretende-se responder se o cultivo orgânico da espécie medicinal Passiflora incarnata pode ser recomendado aos produtores rurais da região como alternativa de renda.

Protocolo: 3796 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2017 - 8/2018 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ESTER GERONIMO SERRA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
WILLIAM HIROSHI SUEKANE TAKATA

Resumo:
O trabalho tem por objetivo avaliar os efeitos e consequências das épocas de dessecação da pastagem degradada, combinadas ou não com aplicação de cama de aviário sobre as qualidades químicas, físicas e microbiológicas do solo correlacionadas com a produtividade de grãos de milho. O experimento está sendo conduzido na fazenda experimental da Universidade do Oeste PaulistaUNOESTE, localizada no município de Presidente BernardesSP, com um solo classificado Argissolo vermelho distroférrico (EMBRAPA 2006). O delineamento experimental será de blocos ao acaso em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas por cinco épocas de dessecação da forrageira (180, 150, 120, 90 e 60 dias antes da semeadura do milho) e as subparcelas com e sem cama de aviário. Serão realizadas as seguintes avaliações: análise química do solo; análise física do solo (compactação, umidade do solo, velocidade de Infiltração de água no solo); diagnose foliar; análises microbiológicas (biomassa microbiana, respiração do solo atividade da enzima desidrogenase); produtividade do milho e matéria fresca e seca do capim. Os dados obtidos serão submetidos ao programa estatístico SISVAR, e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3598 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2016 - 2/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ELI CANDIDO DO LAGO
LEONARDO CAMILLO GROSSO DE SOUZA
Professor(es): EDEMAR MORO

Resumo:
A produtividade da soja após a correção química e física do solo aumenta substancialmente, até determinado ponto. Porém os níveis de produtividade ficam abaixo do potencial da cultura. Para obtenção de maiores produtividades é necessário o ajuste da microbiologia do solo e o uso de produtos biológicos via semente ou foliar. O objetivo deste trabalho será avaliar a sinergia de duas diferentes bactérias aplicadas na cultura da soja e seus efeitos na pastagem em sucessão. O experimento será conduzido na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) em Presidente Bernardes - SP, a 22º28´S, 51º67´W e 400 m de altitude. O delineamento experimental será em blocos casualizados em esquema de parcela subdividida, com quatro repetições. Os tratamentos principais na parcela serão compostos por uma testemunha e por quatro combinações de inoculantes (T1 - testemunha, T2 - Bradyrhizobium na semente, T3 - Bradyrhizobium no sulco, T4 - Bradyrhizobium + Azospirillum na semente, T5 - Bradyrhizobium + Azospirillum no sulco). A subparcela será com e sem a aplicação foliar de Bradyrhizobium aos 30 DAE. O experimento iniciará em 2016 e será finalizado em 2018. A cultura da soja conduzida por duas safras agrícolas (2016/2017 e 2017/2018) seguida da implantação de pastagem em sucessão. Na cultura da soja se avaliará: número e massa de nódulos, matéria seca radicular, diagnose foliar; atividade fotossintética e enzimas associadas ao metabolismo do nitrogênio (nitrato redutase) componentes de produção (número de plantas por metro, número de vagens por planta, número de grãos por vagem, peso de 100 grãos) e produtividade. As avaliações na pastagem serão: diagnose foliar; matéria seca da parte aérea e qualidade bromatológica. Os dados obtidos serão submetidos ao programa estatístico SISVAR, e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3599 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2016 - 12/2019 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LUIZ ALFREDO BARROS URIAS
ANDRE LUIS GUIOTTO LOIOLA
ELCIO RICARDO JOSE DE S VICENTE
Professor(es): EDEMAR MORO

Resumo:
O objetivo desse projeto é avaliar estudar as alterações químicas do solo, a nutrição mineral e a produção de soja pós - pastagem, considerando a aplicação de diferentes doses de calcário e gesso na superfície, levando em conta a viabilidade financeira de cada uma das aplicações. O experimento será conduzido na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), localizada no município de Presidente BernardesSP. O delineamento experimental será em faixas com parcela subdividida, em fatorial 5x5, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas por cinco doses de calcário (0, 1, 2, 4 e 8 t ha-1) e as subparcelas com cinco doses de gesso agrícola (0, 1, 2, 4 e 8 t ha-1). As variáveis analisadas serão: umidade do solo, compactação, diagnose foliar na soja, matéria seca da soja, análise química do solo (0-10 a 0-60), componentes de produção e produtividade da soja. As variáveis analisadas em cada tratamento serão submetidas à análise de variância (p<0.05) e as médias serão comparadas pelo teste Tukey (p<0.05) por meio do software Sisvar.

Protocolo: 3539 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2016 - 8/2019 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BRUNO HENRIQUE NAVARRO SPONTON
DOUGLAS CELESTINO JUNIOR
MARIANA BOTTER FARIAS
LUANDA TORQUATO FEBA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
EDEMAR MORO

Resumo:
O experimento será implantado na fazenda experimental (Unoeste), conduzido em faixas subdivididas, constituindo-se um fatorial, 2x2+1, representado por duas condições da vinhaça (in natura e concentrada), com e sem aplicação de cloreto de potássio na semeadura e mais um tratamento sem o uso da vinhaça. Os tratamentos serão estabelecidos por cinco formas de adubação, sendo: T1 = 250 kg ha-1 do adubo 08-28-16 na semeadura + 40 kg de cloreto de potássio em cobertura; T2 = 250 kg ha-1 do adubo 08-28-16 na semeadura + vinhaça in natura em cobertura como fonte de adubação potássica; T3 = 250 kg ha-1 do adubo 08-28-16 na semeadura + vinhaça concentrada em cobertura como fonte de adubação potássica; T4 = Nitrogênio (ureia) e Fósforo (superfosfato triplo) na semeadura, vinhaça in natura 10 dias após a semeadura (fonte de potássio) + vinhaça in natura em cobertura; T5 = Nitrogênio (ureia) e Fósforo (superfosfato triplo) na semeadura, vinhaça concentrada 10 dias após a semeadura (fonte de potássio) + vinhaça concentrada em cobertura. A vinhaça é um resíduo produzido em grandes volumes pela indústria sucroalcoleira, a mesma apresenta potencial como fonte de nutrientes para a agricultura. Por se tratar de um resíduo produzido em grande escala e possuir características para ser utilizado como biofertilizante, a vinhaça começa a ganhar destaque em pesquisas que buscam um desenvolvimento de forma a complementar a adubação química utilizada nas mais diversas culturas agrícolas. O presente trabalho tem como objetivo estudar o efeito da aplicação de vinhaça de cana-de-açúcar (in natura e concentrada) como fonte de potássio em substituição parcial e total num sistema de integração lavoura-pecuária. Serão avaliados os componentes de produção da soja: nodulação, massa seca da parte aérea, plantas por metro linear, plantas por hectare, grãos por vagem, vagens por planta, massa de mil grãos, toneladas de grãos por hectare e teor de potássio nas folhas. Após as coletas de dados os mesmos foram submetidos à análise de variância (ANOVA, p<0,05) e ao teste de comparação de médias Tukey (p<0,05), segundo Silva (2011).

Protocolo: 3533 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2016 - 12/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LUCAS CREMONEZI VALERA
LUIS EDUARDO VIEIRA PINTO
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
O Algodoeiro é uma leguminosa que requer uma grande adubação nitrogenada (N) no solo, sendo o nitrogênio o nutriente de total importância tanto para as atividades fisiológicas e bioquímicas, como para sua produtividade. A quantidade de luz influência notavelmente a absorção de N e a sua assimilação. A baixa intensidade luminosa reduz a absorção de nitrato, alterando a atividade fisiológica e bioquímica da planta. O objetivo deste trabalho será avaliar a resposta fotossintética e enzimática do algodoeiro em função da adubação nitrogenada sob restrição luminosa. O experimento será conduzido em ambiente controlado, com o objetivo de avaliar a resposta fotossintética do algodoeiro á luminosidade em interação com quatro níveis de nitrogênio. As doses de N utilizadas serão: 0, 60, 120 e 180 mg dm-3. O delineamento experimental será em um esquema fatorial 4x9 em blocos ao acaso com 4 repetições. Será medida a concentração de proteína solúvel, atividade "in vitro" da rubisco, e da atividade da nitrato redutase. A análise estatística constará da análise de variância e regressão linear, e para os efeitos significativos as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3503 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2016 - 11/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BRUNA LUANA DOS SANTOS
Professor(es): ADRIANA LIMA MORO
FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
A microbiologia do solo tem papel fundamental na promoção de crescimento de plantas, principalmente na questão da solubilização de nutrientes e controle de pragas e doenças. As olerícolas são plantas de ciclo rápido que necessitam de um grande aporte de nutrientes em pequenos períodos de tempo, além de serem constantemente ameaçadas pela presença de patógenos no solo e na parte aérea. O aumento da atividade microbiana no solo de cultivo dessas plantas pode favorecer o crescimento das plantas e reduzir o aporte de insumos químicos nessas culturas, principalmente nas fertilizações e controle de pragas e doenças. Nesse sentido, este projeto tem como objetivo avaliar o efeito de cobertura com palhadas sobre a microbiologia e fertilidade do solo refletindo no aumento do crescimento de plantas olerícolas. Serão avaliados dois tipos de resíduos e também dois níveis de cobertura do solo em cultivos sucessivos em diferentes épocas do ano. O estudo será conduzido em canteiros de horta comercial, atendendo ao manejo de condução das plantas adotados pelos produtores. Serão avaliados atributos relacionados com a microbiologia e fertilidade do solo e de crescimento das plantas. Os resultados do presente estudo fundamentarão novas linhas de pesquisas com a avaliação da microbiologia do solo nestes sistemas de produção buscando-se minimizar os efeitos deletérios do cultivo intensivo dessas culturas nesses ambientes.

Protocolo: 3435 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 8/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): HELOISA MARIA DA CRUZ JARDIM
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
Diante do cenário que a bovinocultura de corte representa no mundo, o Brasil ocupa o segundo lugar com o maior rebanho bovino e a primeira posição como exportador de carne no mundo, sendo que, tal setor desenvolve-se em diversos sistemas de produção. Dessa maneira, a utilização de tecnologias que almejem melhorar a produtividade do ganho animal e aumento da taxa de lotação em sistemas de pastagens, seja através do melhoramento genético, suplementação ou manejo das pastagens, são de fundamental importância para o produtor, onde poderá proporcionar uma criação de forma mais rentável e produtiva. O presente trabalho será desenvolvido por um período de um ano na fazenda Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes/SP, a área total será de 18 hectares, divididas em três módulos, constituindo os tratamentos. Os tratamentos serão: T-1, sistema tradicional de baixo investimento (sem adubação de pastagem e sem suplementação animal); T-2, sistema de médio investimento (com adução de pastagem e sem suplementação animal) e T-3, sistema de alto investimento (com adubação de pastagem e com suplementação animal), em todos os tratamentos e repetições o pastejo será em sistema rotacionado. Os animais serão pesados periodicamente a cada início de ciclo da pastagem, as avaliações do pasto e dos animais serão realizadas a cada período de 30 dias, e os dados serão submetidos a análises de variância e, quando detectadas diferenças entre as médias, será aplicado o teste Tukey a 5 de significância, pelo pacote estatístico SAS (Statistical Analysis System) versão 8.2 para Windows (SAS Institute, 2004).

Protocolo: 3392 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2016 - 11/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GISELE MORATO CORTEZ
NADIA NOBREGA VALDO
BRUNO EMERICK ANACLETO
DANILO PEREIRA DA SILVA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
ANA CLAUDIA AMBIEL CORRAL CAMARGO
PAULO CLAUDEIR GOMES DA SILVA
FRANK AKIYOSHI KUWAHARA

Resumo:
Um dos impactos negativos mais eminentes gerados pelo homem é a poluição atmosférica, sobretudo nas cidades, onde os principais agentes poluidores são os gases de combustão emitidos por veículos em tráfego. Nesse projeto pretende-se investigar os impactos negativos da poluição promovida por veículos sobre plantas, bem como nos animais que delas dependem para a alimentação. Parte-se do pressuposto de que a poluição do ar promovida por veículos modifica as características reprodutivas de plantas, afetando as interações tróficas com os animais, portanto, processos ecológicos (e.g., polinização e dispersão de sementes). Serão delimitados dois ambientes na área urbana de Rancharia: 1) fluxo alto (maior intensidade de poluição), 2) fluxo baixo (baixos níveis de poluição), além de um terceiro tipo de ambiente, i.e., em áreas naturais, consideradas como controle (sem poluição promovida por veículos). Serão estabelecidas quatro parcelas em cada um desses ambientes, onde se elegerá espécies vegetais bioindicadores da família Myrtaceae (e.g., goiabeiras, jabuticabeiras, pitangueiras), as quais serão monitoradas quanto às fenofases de floração e frutificação (duração, características morfológicas, potencial de viabilidade do pólen floral e germinação de sementes), bem como quanto aos visitantes florais e frugívoros. Esperam-se mudanças substancias na fenologia e nos aspectos florais das plantas nos ambientes mais poluídos, sobretudo em comparação aos ambientes naturais, o que resulta em impactos negativos na fauna consumidora primária. Intuitivamente, processos ecológicos serão comprometidos, tais como a polinização. Também é bem provável que a frutificação e características dos frutos/sementes sejam comprometidas, o que afeta negativamente a dispersão de sementes.

Protocolo: 3384 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 2/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DOUGLAS ROGERIO ESTEVAM PERUCHI
LUCILENE DE BRITO
Professor(es): ANTONIO FLUMINHAN JUNIOR
PAULO ANTONIO DA SILVA

Resumo:
O estabelecimento de culturas in vitro com elevado potencial embriogênico é uma das etapas fundamentais para o sucesso na obtenção de plantas transgênicas. Será avaliado o potencial regenerativo in vitro a partir de segmentos basais foliares de diferentes genótipos de Urochloa. Após determinação do protocolo de regeneração será construído um cassete de expressão contendo o gene ipt sob controle do promotor estresse-induzido AIPC. A superprodução de citocininas através da expressão do gene ipt em plantas transgênicas de várias espécies demonstrou que o programa de senescência nestas plantas foi alterado apresentando menor abscisão foliar, manutenção de folhas fotossinteticamente ativas por maior tempo e tolerância a estresses abióticos. Contudo, a expressão constitutiva de citocininas causa efeitos negativos na morfologia, no desenvolvimento e na fertilidade das plantas. Sendo assim um promotor induzível seria mais eficiente. O complexo promotor estresse-induzido AIPC tem sido utilizado com sucesso na expressão de genes induzidos por estresse em monocotiledôneas. Nosso grupo dispõe de construções gênicas contento o promotor AIPC e o gene ipt em vetores separados. O vetor aqui construído será utilizado em concentrações equimolares aos dos vetores pEmuKN o qual contém o gene de resistência à canamicina, para o co-bombardeamento das regiões meristemáticas de Urochloa sp. Portanto o objetivo desse trabalho é estabelecer um protocolo para regeneração in vitro de espécies de Urochloa a partir de regiões meristemáticas e construir um cassete de expressão contendo o gene ipt sob controle do promotor estresse-induzido AIPC.

Protocolo: 3421 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 7/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DILIANE HARUMI YAGUINUMA
Professor(es): LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA
ALESSANDRA FERREIRA RIBAS

Resumo:
A adubação nitrogenada na cultura do feijão comum é primordial para obtenção de altas produtividades, entretanto, dependendo das condições de cultivo e dose empregada, está adubação pode resultar em redução da qualidade e produtividade de grãos, em razão do crescimento vegetativo exagerado da planta. O objetivo do trabalho será estudar o efeito da adubação nitrogenada e da aplicação de Paclobutrazol (PBZ) no crescimento e produtividade de feijoeiro comum. O experimento será conduzido em casa de vegetação com plantas conduzidas em vasos de 8 L de solo. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 x 4, sendo quatro doses de nitrogênio (0, 50, 100 e 150 kg ha-1) e quatro concentrações de PBZ (0; 80; 160 e 320 g de ingrediente ativo ha-1) em quatro repetições. A aplicação do nitrogênio e a pulverização do regulador vegetal será realizada no estádio V4 e após essa etapa iniciarão as avaliações biométricas, sendo coletadas semanalmente a altura das plantas, número de ramos, diâmetro do caule e índice do teor de clorofila nas folhas até terminarem o seu ciclo. No final do experimento será realizada a contagem do número de folhas e será medida a área foliar, massa seca de área foliar, caule e raiz. As folhas secas serão moídas em moinho para realizar análise do teor de N foliar. Será qualificado o número de vagem por planta, número de grãos por vagens, massa de 1000 grãos e massa de grãos produzidos por planta. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância. As médias dos tratamentos com aplicação do regulador de crescimento serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade. Os efeitos das doses de N em cobertura serão avaliados mediante análise de regressão polinomial.

Protocolo: 3340 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 8/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LUIZ EDUARDO DEIZEPPI OLIVO
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
TIAGO ARANDA CATUCHI
WILLIAM HIROSHI SUEKANE TAKATA

Resumo:
O consórcio de pastagem com leguminosas forrageiras, pode ser uma estratégia de aumentar a eficiência na disponibilização de P para as gramíneas, através da acidificação gradual da rizosfera promovida pela leguminosa que libera H+, em razão da absorção de NH4+, o que pode aumentar solubilização do P da fonte natural reativa e a absorção do mesmo pela forrageira desempenha. O objetivo do trabalho será avaliar a disponibilidade do fósforo no solo a curto e médio prazo e a quantidade e a qualidade de forragem produzida com o uso de fertilizantes fosfatados com diferentes solubilidades aplicados em pastagem de Panicum Maximum cv. Mombaça solteira e consorciada com leguminosas. O experimento será conduzido na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), no município de Presidente Bernardes-SP. O delineamento experimental utilizado é em blocos casualizados, em esquema fatorial 4x3 em parcela subdividida, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas por quatro sistemas de forragem: mombaça (Panicum maximum cv. Mombaça) solteira com ausência da adubação nitrogenada de cobertura; mombaça solteira com adubação nitrogenada de cobertura (150 kg ha-1 de N por ano); mombaça consorciado com Java (Macrotyloma axillare) e mombaça consorciado com feijão guandú anão (Cajanus cajan). As subparcelas são compostas de ausência de adubação fosfatada; aplicação de adubação fosfatada com fonte solúvel (superfosfato triplo); aplicação de adubação fosfata com fonte natural reativa (fosfato natural Bayóvar). As variáveis avaliadas durante o experimento serão: acúmulo de P na parte aérea de 1 ano; fracionamento de fósforo; acúmulo de P nas raízes; balanço de fósforo. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância e as médias dos tratamentos serão comparadas pelo Teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3449 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 3/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CAROLINE HONORATO ROCHA
DOUGLAS CELESTINO JUNIOR
ALEXANDRE PAIAO LEITE DA SILVA
AMARILDO FRANCISQUINI JUNIOR
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
TIAGO ARANDA CATUCHI

Resumo:
O milho (Zea mays L.) é uma das principais espécies agrícolas cultivadas no país e no mundo, sendo que a sua produção pode ser encontrada em regiões com condições de solo e clima muito diferentes um do outro. Este fato é determinante para que exista um contínuo estímulo para o desenvolvimento de novas cultivares da espécie, e para o estabelecimento de um programa de melhoramento genético da espécie. A presente pesquisa tem por objetivo a produção de uma variedade sintética de milho a partir do intercruzamento de cultivares comerciais disponíveis no mercado, bem como a avaliação do seu desempenho agronômico, observado durante o processo de seleção recorrente fenotípica. A população a ser avaliada envolverá uma população de plantas da quinta e sexta geração de seleção, sendo as avaliações serão realizadas a partir de dados coletados de 4 linhas de 5 metros amostradas ao acaso dentro das parcelas experimentais. Será empregado o delineamento de blocos inteiramente casualizados (DIC), sendo coletados dados referentes aos seguintes parâmetros biométricos: altura de planta, altura de inserção da espiga, comprimento de espiga, número de fileiras de grãos na espiga, peso de espiga, peso dos grãos e peso dos grãos separados por 3 diferentes peneiras (tamanhos 20, 22 e 24). Serão analisados se as populações selecionadas nas gerações discriminadas irão apresentar um grau de homogeneidade superior às gerações antecessoras para todos os parâmetros avaliados. Em um fase seguinte, para avaliação da performance agronômica da variedade sintética produzida, será realizado o cultivo simultâneo da mesma com os cultivares híbridos que deram origem à referida população. Pretende-se avaliar a possibilidade do novo cultivar atender às exigências estabelecidas para o registro de uma nova variedade nos órgãos competentes.

Protocolo: 3335 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 8/2017 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): GABRIEL VIEIRA DA SILVA
DOUGLAS ROGERIO ESTEVAM PERUCHI
IAGO FERNANDES SANTOS
FERNANDA MESQUITA TAKAYAMA
VICTOR LONGHIN
Professor(es): ANTONIO FLUMINHAN JUNIOR

Resumo:
A batata-doce tem grande expressividade econômica e social na região de Presidente Prudente- SP. Nesta região, predominam os Argissolos VermelhoAmarelo de textura arenosa/média com baixa fertilidade natural, incluindo solos com baixos teores de fósforo. O objetivo deste trabalho será avaliar a produtividade e a qualidade da batata-doce em função das doses de fósforo aplicadas ao solo. O experimento será conduzido no delineamento em blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos consistirão da aplicação de doses crescentes de fósforo de 0, 50, 100, 200 e 400 kg ha-1 de P2O5. Será avaliado o teor foliar de P; a produtividade total; o peso médio das raízes tuberosas; o número de raízes tuberosas; e a classificação comercial (Extra, Extra AA, Extra A e descarte). O estudo estatístico constará de análise de variância e regressão, sendo ajustadas equações ao nível mínimo de 5 de probabilidade e que apresentarem maior coeficiente de determinação com significado biológico.

Protocolo: 3314 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 8/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GUILHERME DIAS BATISTA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
O uso de extratos vegetais no controle de insetos, vem sendo cada vez mais estudado, pois apresenta uma eficácia similar aos efeitos que os inseticidas sintéticos causam as pragas, além disso, os extratos vegetais são menos poluentes e viáveis economicamente. A planta A. curassavica possui um metabólito secundário denominado glicosídeo cardiotóxico o qual a caracteriza como uma planta tóxica, com grande potencial para utilização no controle de lagartas. Dessa forma, será conduzido um estudo para verificar a ação de A. curassavica no desenvolvimento e sobrevivência de S. frugiperda. O experimento será realizado na instituição de ensino Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), em Presidente PrudenteSP, no Laboratório de Entomologia Agrícola (L.E.A.). As plantas serão coletadas, secas e moídas, e a partir do pó será confeccionado o extrato etanólico bruto. Este será adicionado à dieta e oferecida as lagartas nas concentrações de 1,2 e 4. Os parâmetros avaliados serão: mortalidade; consumo alimentar; peso de larvas e pupas; fertilidade (nº de ovos e de eclosão).

Protocolo: 3390 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 8/2017 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): JOAO VITOR SOUZA CRUZ
RENATO MARCOS DE LEAO
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
VANIA MARIA RAMOS

Resumo:
As condições adversas ambientais, principalmente a deficiência hídrica afeta diretamente os processos fisiológicos e bioquímicos de genótipos de cana de açúcar. A cana de açúcar é uma importante cultura no âmbito econômico ao país. O acúmulo de açucares como a sacarose e outros sacarídeos é objeto de várias estudos na área de biotecnologia. A transformação genética permite ganhos de produtividade e aumento de oferta de produtos agrícolas. O objetivo deste trabalho é avaliar as respostas fisiológicas e bioquímica em plantas com alteração da expressão dos genes da galactinol sintase. Para a execução deste projeto serão realizados dois manejo hídricos (com e sem deficiência hídrica) será realizado análises antes do inicio do estresse, quando chegar a 50 capacidade de campo e após a reidratação. Será realizado coleta de folhas para análise de proteína, atividade da superóxido dismutase (SOD) e das medidas de trocas gasosas: taxa líquida de assimilação de CO2 (A), condutância estomática (gs), taxa de transpiração (E); e o conteúdo relativo de água foliar (CRA). O experimento será inteiramente casualizado com 7 repetic&#807;o&#771;es cada tratamento. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA). As médias dos tratamentos com e sem silício serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 pelo programa SISVAR.

Protocolo: 3216 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2016 - 11/2017 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BRUNA LUANA DOS SANTOS
GUILHERME SANCHES FRANCISCHINI
VIVIANE CACEFO
RAFAEL REBES ZILLIANI
Professor(es): ADRIANA LIMA MORO
ALEXANDRIUS DE MORAES BARBOSA

Resumo:
A produção de carne e leite, no Brasil, hoje, é feita em aproximadamente 172 milhões de ha, com uma grande porcentagem destas em pastagens cultivadas por gramíneas do gênero Urochloa. No Brasil, este gênero é amplamente utilizado como forrageira tropical por sua adaptação a diferentes condições edafo-climáticas, sendo a espécie apomítica U. brizantha a mais utilizada. Apesar da importância dessa forrageira, ainda há poucos cultivares disponíveis no mercado, resultando em extensas áreas cultivadas com poucos genótipos com expressão comercial. Por possuírem modo de reprodução apomítico estas plantas são clones, caracterizando monoculturas e implicando em grande risco econômico e ambiental. Um banco de mutantes M1 de U. brizantha induzido por mutações pelo agente mutagênico EMS será implantado, avaliado e selecionado para características agronômicas como altura, arquitetura, número de perfilhos e produção de sementes.

Protocolo: 3173 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2016 - 7/2017 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JADERSON FELIPE DOS SANTOS
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO

Resumo:
Este trabalho tem a finalidade de trazer subsídios para que o profissional da área de produção vegetal se utilize de meios para produzir um alimento com qualidades agregadas, de forma a produzir benefícios na saúde dos consumidores que se preocupam na escolha de sua alimentação, principalmente no que se refere aos chamados alimentos funcionais. O objetivo será verificar o efeito em função da aplicação exógena do ácido salicílico sobre a produção de biomassa, a presença de antioxidantes e o tempo de prateleira do feijão-mungo-verde (Vigna radiata L.) ou Mungo verde. O efeito elicitor sobre o metabolismo das plantas será avaliado através de parâmetros biométricos de crescimento (produção de biomassa aérea e radicular) e parâmetros bioquímicos (determinação do teor de fenóis totais; teor de antioxidantes totais não enzimáticos (DPPH) e determinação de proteínas totais. O experimento será conduzido no laboratório de sementes da UNOESTE. Para o estudo será empregado o delineamento experimental inteiramente casualizado com quatro repetições e análise de regressão polinomial para o estudo de doses.

Protocolo: 3165 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 7/2017 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): VERONICA LETICIA DA SILVA
MARCELO DUARTE
Professor(es): CECI CASTILHO CUSTODIO
ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS

Resumo:
RESUMO: O algodão (Gossypium hirsutum L.) é uma das culturas de grande importância a nível mundial devido ao abastecimento da indústria têxtil. A aplicação exógena de Ácido Salicílico (AS) promove incrementos em processos fisiológicos relacionados ao crescimento e desenvolvimento das plantas. O objetivo deste trabalho será determinar o efeito da aplicação foliar de diferentes concentrações de AS sobre o crescimento e a produção de plantas de algodão em condições de campo. O experimento será conduzido no ano agrícola de 2016/2017, em área comercial de plantio de algodão localizada no município de Martinópolis-SP. A aplicação do AS será realizada durante a fase vegetativa da cultura através de pulverização foliar, efetuando-se 3 aplicações consecutivas nos estádios fenológicos B1, B3 e B5. Os tratamentos serão constituídos por cinco concentrações do AS: 0; 0,25; 0,50; 0,75 e 1,00 mM. As avaliações biométricas de crescimento serão efetuadas duas semanas antes da colheita, analisando-se (a) altura das plantas, (b) o número de folhas e (c) o número de nós por planta. Será realizada também uma leitura de clorofila nas folhas. Por ocasião da colheita, serão determinados o número de capulhos por metro, o peso médio dos capulhos e a produtividade (Kg ha-1). Os dados obtidos serão tabulados e submetidos à análise de variância (p &#8804; 0,05), e, posteriormente ao teste Tukey e análise de regressão. Ao final do trabalho, pretende-se avaliar o potencial de uso agrícola do AS na cultura do algodão como ferramenta tecnológica que visa ao aumento da produção, bem como o domínio da técnica de utilização.

Protocolo: 3163 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2016 - 8/2017 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RONALDO ROSSETTI MORELI
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
Elicitores são substâncias de ocorrência natural ou sintética, que estimulam a resposta da planta quando introduzidas em pequenas concentrações, estimulando o crescimento e o aumento de compostos secundários nas plantas. O Ácido Salicílico (AS) um composto fenólico considerado como elicitor abiótico por ter demonstrado o potencial de induzir respostas de defesa em plantas e estimular o crescimento do vegetal. Neste projeto pretende-se avaliar o efeito de AS sobre a produção de biomassa e a síntese de compostos secundários em mil-folhas (Achillea millefolium L.Asteraceae) espécie medicinal produzida comercialmente como matéria prima para as indústrias de fitomedicamentos e bebidas. O experimento será conduzido em condições de campo e será repetido em duas safras consecutivas. O AS será aplicado via pulverização foliar nas concentrações de 0; 0,25; 0,50 e 1,00 mM, durante a fase de crescimento vegetativo das plantas. Os efeitos do AS sobre a cultura serão avaliados através de parâmetros biométricos de crescimento (área foliar, número de folhas e produção de biomassa aérea e radicular) e parâmetros bioquímicos (teores foliares de pigmentos fotossintéticos, flavonoides totais, compostos fenólicos totais, teor e rendimento de óleo essencial, atividade antioxidante, açúcares solúveis totais, proteínas totais e aminoácidos totais). A análise da atividade antioxidante do extrato bruto etanólico obtido por maceração das folhas contemplará o fracionamento do extrato bruto com hexano, acetato de etila e n-butanol. Serão realizadas também análises qualitativas do óleo essencial, dos compostos fenólicos e dos flavonoides através de cromatografia. Com isso, pretende-se contribuir para a ampliação do entendimento dos processos fisiológicos da planta que são modificados pela ação deste elicitor, relacionados tanto ao metabolismo primário como secundário do vegetal. Adicionalmente, os resultados obtidos permitirão estabelecer a viabilidade de utilização do AS no cultivo comercial desta espécie medicinal visando uma maior concentração de metabolitos com potencial antioxidante.

Protocolo: 3115 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2016 - 3/2019 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): RONALDO ROSSETTI MORELI
JONATHAN FOGACA ALBUQUERQUE DA SILVA
PEDRO HENRIQUE GORNI
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
ADRIANA LIMA MORO

Resumo:
O objetivo do presente trabalho será o de avaliar épocas de dessecação da pastagem anteriores ao cultivo da soja, associado com intervenção física (escarificação) e fosfatagem, com impactos na atividade microbiana no solo e rendimento de grãos dentro do sistema de integração lavoura pecuária. O experimento será instalado na fazenda experimental da Unoeste (22º 28´ 25"S, 51º 67´ 88" W). A área está ocupada com Urochloa brizantha (cv Marandu) com cinco anos de implantação. Os tratamentos previstos estarão fundamentados em três fatores: épocas de dessecação, escarificação do solo e fosfatagem. O delineamento experimental será conduzido em faixas subdivididas. Constituindo um fatorial triplo, 5x2x2, representado por cinco épocas de dessecação da pastagem (150 DAS - dias antes da semeadura da soja; 120 DAS; 60 DAS; 30 DAS e 15 DAS) nas parcelas e nas subparcelas, com e sem escarificação do solo e com e sem aplicação de fósforo. Será avaliado os parâmetros de produtividade, biológicos do solo (respiração do solo, atividade enzimática, biomassa microbiana), nodulação da cultura da soja. Os dados serão submetidos a análise de variância e comparação entre médias pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 3014 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2016 - 6/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): RITA DE CASSIA LIMA MAZZUCHELLI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO
EDEMAR MORO

Resumo:
O cultivo de grãos ainda é incipiente na região Oeste Paulista e uma das razões para isso é o ambiente de produção desfavorável para as culturas, como a soja por exemplo. Esta leguminosa tem sido cultivada em áreas de pastagens degradadas e a produtividade tende a ser baixa no primeiro ano de implantação da lavoura, pois a imobilização de N pelos microorganismos do solo para decomposição das raízes da pastagem compete com a planta no início do desenvolvimento da cultura, quando a FBN ainda é baixa. O objetivo deste trabalho será avaliar a resposta da cultura da soja á inoculação em interação com a adubação nitrogenada de cobertura, em área de primeiro e segundo ano de cultivo da leguminosa. O delineamento será em blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. Nas parcelas serão alocadas as doses de inoculantes (0, 4, 8 e 12 doses ha-1) e nas subparcelas as doses de nitrogênio (0, 25, 50 e 100 kgha-1). Por ocasião da semeadura da soja, será avaliada a massa de matéria seca da palhada remanescente na área, bem como a relação C/N do material vegetal. Também será avaliada a massa de matéria seca das raízes e sua relação C/N. A inoculação será feita no sulco de plantio. A adubação nas parcelas que receberão as doses de nitrogênio na forma de uréia, será realizada no estádio reprodutivo R2.Também serão coletadas plantas a altura do colo, no estádio R2/R3, para determinação da matéria seca e do teor e acúmulo de nitrogênio na parte área. Amostras serão coletadas para avaliação da nodulação das plantas em seis plantas por parcela na fase de florescimento pleno R2. Por ocasião da colheita serão determinados os componentes de produção (número de vagens por planta, número de grãos por vagem, peso de 100 grãos em dez plantas da parcela). A produtividade será determinada pela colheita mecânica das quatro linhas centrais da parcela.O estudo estatístico constará de análises de variância e de regressão, e as médias dos tratamentos experimentais serão comparadas pelo teste de Tukey ao nível mínimo de 5 de probabilidade, utilizando-se osoftware estatístico Sisvar.

Protocolo: 2983 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2016 - 12/2016 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CARLOS FELIPE DOS SANTOS CORDEIRO
Professor(es): FÁBIO RAFAEL ECHER

Resumo:
O objetivo deste trabalho é avaliar as respostas biométricas e fisiológicas da cana-de-açúcar (Saccharum spp.) com alteração na superexpressão de genes relacionados à síntese de oligossacarídeos da série da rafinose, DIMINUIÇÃO DA EXPREESSÃO DE GENES DO CICLO DE KREBS e submetida à déficit hídrico e verificar os efeitos tendo como principal alvo o acumulo de açucare no colmo e seus potencias e desconhecidos efeitos sobre o processo fotossintético, responsável direto pela produção da biomassa vegetal. Nesse projeto a cultura utilizada como objeto de estudo será a cana-de-açúcar, dada sua importância econômica. Serão utilizados os cultivares RB 92574 e SP80-3280. As variáveis de controle serão divididas em grupos, sendo grupo 1, parâmetros biométricos (área foliar total (af), massa seca total (MST), da folha (MSF), do caule (MSC) e da raiz (MSR), número de perfilhos (P), número de folhas (ln), de folhas positivas (ln+) e negativas (ln-), altura das plantas (H) e diâmetro do colmo (dC). A partir da obtenção desses dados, também serão calculadas a relação parte-aérea/raiz (PA/R) e massa específica foliar (MEF, g cm-2).). Grupo 2, parâmetros fisiológicos (CRA - conteúdo relativo de água câmara de pressão adaptada para folhas laminares (modelo SM-3115-G2-V22, Soil Moisture, EUA), A/Ci - Curvas de resposta fotossintética ao CO2 intercelular, A/DFFF curvas de resposta fotossintética a luz, em câmara de amostragem de um analisador de gases por infravermelho (Li-6400XTR, LiCor, EUA), EUAEficiência do uso da água). O experimento será montado em casa de vegetação, utilizando vasos contendo 12 kg de solo, durante o período de Janeiro de 2016 a Julho de 2016. Será utilizado o delineamento inteiramente casualizado com os fatores em estudo: 2 cultivares e 2 regimes hídricos (100 e 20 da capacidade de campo do solo). Portanto, o experimento será composto de 4 tratamentos com dez repetições.

Protocolo: 2904 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2015 - 10/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BRUNA LUANA DOS SANTOS
RAFAEL REBES ZILLIANI
Professor(es): LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA
ADRIANA LIMA MORO
ALEXANDRIUS DE MORAES BARBOSA

Resumo:
As gramíneas do gênero Urochloa são largamente utilizadas em pastagens na América Tropical. Apesar de apresentarem elevado potencial de produção de biomassa em regiões tropicais essas espécies podem sofrer limitações ambientais, de modo que a busca de plantas capazes de se desenvolver em condições sub-ótimas é determinante para a manutenção e sustentabilidade dos sistemas de produção que as utilizam. A utilização da genética molecular e da engenharia genética tem contribuído para o melhoramento de plantas. Plantas geneticamente modificada para a expressão de genes que codificam a enzima chave na biossíntese de prolina (&#916;1-pirrolina-5-carboxilato sintetase - P5CS) têm sido eficientes para aumentar a tolerância aos estresses abióticos. O objetivo desse trabalho é obter plantas geneticamente modificadas de U. brizantha cv. Marandu com maior tolerância a estresses abióticos. A introdução do gene P5CS em células de Marandu será realizada pelo bombardeados dos calos com o vetor pJS107, o qual contém o gene P5CS (de Vigna aconitifolia) mutado sob controle do promotor estresse induzido, AIPC (ABA Inducible Promoter Complex), e o gene marcador de seleção bar, que codifica a enzima fosfinotricina acetil transferase que confere resistência ao herbicida glufosinato. O equipamento de bombardeamento PDS-1000/He (Biorad) será utilizado com pressão a vácuo de 27" HG, 6 mm de distância do disco de ruptura e pressão de 1300 psi. A frequência de transformação será calculada por meio do número de plantas transgênicas regeneradas em função do número de explantes bombardeados (). As plantas resistentes ao glufosinato de amônio serão aclimatizadas em vasos e mantidas em casa de vegetação. Amostras de DNA das plantas provavelmente transformadas serão amplificadas por meio da PCR (Reação da Cadeia Polimerase), utilizando um par de iniciadores específico para o gene P5CS ou bar. A determinação da concentração de prolina nas folhas será feita baseada em curva-padrão. As plantas transgênicas e controle serão submetidas ao estresse hídrico e amostras de folhas serão coletadas para a análise da expressão do gene P5CS por qPCR.

Protocolo: 2851 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2015 - 11/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): LUCIANA MIDORI TAKAMORI
Professor(es): LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA
ALESSANDRA FERREIRA RIBAS

Resumo:
A associação entre o metabolismo de prolina na planta e a via pentose fosfato tem sido proposta como um modelo para se estimular uma das rotas do metabolismo secundário relacionada à produção dos diferentes compostos fenólicos em plantas, denominada via do ácido chiquímico. Em plantas transgênicas nas quais ocorre a superexpressão de enzimas que controlam a síntese e degradação da prolina, além do aumento de tolerância a estresses abióticos existe, portanto, a possibilidade de se estimular a síntese de compostos fenólicos como um efeito pleiotrópico, com um consequente aumento da atividade antioxidante da planta. Este estudo tem por objetivo avaliar a capacidade de plantas de tabaco transgênicas acumuladoras de prolina (Nicotiana tabacum cv. Petit Havana SR1) em produzir compostos secundários em maior quantidade na presença ou ausência de estresse hídrico. Para tanto serão utilizados eventos transgênicos com expressão constitutiva e expressão induzida por estresse. O papel da prolina "per se" será avaliado por meio de análises biométricas de crescimento (altura de plantas, massas seca de parte aérea e raiz e área foliar) e análises bioquímicas (teores foliares de prolina, fibra, lignina, compostos fenólicos totais e atividade antioxidante), além de determinações do conteúdo relativo de água na folha (CRA), peroxidação de lipídeos (conteúdo de malondealdeído - MDA) e atividade das enzimas fenilalanina amônia liase (PAL) e glicose-6-fosfato-desidrogenase (G6PDH).

Protocolo: 2848 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2015 - 8/2017 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): FLAIVE LOYZE BALDASSARINI SILVA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA
ADRIANA LIMA MORO
ALESSANDRA FERREIRA RIBAS

Resumo:
O fósforo (P) é um elemento de difícil manejo devido ao seu alto poder de adsorção e fixação nos solos tropicais. Em razão disso, é extremamente importante o conhecimento de suas formas no solo para obter sucesso na aplicação dos fosfatos. O objetivo do trabalho é estudar a dinâmica e a disponibilidade do P em solos arenosos através da separação de suas frações e sua relação direta com os componentes orgânicos e inorgânicos no solo. O experimento esta sendo realizado na Fazendo Experimental da UNOESTE, na cidade de Presidente Bernardes-SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico, onde será cultivado, em Sistema de Integração-Lavoura-Pecuária soja e forrageira, com área experimental formada por cinco piquetes de 30,0 m (L) x 167,0 m (C), com delineamento em blocos casualizados, distribuídos em faixas, com dois tratamentos físicos de solo, com e sem manejo de escarificador e com cinco tratamento químicos diferentes sendo eles, 1 - testemunha, sem calagem ou adubação, 2 - Calagem, 3 - Calagem + Gessagem, 4 - Calagem + Gessagem + Adubação NPK, 5 - Calagem + Gessagem + Adubação NPK + Micronutrientes. Será determinado o fracionamento de P para conhecimento do seu comportamento químico no solo, também será determinado fracionamento físico da matéria orgânica do solo, análise química das plantas, análise da biomassa secada da superfície do solo, quantificação da biomassa da superfície do solo, produtividade de grãos e componentes de produção.

Protocolo: 2784 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2016 - 12/2016 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): WESLEY MENDES PEREIRA FERRARI
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A expansão da atividade da suinocultura tem proporcionado aumento no volume de dejetos, sendo que seu descarte sem um tratamento acarreta em problemas de contaminação do solo e das águas superficiais e subterrâneas. As plantas aquáticas são uma das alternativas que podem ser utilizadas no tratamento destes efluentes. Desta maneira, o estudo tem como objetivo avaliar o potencial das plantas aquáticas aguapé (E. crassipes), alface d´água (P. stratiotes) e salvínia (S. auriculata) na limpeza dos dejetos líquidos da suinocultura. O experimento será conduzido em ambiente aberto no Campus II/UNOESTE. Para composição dos tratamentos será utilizado dejeto líquido de suíno (DLS) do Centro Zootécnico, sendo distribuídos em 20 caixas (250L) de PVC e caracterizados como: T1 = Testemunha - apenas DLS; T2 = DLS + aguapé; T3 = DLS + alface d´água; T4 = DLS + salvínia. Em cada tratamento serão inseridas plantas de pequeno porte, semelhantes visualmente. O experimento será estruturado em delineamento estatístico em blocos casualizados, com quatro tratamentos, em parcelas subdivididas, com quatro repetições. As amostragens do efluente serão realizadas mensalmente, nos meses de Setembro/Outubro/Novembro de 2015 e Maio/Junho/Julho de 2016, sendo coletada uma amostra de cada tratamento e repetição, totalizando 16 amostras mensais e 48 no conjunto das coletas. Serão analisados no efluente os parâmetros: N-total (nitrogênio total), N-NH4+ (nitrogênio amoniacal), N-NO3- (nitrato), P-total (fósforo total), pH e condutividade elétrica. Para obter o acúmulo dos elementos no tecido vegetal, as plantas serão coletadas mensalmente e submetidas à análise química dos elementos: N-NH4+, N-NO3-, P-total, bem como a determinação da biomassa seca da parte aérea, do sistema radicular e total das plantas. Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias Tukey ao nível de 5 de probabilidade, e, quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos de regressão polinomial. O melhor modelo para o ajuste dos dados será escolhido em função do grau de significância do coeficiente de determinação (R2). As hipóteses propostas conduzem às expectativas de que as plantas aquáticas possam proporcionar uma limpeza significativa do efluente de suinocultura e, desta forma trazer mais informações para a realização de um descarte seguro do mesmo nas áreas agrícolas.

Protocolo: 2757 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2016 - 2/2017 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DANIELA DE SOUZA LEMES CARDOSO
AILTON PINTO SILVA JUNIOR
CAMILA DIAS PINAFFI
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO

Resumo:
As leguminosas em consórcio com a gramínea possa aumentar a eficiência da adubação fosfatada, seja para aumentar a reatividade de um fosfato menos solúvel ou mesmo reduzindo as reações de indisponibilização do P no solo. O objetivo do trabalho será avaliar a disponibilidade do fósforo no solo a curto e médio prazo e a quantidade e a qualidade de forragem produzida com o uso de fertilizantes fosfatados com diferentes solubilidades aplicados em pastagem de Panicum Maximum cv. Mombaça solteira e consorciada com leguminosas. O experimento será conduzido por um período de três anos, na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes-SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico (EMBRAPA, 2006), com relevo suave ondulado e teor de argila de 160 g ha-1 na camada de 0-20 cm. O delineamento experimental utilizado é em blocos casualizados, em esquema fatorial 4x3 em parcela subdividida, com quatro repetições. As parcelas são constituídas por quatro sistemas de forragem: mombaça (Panicum maximum cv. Mombaça) solteira com ausência da adubação nitrogenada de cobertura; mombaça solteira com adubação nitrogenada de cobertura (150 kg ha-1 de N por ano); mombaça consorciado com Macrotyloma axillare cv. Java e mombaça consorciado com feijão guandú anão (Cajanus cajan). As subparcelas são compostas de ausência de adubação fosfatada; aplicação de adubação fosfatada com fonte solúvel (super fosfato triplo); aplicação de adubação fosfata com fonte natural reativa (fosfato natural Bayóvar). Cada parcela tem uma área de 3750 m², já as subparcelas possuem 937m². Será avaliada: a quantidade e qualidade bromatológica da forragem produzida antes de cada pastejo, incluindo a determinação da quantidade acumulada de P na parte área das plantas; a fertilidade do solo e o fracionamento do P (P total, P orgânico e P inorgânico) com 10 e 22 meses após a adubação fosfatada; a biomassa microbiana no solo e os teores de enzimas fosfatases acida; a relação entre a quantidade de matéria seca de pastagem produzida, incluindo raízes, com os efeitos do pastejo na compactação do solo; o balanço de P no sistema solo-planta. Os dados serão submetidos à Análise de Variância e os valores médios comparados através do teste Tukey (p <0,05), utilizando-se o programa estatístico SISVAR (FERREIRA, 2000).

Protocolo: 2720 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2015 - 2/2018 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CAROLINE HONORATO ROCHA
DOUGLAS CELESTINO JUNIOR
FERNANDO VINICIUS BRESSAN
AMANDA ALINE AZEVEDO DA SILVA
AMARILDO FRANCISQUINI JUNIOR
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
O estudo da bacia hidrográfica do alto curso do rio Santo Anastácio foi motivado por sua importância no abastecimento da cidade de Presidente Prudente, pólo regional do oeste paulista. O alto da Bacia Hidrográfica do rio Santo Anastácio localiza-se a oeste do Estado de São Paulo, compreendendo uma área total de aproximadamente 197,70 km2, abarcando, em sua extensão territorial, parte dos municípios de Álvares Machado, Anhumas, Pirapozinho, Presidente Prudente e Regente Feijó (DIBIESO, 2013). Surge, portanto, a necessidade de se realizar estudos na região desta bacia hidrográfica com a finalidade de levantar aspectos relacionados a distribuição hídrica local, identificando os corpos e cursos d´água. Para a realização deste estudo, têm-se como objetivo fundamental a utilização de técnicas cartográficas como ferramenta para o seu desenvolvimento, uma vez que esta ciência é uma forma eficiente para a transmissão de informações, tornando-se essencial no processo de planejamento ambiental e apoio à tomada de decisões. Deste modo, o propósito deste trabalho será realizar o mapeamento cartográfico e produzir cartas temáticas, relacionadas aos recursos hídricos, da região do alto da bacia hidrográfica do rio Santo Anastácio. Como subsídio para a elaboração dessas cartas serão utilizadas fotografias aéreas disponibilizadas pela EMPLASA (2010, 2011) e programas de geoprocessamento. A partir dos resultados obtidos, dever-se-á apresentar a análise quantitativa das classes temáticas definidas no projeto cartográfico, evidenciando as condições a que essa bacia hidrográfica se encontra em termos de proteção de seus mananciais

Protocolo: 2612 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2015 - 5/2017 Programa: PPD - Programa de Pesquisa Docente/PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): JOSE GUILHERME MARQUES CHITERO
RODRIGO BERNARDO SOLDA
CAROLINA MORENA DUARTE BARBOSA
GERALDO AUGUSTO MAXIMIANO FERDIN
NORTON DE BIASI SANTOS
LUCAS PRADO OSCO
BRUNO MAGRO RODRIGUES
LETICIA APARECIDA COSTA
CINTIA RAMOS LOPES EVANGELISTA
NANGLY XAVIER RIBEIRO
MATEUS EDERLI
MARIA CLARA PISSOLATO
ALESSANDRA SANTOS
LUCELIA MARIA CASA GRANDE
Professor(es): ALBA REGINA AZEVEDO ARANA
MUNIR JORGE FELICIO
PATRICIA ALEXANDRA ANTUNES
ANA PAULA MARQUES RAMOS

Resumo:
A utilização do sistema de plantio de mudas pré-brotadas (MPB) para a instalação do cultivo de cana-de-açúcar, apresenta inúmeras vantagens em relação ao método tradicional, pois possibilita o aumento do número de perfilhos e a uniformidade nas linhas de plantio, minimiza as falhas, diminui o número de mudas e volume de carga a serem transportada no plantio, melhora a qualidade fitossanitária das mudas e, principalmente, favorece o aumento na produção de energia limpa. A presente pesquisa tem por objetivo avaliar a possibilidade de produção de mudas de cana-de-açúcar com a utilização da metodologia de cultivo in vitro de meristemas, e posterior cultivo das plantas regeneradas em tubetes, com o emprego de polímeros hidroretentores, para a adoção do sistema de plantio de MPB. Cultivares de cana-de-açúcar (RB-86-7515, SP-81-3250 e CTC 15) serão cultivadas in vitro em meios de cultura subseqüentes de composições distintas. As plantas regeneradas serão aclimatadas para sobrevivência em condições externas ao ambiente in vitro, com o emprego de diferentes doses de polímeros hidroretentores (0; 5; 10; 20; 40 g L-1). Será realizada a avaliação quantitativa dos seguintes parâmetros em crescimento: massa fresca das raízes, massa seca das raízes, massa fresca da parte aérea, massa seca da parte aérea, porcentagem de sobrevivência, quantidade de perfilhos produzidos dentro do tubete. Será considerado o delineamento fatorial, com cinco tratamentos (dosagens do polímero hidroretentor), três cultivares com vinte repetições (mudas em tubetes) para cada cultivar avaliado. As médias serão comparadas pelo teste de Tukey (&#945; = 0,05), e também será aplicada a análise de regressão (&#945; = 0,05) para as diferentes doses do polímero.

Protocolo: 2614 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2015 - 3/2017 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ITALO AFONSO ALVES MOURA
GABRIEL VIEIRA DA SILVA
DOUGLAS ROGERIO ESTEVAM PERUCHI
BRUNO DE LIMA MELO
Professor(es): ANTONIO FLUMINHAN JUNIOR
TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
A cultura da soja possuí grande importância no cenário agrícola brasileiro, sendo um dos principais produtos agrícolas comercializados no mundo. Entretanto seu potencial produtivo pode ser afetado uma vez que a qualidade das sementes pode ser afetada por diversos fatores durante o processo de produção, sendo a deficiência hídrica um fator limitante. Recentemente, moléculas neurotransmissoras também tem sido encontradas em plantas desempenhando funções ligadas a regulação do desenvolvimento sob estresse. O Ácido &#947;-aminobutírico (GABA) atua no desenvolvimento das plantas como um sinalizador de processos fisiológicos, e também na defesa em respostas ao estresse, podendo desempenhar um papel osmoprotetor. A acetilcolina (Ach) nas células vegetais é sintetizada nos caules, folhas, nós e raízes em resposta ao estresse, verificando-se sua participação na sinalização entre a raiz e a parte aérea. O objetivo deste estudo será analisar os potenciais efeitos da aplicação exógena de GABA e Ach na germinação de sementes de soja sob diferentes condições de potencial osmótico induzido por Manitol. Será testada a hipótese de que aplicação exógena de GABA e Ach na germinação de soja sob deficiência hídrica proporcionará um crescimento mais vigoroso da plântula durante a germinação de soja, uma vez que o GABA pode incrementar o ajuste osmótico e a Ach promover maior crescimento radicular. Será realizada a aplicação de GABA e Ach na germinação de soja sob diferentes potenciais de água para indução do estresse hídrico. Para verificar os possíveis efeitos do GABA e Ach na germinação, serão realizados testes de germinação, análises bioquímicas (SOD, CAT, POD), análises de aminoácidos e açúcares totais. Os dados serão analisados por análise de variância e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey (p<0.05).

Protocolo: 2530 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2015 - 7/2016 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIA DOLORES PISSOLATO
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA
ADRIANA LIMA MORO

Resumo:
A cana-de-açúcar é considerada uma espécie C4 subtipo NADP-ME. Entretanto, inúmeras evidências moleculares, bioquímicas e fisiológicas indicam que plantas C4 do subtipo NADP-ME poderiam exibir certo nível de flexibilidade na utilização dos três subtipos de descarboxilação e que estes subtipos podem não ser geneticamente determinados de maneira rígida. A flexibilidade na utilização das enzimas de diferentes subtipos C4 tem consequências diretas nas necessidades energéticas para a fotossíntese.Além disto, ainda há a possibilidade destes mecanismos serem controlados de modo diferencial dependendo tanto dos estádios de desenvolvimento das plantas quanto de fatores ambientais. Assim o objetivo deste trabalho será estudar a atividade enzimática e relações fisiológicas em mecanismo C4 em plantas de cana-de-açúcar submetidas a condições controladas de restrição hídrica e altas temperaturas durante diferentes estádios de desenvolvimento de folhas.

Protocolo: 2529 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2015 - 7/2016 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): DANIEL MOREIRA NERIS
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA
ADRIANA LIMA MORO

Resumo:
O Brasil possuí uma área de 817.292,00 mil hectares de frutas cítricas, resultando em uma produção no ano de 2011 de 19.811.064 milhões de toneladas, sendo que desse montante 41.681,89 mil ha são de Limão e Lima Ácida (MAPA, 2013), o que demonstra a importância da atividade para o país. No Paraná, o Limão/Lima Ácida Tahiti ocupa uma área de 875 hectares, resultando em uma produção de 16.983 toneladas (SEAB/DERAL, 2013), gerando um Valor Bruto de Produção (VBP) de R$ 14.605.552,00 milhões (1 da produção da fruticultura estadual), mostrando a importância da cultura para o estado. O experimento será implantado em Dezembro de 2014 (safra 2014/2015), em propriedades rurais situadas no município de Santa FéPR, com coordenadas geográficas 23o 2´ 25" S 51o 48´ 30" W, estando a uma altitude de 538 m. O clima do Município de Santa Fé é classificado conforme Koppen como Cfa - Clima subtropical, temperatura média no mês mais frio inferior a 18oC (mesotérmico) e temperatura média no mês mais quente acima de 22oC, com verões quentes, geadas pouco frequentes e tendência de concentração das chuvas nos meses de verão, contudo sem estação seca definida (IAPAR, 2011). Para que seja estabelecido um banco de dados para estabelecimento de normas DRIS, faz-se necessário uma amostragem correta das folhas, pois o teor de elementos nas folhas é influenciado por vários fatores que agem e às vezes interagem até o momento da coleta e, até mesmo depois dela quando se analisa (MALAVOLTA, 2006). Com os resultados obtidos, será realizada uma comparação com dados encontrados em outros trabalhos semelhantes e também incentivar o monitoramento da fertilidade do solo e das lavouras de lima ácida tahiti, mediante amostragem de folhas anual das lavouras, seguindo as recomendações geradas pelas normas DRIS.

Protocolo: 2398 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2015 - 11/2017 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): RICARDO AUGUSTO DA SILVA
Professor(es): JOSE EDUARDO CRESTE

Resumo:
O objetivo deste trabalho será verificar o efeito do preparo mínimo do solo com escarificador e do uso de adubos e corretivos realizados na cultura da braquiária, antecedendo o cultivo da soja, na qualidade de um solo de baixa fertilidade, visando melhorar o ambiente de produção de soja e forragem conduzidas em Sistema Semeadura Direta com integração Lavoura-Pecuária. O cultivo da soja, mesmo não sendo recomendado para a região, devido aos riscos de déficit hídrico, o sucesso pode aumentar com o aporte de matéria orgânica, com a conservação da água no solo, com as melhorias nas condições físicas, químicas e biológicas do perfil, e do crescimento das raízes em profundidade, principalmente em sucessão ao cultivo da Uruchloa, auxiliando na cobertura e estruturação do solo. O experimento está sendo conduzido em Presidente Bernardes-SP na Fazenda Experimental da UNOESTE. A área experimental, de 60225m2, foi dividida em dois talhões de 167m de largura por 160m de comprimento. Um dos talhões foi manejado com escarificador, na profundidade de 30 cm no perfil do solo. O outro talhão não recebeu manejo mecânico. Foram delimitados os cinco piquetes de 32m de largura por 167m de comprimento dentro de cada talhão, os quais receberam cinco manejos químicos, sendo: 1- Testemunha; 2 - Calcário; 3- Calcário+Gesso; 4- Calcário+Gesso+NPK; 5- Calcário+Gesso+NPK+ Micronutrientes. Desta forma o delineamento experimental será em faixas, em esquema fatorial 2 (manejo físico do solo) x 5 (manejo químico do solo), com quatro repetições em faixas, esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. Os parâmetros avaliados serão: análise química de solo; análise do tecido vegetal; matéria verde e seca; aporte e persistência da palha; sistema radicular; produtividade de grãos e componentes de produção.

Protocolo: 2366 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2014 - 7/2017 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): TAINAN FADIN DE OLIVEIRA
ANA FLAVIA LIMA FERNANDES
GISELE MORATO CORTEZ
WELLINGTON EDUARDO XAVIER GUERRA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A maioria das plantas de cobertura leguminosas de primavera/verão é eficiente para a produção de biomassa e acúmulo de N, que pode resultar em economia de N para a cultura subseqüente e benefícios ao ambiente. O objetivo desse trabalho será de avaliar o efeito do aporte de N por meio de diferentes rotações de culturas, sua mineralização pela fitomassa e suas perdas em frações de Nitrato, Amônio e Amônia do solo em SSD em solo arenoso. O experimento está instalado na Faculdade de Ciências Agrárias, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP, em solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico (EMBRAPA, 2006), no período de setembro de 2014 a setembro de 2015. O solo da área experimental é manejado em sistema de semeadura direta (SSD) desde 2010, com a presença marcante do esquema de rotação de culturas envolvendo as espécies milho/tremoço/milho/feijão lab-lab. Anterior ao início do experimento, em setembro de 2014, amostras de solo foram coletadas nas camadas representativas das profundidades de 0-5, 5-10, 10-20, 20-40 e 40-60 cm para caracterização da granulometria e dos parâmetros químicos do solo. O experimento foi instalado seguindo o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas pelas três rotações de culturas (milho/tremoço/pousio/soja/milheto/soja; milho+Urochloa/urochloa/soja e Urochloa/soja) e as subparcelas por quatro doses de N aplicadas anualmente (50, 100, 150 e 200 Kg ha-1). Para a determinação no N-total e N-inorgânico serão coletadas amostras nas profundidades de 0-10, 10-20, 20-40 e 40-60 cm. Para a avaliação da volatilização de NH3, nas áreas de manejo, serão instaladas duas bases coletoras de PVC, com 15 cm de diâmetro e 14 cm de altura, em cada parcela/repetição, as quais serão inseridas a 4,0 cm de profundidade no solo. No estádio R2 será avaliado a quantidade de Nitrogênio presente nas folhas. Os resultados serão submetidos à análise de variância e os efeitos da variável qualitativa, rotação de culturas, serão comparados pelo teste Tukey ao nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 2365 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2014 - 3/2016 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MATEUS GOUVEIA DIAS
ANA CAROLINA MONICO MOREIRA
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
O presente trabalho tem por finalidade avaliar a ação do extrato botânico de folhas de Euphorbia pulcherrima nas diferentes fases de desenvolvimento da Spodoptera frugiperda. Esse inseto é uma importante praga do milho, e atualmente a forma mais utilizada de controle é o químico. No intuito de minimizar impactos ambientais, outras formas de controle tem sido experimentadas. Nesse contexto, a investigação de plantas com ação inseticida torna-se relevante. Com base em informações literárias sobre outros insetos, serão elaborados extratos a partir de folhas da planta E. pulcherrima. As plantas serão coletadas em diferentes fases fenológicas, secas em estufa, moídas e então solubilizadas em etanol, para obter extratos hidroalcoólico. Os extratos obtidos serão incorporados em dieta artificial em diferentes concentrações e oferecidas para as lagartas de S. frugiperda provenientes da criação do Laboratório de Entomologia Agrícola da UNOESTE, a fim de verificar algum efeito na biologia da espécie e a presença de algum efeito deletério nos insetos. Diante da ausência de qualquer informação acerca da composição química e atividade biológica de E. pulcherrima, será caracterizado fitoquimicamente o extrato vegetal a fim de determinar o teor de compostos fenólicos, flavonóides e aminoácidos da planta. Os dados serão analisados e submetidos aos testes estatísticos que melhor se adequarem.

Protocolo: 2287 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2014 - 2/2016 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): MATHEUS BARBOSA SAQUETI
VIVIANE TAVARES DE ALMEIDA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
VANIA MARIA RAMOS

Resumo:
O presente trabalho tem por finalidade avaliar a ação de extratos botânicos sobre colônias de formigas cortadeiras. Estes insetos constituem sérias pragas no setor agrícola e florestal, e atualmente a única forma viável de controle é o químico. No intuito de minimizar impactos ambientais, outras formas de controle tem sido experimentadas. Nesse contexto, a investigação de plantas com ação inseticida torna-se relevante. Com base em informações literárias sobre outros insetos, serão elaborados extratos das plantas "falso nim" e "sapatinho-do-diabo". As plantas serão coletadas, secas em estufa, moídas e então solubilizadas em etanol, metanol, hexano, diclorometano e acetato de etila, seqüencialmente. As frações obtidas serão impregnadas em papel filtro e oferecidas para colônias de formigas cortadeiras da criação do Laboratório de Entomologia Agrícola, a fim de verificar que os solventes não causem nenhuma rejeição às operárias. Posteriormente, todas as frações dos extratos serão incorporadas em dose igual e conhecida em iscas que serão ofertadas como substrato de forrageamento para as colônias, visando verificar a presença de algum efeito deletério nos insetos. As iscas também serão confeccionadas no mesmo laboratório à base de polpa cítrica. Cada fração do extrato será um tratamento e as repetições (10 por tratamento) serão as colônias de formigas cortadeiras. Se alguma fração dos extratos se comportar de maneira promissora, causando a morte das colônias, então os ensaios com esta fração serão repetidos em campo. Os dados serão analisados e submetidos aos testes estatísticos que melhor se adequarem.

Protocolo: 2286 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2015 - 7/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ISABELA FREITAS VILLAR MAGALHAES
RAFAEL GERVASONI FERREIRA LEITE
Professor(es): VANIA MARIA RAMOS

Resumo:
O fornecimento de N via adubo verde ou mineral pode aumentar a produção das culturas e permitir o aumento do teor de MO em sistemas com aporte de palhada de elevada relação C/N. O experimento será instalado e conduzido em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico. O experimento será instalado em delineamento experimental com blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas por três rotações de culturas e as subparcelas por quatro doses de N aplicadas anualmente. As rotações de culturas a serem testadas nas parcelas entre os anos de 2015 e 2017, serão: 1) milho/tremoço/soja/milheto/soja; 2) milho+braquiária/braquiária/soja/milho+braq/braquiária/ soja; 3) braquiária/soja/braquiária/soja. As doses de N a serem utilizadas em subparcelas serão de 50, 100, 150 e 200 kg ha-1, aplicadas durante o cultivo das plantas nos anos de 2015 e 2016. Será avaliada a umidade do solo durante o cultivo da soja das safras 2015/2016 e 2016/2017. Será avaliada produção de matéria seca de raízes de braquiária por meio de amostragem de solo+raiz, nas camadas de 0-5, 5-10, 10-20, 20-40 e 40-60 cm, por ocasião da dessecação das plantas, em novembro de 2015 e 2016. A produção de raízes da soja também serão avaliadas nessas mesmas camadas, com amostragens a serem realizadas por ocasião do florescimento pleno das plantas, nas safras 2015/2016 e 2016/2017. Amostras de solo serão coletadas para análises químicas, físicas, microbiológicas, além do fracionamento físico de carbono e nitrogênio. As plantas envolvidas nas rotações também serão amostradas para avaliações da quantidade de palha e aporte de C e N no sistema e teores de fibras. A soja será avaliada quanto a produtividade de grãos e parâmetros de produção. Os resultados serão submetidos à análise de variância e os efeitos da variável qualitativa, rotação de culturas, será comparada pelo teste t ao nível de 5 de probabilidade. Já a variável quantitativa, dose de N, será avaliada por análise de regressão, escolhendo modelos matemáticos significativos e de melhor ajuste.

Protocolo: 2289 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2015 - 3/2017 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MAGNO LUIZ ALVES DE MELO
FERNANDO JOSE VASCONCELOS LEMES SOARES
LUCIANA BOULHOSA FABRIS
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
O objetivo deste projeto será avaliar a composição morfológica e parâmetros bromatológicos da Urochloa brizantha cv. Xaraés suplementada com diferentes doses de fósforo e potássio compreendendo a produção de matéria seca total disponível e seu fracionamento em haste (colmo), lâmina foliar e material senescente; além da análise bromatológica da planta inteira. Tais parâmetros serão relacionados aos níveis de adubação com fósforo e potássio, e correlacionados às condições climáticas de cada período de desenvolvimento da forrageira. Sera feita uma suplementação com fósforo e potássio no momento do plantio. A semeadura será realizada manualmente, com a densidade de 8 kg de sementes puras viáveis por hectare de Urochloa brizantha cv. Xaraés, distribuídas uniformemente em cada parcela. As parcelas serão de 4m2 (2,0m x 2,0m), distribuídas em delineamento experimental de blocos casualizados, com 4 repetições. Os tratamentos consistirão de cinco doses de fósforo (P2O5/kg/ha): 0, 60, 120, 180 e 240 e cinco doses de potássio (K2O/kg/ha): 0, 30, 60, 90 e 120. As combinações entre os dois nutrientes nas suas diferentes dosagens irão totalizar 25 tratamentos.. Para determinação da quantidade de forragem disponível em cada corte, será realizada uma amostragem em uma moldura de 0,5 m2 representativa de cada parcela, sendo o corte efetuado a uma altura de aproximadamente 10 cm do solo. O restante da parcela será cortado de forma semelhante à amostragem e descartada. Para cada amostra de forragem retirada dos respectivos tratamentos serão separadas três sub-amostras de aproximadamente 300g, para estimativas da produção total de matéria seca disponível, proteina bruta, fibra em detergente neutro e ácido e materia mineral. Os dados serão analisados utilizando-se o procedimento MIXED (modelos mistos) do pacote estatístico SAS® (Statistical Analysis System) versão 8.2 para Windows®.

Protocolo: 2299 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2014 - 3/2016 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIA CLARA COSTA CARDOSO
BRUNA DA SILVA MIRANDA
Professor(es): MARILICE ZUNDT ASTOLPHI

Resumo:
O milho é um cereal que em consequência de alterações em seu manejo e tratos culturais a cada ano vem alcançando altas produtividades, sendo essas alterações relacionada à disponibilidade de cultivares com alto potencial genético, modificações no arranjo populacional de plantas e com melhoria na fertilidade, qualidades físicas, químicas e biológica do solo . Foram realizados três métodos de preparo de solo: sistema de plantio direto (SPD), sistema convencional e sistema de preparo reduzido. Posteriormente serão avaliados: Altura da planta do solo até a inserção da primeira espiga (m), diâmetro do colmo (mm), resistência mecânica do solo à penetração (RMP) e a produtividade (Mg ha-1) das cultivares Dekalb 330 PRO e BioGene - 7049H. O experimento será instalado em um Nitossolo Vermelho Distroférrico , textura muito argilosa, no município de ApucaranaPr, no mês de setembro de 2014. O delineamento experimental será em blocos completos, com oito repetições, em parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas por três sistemas de preparo do solo, sistema convencional (gradagem aradora), preparo reduzido (subsolagem) e plantio direto e as subparcelas compreenderão dois espaçamentos entre linhas de 0,45 m e 0,90 m. Serão semeadas quatro e oito sementes por metro linear nos espaçamentos de 0,45 m e 0,90 m, totalizando densidade 80000 plantas ha-1 nas cultivares BioGene - 7049H e Dekalb 330PRO. O objetivo será avaliar a produção e desenvolvimento do milho, sob diferentes sistemas de preparo com densidades diferentes. Antes da implantação do experimento a área apresenta-se cultivada com a cultura do trigo. Os resultados obtidos serão submetidos à análise da variância (ANOVA) e os valores foram comparados pelo teste de Tukey em nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 2178 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 8/2015 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): OSCAR DE ANDRADE JUNIOR

Resumo:
O objetivo do projeto é estudar os efeitos da utilização de polímeros sintéticos hidroretentores como condicionadores de solo junto a formação de mudas pré - brotadas (MPB) de cana-de-açúcar. A pesquisa será conduzida na casa de vegetação da FATEC de Presidente Prudente - SP. O material estudado será o cultivar RB86-7515. O substrato a ser utilizado será o BIO PLANT®. Os tratamentos consistirão de cinco doses (0; 1; 2; 3; 4; 8; 20; 40 g L-1) de um polímero super absorvente (Hidrogel®), adicionados ao substrato antes do enchimento dos tubetes. Os minirrebolos de cana-de-açúcar (Saccharum spp) serão tratados termicamente (52oC por 30 minutos) e plantados em bandejas, capacidade ao redor de 70 minirrebolos por bandeja (bandeja tipo floreira), dentro da casa de vegetação juntamente com o substrato BIO PLANT®, a uma profundidade de 0,02 metros, sendo irrigados diariamente (15 mm por dia). Após 15 a 20 dias, cada muda pré-brotada será removida da bandeja, e colocada dentro dos tubetes (200 mL). Aos 3540 dias, as mudas serão transferidas para condição de pleno sol e submetidas a três diferentes lâminas de irrigação diária (5, 10 e 15 mm, permanecendo nessas condições até o final do experimento. Será considerado o delineamento Fatorial, com oito tratamentos (dosagensFator A), três laminas de irrigação (Fator B) e cinco repetições (mudas em tubetes), sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey (&#945; = 0,05). Também será aplicada a análise de regressão (&#945; = 0,05) a fim de verificar a dosagem ideal do polímero para cada parâmetro. No final de aproximadamente 60 dias, quando a muda estiver pronta para ser transferida ao campo, será realizado o preparo destas mudas para posterior análises. O procedimento de preparo consistirá em lavagem com água de cada muda pré-brotada, onde será retirado o substrato de suas raízes. Os procedimentos analíticos serão: massa fresca das raízes, massa seca das raízes, massa fresca da parte aérea, massa seca da parte aérea, de sobrevivência (contando o número de sobreviventes e comparando com o total inicial), quantidade de perfilhos dentro do tubete, para cada tratamento. A hipótese da pesquisa é que ambientes menos restritivos as mudas de cana-de-açúcar podem expressar melhor seu potencial genético e portanto compor uma muda de melhor qualidade. O objetivo do trabalho será aferir possíveis influencias das diferentes doses de hidrogel sobre as variáveis estudadas nas mudas de cana pré-brotadas de cana-de-açúcar (MPB).

Protocolo: 2313 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2015 - 10/2016 Programa: PPD - Programa de Pesquisa Docente/PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): VALTER ALVES PRADELA
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES
MARCOS VINÍCIUS SEDANO
PAULO AUGUSTO MANFRON

Resumo:
Além da degradação de seu habitat natural, a intensa coleta de orquídeas nativas tem acarretado a extinção de muitas espécies. Uma alternativa para conservação destas é um banco de sementes. A partir dele, é possível conservar e propagar estas plantas, porém para isto é necessário se ter uma noção da qualidade das sementes estocadas. Uma destas alternativas é utilizar testes de vigor, entre eles a deterioração controlada, a qual é um teste que apresenta um maior controle de umidade relativa do ar durante o envelhecimento. Este teste será feito em cinco espécies diferentes de orquídeas e, seus desempenhos serão avaliados a partir de germinação, índice de velocidade de germinação, tetrazólio e testes bioquímicos como a atividade de guaiacol peroxidase, superóxido dismutase e malonaldeído. O objetivo deste trabalho será avaliar o efeito da deterioração controlada sobre sementes de orquídeas e verificar se um dos testes bioquímicos poderá ser utilizado como indicador da qualidade inicial das sementes

Protocolo: 2235 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 1/2016 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): JESSICA FONTES FILETI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
SILVERIO TAKAO HOSOMI

Resumo:
A produção de carne e leite, no Brasil, hoje, é feita em aproximadamente 172 milhões de ha, com uma grande porcentagem destas em pastagens cultivadas por gramíneas do gênero Urochloa. No Brasil, este gênero é amplamente utilizado como forrageira tropical por sua adaptação a diferentes condições edafo-climáticas, sendo a espécie apomítica U. brizantha a mais utilizada. Apesar da importância dessa forrageira, ainda há poucos cultivares disponíveis no mercado, resultando em extensas áreas cultivadas com poucos genótipos com expressão comercial. Por possuírem modo de reprodução apomítico estas plantas são clones, caracterizando monoculturas e implicando em grande risco econômico e ambiental. Um banco de mutantes M2 de U. brizantha induzido por mutações pelo agente mutagênico EMS será implantado, avaliado e fenotipado para características agronômicas como altura, arquitetura, número de perfilhos e produção de sementes.

Protocolo: 2058 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 7/2015 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): DISNEY VENTURIAN JUNIOR
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA

Resumo:
As respostas dos vegetais à aplicação de produtos a base de extratos de algas marinhas envolvem diferentes processos fisiológicos, bioquímicos e genéticos e os efeitos observados podem ser diretos ou indiretos. O objetivo do presente trabalho será avaliar o efeito do extrato de Ascophyllum nodosum sobre a produção de biomassa, síntese de carboidratos e metabólitos secundários e atividade antioxidante de plantas de Achillea millefolium. O experimento será conduzido em plantas envasadas sob condições de casa de vegetação. A aplicação do produto comercial a base de extrato de alga marinha (Acadian®) será efetuada nas concentrações de 0; 3; 6 e 9 ml.L-1 durante as fases de crescimento vegetativo e reprodutivo das plantas. O efeito do extrato de alga sobre o metabolismo das plantas de Mil Folhas será avaliado através de parâmetros biométricos de crescimento (área foliar, número de folhas, teor de clorofilas, produção de biomassa aérea e radicular e produção de capítulos florais) e parâmetros bioquímicos (teores de carboidratos, flavonoides, compostos fenólicos, óleo essencial e antioxidantes não enzimáticos). O delineamento experimental a ser adotado será o inteiramente casualizado, com 4 tratamentos (3 concentrações do extrato de algas + controle) e 10 repetições (indivíduos). Os dados obtidos serão tabulados e submetidos à análise de variância e análise de regressão, avaliando-se o comportamento das variáveis em função das concentrações de Acadian® aplicadas.

Protocolo: 2032 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2014 - 12/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): LEONARDO ARAUJO SOBRAL
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS

Resumo:
Orchidacae é citada como a maior família vegetal (cerca de 20-25 mil espécies). Algumas espécies têm grande importância econômica, portanto com a intensa degradação de seus habitats, tem resultado na extinção localizada de populações nativas. Uma cápsula dessa família pode conter de centenas a milhares de sementes, com isso, a conservação de sementes pode ser uma estratégia muito importante. Para a análise de qualidade fisiológica e monitoramento da conservação das sementes em armazenamento, o método mais utilizado é o teste de germinação associado ao teste de tetrazólio. A redução da temperatura e da umidade do ar tende a aumentar o período de conservação das sementes. A temperatura de nitrogênio líquido (-196°C) pode proporcionar uma maior preservação, porém essa resposta não é sempre observada. Para compreender o potencial de conservação de sementes de orquídeas brasileiras do gênero Catlleya, sementes de quatro espécies serão armazenadas em três condições de temperatura (5°C, -18°C e -196°C) com sementes condicionadas em três unidades de umidade relativa do ar (1,5, 6,4 e 12). Os tratamentos serão avaliados em períodos de zero, três, seis e nove meses pelos testes de germinação e tetrazólio e o experimento será conduzido em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições.

Protocolo: 2017 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2014 - 6/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): MARIANE MARANGONI HENGLING
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
SILVERIO TAKAO HOSOMI

Resumo:
A Calendula officinalis L. é uma planta medicinal que apresenta elevada importância fitoterápica, sendo utilizada em indústrias farmacêuticas e cosméticas. A irrigação favorece a manutenção do metabolismo, crescimento e desenvolvimento das plantas, principalmente quando empregada na época de desenvolvimento de maior exigência. O objetivo desta pesquisa será avaliar o comportamento fisiológico e bioquímico da Calendula officinalis L. submetida a diferentes lâminas de irrigação determinadas em função dos potenciais matriciais de água no solo e aplicadas em diferentes fases de desenvolvimento. A pesquisa será realizada em uma área experimental do Departamento de Engenharia de Biossistemas das ESALQ/USP, em Piracicaba-SP. O experimento será conduzido sob delineamento em blocos ao acaso com 6 tratamentos e 4 blocos, totalizando 24 parcelas para cada fase de desenvolvimento. Os tratamentos serão seis potenciais matriciais de água no solo (10, 15, 30, 40, 50 e 60 kPa) aplicados em três períodos de desenvolvimento (desenvolvimento vegetativo, floração e ciclo total). Cada fase de desenvolvimento representará um experimento, no qual serão variados os potenciais matriciais de água no solo. Os parâmetros avaliados serão: altura das plantas semanal; comprimento, volume e massa seca de raiz; massa fresca e seca de parte aérea e capítulos florais; número de capítulos florais por planta; número e massa seca de folhas, teor e rendimento de flavonoides totais, concentração de prolina e concentração de superóxido desmutase (SOD).

Protocolo: 2264 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2014 - 7/2015 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DARIO SOUSA DA SILVA
FLAVIA ALESSANDRA MIGNACCA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
EDNA ANTONIA TORQUATO DE AGOSTINI
CATARINY CABRAL ALEMAN

Resumo:
O ácido salicílico (AS) é um composto fenólico presente em plantas e que possui múltiplas funções, dentre elas a ação hormonal de estímulo ao crescimento e desenvolvimento vegetal e a indução das respostas de defesa da planta sob condições de estresses bióticos e abióticos. Neste sentido, pesquisas relacionadas à ação elicitora do AS sobre a síntese de metabólitos secundários em plantas medicinais vem sendo conduzidas com a finalidade de se aumentar o valor econômico destas espécies. O objetivo deste estudo é determinar o efeito da aplicação foliar de AS sobre a produção de biomassa e a síntese de compostos secundários em mil-folhas (Achillea millefolium L.Asteraceae), uma espécie medicinal produzida comercialmente como matéria prima para a indústria mundial de fitomedicamentos. O experimento será conduzido em plantas envasadas sob condições de casa de vegetação. A aplicação do AS será efetuada nas concentrações de 0; 0,25; 0,50 e 1,0mM, durante a fase de crescimento vegetativo das plantas. O efeito do AS sobre o metabolismo das plantas de mil-folhas será avaliado através de parâmetros biométricos de crescimento (área foliar, número de folhas, teor de clorofilas, produção de biomassa aérea e radicular e produção de capítulos florais) e parâmetros bioquímicos (teores de flavonoides totais, compostos fenólicos e óleo essencial). O delineamento experimental a ser adotado será o inteiramente casualizado, com 4 tratamentos (3 concentrações de AS + controle) e 10 repetições (indivíduos). Os dados obtidos serão tabulados e submetidos à análise de variância e análise de regressão, avaliando-se o comportamento das variáveis em função das concentrações de AS aplicadas.

Protocolo: 2008 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2014 - 12/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CAROLINE GOMES MATTOS
PEDRO HENRIQUE GORNI
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
RICARDO ALEXANDRE HAKIME SILVA

Resumo:
O experimento já foi instalado e está sendo conduzido na área de pastagem extensiva na Fazenda Experimental da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Bernardes-SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico. Os tratamentos experimentais são constituídos por talhões submetidos ou não ao manejo mecânico com escarificador tipo matabroto, sendo que cada talhão recebe cinco tratamentos químicos, sendo eles: 1- Sem adubação e sem calagem (testemunha); 2- Com aplicação de calcário; 3- Com aplicação de calcário+gesso; 4- Com aplicação de calcário+gesso+NPK; 5- Com aplicação de calcário+gesso+NPK+micronutrientes. Tanto o manejo com escarificador como os tratamentos químicos foram efetuados 30 dias antes da dessecação da pastagem (45 dias antes da semeadura da soja) no ano de 2013 e serão repetidos no ano de 2014. O delineamento experimental é inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 5, com quatro repetições. Para avaliação do efeito dos tratamentos, será determinado o aporte de palha pela braquiária. Serão coletadas amostras de solo nas camadas de 0-10, 10-20, 20-40 e 40-60 cm, as quais serão analisadas fisicamente quanto à densidade do solo, porosidade, curva de retenção de água no solo e estabilidade de agregados. O solo também será analisado quanto à fertilidade, aos teores de C e N totais, além das frações de C e N particulados e associados a minerais, e biomassa microbiana. Será avaliada a disponibilidade de água no solo e amostras de raízes de soja serão coletadas nas mesmas camadas já mencionadas para avaliação do crescimento radicular no perfil. Na camada de 0-20 cm serão coletadas amostras de raízes para avaliação da nodulação. A produtividade da soja, assim como os componentes de produção, será determinada na safra 2013/2014 e 2015/2016. Durante o cultivo da soja na safra 2014/2015 será avaliada a umidade do solo no perfil. Os dados serão submetidos à análise de variância e ao teste t de comparação de médias ao nível de 5 de probabilidade de erro.

Protocolo: 2014 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2014 - 7/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): PRISCILA ROBERTA LEME ZANFOLIN
Professor(es): JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A poluição por metais pesados de óleos lubrificantes vem se tornando um sério problema ambiental. Alguns metais pesados são substâncias altamente tóxicas e não são removidos nos tratamentos biológicos de efluentes existentes. Dessa forma, efluentes contendo esses metais não devem ser descartados na rede pública, para tratamento em conjunto com o esgoto doméstico. O uso de biomassas no processo de biossorção para a destoxificação de efluentes industriais contendo metais aparece como uma alternativa promissora às tecnologias existentes. A biossorção surge como um processo alternativo ou suplementar em decorrência de características como o preço reduzido do material biossorvente, aplicação em sistemas com capacidade de destoxificar grande volume de efluente com baixo custo operacional e possível seletividade e recuperação da espécie metálica. O objetivo deste trabalho é determinar a capacidade de adsorção do bagaço de cana de açúcar modificado quimicamente para a remoção de diferentes metais pesados provenientes de óleos lubrificantes usados. No processo de biossorção será avaliados o pH da solução, o tamanho da partícula e o efeito da concentração do metal. Serão utilizados os modelos de Langmuir, Freundlich, Langmuir-Freundlich para avaliar a capacidade de adsorção de metais pesados pelo bagaço de cana de açúcar modificado quimicamente.

Protocolo: 1815 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2014 - 8/2015 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JULIANA VOLPI FAVARETTO
Professor(es): ALEXANDRE TEIXEIRA DE SOUZA

Resumo:
Existe uma grande preocupação atual e futura para que os sistemas de pastejo nesse País se tornem intensificados. Para que isto ocorra, os pecuaristas deverão ser orientados a utilizar sistemas de produção que combinem o uso de tecnologias adequadas, como irrigação e adubação, com forrageiras de maior potencial produtivo. Dessa forma, é possível aumentar o rebanho e, consequentemente, a taxa de lotação animal. As plantas sofrem alterações no seu metabolismo quando mantidas sob condições ambientais adversas. Os tecidos vegetais são dotados de diferentes sistemas de resposta para o controle da produção de radicais livres. A degradação de pigmentos, principalmente as clorofilas, são componentes diretamente afetados por condições de estresses. Este trabalho testará a hipótese que a aplicação de silício poderá influenciar de forma positiva os efeitos de deficiência hídrica em Urochloa cv. Xaraés, nos pigmentos fotossintéticos e bromatológicos desta cultivar. O objetivo deste estudo é identificar os efeitos da aplicação de silício em Urochloa cv. Xaraés como atenuante de estresse hídrico.

Protocolo: 1722 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2014 - 11/2014 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): GUSTAVO MASSAYUKI HORIE
VICTOR BELOTO SILVA
RENATO APARECIDO BOSO FERREIRA LIMA
GUSTAVO FRANCISCO ROSALIN SARAIVA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
MARILICE ZUNDT ASTOLPHI
ADRIANA LIMA MORO

Resumo:
A implantação de sistemas de integração ou consórcio é uma prática em constante crescimento, principalmente pela alternativa de rotação agrícola em suporte a deficiências hídricas. Desenvolvimento de novas variedades, assim como, o melhoramento genético em relação à tolerância a períodos de estresses são alternativas aos produtores que utilizam de pastagem para seu rebanho. O desenvolvimento imediato e abrangente de estudos fisiológicos e bioquímicos aliados com a aplicação de silício que visam aumento da qualidade das pastagens, através de aplicação de novas tecnologias, possibilitando o conhecimento das prováveis alterações em seu metabolismo, rendimento e a qualidade da produção destas forrageiras. Possibilitando o conhecimento e aplicação de manipulação das condições de cultivo de pastagens.

Protocolo: 1721 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2014 - 11/2014 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): VICTOR BELOTO SILVA
RENATO APARECIDO BOSO FERREIRA LIMA
GUSTAVO FRANCISCO ROSALIN SARAIVA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
ADRIANA LIMA MORO

Resumo:
A sazonalidade de produção das gramíneas tropicais, em termos qualitativos e quantitativos qualitativos e quantitativos em algumas regiões do país é o maior problema para animais criados em pastejo. Além das variações climáticas, onde o inverno relacionado está ligado a períodos de escassez hídrica, a baixa disponibilidade de nutrientes no solo é outra dificuldade do sistema de produção animal. Neste contexto, uma melhor disponibilidade dos níveis de nutrientes no solo, acima dos teores exigidos pelas forrageiras, promovem mudanças significativas na composição mineral da planta. Dessa maneira, pode-se esperar uma forragem de melhor valor nutritivo, seguido de um melhor desempenho animal, aliados à melhor resposta fisiológica da planta. Desta forma, o conhecimento dos teores dos componentes nutricionais é de grande importância, e em uma mesma base, como do teor de MS, permite a comparação de diversos nutrientes. A importância do teor de PB e energia decorre da sua essencialidade direta para o organismo animal. A quantificação do teor de fibra em detergente neutro (FDN) é importante, pois possui relação inversa com a ingestão voluntária de forragem e com o conteúdo em energia líquida da matéria alimentar. Sendo assim o objetivo geral é avaliar as respostas da Urochloa (Syn. Brachiaria) brizantha cv. Xaraés, em relação a diferentes níveis de adubação com fósforo e potássio.

Protocolo: 1610 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2013 - 7/2014 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): THAIS ARAUJO CORREIA SILVA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
MARILICE ZUNDT ASTOLPHI

Resumo:
O Cerrado é considerado como um complexo de formações oreádicas, que vão desde o campo limpo até o cerradão. Esse gradiente fisionômico que o Cerrado compõe apresenta uma heterogeneidade nas condições luminosas em função da variabilidade do componente arbóreo. A luz é o recurso limitante mais importante para o estabelecimento, crescimento e sobrevivência em ecossistemas florestais. Espécies arbóreas tem a capacidade de ajustar sua morfologia e fisiologia à disponibilidade de luz em diferentes níveis de organização incluindo trocas gasosas, e propriedades ópticas e hidráulicas da folha. O estabelecimento de plântulas de espécies de savana e floresta responde diferentemente ao tipo de cobertura da vegetação. Este estudo tem como objetivo avaliar as correlações da condutância hidráulica da folha com as trocas gasosas e estruturas morfo-anatômicas de plântulas de duas espécies congenéricas típicas do cerrado em diferentes condições de irradiância. Plântulas de espécies do gênero Hymenae: Hymeneae stigonocarpa Mart. Ex Hayne (espécie comum nas formações abertas do Cerrado lato sensu e Campo Cerrado) e Hymeneae martiana (espécie encontrada em áreas de interface com Cerrado e florestas estacionais) serão submetidas a dois tipos de irradiância: pleno sol e sombra com apenas 3 de luz incidente. Serão mensurados parâmetros 1- anatômicos como espessura da epiderme adaxial e abaxial, parênquima paliçádico e esponjo, e na nervura central será mensurada o número de condutores do xilema, densidade de venação e estomática; 2- morfológicos (área foliar específica), altura, número de folhas; e 3- fisiológicos taxa de assimilação de CO2, condutância estomática, concentração intercelular de CO2, eficiência quântica potencial e efetiva do FSII, coeficiente de extinção não-fotoquímico da fluorescência e a taxa de transporte de elétrons, e condutância hidráulica da folha. Os resultados de cada parâmetro serão analisados por meio de análise de variância (ANOVA, p = 0,05), e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 1590 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2013 - 8/2014 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RENATA ESPOLADOR SAO JOAO
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
GUSTAVO MAIA SOUZA
WILLYAM DE LIMA VIEIRA

Resumo:
Com a manutenção na superfície do solo da palhada residual da colheita forrageiras cultivadas para a produção de sementes, em razão da restrição da queimada, ocorrem alterações na dinâmica do nitrogênio (N) no solo. Assim, o cultivo de feijão comum em sucessão a essas forrageiras, com recomendações de adubação nitrogenadas convencionais, realizadas em cobertura, pode reduzir a produtividade de grãos, pela carência de N, especialmente na fase inicial de desenvolvimento das plantas. Neste contexto, a prática de antecipação da adubação nitrogenada na cultura forrageira, pode favorecer a produção de sementes das mesmas e disponibilizar N na fase inicial da cultura do feijão em sucessão, por proporcionar produção de palhada com menor relação C/N. Isso também pode contribuir para decomposição da palhada, evitando acúmulo excessivo nas áreas destinadas a produção de sementes de forrageiras, já que elevadas quantidades de resíduos podem atrapalhar a colheita, que é realizada no chão após a degrana natural. O objetivo deste trabalho é avaliar os possíveis benefícios da antecipação da adubação nitrogenada na produção e qualidade de sementes de plantas de forrageiras, na decomposição da palhada residual e na nutrição e produtividade da cultura do feijão cultivada em sucessão, em sistema de semeadura direta. Serão conduzidos dois experimentos em áreas de produção de sementes forrageiras. O experimento I será conduzido em área com Urochloa brizantha cv. MG-5 e o experimento II em área com Urochloa humidicola cv. Llanero. Em ambos os experimentos, o delineamento experimental será em blocos completos casualizados, em esquema de parcela subdividida, com quatro repetições. As parcelas serão constituídas por cinco formas de manejo da dose de 150 kg ha-1 de N na forrageira (0-0 (testemunha); 150-0; 0-150; 100-50 e 50-100 kg ha-1 de N), respectivamente, na forrageira 45 DAE (Experimento I) ou 45 dias após o corte de uniformização (Experimento II) e no pré-emborrachamento (diferenciação floral). As subparcelas serão compostas por doses de N aplicadas em cobertura no feijão (0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N). A aplicação do N em cobertura no feijão será realizada no estádio V4. A fonte de N utilizada será o nitrato de amônio. Serão avaliadas as seguintes variáreis: produção e qualidade fisiológica das sementes das plantas forrageiras; produção, relação C/N, persistência e liberação de nutrientes da palhada residual da forrageira; massa de matéria seca da parte aérea das plantas de feijão; acúmulo de N na parte aérea do feijoeiro; índice relativo de clorofila nas folhas do feijoeiro; teor de nutrientes nas folhas do feijoeiro; componentes de produção e produtividade de grãos da cultura do feijão. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância. As médias dos tratamentos de manejo de N nas forrageiras serão comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade. Os efeitos das doses de N em cobertura na cultura do feijão serão avaliados mediante análise de regressão polinomial.

Protocolo: 1579 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2013 - 8/2014 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): IGOR RIBEIRO DE SOUZA BONFIM
ELTON ANDERSON ARANDA
AMARILDO FRANCISQUINI JUNIOR
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN

Resumo:
A adubação fosfatada na cana-de-açúcar tem merecido muita atenção da pesquisa nos últimos anos. O uso de diferentes fontes de fosfatos com variação de origem e de solubilidade tem demandado estudos para comprovação da eficiência no fornecimento de fósforo com redução de perdas ambientais e econômicas. A adubação orgânica com a torta de filtro apresenta-se como prática rotineira nas usinas, substituindo parcialmente o fósforo com ganhos na produtividade, isto devido ao fato da maior concentração do fósforo no resíduo ser orgânico, o qual vai sendo gradualmente mineralizado a cultura. Existem controvérsias sobre a eficiência da adubação fosfatada nas soqueiras de cana-de açúcar. Alguns estudos mostram que a dose de fósforo aplicada totalmente no plantio poderia suprir todo o fósforo necessário pelas soqueiras. Entretanto esta prática necessita de estudos para comprovação deste suprimento. Neste sentido este projeto busca investigar a melhor proporção de adubação com duas fontes de fosfatos: solúvel e reativo associado à torta de filtro com aplicação no plantio e avaliação na soqueira da cana-de-açúcar. Serão avaliados parâmetros microbiológicos como respiração, biomassa microbiana e fósforo microbiano no solo como também a disponibilidade de fósforo para as plantas. Na coleta final do experimento será também avaliado o rendimento final e os parâmetros tecnológicos da cultura.

Protocolo: 1580 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2014 - 6/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ANA CECILIA TEIXEIRA LIMA CREMONEZI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
O trabalho será realizado na área de produção agrícola do Campus II da Unoeste, em Presidente Prudente-SP, com inicio de avaliação em setembro de 2012. O solo cultivado foi classificado como Argissolo Vermelho Distroférrico. Será realizada amostragem do solo na profundidade de 0 a 10 cm; 10 a 20 cm; 20 a 30 cm; 30 a 40 cm, e 40 a 60 cm para análise química (Raij et al., 2001) e granulométrica (Embrapa, 2006), para definição de adubação conforme Raij et al. (1997). A localização geográfica da área experimental é de 22º 07´ S, longitude 51º 27´ W e a altitude de 430 m. O clima, segundo a classificação de Köppen, é do tipo Cwa, com temperatura média anual de 25ºC e regime pluvial caracterizado por dois períodos distintos, um chuvoso de outubro a março e outro de baixo índice pluvial de abril a setembro. A implantação será a comparação de sistemas de manejo de solo plantio direto e convencional e de culturas agrícolas a partir de monocultivos soja e sorgo na safra e da cultura de milho solteiro e consorciado com brachiaria na safrinha, e será plantado aveia nas áreas de milho solteiro após colheita. A área experimental vem sendo manejada no SPD por três anos consecutivos, com milho no verão e plantas de cobertura na entressafra (aveia preta e milheto). Na implantação das culturas a serem estudadas, será utilizada uma semeadoura motomecanizada, desenvolvida para o SPD. Será utilizado o delineamento experimental em blocos casualizado, em esquema fatorial, com a distribuição dos tratamentos em faixas. O esquema fatorial é caracterizado por dois tipos de manejo de solo (convencional e sistema de plantio direto - SPD e dois sistemas de manejo de culturas agrícolas (gramíneas/leguminosas e sucessão gramíneas/gramíneas), com quatro repetições, onde os tratamentos serão formados pelas culturas de sorgo e soja; milho e milho com capim brachiária. Os tratos culturais como controle de plantas daninhas, pragas e doenças serão realizados a partir de monitoramento periódico, e serão executados para que as espécies cultivadas apresentem o máximo de desenvolvimento possível, dentro de critérios técnicos de uso de defensivos agrícolas e manejo cultural. As avaliações serão realizadas em duas épocas (Agosto/Setembro e Fevereiro/Março) nos anos agrícolas 2012/2013 e 2013/2014

Protocolo: 1654 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2013 - 5/2014 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JOSIANDER DA COSTA SILVA
FRANCIELE APARECIDA DE SOUZA SOARES
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
PAULO CLAUDEIR GOMES DA SILVA

Resumo:
BORO E ZINCO NO SULCO DE PLANTIO NA CULTURA DA CANA-DE-AÇÚCAR RESUMO O presente trabalho tem como principal objetivo verificar os efeitos de adubações com micronutrientes (boro e zinco) na cultura da cana-de-açúcar (Saccharum officinalis), aplicados tanto nos sulcos de plantio, no momento da instalação da cultura, quanto aplicações via foliar ao longo do desenvolvimento da mesma para zinco. Os tratamentos principais (parcelas) constarão da aplicação de 3 (três) doses de Boro (0, 1,0 e 2,0 kg.ha-1) e 4 (quatro) doses de Zinco (0; 2,0; 4,0 e 6,0 kg.ha-1), aplicados no sulco de plantio, respectivamente nas formas de Ácido Bórico (17 B) e Sulfato de Zinco (60 Zn). Durante a condução do experimento serão feitas avaliações como: estado nutricional da planta (diagnose foliar); avaliação da produção de colmos (TCH) e açúcar (TAC); avaliação de qualidades tecnológicas (ATR, Pureza, Fibra e Pol) e análises de solo sendo primeira amostragem na implantação do experimento e segunda no período de colheita.

Protocolo: 1537 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2013 - 4/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): DANIEL FERNANDO COCATO
PAULO DE MAGALHAES
EDMILSON WILLIAM LOPES DA ROCHA
FERNANDA FORLI MARANGONI
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN

Resumo:
O milho é uma cultura de grande importância econômica na agricultura brasileira e mundial. O suprimento de água no cultivo de milho mostra-se extremamente importante para sua produção. O presente trabalho objetiva avaliar a resposta fisiológica e bioquímica de um cultivar de milho transgênico e um híbrido submetidos a diferentes lâminas de irrigação. O trabalho será conduzido em ambiente protegido, no campus II da Unoeste, Presidente PrudenteSP. O delineamento experimental será inteiramente casualizado. Os tratamentos com irrigação consistirão em cinco lâminas de irrigação: T1) 150; T2) 100, T3) 75, T4) 50; T5) 25 ETc (evapotranspiração da cultura), determinadas em função de leituras diárias do evaporímetro de Pichê. As lâminas de irrigação serão aplicadas a dois cultivares de milho: transgênico e AL- Piratininga (CATI). Totalizarão 5 lâminas de irrigação X 2 cultivares X 4 repetições, resultando em 40 parcelas. Os parâmetros avaliados serão altura de plantas (quinzenalmente), área foliar; comprimento de raiz, massa seca de parte aérea e raiz, relação raiz/parte aérea, eficiência do uso da água e concentração de prolina nas folhas frescas. Os dados serão submetidos à ANOVA e posteriormente ao teste de Scott-Knott para comparação entre as médias ao nível de probabilidade de 0,05. Os resultados que apresentarem diferenças estatísticas serão submetidos a análise de regressão.

Protocolo: 1455 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2012 - 12/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ANA CAROLINA MONICO MOREIRA
Professor(es): EDNA ANTONIA TORQUATO DE AGOSTINI
CATARINY CABRAL ALEMAN

Resumo:
Na obtenção do uso de tecnologias entre as práticas e o uso de uma metodologia, a escolha do arranjo espacial de plantas em uma área agrícola é uma das mais importantes para uma maior produtividade de milho (Zea mays L.). Com o uso da tecnologia, houve o desenvolvimento de novos cultivares de milho em virtude do tipo e fertilidade do solo, disponibilidade hídrica, luminosidade, híbridos, adubações e manejo empregado. O objetivo deste trabalho será avaliar a influência de espaçamento entre as linhas e densidades populacionais, diâmetro do colmo, altura da planta e a produtividade em dois híbridos de milho em função do espaçamento entre linhas e do sistema de preparo do solo. O experimento será instalado na propriedade Sítio São José, no município de Apucarana (PR) no mês de outubro/novembro de 2012. O delineamento experimental será em blocos completos ao acaso, com quatro repetições, em parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas por três sistemas de preparo do solo (sistema plantio direto, subsolagem e gradagem pesada) e as subparcelas compreenderão dois espaçamentos entre linhas (0,45m e 0,90m) em duas cultivares de milho Agroceres e Coodetec. Os resultados serão submetidos à análise da variância (ANOVA) e os valores médios serão comparados pelo teste de Tukey em nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 1444 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2012 - 11/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JHEMISSON ALISSON DA SILVA
Professor(es): OSCAR DE ANDRADE JUNIOR

Resumo:
O presente trabalho será conduzido no Sítio figueira, no município de Iepê - SP, no mês de novembro do ano agrícola 2012/2013, com altitude de 400 m, latitude 22° 39´ 38" S e longitude 51° 04´ 34" W. A área experimental encontra-se a sob Sistema de Plantio Direto. A área implantada apresenta solo do tipo Nitossolo Vermelho Distroférrico típico, A moderado, textura argilosaNVef1. O delineamento experimental será blocos completos ao acaso, com quatro repetições, em parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas por três sistemas de preparo do solo (sistema plantio direto, subsolagem e gradagem pesada) e as subparcelas compreenderão dois espaçamentos entre linhas do milho cultivar Dekalb, Os manejos de solo serão: I- Sistema de Plantio Direto (SPD) de milho sobre a palhada de soja; II- preparo do solo por meio de subsolagem (S) a uma profundidade de 20 cm, seguida de uma gradagem niveladora; III- , gradagem pesada (GP) seguido de preparo secundário com uma grade niveladora. A semeadura da cultura do milho será realizada por meio de uma semeadora-adubadora para plantio direto, com cinco linhas espaçadas em 0,45m e cinco linhas espaçadas em 0,90m, para uma obtenção de estande de 60.000 plantas ha-1. Posteriormente será avaliada, diâmetro do colmo, altura da planta, de massa seca (palhada) no solo, através de uma corda de 10 metros de comprimennto, uso do penetrômetro de impacto, de massa seca realizada através de análise no laboratório da Universidade do Oeste Paulista de Presidente Prudente, análise do teor de macronutriente na palhada de milho após colheita, massa de 1000 grãos e a produtividade de milho. Os resultados serão submetidos à análise da variância (ANOVA) e os valores médios serão comparados pelo teste de Tukey em nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 1438 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2012 - 11/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): GABRIEL LEITE CARVALHO
Professor(es): OSCAR DE ANDRADE JUNIOR

Resumo:
O cultivo de maracujazeiro é de grande importância para médias e pequenas propriedades rurais. Na região oeste de São Paulo é uma boa alternativa de renda aos agricultores familiares. O maracujazeiro vem sendo conduzido na região de Presidente Prudente-SP com o emprego de tecnologias de produção desenvolvidas em outras condições edafoclimáticas. Deste modo, entende-se há necessidade do estabelecimento de tecnologias adaptadas às características locais, como o plantio de mudas de porte mais elevado (1,5 m), é imprescindível na cultura. O nitrogênio é o nutriente mais absorvido pelo maracujazeiro, sabendo-se que tem função estrutural na planta, sendo fundamental para o crescimento vegetativo. O fósforo na planta é responsável pelos processos de armazenamento e transferência de energia, necessária a todos os processos biológicos, tornando-se essencial para formação do sistema radicular, e crescimento da planta e para a produção de frutos. O potássio é nutriente mais exportado pelos frutos, e na sua deficiência a produção dos frutos é afetada, além de interferir na qualidade dos frutos e do suco. O equilíbrio nutricional durante o ciclo do maracujazeiro é importante para se obter altas produtividades. São poucos os trabalhos que avaliaram a interação entre NPK nesta cultura. Os trabalhos existentes apresentaram resultados contraditórios sobre as respostas aos nutrientes e não existe pesquisa sobre a adubação de mudas porte alto em campo de maracujazeiro. Deste modo, este projeto tem como objetivo estudar a adubação com N, P e K no maracujazeiro estimando seus efeitos sobre a produtividade e qualidade dos frutos na região do oeste do Estado de São Paulo.

Protocolo: 1543 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2013 - 3/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): RODRIGO TAKASHI MARUKI MIYAKE
Professor(es): JOSE EDUARDO CRESTE

Resumo:
No Brasil o cultivo da calêndula (Calendula officinalis L.) vem crescendo comercialmente, sendo viável para a agricultura familiar. Essa espécie de planta medicinal é potencialmente cultivada na região Sul devido às condições edafoclimáticas favoráveis ao seu cultivo. É muito sensível à falta de água nos períodos de seca, havendo comprometimento de sua produtividade, por isso há necessidade de irrigação na área de plantio.Este trabalho tem o objetivo de avaliar a resposta da calêndula a diferentes lâminas de irrigação. O trabalho será realizado em ambiente protegido Campus II da UNOESTE, em Presidente Prudente-SP. O experimento será instalado utilizando o delineamento experimental inteiramente casualizados, em vasos de 11 L, utilizando seis tratamentos baseados na evaporação do evaporímetro do Piche, sendo: T1) 150, T2) 125, T3) 100, T4) 75, T5) 50 e T6) 25 ETc (evapotranspiração da cultura). Cada tratamento será repetido 6 vezes, totalizando 36 parcelas. Os parâmetros avaliados serão altura semanal, produção de capítulos florais, massa seca de parte aérea e capítulos florais, rendimento de flavonoides nos capítulos florais e prolina. Os dados serão submetidos a ANOVA e ao teste de Scott-Knott ao nível de probabilidade de 5.

Protocolo: 1420 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2012 - 6/2013 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LEONARDO ARAUJO SOBRAL
NICOLE SAAB
ANA CAROLINA MONICO MOREIRA
ANA CARLA ANDRADE LOPES
Professor(es): CATARINY CABRAL ALEMAN

Resumo:
O experimento será realizado em áreas de produção da Usina Alto Alegre, no distrito de Ameliópolis, em Presidente Prudente/SP. As coletas serão realizadas a partir de Setembro de 2012. Antes de iniciar com as avaliações será realizado um levantamento completo de manejo das áreas escolhidas com efeito de caracterização das mesmas, bem como para fornecer subsídios técnicos durante a discussão dos dados coletados. A instalação do experimento será realizada seguindo o delineamento inteiramente casualizado (DIC), em esquema fatorial 4x5, caracterizado por quatro sistemas de manejo e uso do solo, conforme descrição abaixo, cinco profundidades de amostragem de solo (0-1, 0,1-0,2, 0,2-0,3, 0,3-0,4, 0,4-0,5 cm), com quatro repetições. Todas as áreas de manejo escolhidas serão ocupadas pela mesma variedade (a ser definida). As avaliações serão realizadas da seguinte forma: Área de cana-de-açúcar manejada com aplicação de vinhaça (CV) e com colheita mecanizada (sem queima - SQ) por 3 anos; Área de cana-de-açúcar sem manejo de aplicação de vinhaça (SV) e com colheita mecanizada (sem queima - SQ) por 3 anos; Área de cana-de-açúcar manejada com aplicação de vinhaça (CV) e com colheita manual (com queima - CQ) por 3 anos; Área de cana-de-açúcar sem manejo de aplicação de vinhaça (SV) e com colheita manual (com queima - CQ) por 3 anos; Área de mata nativa (MN) por 3 anos. Após a coleta, as amostras serão transportadas para o laboratório de análise de solos da UNOESTE para a determinação dos parâmetros químicos do solo (análise básica). O teor de Carbono Orgânico (C) será determinado pelo método de Walkley-Black (1934). A densidade do solo (Ds), densidade de partículas e porosidade total serão avaliados nas camadas referenciadas acima em amostras indeformadas. Os estoques de carbono no solo em cada área serão calculados com base em massa equivalente de solo. Também serão realizadas determinações do teor de umidade de saturação do solo, amostragens de palhada (matéria seca) para a determinação do teor de carbono (C) e produtividade da cultura. Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância (Teste F), avaliando-se o efeito dos tratamentos pelo teste de Tukey ao nível de 5 de probabilidade, e, quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos de regressão polinomial.

Protocolo: 1383 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2012 - 2/2014 Programa: PPD - Programa de Pesquisa Docente/PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): CLAUDINEI ALBERTO CARDIN
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO

Resumo:
Os solos tropicais, onde ocorre a produção de pastagens, são intemperizados e apresentam acidez, tanto devido à concentração de prótons (H+) quanto de alumínio trocável (Al3+). Os principais sintomas dos efeitos tóxicos do alumínio são a inibição do crescimento da raiz, pela destruição da região apical, que por sua vez limita a absorção de água e nutrientes podendo também reduzir a germinação e o desenvolvimento das plântulas em diversas espécies. O uso da fase juvenil pode ser útil para a seleção de plantas mais tolerantes a este estresse e estratégias de tolerância ao meio são requeridas, principalmente para culturas perenes onde a aplicação de insumos corretivos da acidez, em profundidade, é difícil de ser introduzida no sistema produtivo. As pastagens são a base da produção de carne e leite. Poucas são as espécies utilizadas para esse fim, com destaque para Brachiaria brizantha. Os cultivares disponíveis comercialmente para os pecuaristas são poucos, basicamente Marandú; BRS Piatã; MG4, MG5, Xaraés e Basilisk. A pouca variabilidade é justificada em parte pelo modo de reprodução por apomixia e por ser relativamente recente a utilização dessas plantas para fins econômicos. O objetivo deste projeto será avaliar as mudanças fisiológicas e bioquímicas em cultivares de Brachiaria brizantha disponíveis comercialmente submetidos a estresses causados pela toxidez de alumínio livre durante o desenvolvimento inicial avaliando, nesses cultivares e em cinco níveis de alumínio (0; 1; 2, 4 e 8 mmolc.dm3 de Al3+), alterações na taxa de crescimento relativo (comprimento e massa de raiz e parte aérea), determinação de antioxidantes totais (DAT), determinação do conteúdo de malondialdeído (MDA), avaliação do índice de estabilidade de membrana celular (IEM) e coloração de raízes por hematoxilina (HSS). O experimento será conduzido em delineamento inteiramente casualizado com os tratamentos em arranjo fatorial de seis cultivares por cinco níveis de alumínio.

Protocolo: 1259 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2012 - 5/2013 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIANA BASSANEZI GASPARIM
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO

Resumo:
O ajustamento osmótico é um mecanismo de tolerância à seca presente em várias espécies de plantas, o qual possibilita a manutenção do turgor celular e resulta em redução dos efeitos deletérios do estresse hídrico sobre tecidos vegetais. Dentre os solutos orgânicos que exercem este efeito destaca-se a glicina-betaína (GB), um composto quaternário de amônio. Com base neste contexto, o objetivo deste trabalho é avaliar a interferência da aplicação foliar de glicina-betaína na atenuação dos efeitos adversos da falta de água sobre a fisiologia da planta de soja (cultivar . O experimento será conduzido em casa de vegetação, em esquema fatorial 2x4, ou seja, deficiência hídrica com 100 e 30 da reposição diária de água em relação à capacidade de campo e 4 concentrações de GB (0, 150, 200 e 250 ppm). O tratamento controle (dose 0) constará da pulverização das plantas apenas com água destilada. Serão realizadas duas aplicações de GB ; sendo uma delas coincidente com início da imposição de deficiência hídrica nas plantas (V4) e a outra no início do estádio reprodutivo (R1). Serão avaliados os seguintes parâmetros: estado hídrico das plantas (potencial de água foliar, conteúdo relativo de água e extravasamento de membrana); trocas gasosas (fotossíntese, concentração interna de CO2, transpiração e condutância estomática) e rendimento de biomassa. Os resultados de cada variável serão analisados por meio de análise de variância (ANOVA, p = 0,05), considerando o esquema fatorial, e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey (p = 0,05).

Protocolo: 1238 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2013 - 6/2014 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CAROLINA CABRAL DA SILVA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
O experimento será conduzido em ambiente protegido, em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias, do Curso de Agronomia, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Para a composição dos tratamentos será utilizado o resíduo industrial originado de uma empresa do setor de oleoquímica, devidamente caracterizado quimicamente antes da efetivação das misturas. Os tratamentos serão distribuídos em local protegido e serão caracterizados da seguinte forma: (T1) = 100 do resíduo principal; (T2) = Proporção de 75 do resíduo principal + 25 de lodo de esgoto (ETE) (3:1); (T3) = Proporção de 50 do resíduo principal + 50 de lodo de esgoto (ETE) (1:1); (T4) = Proporção de 25 do resíduo principal + 75 de lodo de esgoto (ETE) (1:3); (T5) = 100 de lodo de esgoto (ETE); (T6) = Proporção de 75 do resíduo principal + 25 de esterco de curral in natura (3:1); (T7) = Proporção de 50 do resíduo principal + 50 de esterco de curral in natura (1:1); (T8) = Proporção de 25 do resíduo principal + 75 de esterco de curral in natura (1:3); (T9) = 100 de esterco de curral in natura; (T10) = 100 de lodo de curtume; (T11) = Proporção de 75 do resíduo principal + lodo de curtume; (T12) = Proporção de 50 do resíduo principal + lodo de curtume; (T13) = Proporção de 25 do resíduo principal + lodo de curtume. As amostras do composto serão coletadas e secas à 65 oC por 72 horas em estufa de circulação forçada de ar, moídas em moinho específico e destinadas ao Laboratório de Análise Química de Resíduos para a determinação dos seguintes parâmetros: pH em CaCl2 0,01 mol L-1, Umidade () das amostras eliminada à 65oC e à 105 oC; Teor de Matéria Orgânica Total (MOT) em mufla a 550 °C durante 1 hora, Carbono e Nitrogênio total. Os resultados das analises serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t ao nível de 5 de probabilidade e, quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos de regressão polinomial.

Protocolo: 1246 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2012 - 5/2013 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): GUILHERME MAREGA RIGOLIN
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPÓSITO
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO

Resumo:
O experimento será realizado em área do curtume na região de Presidente Prudente/SP. Para a composição dos tratamentos será utilizado o efluente do curtume. Os tratamentos, utilizando o efluente, serão distribuídos em caixas plásticas com capacidade para 250 dm3 (v/v) da seguinte forma: (T1) = Efluente sem manejo com plantas aquáticas; (T2) = Efluente de descarte final manejado com Aguapé (Eichornia crassipes); (T3) = Efluente de descarte final manejado com Taboa (Tipha latifolia). Nas amostras de efluente, serão determinados os seguintes parâmetros: pH, DBO5 a 20 oC, Oxigênio Dissolvido - OD (mg L-1), Turbidez, Nitrogênio Amoniacal, N-Nitrato, N-Nitrito, Nitrogênio Total, Na Total e Cr Total. Após 28 dias da instalação do experimento, plantas das espécies manejadas serão coletadas e destinadas à análise química de tecidos bem como de efluente. No total, será coletada 01 amostra/parcela para a análise dos elementos N, P, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn, Zn e Cr, totalizando 15 amostras de tecido e de efluente. No conjunto de todas as épocas de coletas serão coletadas 45 amostras cada. As amostragens serão realizadas entre os meses de setembro, novembro/2012 e janeiro de 2013. Para a obtenção do acúmulo destes elementos no tecido vegetal será necessária a obtenção dos valores da massa da matéria seca das plantas por parcela, ou seja, será obtida a massa vegetal para cada 2,0 m2 de cobertura vegetal no recipiente. O período de coleta da massa vegetal para análise será realizada simultaneamente às amostras de efluentes. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t, ao nível de 5 de probabilidade; quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos matemáticos de regressão polinomial. O melhor modelo para o ajuste dos dados será escolhido em função do grau de significância do coeficiente de determinação (R2) e associado ao padrão de crescimento vegetal.

Protocolo: 1244 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2012 - 5/2013 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIA HELENA DE MORAIS
Professor(es): PATRICIA REINERS CARVALHO
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
CESAR VANDERLEI NASCIMENTO
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPÓSITO
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO

Resumo:
A produção de carne e leite, no Brasil, hoje, é feita em aproximadamente 172 milhões de ha, com uma grande porcentagem destas em pastagens cultivadas por gramíneas do gênero Urochloa. No Brasil, este gênero é amplamente utilizado como forrageira tropical por sua adaptação a diferentes condições edafo-climáticas,. Apesar da importância dessas forrageira, ainda há poucos cultivares disponíveis no mercado, resultando em extensas áreas cultivadas com poucos genótipos com expressão comercial. Por possuírem modo de reprodução apomítico estas plantas são clones, caracterizando monoculturas e implicando em grande risco econômico e ambiental. A principal estratégia dos programas de melhoramento de Urochloa utiliza germoplasma derivado de U. ruziziensis e acessos diplóides sexuais de U. brizantha. No entanto, a possibilidade de obtenção de híbridos com características agronômicas dos cultivares-elite já amplamente adaptados nas condições brasileiras não é alta considerando-se a barreira imposta pela apomixia e a dependência da ocorrência e identificação de um raro evento heterótico. Portanto, a utilização de meios alternativos para a obtenção de germoplasma melhorado de Urochloa visando identificar fontes de variação para o melhoramento genético é fundamental. Assim, este trabalho tem como proposta estabelecer as doses de letalidade de EMS em Urochloa para futuros trabalhos com mutação induzidas nesta espécie.

Protocolo: 1239 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2012 - 5/2013 Programa: PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RAPHAEL SANCHES HERNANDES ALVES
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA

Resumo:
O objetivo do presente trabalho será de avaliar a aplicação de Bacillus subtilis como controle biológico de nematoides em cana-de-açúcar (variedades SP81-3250 e RB867515) comparando com o controle químico convencional. A cana-de-açúcar vem sendo cultivada na maioria das vezes como um monocultivo, causando alguns problemas de incidência de doenças, entre eles os nematoides, que causam grande dano ao sistema radicular das plantas. O experimento será desenvolvido em uma área com histórico de infestação de nematoides, no município de Caiabu. Serão realizados os seguintes tratamentos: Bacillus subtilis AP-3 aplicados no sulco de plantio, Bacillus subtilis AP-3 aplicados trinta dias após o plantio, tratamento químico com carbofuran e controle. O delineamento empregado será de blocos ao acaso com cinco repetições. Serão realizadas amostragens trimestrais de solos e raízes para avaliação da presença de nematoides. Será realizada a análise do teor de clorofila total nas folhas, com a utilização de clorofilômetro de campo A avaliação final será pela produtividade da cultura. Será determinada também a qualidade da matéria prima (Brix). Os dados obtidos serão analisados estatisticamente pelo programa SISVAR, sendo utilizado o teste Skott-Knott a 5 para comparação das médias.

Protocolo: 1110 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2012 - 6/2013 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): RITA DE CASSIA LIMA MAZZUCHELLI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
O experimento será realizado em área do curtume na região de Presidente Prudente/SP. Para a composição dos tratamentos será utilizado o efluente do curtume. Os tratamentos utilizando o efluente serão distribuídos em caixas plásticas com capacidade para 250 dm3 (v/v) da seguinte forma: (T1) = Efluente sem manejo com plantas aquáticas; (T2) = Efluente de descarte final manejado com Aguapé (Eichornia crassipes); (T3) = Efluente de descarte final manejado com Taboa (Tipha latifolia); (T4) = Efluente de descarte final manejado com Salvinia sp. Nas amostras de efluente, serão determinados os seguintes parâmetros: pH, temperatura (T oC), DBO5 a 20 oC, Oxigênio Dissolvido - OD (mg L-1), Turbidez, Nitrogênio Amoniacal, N-Nitrato, N-Nitrito, Nitrogênio Total, Enxofre total, Boro total, Cobre total, Cromo total, Ferro total, Manganês total e Zinco total, em (mg L-1). Após 28 dias da instalação do experimento, plantas das espécies manejadas serão coletadas e destinadas à análise química de tecidos. No total, será coletada 01 amostra/parcela para a análise dos elementos N, P, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn, Zn e Cr, totalizando 20 amostras. No conjunto de todas as épocas de coletas serão coletadas 80 amostras. As amostragens serão realizadas entre os meses de setembro, novembro/2012 e janeiro, março de 2013. Para se obter o acúmulo destes elementos no tecido vegetal será necessária a obtenção dos valores da massa da matéria seca das plantas por parcela, ou seja, será obtida a massa vegetal para cada 2,0 m2 de cobertura vegetal no recipiente. O período de coleta da massa vegetal para análise será realizada simultaneamente às amostras de efluentes. Uma fração do material retirado dos tanques destinadas à análise química será utilizada para a determinação das variáveis de análise de crescimento, como: taxa de crescimento absoluto (TCA), taxa de crescimento relativo (TCR), taxa assimilatória líquida (TAL), razão de área foliar (RAF), peso específico de folha (PEF), razão de massa foliar (RMF) e área foliar específica (AFE). Essas variáveis serão determinadas em cada período de coleta das plantas aquáticas. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t, ao nível de 5 de probabilidade; quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos matemáticos de regressão polinomial. O melhor modelo para o ajuste dos dados será escolhido em função do grau de significância do coeficiente de determinação (R2) e associado ao padrão de crescimento vegetal.

Protocolo: 1111 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2012 - 5/2013 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARCELA DO CARMO VIEIRA
ALINE DA SILVA LEONARDO
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
PATRICIA REINERS CARVALHO
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPÓSITO
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO

Resumo:
O Objetivo deste trabalho será avaliar doses de Boro na cultura da canola (Brassica Napus L.) em Latossolo Vermelho Arenoso na região Oeste Paulista. Na região Oeste de São Paulo para plantas do grupo das brássicas é indicada aplicação de B no plantio, em virtude da carência de boro no solo. O experimento será conduzido em casa de vegetação do Curso de Mestrado de Engenharia Agronômica, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. A semeadura será realizada na primeira quinzena de Maio, onde o experimento será conduzido até Dezembro de 2012, em vasos plásticos com capacidade de 20 L, totalizando 32 vasos. O delineamento experimental adotado será de blocos inteiramente casualizados, com uma única espécie de Canola (Brassica napus L.), avaliando dois cultivares diferentes sendo a Hyola 401 e a Hyola 76. As concentrações de B em forma de acido bórico serão de (0,0; 0,5; 1,0 e 2,0 kg B ha-1) aplicados diretamente no solo, com quatro repetições, assim em esquema fatorial 2 x 4 x 4 (dois cultivares, quatro doses e quatro repetições). Os parâmetros biométricos que serão analisados serão análise de solo, data de germinação, inicio da floração, fim da floração, altura média das plantas, data maturação, peso seco das plantas, gramas de sementes por plantas, teor de umidade, peso de mil grãos, espessura de caule, altura das plantas, número de ramificações, produção de sementes (t ha-1), rendimento de palha (t ha-1), teor de óleo () e também serão realizados tratos culturais necessários. Onde serão submetidos à análise de variância pelo teste F, a comparação das médias pelo de Tukey a 5 de probabilidade e também á análise de regressão polimonial por meio do programa estatístico ASSISTAT®.

Protocolo: 1109 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2012 - 6/2013 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): LUIS EDUARDO MAZETTI FEITOSA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
ANTONIO FLUMINHAN JUNIOR

Resumo:
O experimento será conduzido em ambiente protegido, em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias, do Curso de Agronomia, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Para a composição dos tratamentos será utilizado o efluente domestico originado da Estação de Tratamento de Efluente da SABESP. Os tratamentos serão distribuídos em 25 células (microtanques escavados no solo, revestidos com polietileno de alta densidade - PAD) com dimensões de 1,5 x 0,8 x 0,5 m (comprimento x largura x profundidade) perfazendo um volume armazenado de 0,6 m3 por célula e 15 m3 no total. Os tratamentos serão caracterizados da seguinte forma: Tratamento 1 (T1) = Concentração de 100 do efluente (bruto final - descarte); Tratamento 2 (T2) = Concentração de 75 do efluente (diluição com água); Tratamento 3 (T3) = Concentração de 50 do efluente (diluição com água); Tratamento 4 (T4) = Concentração de 25 do efluente (diluição com água); Tratamento 5 (T5) = Concentração de 100 de água tratada (fornecida também pela SABESP). O efluente bruto final para descarte, bem como suas diluições, e a água utilizada para as diluições serão caracterizadas físico-quimicamente antes do início do experimento. Serão determinados os seguintes parâmetros: pH (potenciométrico direto), temperatura (T oC), DBO5 a 20 oC, Oxigênio Dissolvido - OD (mg L-1), Turbidez (Método nefelométrico), de acordo com a Resolução CONAMA no 357/2005, que estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes nos corpos d´água. As análises dos referidos parâmetros serão realizados de acordo com os procedimentos descritos em Malavolta et al. (1997).

Protocolo: 974 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2012 - 7/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): LEANDRO BORAZZIO
VITOR CALDEIRA BAZOTE
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPOSITO
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
O experimento será conduzido em ambiente protegido, em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias, do Curso de Agronomia, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Para a composição dos tratamentos será utilizado o resíduo industrial originado de uma empresa do setor de oleoquímica, devidamente caracterizado quimicamente antes da efetivação das misturas. Os tratamentos serão distribuídos em 70 recipientes cilíndricos constituídos de plástico rígido com 0,63 m de altura e 0,45 m de diâmetro perfurados lateralmente para facilitar a oxigenação do material a ser compostado. Os tratamentos serão caracterizados da seguinte forma: (T1) = 100 do resíduo principal; (T2) = Proporção de 75 do resíduo principal + 25 de lodo de esgoto (ETE) (3:1); (T3) = Proporção de 50 do resíduo principal + 50 de lodo de esgoto (ETE) (1:1); (T4) = Proporção de 25 do resíduo principal + 75 de lodo de esgoto (ETE) (1:3); (T5) = 100 de lodo de esgoto (ETE); (T6) = Proporção de 75 do resíduo principal + 25 de esterco de curral in natura (3:1); (T7) = Proporção de 50 do resíduo principal + 50 de esterco de curral in natura (1:1); (T8) = Proporção de 25 do resíduo principal + 75 de esterco de curral in natura (1:3); (T9) = 100 de esterco de curral in natura; (T10) = Proporção de 75 do resíduo principal + adubação mineral; (T11) = Proporção de 50 do resíduo principal + adubação mineral; (T12) = Proporção de 25 do resíduo principal + adubação mineral. As amostras coletadas serão secas à 65 oC durante 72 horas em estufa de circulação forçada de a, moídas em moinho específico e destinadas ao Laboratório de Análise Química de Resíduos para a determinação dos seguintes parâmetros: Condutividade elétrica (Ce) em água na relação 1:1; pH em CaCl2 0,01 mol L-1, Umidade () das amostras eliminada à 65oC e à 105 oC; Teor de Matéria Orgânica Total (MOT) em mufla a 550 °C durante 1 hora e C total.

Protocolo: 976 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2012 - 12/2012 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JOSIANDER DA COSTA SILVA
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPOSITO
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
As coletas serão realizadas em área experimental do Curso de Engenharia Agronômica, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Antes de iniciar com as avaliações será realizado um levantamento completo de manejo das áreas escolhidas com efeito de caracterização das mesmas, bem como para fornecer subsídios técnicos durante a discussão dos dados coletados. Os sistemas serão selecionados de acordo com o histórico de uso: MN - área de mata nativa, sem a intervenção de atividade humana; EC - eucalipto (Eucaliptus grandis) adubado apenas na instalação da área; RSD - área de rotação de culturas manejadas no sistema de plantio direto (SSD); PAI - pastagem de capim Mombaça (Panicum maximum cv. Mombaça) manejada com adubação e irrigação; CCM - cana-de-açúcar (variedade RB 86-7515) manejada com colheita sem queima. O delineamento experimental utilizado será caracterizado como inteiramente casualizado (DIC), estruturado em parcelas subdivididas, onde as parcelas serão denominadas de sistemas de manejo e as subparcelas as profundidades de solo amostradas. As amostras de terra serão consideradas como repetições, não se caracterizando uma repetição espacial. As duas amostragens serão realizadas, com intervalo de seis meses, a partir de fevereiro de 2011, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-20 e 20-40 cm, na entrelinhas dos plantios. Após a coleta, as amostras serão transportadas para o laboratório de análise de solos da UNOESTE para a determinação dos parâmetros químicos do solo (análise básica). Os teores de Matéria Orgânica e de Carbono Orgânico (C) será determinado pelo método de Walkley-Black (1934) citado em Raij et al. (2001). A densidade do solo (Ds) nas camadas referenciadas acima serão determinados em amostras indeformadas. Os estoques de carbono no solo em cada área serão calculados com base em massa equivalente de solo. Também serão realizadas amostragens de palhada (matéria seca) para a determinação do teor de carbono (C). Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância (Teste F), avaliando-se o efeito dos tratamentos pelo teste de Tukey ao nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 975 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2012 - 1/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): GABRIEL CHAVES DA COSTA
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPOSITO
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
O presente trabalho será desenvolvido no campo experimental, pertencente ao pomar comercial da Fazenda São Jorge, localizada no município de Mendonça, no Estado de São Paulo. As mudas de laranjeira "Pêra´ enxertadas em limoeiro "Cravo´, com dois anos de idade, com característica vegetativa uniforme, devidamente certificadas, foram plantadas na primeira quinzena de maio de 2009, seguindo um espaçamento de 6,0 m x 2,75 m. O delineamento estatístico seguirá o modelo em blocos inteiramente casualizados, com quatro repetições, em esquema fatorial 2x3 (duas formas de correção do solo: calcário/silicato e três níveis de saturação de bases no solo), onde serão manejados os seis tratamentos, descritos abaixo. Cada tratamento será representado por quatro plantas em cada bloco, perfazendo um total de 96 plantas. Os corretivos que serão utilizados deverão apresentar valores de PRNT próximos para possibilitar a comparação. Os tratamentos estão descritos a seguir: Tratamento 1 = Manejo da Saturação de bases do solo a 50 com calcário; Tratamento 2 = Manejo da Saturação de bases do solo a 60 com calcário; Tratamento 3 = Manejo da Saturação de bases do solo a 70 com calcário; Tratamento 4 = Manejo da Saturação de bases do solo para 50 com silicato; Tratamento 5 = Manejo da Saturação de bases do solo para 60 com silicato; Tratamento 6 = Manejo da Saturação de bases do solo para 70 com silicato. A cada dois meses serão avaliados os parâmetros biométricos como diâmetro do caule, com paquímetro digital a 10 cm acima do ponto de enxertia, juntamente com a medida de altura das plantas, com régua previamente marcada. Também serão coletados dados do diâmetro médio das copas (média entre as medidas no sentido norte-sul e leste-oeste). Com os resultados da altura de plantas e do diâmetro médio serão determinados o volume e a área de projeção da copa. Amostras de folhas serão coletadas de ramos não frutíferos, na altura mediana e em cada quadrante da copa. Serão realizadas duas coletas por parcela por ano para as determinações analíticas dos nutrientes N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn, Zn e Si. Quatro amostras simples serão homogeneizadas para obtenção de uma amostra composta, sendo assim determinados pH, M.O., P, H+Al, Al, Ca, Mg, K, SB, CTC, V, B, Cu, Fe, Mn, Zn e Si. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t ao nível de 5 de probabilidade e, quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos de regressão polinomial. O melhor modelo para o ajuste dos dados será escolhido em função do grau de significância do coeficiente de determinação (R2).

Protocolo: 977 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2012 - 1/2013 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): THIAGO APARECIDO SILVA AMORIM
ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO
THADEU HENRIQUE NOVAIS SPOSITO
LUCAS GABRIEL DE OLIVEIRA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
Atualmente, a produção de carne e leite, no Brasil é feita em aproximadamente 172 milhões de ha, com uma grande porcentagem destas em pastagens cultivadas por gramíneas do gênero Brachiaria, sendo que B. brizantha é a mais utilizada. Muitas destas áreas apresentam solos pobres e ácidos, sujeitos à secas estacionais ou veranicos em regiões onde a atividade pecuária tem importância econômica. Apesar disto, poucos estudos relacionados aos efeitos de restrição hídrica e toxidez de alumínio na germinação e desenvolvimento inicial de plântulas de espécies de Brachiaria, principalmente em relação a diferentes genótipos de uma mesma espécie, foram realizados. O objetivo deste projeto será avaliar as mudanças bioquímicas, fisiológicas e morfológicas em cultivares de Brachiaria brizantha disponíveis comercialmente (Marandú; BRS Piatã; MG4, MG5, Xaraés e Basilisk) submetidos a estresses causados pela deficiência hídrica e toxidez de alumínio livre durante a germinação e desenvolvimento de plântula. Além disto, serão estudados os efeitos da aplicação de paclobutrazol (um atenuador de estresse) nas sementes visando desenvolver tecnologia para melhorar a implantação de pastagem em condições sub-ótimas. Para isso, serão avaliadas as alterações na taxa e velocidade de germinação, nos parâmetros biométricos e bioquímicos. As informações obtidas neste trabalho darão suporte não apenas ao melhoramento convencional ou biotecnológico de Brachiaria, na avaliação e obtenção de cultivares mais tolerantes ao estresse abiótico, e poderá ser utilizado por agrônomos, produtores e companhias de sementes para a seleção do melhor cultivar, bem como um guia para uso racional e estratégico para formação e manutenção de pastagens.

Protocolo: 1019 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2012 - 9/2013 Programa: PPD - Programa de Pesquisa Docente/PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): MARYELLEN COSTA CHRISTOVAM
CLAUDIA JAQUELINE TOME YAMAMOTO
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA

Resumo:
As orquídeas representam o maior grupo entre as Angiospermas em número de espécies. São muito utilizadas para ornamentação, tanto como plantas de vaso como flores de corte. Algumas espécies têm grande importância econômica e estão sob risco de extinção. O estabelecimento de bancos de sementes é fundamental para a conservação de espécies cultivadas e silvestres, porém, nem sempre é possível, pois algumas espécies possuem sementes que não toleram dessecação ou baixas temperaturas, sendo possível optar-se por outras formas como propágulos, pólen, gemas e outras. Todavia, as informações para armazenamento de orquídeas são limitadas, quanto ao que são consideradas condições mais adequadas. Sementes germinadas armazenadas a temperatura de nitrogênio líquido (-196°C) podem ser uma opção. O presente estudo visa avaliar o efeito de três crioprotetores no condicionamento para crioconservação à -196ºC de oito espécies de orquideas por zero, um, três, seis e nove meses após armazenamento. As variáveis avaliadas serão a sobrevivência das semente germinadas, o índice de velocidade de desenvolvimento das estruturas vegetativas, a avaliação do índice de estabilidade de membranas, a atividade de superóxido dismutase, bem como a taxa de crescimento relativo.

Protocolo: 907 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2011 - 12/2012 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): LEANDRO HARUO SAWAMURA
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
SILVERIO TAKAO HOSOMI

Resumo:
As orquídeas representam o maior grupo entre as Angiospermas em número de espécies. São muito utilizadas para ornamentação, tanto como plantas de vaso como flores de corte. Algumas espécies têm grande importância econômica e estão sob risco de extinção. O estabelecimento de bancos de sementes é fundamental para a conservação das espécies cultivadas e silvestres. Todavia, as informações para armazenamento de sementes de orquídeas são limitadas, e ainda há divergências entre autores quanto ao que são consideradas condições mais adequadas. Sementes armazenadas a temperatura de nitrogênio liquido (-196°C) têm uma preservação maior. O presente estudo visa avaliar o efeito do armazenamento na qualidade fisiológica de sementes de oito espécies de orquideas em quatro condições de armazenamento: ambiente, 5ºC, -18ºC e -196ºC por três, seis e nove meses após armazenamento. As variáveis avaliadas serão a germinação, o índice de velocidade de germinação e a vitalidade por meio do teste de tetrazólio.

Protocolo: 908 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2011 - 11/2012 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIANE MARANGONI HENGLING
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
SILVERIO TAKAO HOSOMI

Resumo:
O Brasil possuí uma área de 329.941.393,00 milhões de hectares e 5.175.489,00 milhões de estabelecimentos, sendo que desse montante 1.547.085,00 milhões de ha são de café arábica plantado, resultando em uma produção de 31.495.316,00 sacas beneficiadas de 60 kg (IBGE, 2009). O objetivo do trabalho é formar um banco de dados, mediante resultados de análise foliar e registro de produtividade para o estabelecimento das normas DRIS para Café no Paraná, bem como estabelecer critérios para aplicação de fertilizantes para a produção de café para o estado do Paraná. O experimento será implantado em Setembro de 2011 (safra 2011/2012), em propriedades rurais situadas no município de PitangueirasPR, com coordenadas geográficas , estando a uma altitude de 600 m. Na realização deste trabalho, serão retiradas amostras de folhas de 60 lotes com lavouras de café (Coffea arabica L.) com as variedades IAPAR 59, IPR 98, IPR 99, Catuaí, Mundo Novo e Tupi, sendo que as unidades amostrais (UAs) terão o tamanho de 0,5 ha. As amostras de folhas coletadas serão acondicionadas em sacos de papel e transportadas para o laboratório, onde serão lavadas, secadas, moídas e submetidas às análises (MALAVOLTA et al, 1997). Com os resultados obtidos, será realizada uma comparação com dados encontrados em outros trabalhos semelhantes e também incentivar o monitoramento da fertilidade do solo e das lavouras cafeeiras, mediante amostragem de folhas anual das lavouras, seguindo as recomendações geradas pelas normas DRIS.

Protocolo: 926 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2011 - 9/2012 Programa: PPD - Programa de Pesquisa Docente/PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): RICARDO AUGUSTO DA SILVA
Professor(es): JOSE EDUARDO CRESTE

Resumo:
O experimento será conduzido em ambiente protegido, em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias, do Curso de Agronomia, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Para a composição dos tratamentos será utilizado o resíduo industrial originado de uma empresa do setor de oleoquímica, devidamente caracterizado quimicamente antes da efetivação das misturas. Os tratamentos serão distribuídos em 70 recipientes cilíndricos constituídos de plástico rígido com 0,63 m de altura e 0,45 m de diâmetro perfurados lateralmente para facilitar a oxigenação do material a ser compostado. Os tratamentos serão caracterizados da seguinte forma: (T1) = 100 do resíduo principal; (T2) = Proporção de 75 do resíduo principal + 25 de lodo de esgoto (ETE) (3:1); (T3) = Proporção de 50 do resíduo principal + 50 de lodo de esgoto (ETE) (1:1); (T4) = Proporção de 25 do resíduo principal + 75 de lodo de esgoto (ETE) (1:3); (T5) = 100 de lodo de esgoto (ETE); (T6) = Proporção de 75 do resíduo principal + 25 de esterco de curral in natura (3:1); (T7) = Proporção de 50 do resíduo principal + 50 de esterco de curral in natura (1:1); (T8) = Proporção de 25 do resíduo principal + 75 de esterco de curral in natura (1:3); (T9) = 100 de esterco de curral in natura; (T10) = Proporção de 75 do resíduo principal + adubação mineral; (T11) = Proporção de 50 do resíduo principal + adubação mineral; (T12) = Proporção de 25 do resíduo principal + adubação mineral. As amostras coletadas serão secas à 65 oC durante 72 horas em estufa de circulação forçada de a, moídas em moinho específico e destinadas ao Laboratório de Análise Química de Resíduos para a determinação dos seguintes parâmetros: Condutividade elétrica (Ce) em água na relação 1:1; pH em CaCl2 0,01 mol L-1, Umidade () das amostras eliminada à 65oC e à 105 oC; Teor de Matéria Orgânica Total (MOT) em mufla a 550 °C durante 1 hora e C total. A extração do nutriente como N total será realizada pelo processo de digestão em ácido sulfúrico à quente e destilação do N pelo método Kjeldahl, e a extração dos elementos essenciais P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn além dos metais traço como Cd, Cr, Pb e Ni pelo procedimento de digestão nitricoperclórica e Relação C/N. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t ao nível de 5 de probabilidade e, quando pertinente os efeitos dos tratamentos serão avaliados aplicando-se os modelos de regressão polinomial. O melhor modelo para o ajuste dos dados será escolhido em função do grau de significância do coeficiente de determinação (R2).

Protocolo: 882 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2011 - 11/2012 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ISABELA MAREGA RIGOLIN FUZETO
FELIPE EMANUEL DOS SANTOS MORAES
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
A aplicação bem sucedida de microorganismos nas sementes de uma forma comercialmente viável é apenas o primeiro passo para a utilização de microrganismos benéficos para melhorar o desenvolvimento das plantas. É igualmente importante que os microrganismos permaneçam viáveis e capazes de colonizar as raízes e rizosfera, a fim de continuar a melhorar o crescimento das plantas. Este projeto tem como objetivo principal avaliar o efeito da inoculação de rizobactérias em sementes de braquiária, utilizando-se das técnicas de revestimento e "bio-priming", avaliando-se o armazenamento e germinação de sementes como também o desenvolvimento das plantas em laboratório e casa de vegetação. Serão avaliadas duas formas de revestimento de sementes com formulação de Bacillus sp.; buscando-se investigar a sobrevivência da bactéria como também a germinação, velocidade de crescimento e acúmulo de biomassa das plantas em laboratório e casa de vegetação. O experimento será constituído de um esquema fatorial 5x2x4 (5 tipos de revestimento, 2 tratamentos biológicos (isolados bacterianos) e 4 períodos de armazenamento da semente (0, 3, 6 e 9 meses), em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições.

Protocolo: 880 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2011 - 6/2015 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ANTONIO EMILIO RODRIGUES MANRIQUE
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
A atividade agrícola, a despeito das tecnologias de manejo empregadas e do melhoramento das espécies cultivadas, é susceptível às intempéries climáticas o que acarreta, via de regra, reduções do potencial produtivo das culturas. O ambiente afeta um organismo de muitas maneiras e em qualquer momento. Dentre os fatores ambientais que restringe um bom estabelecimento de plantas, estão os fatores abióticos que incluem a intensidade de luz, temperatura, CO2, umidade, suprimento de água e minerais. A cana-de-açúcar é considerada, por excelência, uma "planta de sol". A radiação solar afeta todos os estágios de desenvolvimento. Sendo uma planta com metabolismo C4, responde melhor a intensidade luminosa mais alta. O ponto de saturação lumínico é muito mais elevado, e pode variar dependendo do cultivar. A interação da planta com o ambiente determina a produção das culturas, e a produção da matéria seca está diretamente relacionada com a interceptação da radiação solar, em que ocorre a transformação em energia química através da fotossíntese

Protocolo: 874 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2011 - 12/2012 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ANDERSON GUERRA
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
Gramíneas forrageiras são a base da produção de carne bovina no Brasil, predominando as espécies do gênero Brachiaria. A Brachiaria brizantha tem se destacado por sua adaptação e elevada capacidade de produção. A crescente utilização destas forrageiras impulsionou a profissionalização da indústria de sementes e como resultado, o Brasil tornou-se o maior produtor, consumidor e exportador de sementes forrageiras tropicais. Todavia, a identificação de materiais ainda é complexa quando feita da maneira tradicional, i.e, por meio de caracteres morfológicos. O objetivo deste projeto é o de estabelecer padrões de eletroforese de proteínas, para análise de pureza varietal de lotes de B. brizantha de diferentes cultivares, permitindo a caracterização da mistura em termos de qualidade e quantidade. O projeto será dividido em duas partes. Na primeira irão se utilizar sementes genéticas de quatro cultivares de Brachiaria brizantha (Marandu, BRS Piatã, MG4 e Xaraés). Serão utilizados cem cariposes desembrionadas de cada cultivar e testadas individualmente para os perfis eletroforéticos em A-PAGE (Acid Polyacrialamide Gel electrophoresis) e SDS-PAGE (Sodium Dodecil Sulphate Polyacrialamide Gel electrophoresis), para o estabelecimento de um padrão do cultivar. Na Parte II, três lotes comerciais de cada cultivar serão testados, em quatro repetições de cem cariopses desembrionadas, para os perfis eletroforéticos de A-PAGE e SDS-PAGE contra o padrão obtido na parte I do projeto.

Protocolo: 871 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2011 - 3/2013 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): INAE BRAGA
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA

Resumo:
A batata-doce (Ipomoea batatas (L.) Lam.) pertence à família Convolvulaceae, sendo uma hortaliça tuberosa de grande adaptação, que apresenta, dentre outras características, um germoplasma com grande diversidade genotípica e fenotípica, com origem na América tropical. O objetivo deste trabalho é de testar um inibidor de crescimento microbiano, a isotiazolinona, em diversas doses sobre o cultivo in vitro de segmentos nodais de dois clones de batata doce, um de polpa branca e outro de polpa amarelo alaranjada. Inicialmente serão produzidas plantas "axênicas" as quais serão inoculadas em meio MS com diferentes doses do produto (78, 156, 356, 624, 1248 &#956;L L-1) que serão cultivadas por um mês a 25ºC e 16h de luz. Após este período, metade das plantas será retirada dos frascos. Será medido o comprimento da parte aérea e da raiz, após isto, estas partes serão secas e pesadas para obtenção da matéria seca. A outra metade será retirada do meio contendo o antimicrobiano e transferida para meio esterilizado por autoclavagem, por mais trinta dias, nas mesmas condições de cultivo, repetindo-se as medidas anteriormente descritas. Três repetições de cada tratamento serão maceradas e terão o DNA total extraído, o qual será amplificado para verificar-se há microbiota endofítica, e se esta foi afetada pelo tratamento antimicrobiano, e se houve recuperação da mesma após o retorno das plântulas ao tratamento sem antimicrobiano. Estas comunidades microbianas e o crescimento das plantas antes e depois dos tratamentos serão comparados. Os tratamentos, arranjados em um fatorial 2x6 serão analisados por regressão polinomial para as doses do antimicrobiano e pelas médias entre os cultivares pelo teste de Tukey (p< 0,05).

Protocolo: 708 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2011 - 5/2013 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): JOICE YURI MINAMIGUCHI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
LUIZ GONZAGA ESTEVES VIEIRA

Resumo:
A utilização de fosfatos naturais, com disponibilização lenta, gradual e contínua de fósforo para a solução do solo pode ser uma alternativa para garantir a produtividade da planta e da soqueiras, além de reduzir a formação de P não lábil. Assim, o objetivo desse trabalho será estudar a melhor proporção entre misturas de fontes mais ou menos solúveis de P na produção de cana-de-açúcar da cana-planta, além de verificar o efeito da adição de adubo orgânico em mistura com fontes minerais de P na disponibilização desse nutriente para as plantas. O experimento será conduzido no Campus II da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico. Os tratamentos experimentais serão instalados em delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas pela aplicação de 150 kg ha-1 de P2O5 via superfosfato simples (SS) e fosfato natural reativo de Arad (FNA). E as subparcelas serão compostas pela presença ou ausência de composto orgânico (CO). Assim, os tratamentos serão os seguintes: 1) 100 SS, com CO; 2) 100 SS, sem CO; 3) 2/3 SS e 1/3 FNA, com CO; 4) 2/3 SS e 1/3 FNA, sem CO; 5) 1/3 SS e 2/3 FNA, com CO; 6) 1/3 SS e 2/3 FNA, sem CO; 7) 100 FNA, com CO; 8) 100 FNA, sem CO. Esses tratamentos serão repetidos em dois experimentos, sendo 1 com adubação fosfatada no sulco de plantio e outro com aplicação de FNA a lanço. Serão avaliados parâmetros de crescimento vegetativo da planta a cada três meses, produtividade de colmos, parâmetros tecnológicos, fracionamento de P no solo, além da atividade microbiana, P microbiano e atividade de fosfatases ácidas. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t ao nível de 5 de probabilidade

Protocolo: 843 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2011 - 7/2012 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): LEANDRO DE OLIVEIRA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
FABIO FERNANDO DE ARAUJO
TADEU ALCIDES MARQUES
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
As coletas serão realizadas em área experimental do Curso de Engenharia Agronômica, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Antes de iniciar com as avaliações será realizado um levantamento completo de manejo das áreas escolhidas com efeito de caracterização das mesmas, bem como para fornecer subsídios técnicos durante a discussão dos dados coletados. Os sistemas serão selecionados de acordo com o histórico de uso: MN - área de mata nativa, sem a intervenção de atividade humana; EC - eucalipto (Eucaliptus grandis) adubado apenas na instalação da área; RSD - área de rotação de culturas manejadas no sistema de plantio direto (SSD); PAI - pastagem de capim Mombaça (Panicum maximum cv. Mombaça) manejada com adubação e irrigação; CCM - cana-de-açúcar (variedade RB 86-7515) manejada com colheita sem queima. O delineamento experimental utilizado será caracterizado como inteiramente casualizado (DIC), estruturado em parcelas subdivididas, onde as parcelas serão denominadas de sistemas de manejo e as subparcelas as profundidades de solo amostradas. As amostras de terra serão consideradas como repetições, não se caracterizando uma repetição espacial. As duas amostragens serão realizadas, com intervalo de seis meses, a partir de fevereiro de 2011, nas profundidades de 0-5, 5-10, 10-20 e 20-40 cm, na entrelinhas dos plantios. Após a coleta, as amostras serão transportadas para o laboratório de análise de solos da UNOESTE para a determinação dos parâmetros químicos do solo (análise básica). O teor de Carbono Orgânico (C) será determinado pelo método de Walkley-Black (1934) citado em Raij et al. (2001). A densidade do solo (Ds) nas camadas referenciadas acima serão determinados em amostras indeformadas. Os estoques de carbono no solo em cada área serão calculados com base em massa equivalente de solo. Também serão realizadas amostragens de palhada (matéria seca) para a determinação do teor de carbono (C). Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância (Teste F), avaliando-se o efeito dos tratamentos pelo teste de Tukey ao nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 544 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2011 - 12/2011 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JHONNY RAMOS ZARBIM
FABIO HENRIQUE BERTASSO
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
O experimento será conduzido em área experimental do Curso de Engenharia Agronômica, localizada no Campus II, na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. A UNOESTE, Campus II está localizado a 475 m de altitude em uma região de clima definido como Cwb, quente com inverno seco, verão chuvoso e brando conforme classificação de Köppen. As coordenadas geográficas de Presidente Prudente são: Latitude: -22o07´32´´ e Longitude: 51o23´20´´O experimento tem como objetivo avaliar as influencia da aplicação de diferentes doses do Silicato de Ca/Mg em solos arenosos de região tropical com ênfase no cultivo da forrageira Brachiaria brizantha em estado de degradação, observando assim, os resultados associados à fertilidade do solo (análise básica), além da avaliação do estado nutricional e análise bromatológica. As análises de Si serão realizadas no solo e no tecido vegetal. A condução do experimento contará com um delineamento estatístico e seguirá o modelo em blocos casualizados com três repetições onde serão dispostos os cinco tratamentos (doses de AgroSilício em Pó - 34,9 de CaO; 9,9 de MgO; 22,4 de SiO2). Cada tratamento será representado por parcelas de 30 m2, perfazendo um total de 15 parcelas (450 m2).

Protocolo: 545 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2011 - 12/2011 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JHONNY RAMOS ZARBIM
CAUE BOLDRINI ZARDO
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A cultura do maracujazeiro na região oeste do Estado de São Paulo vem tornando-se uma boa alternativa de renda aos agricultores familiares. O ciclo de produção da planta concentra-se entre os meses de dezembro a julho. O sistema convencional utilizado é para produção de mudas pequenas, e observa-se que a produção de plantas maiores apresenta vantagens aos produtores. No sistema moderno de produção em ambiente protegido, proporciona a obtenção de plantas com um melhor sistema radicular, com economia de tempo e são realizados dentro de estufas sobre mesas, proporcionando maior proteção as plantas. Em relação à adubação não há trabalhos de produção mudas de um porte maior de maracujazeiro e não existem recomendações de doses e formas de manejo de fertilizantes. Neste trabalho planeja-se estudar diferentes tipos de substratos e as diferentes dosagens de nitrogênio para produção de mudas grandes de maracujazeiro. E serão realizadas análises na planta de altura, número de folhas, matéria seca das folhas e raízes, análise foliar; crescimento além da análise química do substrato.

Protocolo: 577 Início e Fim: Mês/Ano: 11/2010 - 9/2012 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): RODRIGO TAKASHI MARUKI MIYAKE
Professor(es): JOSE EDUARDO CRESTE

Resumo:
A inoculação do feijoeiro é uma técnica amplamente conhecida pelos técnicos porém pouco utilizada pelos agricultores. Isto em parte é devido ao fato dos resultados controversos sobre a eficiência do fornecimento de nitrogênio a cultura pela simbiose com o rhiozobium. Porém, com o baixo poder aquisitivo da maioria dos agricultores, que cultivam esta cultura, o que proporciona uma produtividade média nacional próxima dos 500 kg ha-1, a utilização desta técnica de baixo custo pode ser uma excelente alternativa para aumento da produtividade, como também a associação da técnica com o fornecimento de N mineral em cobertura pode conseguir resultados positivos. A carência de experimentos de campo associando o uso do inoculante com a aplicação de N mineral justificam trabalhos nesta área da pesquisa com o cultivo do feijoeiro. Neste contexto o objetivo deste trabalho é o de avaliar a inoculação do feijoeiro e a aplicação de doses de N em cobertura, em experimentos de campo conduzidos em três municípios na região norte do paraná. Serão utilizados doses crescentes de N (20 a 80 kg de N ha-1) em complentação a inoculação com Rhizobium. Os experimentos serão repetidos no campo em duas safras agrícolas. Serão avaliados aspectos relacionados com a nodulação, nutrição mineral foliar e rendimento da cultura.

Protocolo: 468 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2010 - 11/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ANTONIO CARLOS REBESCHINI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
As rizobactérias promotoras do crescimento de plantas são bactérias que habitam o solo e com frequência são isoladas da rizosfera de diversas plantas cultivadas. Os efeitos destes microrganismos sobre o crescimento das plantas são amplos, incluindo os efeitos benéficos no controle de fitopatógenos no solo, emergência de plântulas e crescimento de plantas. Dentre as espécies citadas neste grupo destacam-se os gêneros Pseudomonas, Bacillus e Rhizobium. O gênero Bacillus tem apresentado diferentes espécies com potencial para utilização em programas de microbiolização de sementes. O projeto será conduzido na Unoeste, P. Prudente, SP. Inicialmente será procedido isolamento de Bacillus spp. de rizosfera de plantas oriundas de diferentes localidades da região oeste paulista. Posteriormente serão conduzidos bioensaios para caracterização dos isolados bacterianos quanto ao antagonismo de fungos fitopatogênicos, colonização de raízes, produção de fosfatases e produção de auxinas. Na etapa final será avaliado o potencial dos isolados selecionados para promoção de crescimento de plantas, utilizando-se o cultivo de plantas em casa de vegetação. Os isolados caracterizados nos diferentes parâmetros utilizados, serão submetidos a caracterização molecular para avaliação da diversidade genética. Neste sentido o presente projeto tem como objetivo utilizar diferentes critérios para a seleção de isolados de Bacillus oriundos de rizosferas de plantas cultivadas na região oeste paulista e comprovação da capacidade de promoção de crescimento de plantas os quais irão compor uma coleção de isolados de rizobactérias promissores para futuros trabalhos em campo. Os resultados encontrados servirão também para verificar se o programa de seleção de rizobactérias do gênero Bacillus em culturas de importância econômica foi útil para validar isolados promissores para utilização como promotores do crescimento de plantas como também encontrar indices que representem sua diversidade genética.

Protocolo: 459 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2010 - 9/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ANA LIGIA DE LIMA MOREIRA
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
Muitos são os resultados obtidos sobre a influencia do sistemas silvipastoris (SSP´s) no microclima, condições físicas do solo, reciclagem de nutrientes, etc., alterando a produtividade das pastagens positivamente ou negativamente, não se explicando muitas vezes quais as causas. Notadamente nos trabalhos feitos com SSP´s, com eucalipto, não tem sido feito levantamento da sua influencia na umidade do solo e consequentemente sua influencia na produção de forragens dentre os diversos fatores citados. Deixando dúvidas quando e quanto os benefícios proporcionados ao SSPs com eucalipto, são superiores ao seu consumo de água do sistema. Assim, objetiva-se com essa trabalho determinar a variação no teor de umidade no solo em diferentes profundidades, em transecta entre os renques de SSPs formado com eucalipto, comparando com área de pastagem a pleno sol ao longo de um período de 21 dias no mês mais seco (julho/agosto) e 21 dias na primavera (outubro/novembro) e 21 dias verão (janeiro/fevereiro). O trabalho será realizado no município de Paranavaí, Estado do Paraná. o delineamento experimental será o inteiramente ao acaso, com três repetições, em esquema fatorial 2x3, sendo dois sistemas de ocupação do solo (pastagem solteira ou consorciada com Eucalipto) e três distâncias de amostragem (2,5, 5,0 e 10 m) tendo a curva de nível como referência, a qual coincide com a linha de plantio do Eucalipto. Será avaliada a umidade do solo nas profundidades de 0-20, 20-40, 40-60, 60-80 e 80-100 cm. Os dados originais serão comparados utilizado o intervalo de confiança da média e pelo teste t a 5 de probabilidade.

Protocolo: 458 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2010 - 11/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): ERNI LIMBERGER
Professor(es): JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
O algodoeiro é afetado por doenças altamente destrutivas como é o caso dos nematóides, causando sérios prejuízos ao desenvolvimento, produção e economia do algodoeiro. Os danos causados por nematóides podem resultar em diminuição do volume de raízes, menor absorção de nutrientes e redução da produtividade. Os sintomas causados por nematóides de galhas incluem inchaço e formação de galhas. A primeira indicação da presença de nematóides pode ser o aparecimento de plantas cloróticas ou enfezadas em reboleiras. O sucesso do controle de nematóide em áreas infestadas depende de um conjunto de medidas associadas. Rotação de culturas, controle químico com nematicidas granulados no sulco de plantio e uso de cultivares resistentes são as principais ferramentas para o manejo dos nematóides. Em termos práticos o uso de cultivares resistentes seria a medida de mais fácil adoção pelos cotonicultores, porem a maioria dos cultivares atualmente disponíveis no Brasil não dispõem de resistência suficiente para controlar o problema. Neste contexto o objetivo deste projeto é o de avaliar dentre os principios de controle químico, genético e biológico qual o mais eficiente para o controle de nematóides em diferentes genótipos de algodoeiro. Para isto serão utilizados três genótipos de algodoeiro susceptíveis e um genótipo resistente ao nematóide e também serão conduzidos tratamentos com aplicação de controle químico a base de abamectina e biológico a base de Bacillus subtilis.

Protocolo: 457 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2010 - 10/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): WILLIAN AKIO HIGAKI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
A região do Oeste Paulista é considerada sócio-economicamente como uma das mais carentes do estado de São Paulo, sendo a atividade agropecuária a base da economia regional, porém a baixa disponibilidade hídrica nos períodos de outono/inverno e inverno/primavera, somada à baixa retenção de água nos solos devido ao reduzido teor de matéria orgânica e de argila, e à freqüente estiagem que ocorre durante o cultivo da safra de verão (veranicos), dificultam o cultivo de plantas, seja culturas anuais ou perenes. Assim, objetiva-se com esse trabalho instalar, na área de produção da Universidade do Oeste Paulista, diferentes rotações de culturas envolvendo espécies graníferas anuais, forrageiras e silvícolas, visando melhorar as características químicas e físicas do solo, aumentando a eficiência do uso da área, e a produtividade e a rentabilidade do produtor rural. O experimento será instalado e conduzido em área de produção Fazenda da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico. Utilizar-se-á um delineamento experimental em blocos ao acaso, em um esquema de faixas, com quatro repetições. O experimento constituirá de cinco tratamentos envolvendo diferentes ocupações do solo. Os tratamentos serão os seguintes: 1)eucalipto+braquiária/ eucalipto+ soja/eucalipto+braquiária; 2) milho+braquiária/braquiária/soja/braquiária; 3)amendoim/ braquiária/soja/braquiária; 4) pastagem irrigada; 5) pastagem não irrigada. Serão avaliados os seguintes parâmetros: fertilidade do solo e acúmulo de carbono; análise da atividade microbiana; propriedades físicas e físico-hídricas do solo; acúmulo de carbono; sistema radicular das culturas; umidade e temperatura do solo; produção e qualidade das forragens; produtividade de grãos; estudo de rentabilidade econômica. Os dados originais serão submetidos à análise de variância, e as médias serão comparadas estatisticamente pelo teste t, no nível de 5 de probabilidade.

Protocolo: 453 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2010 - 12/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CAUE BOLDRINI ZARDO
FABRICIO LOUREIRO DE ALMEIDA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
FABIO FERNANDO DE ARAUJO
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A aplicação de boro via foliar em solos tropicais é uma opção para a melhoria na produtividade e no rendimento dos grãos de amendoim, tendo em vista que durante todo o ciclo da cultura ocorrem muitas pulverizações de defensivos agrícolas. Este trabalho terá por objetivo estudar o efeito da aplicação via foliar de boro sobre a produtividade do amendoim em semeadura na época considerada das águas. O experimento será conduzido em um Latossolo Vermelho distroférrico, em Rubiácea, SP. Serão estudadas diferentes doses e parcelamentos de B via pulverização foliar utilizando com fonte o ácido bórico. Serão 15 tratamentos em delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. Os tratamentos serão os seguintes: Testemunha (0 kg ha-1 de B); 0,5 kg ha-1 de B (100 30 DAE); 0,5 kg ha-1 de B (100 75 DAE); 1,0 kg ha-1 de B (100 30 DAE); 1,0 kg ha-1 de B (100 75 DAE); 1,0 kg ha-1 de B (50 30 DAE; 50 75 DAE); 1,5 kg ha-1 de B (100 30 DAE); 1,5 kg ha-1 de B (100 75 DAE); 1,5 kg ha-1 de B (50 30 DAE; 50 75 DAE); 1,5 kg ha-1 de B (33 30 DAE; 33 52 DAE; 33 75 DAE); 2,0 kg ha-1 de B (100 30 DAE); 2,0 kg ha-1 de B (100 75 DAE); 2,0 kg ha-1 de B (50 30 DAE; 50 75 DAE); 2,0 kg ha-1 de B (25 30 DAE; 25 45 DAE; 25 60 DAE; 25 75 DAE); 2,0 kg ha-1 de B (20 30 DAE; 20 45 DAE; 20 60 DAE; 20 75 DAE; 90 DAE). Será avaliado a produtividade do amendoim em casca, descascado e o rendimento de beneficiamento, além da diagnose foliar, e componentes da produção. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de medias t ao nível de 5 de probabilidade

Protocolo: 452 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2010 - 9/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): VITOR SAVOIA MORA
JOAO PAULO MACHADO MANTOVANI
Professor(es): JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
Objetiva-se com esse experimento avaliar a persistência da palhada e a liberação de nutrientes contidos nos resíduos vegetais de braquiária, lab-lab e milho, depositados na superfície do solo e avaliados durante seis meses (maio a novembro). O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, com 4 repetições, em esquema fatorial 3x6, sendo três espécies vegetais (lab-lab, milho e braquiária) e 6 épocas de avaliação (a cada 30 dias, entre os meses de junho a novembro, constituindo 72 unidades experimentais. Será avaliado a persistência, os teores remanescentes de N, P, K, Ca, Mg e S, além dos teores de C dos materiais vegetais em cada época de avaliação. O estudo das variáveis observadas constará de análise de variância dos dados originais. A variável qualitativa (resíduos vegetais), será comparada por meio de teste de média, com o teste t ao nível de significância de 5. A variável quantitativa (épocas de coleta), será estudada por meio de análise de regressão.

Protocolo: 382 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2010 - 5/2011 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): FERNANDO CARMONA GIL
VITOR ROCCO FRANCELINO DA SILVA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A Ixora coccínea é uma espécie muito apreciada para o uso em paisagismo especialmente em jardins tropicais. A propagação é feita por estaquia, no entanto, a porcentagem de enraizamentos é bastante baixa. O objetivo desta pesquisa é avaliar à identificação de enraizamento da Ixora coccínea em diferentes substratos com e sem o auxilio de um fitormônio (auxina) extraído da tiririca. Serão preparadas 120 estacas, o experimento será inteiramente casualizado fatorial 3x4 com: 12 tratamentos de 10 repetições sendo 1 estaca por repetição, sendo os tratamentos: T1= substrato +diluição1; T2=subst. + diluição2; T3= subst. + diluição3; T4= subst. + testemunha; T5= areia + diluição1; T6= areia + diluição2; T7= areia + diluição3; T8= areia + testemunha; T9= água + diluição1; T10= água + diluição2; T11= água + diluição3; T12= água + testemunha.

Protocolo: 301 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2010 - 4/2011 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LEONARDO ARAUJO SOBRAL
BRUNA MARTINS DA SILVA
LENON ROMANO MODESTO
Professor(es): PATRICIA REINERS CARVALHO

Resumo:
A região do Oeste Paulista é considerada sócio-economicamente como uma das mais carentes do estado de São Paulo, sendo a atividade agropecuária a base da economia regional, porém a baixa disponibilidade hídrica nos períodos de outono/inverno e inverno/primavera, somada à baixa retenção de água nos solos devido ao reduzido teor de matéria orgânica e de argila, e à freqüente estiagem que ocorre durante o cultivo da safra de verão (veranicos), dificultam o cultivo de plantas, seja culturas anuais ou perenes. Objetiva-se com esse trabalho indicar rotações e consórcios entre espécies graníferas anuais, forrageiras e silvícolas, visando melhorar a eficiência do uso da área, aumentar a retenção de água e produtividade das culturas, e consequentemente a rentabilidade do produtor rural, visando potencializar e viabilizar a prática agropecuária nessa região. Serão instalados cinco tratamentos em esquema de faixas, com quatro repetições. Os tratamentos serão os seguintes: 1) eucalipto+braquiária/eucalipto+milho+braquiária/eucalipto+braquiária; 2) milho+braquiária/braquiária/soja/braquiária; 3) amendoim/braquiária/soja/braquiária; 4) pastagem irrigada; 5) pastagem não irrigada. Os tratamentos serão avaliados quanto aos resultados de análises físicas do solo, como densidade aparente, macro e microporosidade, porosidade total e resistência à penetração. Também será avaliado o teor de matéria orgânica e o acúmulo de carbono em cada manejo. A umidade do solo será determinada semanalmente para comparação da capacidade de armazenamento hídrico em cada ocupação do solo. A produção de massa seca das forrageiras será determinado por ocasião da dessecação para semeadura das culturas graníferas em Sistema Plantio Direto. A produtividade de cada cultura será avaliada por meio de amostragem de grãos da área útil de cada parcela. Os resultados serão avaliados por meio de análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5 de probabilidade.

Protocolo: 378 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2010 - 4/2012 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): JHONNY RAMOS ZARBIM
CAUE BOLDRINI ZARDO
FABRICIO LOUREIRO DE ALMEIDA
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
FABIO FERNANDO DE ARAUJO
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
Avaliar a densidade de semeadura de Brachiaria ruziziensis cv. Comum em consórcio com o milho safrinha. Avaliar o efeito da densidade de semeadura do capim-Ruziziensis na produtividade do milho safrinha, a produção de massa seca e o acúmulo de nutrientes do capim-Ruziziensis. A densidade de semeadura de capim-Ruziziensis pode interferir na produtividade do milho safrinha em decorrência do acúmulo de massa seca e nutrientes. A área destinada ao experimento se localiza em condições de pastagem, degradada, na Escola Técnica "Prof. Luiz Pires Barbosa" no município de Cândido Mota (SP), geograficamente localizado na latitude 22° 44´ 32" S e longitude 50° 22´ 14" W, com altitude de 449 metros em relação ao nível do mar. Segundo a classificação de Köppen, o clima é correspondente a Am ou seja, clima tropical chuvoso, com inverno seco onde o mês menos chuvoso tem precipitação inferior a 60mm. O mês mais frio tem temperatura média superior a 18°C (Miranda et al., 2010). O solo da área experimental foi caracterizado como Latossolo vermelho eutroférrico (EMBRAPA,1999). Serão testados consórcios de milho safrinha e capim (Brachiaria ruziziensis cv. Comum) em diferentes densidades de plantas, e com valor cultural de 70. Os tratamentos serão constituídos de milho solteiro (testemunha); 2,25 Kg ha-1 de semente de capim-Ruziziensis 70; 4,50 Kg ha-1 de semente de capim-Ruziziensis; 6,75 Kg ha-1 de semente de capim-Ruziziensis e 9,00 Kg ha-1 de semente de capim-Ruziziensis .O delineamento experimental será o de blocos ao acaso, com 5 repetições, instalado em área de Latossolo vermelho eutroférrico no setor de pecuária da ETEC em Cândido Mota. Cada parcela será constituída de 4 linhas de 20 m com milho safrinha e 3 linhas de 20 m com capim-Ruziziensis). O Espaçamento entre plantas de milho safrinha será de 0,90 m e os capins serão plantados na sua entrelinha numa distância de 0,45m das plantas de milho. Serão avaliados a produção de perfilhos na fase inicial e no período de 30 dias de instalação do experimento de milho safrinha; a produção de massa seca do capim no florescimento do milho, na maturidade fisiológica do milho e na dessecação antes do plantio da soja; a produção de massa seca do milho por ocasião da sua colheita na sua maturidade fisiológica; a concentração de nutrientes na parte aérea do capim que será realizada por ocasião da maturidade fisiológica do milho e na dessecação do mesmo antes do plantio subsequente da soja; enquanto que a avaliação da concentração de nutrientes no milho será realizada na maturidade fisiológica do milho; posteriormente com os dados de massa seca serão calculados os acúmulos de nutrientes.

Protocolo: 289 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2010 - 5/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): MARIA CELESTE MENDONCA AUKAR
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
A Chamomilla recutita (L.) Rauschert é uma planta pertencente à família Asteraceae. É cultivada em climas temperados possuindo condições de cultivo adequadas em regiões do sul e sudeste do Brasil. Seu cultivo tem aumentado por ocasião de seu uso medicinal, para extração das frações de óleo essencial e flavonóides para produção de produtos farmacêuticos e cosméticos. A utilização de adubo orgânico, como esterco bovino curtido e esterco de aves, proporciona aumento do rendimento do óleo essencial bem como a produção de flavonóides. O presente trabalho será realizado na UnoesteCampus II, no horto de plantas medicinais em uma área aproximada de 432 m². O objetivo é avaliar o efeito da adubação orgânica utilizando o adubo bovino curtido e adubo de aves associando a lâminas de irrigação. Os tratamentos abrangem as lâminas de irrigação: T0) 0, T1) 150, T2) 100, T3) 75, T4) 50, T5) 25 calculando-as utilizando o tanque Classe A (ECA); e associando a elas será utilizado os esterco de curral curtido e esterco de aves nas doses de 0 kg m-2, 3 kg m-2 e 5 kg m-2. Totalizam 144 tratamentos. Será realizada altura das plantas semanalmente durante todo ciclo da mesma após início dos tratamentos com lâminas; peso fresco e seco das plantas após colheita, produção de capítulos florais, extração nutricional das folhas, extração de flavonóides e extração de óleo essencial. Após será realizada análise estatística utilizando o teste de Scott-Knott a nível de probabilidade de 0,05.

Protocolo: 288 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2010 - 10/2011 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): CATARINY CABRAL ALEMAN
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
Estudos agronômicos vêm sendo desenvolvidos visando propor tecnologias pertinentes para o cultivo de plantas medicinais com qualidade. Mikania glomerata Spreng., conhecida como guaco, é uma espécie trepaderia nativa, pertencente à família Asteraceae e largamente utilizada na medicina popular como broncodilatadora. O cultivo de plantas utilizando malhas coloridas representa um novo conceito agrotecnológico, que objetiva combinar a proteção física à filtragem diferencial da radiação solar, para promover respostas fisiológicas desejáveis reguladas pela luz. O objetivo deste trabalho será o de avaliar o efeito do controle do espectro de luz sobre o crescimento de mudas de Mikania glomerata. As mudas serão submetidas por 60 dias (período de formação) aos tratamentos de sombreamento sob malhas vermelha (50), azul (50), preta (50) e a pleno sol. Ao final do experimento, serão avaliadas as seguintes características de crescimento: a) altura do ramo principal, b) diâmetro do caule, c) número de folhas por muda, d) área foliar, e) teor de clorofila, f) matéria seca da parte aérea e do sistema radicular , g) relação raiz/parte aérea e h) teor de cumarina.

Protocolo: 212 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2010 - 12/2010 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RUDNEI JACOB RODRIGUES
DEBORA MEDEIROS DA SILVA
WILSON TOFANO ESPIGAROL
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
TELMA REGINATO MARTINS

Resumo:
O presente trabalho tem como objetivo avaliar a eficiência de diferentes substratos alternativos ao xaxim, durante a fase de aclimatação das plântulas de orquídea, pois o xaxim retirado do samambaiaçu (Dicksonia sellowiana Hook) encontra-se ameaçado de extinção, devido a sua coleta ilegal. As plântulas de orquídeas serão obtidas através da germinação de suas sementes pelo método assimbiótico, utilizando o meio de cultura MS e o meio Knudson C. Após sua germinação, as plântulas serão cultivadas em vasos de barro, com 20 cm de diâmetro, cada vaso contendo cerca de 100 plântulas, permanecerão em viveiro com 80 de sombreamento. Os substratos utilizados serão: 100 casca de pinus 5mm; 100 esfagno hidratado e misturas entre os dois substratos sendo: 25 casca de pinus com 75 esfagno e 50 casca de pinus com 50 esfagno. Os parâmetros para avaliação do crescimento, serão dados a partir da matéria seca inicial e final, altura da parte aérea, quantidade de raízes, comprimento da maior raiz e comprimento do pseudobulbo.

Protocolo: 228 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2009 - 10/2010 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MAGDA LUCYENE MEIDAS
ANTONIO CARLOS BEZERRA LEITE
JESSICA FONTES FILETI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO
SILVERIO TAKAO HOSOMI

Resumo:
As rizobactérias promotoras do crescimento de plantas são bactérias que habitam o solo e com frequencia são isoladas da rizosfera de diversas plantas cultivadas. Os efeitos destes microrganismos sobre o crescimento das plantas são amplos, incluindo os efeitos benéficos no controle de fitopatógenos no solo, emergência de plântulas e crescimento de plantas. Dentre as espécies citadas neste grupo destacam-se os gêneros Pseudomonas, Bacillus e Rhizobium. O gênero Bacillus tem apresentado diferentes espécies com potencial para utilização em programas de inoculação de sementes. Sendo que pela avaliação do número de bactérias na rizosfera é possível conhecer alguns dos fatores que exercem influência sobre seu estabelecimento em um ambiente e avaliar sua capacidade de se estabelecer na rizosfera. Neste sentido será procedido o isolamento de Bacillus spp. de rizosfera de cinco espécies de plantas (braquiárias, algodão, milho e feijão) oriundas de áreas de cultivo na região oeste paulista. O projeto será conduzido no laboratório de microbiologia do solo da Unoeste, P. Prudente, SP. Sendo que o presente tem como objetivo principal quantificar a colonização de Bacillus em rizosfera de plantas cultivadas na região oeste paulista. Os resultados encontrados servirão para verificar quais espécies de plantas apresentam maior interação com rizobactérias do gênero Bacillus o que servirá para orientação em futuros desenvolvimento de inoculantes microbianos para estas espécies.

Protocolo: 217 Início e Fim: Mês/Ano: 12/2009 - 10/2010 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): TAMIRIS LOPES DA SILVA
MELISE BATISTA DE OLIVEIRA TOSTES
JESSICA GALLEGO DE OLIVEIRA
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
Esta projeto trata da aplicação de métodos biológicos para avaliação da atividade microbiana em solos da região Oeste Paulista. O mesmo fornecerá informações sobre parâmetros biológicos, relacionadas com a comunidade microbiana no solo, que poderão serem utilizados futuramente como indicadores biológiocs e integrados com os parâmetros de fertilidade do solo. Para desenvolvimento deste trabalho serão realizadas análises laboratoriais de respiração, biomassa microbiana, atividade enzimática, quociente metabólico e de fertilidade em amostras de solo coletadas em diferentes localidades da região oeste paulista. As análises serão realizadas nos laboratórios de microbiologia e análises químicas da UNOESTE, P. Prudente, SP. Essas avaliações fornecerão novos subsídios para avaliação do estado atual do solo com análises de correlação de indicadores biológicos com a fertilidade do solo como também contribuirá na recomendação de práticas adequadas para o manejo agrícola dos solos regionais.

Protocolo: 227 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2010 - 10/2010 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): THAIS VASQUES
FRANCIELE EDERLI TODA
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
O ácido salicílico (AS) é um composto fenólico derivado do ácido benzóico e relacionado à aspirina. Além da atuação do AS como indutor das respostas de defesa do vegetal em condições de estresse, este atua também como um importante regulador de diversos processos fisiológicos da planta. O objetivo deste estudo é determinar o efeito da aplicação foliar de ácido salicílico sobre o crescimento, florescimento e teor de óleo essencial em camomila e calêndula sob condições de casa de vegetação. Paralelamente será testada a possibilidade de que a aplicação de AS poderá induzir um aumento no teor de óleo essencial nas inflorescências destas duas espécies medicinais. O experimento será conduzido em condições de casa de vegetação, instalada na Área Experimental da Faculdade de Agronomia da UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. A aplicação do Ácido Salicílico (AS), nas concentrações de 0 ; 0,25; 0,50 e 1,00mM será realizada através de quatro aplicações via pulverização foliar, com intervalo de 10 dias, iniciando-se duas semanas após o plantio nos vasos. O efeito do AS nas plantas será avaliado pelas seguintes variáveis: conteúdo de clorofila, área foliar, número de capítulos florais /planta, massa seca da parte aérea, massa seca dos capítulos florais e rendimento de óleo essencial dos capítulos florais (g planta -1). O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, com 6 repetições (indivíduos) em cada tratamento (3 concentrações de AS + controle), para cada cultura. Os dados obtidos serão tabulados e submetidos à análise de variância e análise de regressão através do Programa Estatístico Sisvar, avaliando-se o comportamento das variáveis em função das concentrações de AS aplicadas.

Protocolo: 168 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2010 - 10/2010 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): GUSTAVO CESAR POMBAL DA SILVA GRANADO
CAROLINE LUCAS DOS REIS
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS

Resumo:
O objetivo desse trabalho será avaliar a mineralização do cromo em duas classes texturais do solo, em função da quantidade de lodo de curtume aplicado. O experimento será desenvolvido na área experimental do Campus II da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE. A instalação do experimento contemplará um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial, com cinco tratamentos (níveis de Cr no solo aplicados via Lodo de Curtume - LC, em base seca) e duas classes texturais de solo, com 3 repetições, totalizando 30 parcelas experimentais. Aos quatro, oito e doze meses após a instalação do experimento, amostras de terra de cada recipiente serão coletadas e encaminhadas ao laboratório de análise química do solo para análise básica, dos micronutrientes e do Cr, de acordo com metodologia de Raij et al. (2001). Além dos parâmetros químicos de solo, também será realizada a leitura da respiração da biomassa microbiana. Os resultados das análises descritas serão submetidos à análise de variância, avaliando-se o efeito dos tratamentos pelo teste de Tukey ao nível de 5 de probabilidade No caso de constatação de significância entre os tratamentos pelo Teste F os mesmos serão submetidos à regressão polinomial.

Protocolo: 171 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2010 - 10/2010 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JHONNY RAMOS ZARBIM
CAUE BOLDRINI ZARDO
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
O EXPERIMENTO SERÁ REALIZADO NA ESCOLA TÉCNICA PROF. DR. ANTONIO EUFRÁSIO, NO MUNICIPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE-SP. TEM COMO PRINCIPAL FINALIDADE A AVALIAÇÃO DA RESPOSTA PRODUTIVA DA GRAMÍNEA BRACHIARIA DECUMBENS SOB FERTIRRIGAÇÃO COM EFLUENTES DE ESGTOS TRATADOS, BEM COMO O POTENCIAL DE SUBSTITUIÇÃO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA CONVENCIONAL PELO NITROGÊNIO CONTIDO NO EFLUENTE.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2005 - 12/2006 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): JOAO RONIEL MILANES AGNELLI PEREIRA
Professor(es): FERNANDO CAMPOS MENDONÇA

Resumo:
As rizobactérias promotoras do crescimento de plantas são bactérias que habitam o solo e com frequencia são isoladas da rizosfera de diversas plantas cultivadas. Os efeitos destes microrganismos sobre o crescimento das plantas são amplos, incluindo os efeitos benéficos no controle de fitopatógenos no solo, emergência de plântulas e crescimento de plantas. Dentre as espécies citadas neste grupo destacam-se os gêneros Pseudomonas, Bacillus e Rhizobium. O gênero Bacillus tem apresentado diferentes espécies com potencial para utilização em programas de microbiolização de sementes. O projeto será conduzido na Unoeste, P. Prudente, SP. Inicialmente será procedido isolamento de Bacillus spp. de rizosfera de plantas oriundas de diferentes localidades da região oeste paulista. Posteriormente serão conduzidos bioensaios para caracterização dos isolados bacterianos quanto ao antagonismo de fungos fitopatogênicos, impacto na eclosão de ovos de nematóides, colonização de raízes, produção de fosfatases e produção de auxinas. Na etapa final será avaliado o potencial dos isolados selecionados para promoção de crescimento de plantas, utilizando-se o cultivo de plantas em casa de vegetação. Os isolados selecionados, nos diferentes critérios utilizados, serão submetidos a caracterização molecular para avaliação da diversidade genética. Neste sentido o presente projeto tem como objetivo utilizar diferentes critérios para a seleção de isolados de Bacillus oriundos de rizosferas de plantas cultivadas na região oeste paulista os quais irão compor coleção de isolados promissores. Os resultados encontrados servirão também para verificar se o programa de seleção de rizobactérias do gênero Bacillus em culturas de importância econômica foi útil para validar isolados promissores para utilização como promotores do crescimento de plantas como também sua diversidade genética.

Protocolo: 116 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2009 - 8/2011 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO
LUCIANA MACHADO GUABERTO

Resumo:
O consórcio entre o milho e plantas de cobertura na safra de outono-inverno pode ser uma opção para melhoria das condições físicas do solo e manutenção da cobertura do solo com plantas vivas ou mortas após a colheita do milho safrinha, viabilizando o Sistema Semeadura Direta em regiões com dificuldade de persistência de palhada. Objetiva-se com esse trabalho avaliar diferentes espécies de adubos verdes em consórcio com milho safrinha para produção de massa seca e cobertura do solo no período que antecede a semeadura da cultura de verão, no município de Fênix (PR), além de verificar as possíveis interferências na cultura do milho. Também será avaliada a persistência da palhada produzida durante o cultivo da soja em sucessão. O experimento será instalado e conduzido em área rural do município de Fênix, localizado na região Noroeste do estado do Paraná, em um solo classificado como Nitossolo Vermelho eutroférrico muito argiloso (EMBRAPA, 1999), no período de outubro de 2009 a agosto de 2010. Os tratamentos serão constituídos pelo cultivo de milho (Zea mays) safrinha solteiro ou consorciado com milheto (Penninsetum americanum L. Leek), Crotalaria breviflora, Crotalaria spectabilis, aveia preta (Avena strigosa Schreb), aveia branca (Avena sativa L.), feijão de porco (Canavalia ensiformis DC.), feijão gaundú (Cajanus cajan L.), Brachiaria ruziziensis, nabo forrageiro (Raphanus sativus L.) e ervilhaca comum (Vicia sativa L.). O delineamento experimental será em blocos ao acaso com onze tratamentos e quatro repetições . O experimento será repetido em três áreas: área 1: soja/milho safrinha/soja; área 2: milho/milho safrinha/soja; área 3: soja/milho safrinha/milho. Serão avaliados os parâmetros químicos e fisicos do solo nas camadas de 0-5, 5-10, 10-20 e 20-40 cm, por ocasião da colheita da cultura de verão (abril/2010). Será determinada a produção e qualidade da palhada das plantas de milho e dos adubos verdes introduzidas como cobertura do solo no sistema de semeadura direta. Será avaliada a persistência dos resíduos vegetais depositados sobre o solo durante o período de cultivo da safra de verão. A interferência dos consórcios sobre o milho safrinha e sobre as cultura de verão será avaliado por meio de diagnose foliar e da produtividade das culturas. Os resultados serão submetidos à análise de variância e ao teste de comparação de médias t ao nível de 5 de probabilidade. A persistência da palhada será avaliada por meio de análise de regressão.

Protocolo: 126 Início e Fim: Mês/Ano: 10/2009 - 10/2010 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): EDUARDO AUGUSTINHO DOS SANTOS
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
No Brasil o cultivo da calêndula (Calendula officinalis L.) vem crescendo comercialmente, sendo viável para a agricultura familiar. Essa espécie de planta medicinal é potencialmente cultivada na região Sul devido às condições edafoclimáticas favoráveis ao seu cultivo. É muito sensível à falta de água nos períodos de seca, havendo comprometimento de sua produtividade, por isso há necessidade de irrigação na área de plantio. Este trabalho tem o objetivo de avaliar a resposta da calêndula a diferentes lâminas de irrigação associada a diferentes doses de adubo orgânico, organomineral e mineral, observando as características morfológicas das plantas, a extração de prolina e flavonóides. O trabalho será realizado no Campus II da UNOESTE, em Presidente Prudente-SP. O experimento será instalado utilizando o delineamento experimental de blocos inteiramente casualizados, utilizando 5 tratamentos baseados na evaporação do tanque classe A (ECA) variando de 100ECA, 75ECA, 50ECA e 25ECA mais testemunha com 0ECA. Associando quatro tipos de adubação: 1)testemunha, 2) adubação orgânica com esterco bovino curtido; 3) adubação organomineral utilizando a mistura de casca de pinus, calcário dolomítico e NPK; e 4) adubação mineral utilizando NPK, com 4 repetições. Serão realizadas colheita duas vezes por semana após iniciado o florescimento até a senescência, com subseqüente secagem dos capítulos florais. Será avaliado a produção de capítulos, o teor de flavonóides totais e o teor de prolina nas folhas. O procedimento de análise estatística será baseado no Teste Scott-Knott com nível de probabilidade de 0,05.

Protocolo: 30 Início e Fim: Mês/Ano: 7/2009 - 1/2010 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação/PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): CATARINY CABRAL ALEMAN
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
O objetivo geral desse projeto é o de investigar o fenômeno da homeostase em plantas cultivadas de metabolismo C3 e C4 submetidas a perturbações ambientais, utilizando para isto a abordagem do "Paradigma Sistêmico". Tal abordagem permite a superação de certas limitações impostas pela abordagem cartesiana clássica, levando a uma nova interpretação de fenômenos fisiológicos com a possibilidade de desvendar mecanismos de controle subjacentes às respostas das plantas submetidas à perturbações ambientais potencialmente estressantes. A paritr dos conceitos de homeostase, plasticidade fenotípica e estabilidade do desenvolvimento, o projeto será desenvolvido em torno de dois experimentos envolvendo diferentes fatores de perturbação ambiental, a saber, deficiência e hídrica e regimes de temperatura noite/dia. Em função da importância econômica no estado de São Paulo, serão utilizadas como espécies modelo nesse estudo a soja (Glycine max), de metabolismo C3, e o capim marandú (Brachiaria brizantha), de metabolismo C4, permitindo maior generalização dos resultados entre espécies cultivadas herbáceas. Diferentes aspectos fisiológicos serão considerados na análise das respostas das plantas às variações ambientais impostas, como produção de biomassa, fotossíntese, simetria foliar, todos integrados em uma rede de relações. Assim, neste contexto teórico-experimental, pretende-se testar o seguinte conjunto de hipóteses: 1- A modulação de redes fisiológicas apresenta forte relação com a manutenção da homeostase de plantas cultivadas, C3 ou C4, sob condições estressantes;2-Plantas com maior grau de plasticidade fenotípica apresentam maior estabilidade do desenvolvimento em ambientes com maior variabilidade ambiental;3-Plantas de metabolismo C3 e C4, poderiam possuir um mecanismo subjacente similar de regulação de redes em resposta ao estresse.

Protocolo: 13 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2009 - 4/2011 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
AVALIAÇÃO AGRONÔMICA E TECNOLÓGICA EM TRÊS CULTIVARES DE MANDIOCA (MANIHOT ESCULENTA CRANTZ) NA REGIÃO DE PRESIDENTE PRUDENTE

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2008 - 11/2008 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): FELIPE ARANHA DE ANDRADE
Professor(es): OSCAR DE ANDRADE JUNIOR

Resumo:
A proposta do presente trabalho é verificar o efeito do cultivo de diferentes plantas de cobertura, em colunas contendo camada subsuperficial compactada, no crescimento radicular e aéreo do milho cultivado em seqüência. O experimento será conduzido em vasos, em casa de vegetação da Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade do Oeste Paulista, (Unoeste), Presidente Prudente, SP. O delineamento experimental adotado será o de blocos ao acaso, com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 4, ou seja, constituído de duas espécies de plantas de cobertura (milheto e guandu) e 4 níveis de compactação do solo (densidades do solo de 1,20; 1,35; 1,50; 1,65 g cm-3), compondo ao todo 32 unidades experimentais. As unidades experimentais serão compostas por colunas montadas a partir da sobreposição de anéis de PVC com 14,5 cm de diâmetro interno. A altura do anel superior será de 10 cm, a do inferior, 20 cm, e do anel intermediário, com 5 cm de altura, onde estarão localizados os diferentes níveis de compactação. As plantas de cobertura serão cultivadas por 45, quando serão cortadas e avaliadas quanto à produção de fitomassa aérea e radicular no anel inferior dos vasos. Após fazer a substituição do anel inferior das colunas de PVC, o milho será semeado utilizado os mesmos anéis superiores e intermediários do cultivo das plantas de cobertura. As plantas de milho serão conduzidas por 45 dias, quando serão cortadas e analisadas quanto à produção de fitomassa aérea e radicular (camada inferior dos vasos), além do acúmulo de macronutrientes na parte aérea. A análise estatística será realizada de acordo recomendações de Pimentel-Gomes (1990). O estudo das variáveis observadas constará de análise de variância dos dados originais. A variável qualitativa (plantas de cobertura) será comparada por meio de teste de média, com o teste t ao nível de significância de 5. A variável quantitativa (densidade do solo) será estudada por meio de análise de regressão.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2008 - 12/2008 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): FABIO CORREA LEITE
Professor(es): JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI
JULIANO CARLOS CALONEGO

Resumo:
O trabalho tem por objetivo avaliar a eficiência do polímero de poliacrilamida denominado de polímero superabsorvente, adicionado á cova de plantio no armazenamento de água para o cafeeiro (Coffea arabica L.), cv. Iapar 59 (Rubiaceae). O experimento será conduzido em campo no Campus II da Universidade do Oeste Paulista, em Presidente Prudente, estado de São Paulo. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 5 tratamentos e 8 repetições. Os tratamentos consistiram na utilização de quatro níveis de polímero de poliacrilamida hidratado, T1 = 0 g por cova; T2 = 15 g por cova; T3 = 30g por cova; T4 = 45 g por cova e T5 = 60 g por cova, adicionados diretamente á cova de transplantio.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2008 - 12/2008 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): MARCOS ANTONIO DE MELO CRIPA
EDUARDO HENRIQUE MARTINEZ
Professor(es): PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
Esta pesquisa tem por objetivo avaliar o efeito da adubação com fosfato natural sobre o crescimento da planta e a formação de raízes tuberosas em fáfia (Pfaffia glomerata Spreng), no que diz respeito ao rendimento de raízes. Conhecida também como ginseng-brasileiro, esta espécie apresenta raízes cujas propriedades medicinais comprovadas justificam a demanda dos mercados nacional e internacional em relação a esta planta, cuja exploração ainda ocorre na maior parte do Brasil na forma de extrativismo. A redução drástica das populações naturais de fáfia mostra que a domesticação da espécie é a melhor estratégia para abastecer o mercado. A pesquisa será conduzida em condição de campo na Área Experimental da Faculdade de Agronomia, Campus II, da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), em Presidente Prudente/SP. Os tratamentos consistirão de 3 doses de fosfato natural (Fosforita Alvorada24 de P): 0, 100 e 150 ppm. Para o acompanhamento fenológico, para cada planta serão anotados mensalmente até o momento da colheita de raízes a altura das plantas, o número de ramos e entrenós , o comprimento dos entrenós e o número de inflorescências. Aos 12 meses após o plantio, será realizada a colheita das raízes e serão avaliadas as massas frescas e secas das partes aéreas e das raízes, para a determinação do Índice de Colheita (IC).

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2008 - 11/2009 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): RENATO TADAO TANAKA
ALINE FERRAZ DA SILVA
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS

Resumo:
O presente trabalho objetiva avaliar o desenvolvimento de plantas de laranjeira Pêra, através da adição de nitrogênio via lodo de esgoto urbano e fertilizantes minerais em adubações em cobertura. O experimento será instalado em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias, Campus II, da Universidade do Oeste Paulista/UNOESTE, em Presidente Prudente/SP. Na instalação do experimento adotou-se o delineamento estatístico em blocos casualizados com 4 repetições (parcelas), com seis tratamentos (fontes de N) e 4 plantas/tratamento, perfazendo um total de 96 plantas.Serão avaliados a cada 2 meses os parâmetros biométricos de diâmetro do caule, altura das plantas, diâmetro médio, volume e a área de projeção da copa e, avaliados a cada 4 meses a fertilidade do solo e a composição química das folhas fisiologicamente maduras para verificar a influência do manejo adotado.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2008 - 12/2008 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): LUCAS GABRIEL DE OLIVEIRA
WELLINGTON EDUARDO XAVIER GUERRA
Professor(es): CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
O Brasil, é o maior produtor e exportador de açúcar do mundo. Também é líder na utilização do álcool combustível de cana-de-açúcar. Para conseguir este índice o Brasil se tornou o maior, produtor de cana-de-açúcar do mundo. É interessante ressaltar que a maioria dos solos brasileiros são ácidos, e as novas áreas de implantação desta lavoura também apresenta esta característica. Para o cultivo da cana-de-açúcar em solos ácidos, deve-se fazer a correção da acidez, pratica denominada de calagem, contudo a correção da área com o calcário é localizada, ou seja, a neutralização do alumínio tóxico é feita apenas na superfície. Para que a neutralização ocorra mais profundamente deveriase utilizar uma fonte de cálcio mais solúvel. O gesso é muito solúvel e sua utilização tem mostrado facilidade para a penetração em profundidade. Em plantio de inverno, prática comum nas usinas, faz-se necessário a utilização de água ou vinhaça para proporcionar boa brotação. Neste aspecto o presente trabalho visa estudar a viabilização da adição de gesso agrícola, na cultura de cana-de-açúcar, utilizando para tanto, o processo de aplicação da vinhaça, visto que o gesso é solúvel e passível de ser aplicado dissolvido na vinhaça, permitindo assim redução de custos e melhores benefícios ao solo.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 9/2007 - 11/2008 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ANDRE TUROZI LIMA
Professor(es): ANGELA MADALENA MARCHIZELLI GODINHO
TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
A família Orchidaceae é composta por mais de 775 gêneros.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 10/2010 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): NATHALIE LUZ SILVA YAMASHITA
REGINA MASSAKO YWATA KIMURA
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
CECI CASTILHO CUSTODIO

Resumo:
Com o objetivo de avaliar a exaustão de fósforo disponível no solo, no decorrer de cultivo seqüências de plantas cultivadas com Brachiaria (brizantha, ruziziensis e decumbens) e de milheto. A determinação do P remanescente é para definir as concentrações de P das soluções a serem colocadas em equilibro com o solo, para a determinação da capacidade máxima de adsorção de fosfatos com diferentes teores de disponibilidade de P no solo. Os níveis críticos de P no solo e na planta são influenciados por características físicas e, ou químicas dos solos, este trabalho tem o objetivo de correlacionar os níveis críticos de P no solo e na planta com o FCP e correlacionar o P absorvido pelas plantas com o P extraído pelo extrator Mehlich. O experimento será conduzido em casa de vegetação da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, durante os meses de agosto de 2006 a julho de 2007. Será utilizado o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, no esquema fatorial 4x4, com os seguintes tratamentos: plantas de Brachiaria brizantha (cv. Marandú), B. ruziziensis, B. decumbens e Pennsetum glaucum (CV. BN-2). Serão feitas análises de variância regressão, e serão ajustadas equações lineares e quadráticas significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, que apresentarem os maiores coeficientes de determinação. Será feito também um estudo do teste de médias, utilizando o teste Tukey a 5 de probabilidade, para as variáveis que apresentarem significância estatística. Dada a sua estreita correlação com capacidade tampão e capacidade máxima de adsorção de fosfatos o P remanescente se presta como medida para estimar os níveis críticos das formas disponíveis do P. Assim, a determinação do P remanescente pode orientar o uso adequado à interpretação das análises de solos e as recomendações de adubação.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2006 - 8/2007 Programa: PPG - Programa de Pesquisa de Pós-Graduação
Aluno(s): IZA LUCHINI
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN

Resumo:
As rizobactérias promotoras do crescimento de plantas (RPCPs) são bactérias que habitam o solo e com frequencia são isoladas da rizosfera de diversas plantas cultivadas. Os efeitos destes microrganismos sobre o desenvolvimento das plantas são amplos, incluindo os efeitos benéficos na germinação de sementes, emergência de plântulas, controle de doenças e desenvolvimento de plantas. Devido a necessidade de novas tecnologias que visem restabelecer a atividade microbiana e a sanidade em diversas culturas econômicas este trabalho objetiva contribuir para o desenvolvimento de novos insumos biológicos para agricultura. Na primeira fase do projeto será selecionado estirpes de Bacillus subtilis classificadas como rizobactérias, pertecentes a coleção de microrganismo do Laboratório de Microbiologia agrícola da Unoeste, com potencial para indução de resistência em plantas a patógenos. Esta seleção será baseada no estímulo para o aumento da atividade da enzima peroxidase nas plantas. O trabalho experimental será desenvolvido em casa de vegetação e campo com as culturas da soja, algodão, feijão e milho. As sementes desta cultura serão inoculadas com as rizobactérias selecionadas e após este procedimento será efetuado o plantio. Será avaliado o efeito das rizobactérias sobre a emergência, desenvolvimento e indução de resistência a doenças em plantas.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): EDER URBANESKI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
A crescente demanda de produtos florestais tem levado as empresas brasileiras que realizam reflorestamento com espécies do gênero eucalipto a uma busca por maior produtividade devido a sua utilização para celulose, papel e carvão. Um dos principais fatores limitante da produção agrícola é falta de água, que inibe vários processos fisiológicos nas plantas. Este trabalho tem por objetivo estudar os efeitos da deficiência hídrica sobre o crescimento e a fisiologia de plântulas de quatro espécies de Eucalyptus: E. citriodora, E. camaldulensis, E. urograndis e E. urophylla, visando obter informações sobre a susceptibilidade das plantas ao déficit hídrico na fase inicial de seu desenvolvimento que é um período crítico para a implantação de povoamentos florestais. As plântulas serão expostas a três regimes de irrigação, baseados na evaporação de um mini-tanque classe A com reposição de 100, 50 e 25 da lâmina de água. As plântulas serão avaliadas em relação à produção de biomassa, trocas gasosas, potencial de água foliar e conteúdo relativo de água.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): PEDRO AUGUSTO CELESTINO DE OLIVEIRA
BRIGIANE MARGONARI LONGUI MONTANUCI
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
O manjericão (Ocimum basilicum L.), originário da bacia do Mediterrâneo, é uma planta de pequeno porte da família Lamilaceae. As folhas são de uso culinário comum como condimento. São poucas as informações disponíveis do ponto de vista agronômico que evidenciem o comportamento das plantas medicinais, aromáticas e condimentares quando submetidas às técnicas de produção agrícola e principalmente são poucos os trabalhos referentes ao efeito do estresse hídrico em plantas medicinais. O objetivo deste trabalho é analisar o efeito no crescimento do manjericão pela variação da lâmina de irrigação. Serão utilizados como parâmetros o comprimento das raízes, a matéria fresca e a matéria seca total, das folhas, dos ramos e das raízes. Este trabalho será realizado no horto de Plantas Medicinais do Campus II da UNOESTE, em Presidente Prudente - SP. O experimento será instalado em um delineamento experimental inteiramente casualizado, constando de 5 tratamentos baseados em frações de evaporação do Tanque Classe A (ECA) sendo: T1 estresse hídrico, T2125 ECA, T3100 ECA, T475 ECA e T550 ECA, com 5 repetições. Ao final do ciclo as plantas serão medidos o comprimento de raiz, matéria fresca total e das folhas e matéria seca das folhas. Após este procedimento os resultados serão avaliados estatisticamente pelo Teste de Tukey ao nível de 5 de significância.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2007 - 12/2007 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): BRUNO HENRIQUE MAREGA RIGOLIN
Professor(es): PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
São vários os fatores que afetam positiva ou negativamente a germinação e a emergência das plântulas, entre eles, a disponibilidade de água. Vários efeitos benéficos foram relatados na literatura, com o uso de polímeros como condicionadores de solo, no que diz respeito ao aumento da retenção de água no solo, redução da lixiviação de nutrientes, melhoria na capacidade de troca catiônica e maior disponibilidade de água para as plantas, que responderam de forma satisfatória quando cultivadas com o polímero. Este trabalho tem como objetivo avaliar a retenção de água no solo, a lixiviação de nutrientes e o efeito sobre enraizamento e parâmetros biométricos da cana-de-açúcar em solo da região de Presidente Prudente, utilizando cinco doses de Hidroplan®. O ensaio será instalado utilizando o delineamento inteiramente casualizado,com 5 tratamentos (T1 - 0,00 g kg-1 solo; T2 - 0,50 g kg-1 solo; T31,00 g kg-1 solo; T4 - 1,50 g kg-1 solo; T5 - 2,00 g kg-1 solo) com 4 repetições. As variáveis avaliadas serão: porcentagem de água armazenada no solo, nutrientes lixiviados; tempo para o início da brotação; tempo para brotação de 100 das gemas; altura dos perfilhos; diâmetro médio do perfilho; número de folhas; peso fresco de parte aérea; peso fresco de raízes; peso seco da parte aérea; peso seco de raízes.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): LIVIA PIMENTEL DO PRADO SILVA
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES
PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
Atualmente, fontes alternativas de energia e o conservação do ambiente estão assumindo importâncias muito significativas, neste aspecto a cultura da cana-de-açúcar (saccharum ssp) assume posição de destaque. A enorme mão-de-obra empregada no campo e na industrialização, da cana, gera uma enorme responsabilidade social deste setor. Para que a safra da cana-de-açúcar não seja comprometida deve-se montar corretamente o esquema de exploração comercial, o qual depende da quantidade inicial de mudas disponíveis, sempre levando em consideração a área necessária de viveiros. Deve-se preferir terrenos com boa fertilidade, para a montagem dos viveiros primários, podendo estar próximo ao viveiro secundário, com a finalidade de facilitar o transporte das mudas. Para a formação dos viveiros, são necessárias mudas sadias e de alta produtividade, com alta resistência a doenças. Dentre as principais doenças da cultura canavieira, tem-se o raquitismo da soqueira, que é bacteriana e de fácil propagação por mudas doentes, para o efetivo controle desta doença realiza-se nos viveiros de cana-de-açúcar o procedimento denominado de tratamento térmico das mudas. O objetivo deste trabalho é avaliar a brotação das gemas dos colmos de cana-de-açúcar em diferentes tratamentos térmicos.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ADEMIR DE GODOI
DANILO FERREIRA DE AQUINO
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
A cultura da cana-de-açúcar (Saccharum ssp) assume posição de destaque no contexto do agronegócio internacional, devido à diminuição de produção nos países asiáticos, diminuição de produção de açúcar de beterraba na Europa, aumento da demanda devido ao aumento populacional e elevação do poder aquisitivo desta população e ao grande interesse despertado pelo uso do álcool de cana-de-açúcar como combustível renovável, fatores que impulsionaram o preço do açúcar e conseqüentemente os preços do álcool, e da matéria prima cana-de-açúcar. A cultura da cana-de-açúcar ainda tem uma enorme importância nacional, por se tratar de uma cultura que, além de um bom retorno financeiro (ao redor de R$ 5,00 por tonelada de cana ao agricultor) tem também grande importância social pela mão-de-obra empregada, no plantio, tratos culturais e colheita. Contudo a broca da cana-de-açúcar é uma praga de provoca prejuízos tanto na produção agrícola, como nos rendimentos industriais, seja para produção de açúcar ou álcool. Para realização do controle, biológico ou químico, faz-se necessário o conhecimento do nível de infestação da cultura, que é dependente de diversos outros fatores, como: clima, solo, tratos culturais e cultivar. O presente trabalho visa realização do índice de infestação por broca em seis cultivares de cana-de-açúcar (RB 72-454, RB 86-7515, RB 85-5536, SP 80-1816, RB 84-5210, SP 81-3250), no terceiro corte.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ALTAIR BATISTA GOMES
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
A cana-de-açúcar é uma das principais culturas do país, e assume um importante papel no cenário econômico e social brasileiro. O uso de nematicidas e herbicidas em cana de açúcar, principalmente em cana planta, tem aumentado significativamente, devido às boas respostas de produtividades quando de sua aplicação. Estes aumentos de produtividades podem ser explicados devido a maior incidência de nematóides e plantas invasoras em áreas com monocultura, quando não ocorre a utilização de nematicidas e herbicidas. Alguns estudos detectaram um efeito interativo e negativo entre os nematicidas da classe dos carbamatos quando associados aos herbicidas da classe das uréias substituídas. O objetivo deste trabalho é estudar o comportamento de brotação e crescimento inicial da cultivar RB72-454 em situações de aplicação combinada de nematicida (furadan) com herbicida (combine) e da adição Al2(SO4)3. O experimento será conduzido em vasos de 20 L em ambiente controlado (casa de vegetação do campus IIUNOESTE), sendo que em cada unidade experimental serão plantados com 2 toletes de 20 cm. A cultivar a ser utilizada será a RB 72-454, os tratamentos serão os seguintes: T1testemunha com capina mecânica; T2testemunha sem capina mecânica; T3Aplicação de nematicida a base de carbofuram (Furadan 350 SC), na dose de 2,975 kg i.a. por hectare; T4Aplicação de herbicida a base de tebuthiuron (Combine 500 SC), na dose de 1 kg do i.a. por hectare; T5Aplicação de nematicida a base de carbofuram (Furadan 350 SC), na dose de 2,975 kg i.a. por hectare com a aplicação do herbicida a base de tebuthiuron (Combine 500 SC), na dose de 1 kg do i.a. por hectare; T6Aplicação de nematicida a base de carbofuram (Furadan 350 SC), na dose de 2,975 kg i.a. por hectare com a aplicação de herbicida a base de tebuthiuron (Combine 500 SC), na dose de 1 kg do i.a. por hectare, mais a adição de 27 mg Al por kg de terra; T7Aplicação de alumínio na dose de 27mg de Al por quilograma de terra, com capina mecânica caso seja necessária. Em todos os tratamentos utilizar-se-á a adubação de acordo com a recomendação da análise do solo.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DENISE DOS SANTOS ALVES
Professor(es): ANGELA MADALENA MARCHIZELLI GODINHO
ANATOLI LEBEDENCO
TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
A cultura da cana de açúcar (Saccharum spp) assume posição de destaque no contexto do agronegócio do Brasil, por se tratar de uma cultura que, além de um bom retorno financeiro (R$ 5,00 por Mg de cana) alto suporte econômico, possibilita fontes alternativas de energia, (vapor e bagaço) sendo ainda de grande importância social pela mão-de-obra empregada, no plantio, tratos culturais e colheita. No inicio da safra da cana-de-açúcar, muitas usinas utilizam produtos químicos para auxiliar o processo de acumulo de açúcar da cana. Estes produtos são conhecidos como Maturadores. Maturadores são compostos químicos capazes de retardar ou inibir o desenvolvimento vegetativo, por sua ação inibidora sobre o metabolismo da planta. Diversos produtos químicos como glyphosate, etil-trimexapac, paraguat, fluazifop-p-butil e Etephon, além do sulfometuron-methyl, estão registrados no Brasil para esse fim. Destes, o destaque é o Curavial (sulfometuron methyl) por reduzir o florescimento, elevar os teores de sacarose e não propiciar a morte na região apical. A principal função do maturadores químicos é a de interromper o desenvolvimento dos internódios e folhas em formação, induzindo a planta a transformar, com mais intensidade, os seus açucares redutores em sacarose, armazenando-a no colmo. O objetivo do presente trabalho é avaliar os parâmetros tecnológicos (Pol, Brix, Pureza, Açúcares Redutores, fibra e matéria seca) e fisiológicos taxa respiratória e fotossintética de seis cultivares de cana-de-açúcar (RB 72-454, RB 86-7515, RB 85-5536, SP 80-1816, RB 84-5210, SP 81-3250), em terceiro corte.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2007 - 12/2007 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ADEMIR DE GODOI
DANILO FERREIRA DE AQUINO
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
O gênero Brachiaria, constituído por cerca de cem espécies, é uma gramínea extensamente utilizada em países tropicais. Apresenta uma base genética dos materiais cultivados extremamente estreita, além disso, a maioria das espécies são apomíticas o que diminui ainda mais a variabilidade genética desse gênero. Apesar da baixa diversidade verificada, esse gênero apresenta enorme potencial para o desenvolvimento de cultivares superiores por intermédio do melhoramento genético. A técnica de análise Random Amplified Polymorphic DNA (RAPD), tem sido adotado por alguns pesquisadores na identificação e diferenciação de cultivares, por ser uma técnica simples que não requer nenhuma informação prévia sobre seqüências de nucleotídeos do genoma da espécie, além de ser bastante acessível e de custo relativamente baixo. A extração de DNA de qualidade e a seleção dos primers (formados por seqüências aleatórias de dez nucleotídeos) são fases iniciais e primordiais no processo da técnica de RAPD. Assim sendo, esse projeto tem como objetivos a padronização da extração de DNA a partir de sementes e a seleção de primers para serem utilizados na análise de RAPD. O projeto será realizado no laboratório de genética molecular e citogenética da UNOESTE. Serão utilizadas sementes de Brachiaria de seis espécies diferentes. (B.brizantha; B.decumbens; B.ruziziensis; B.humidicola; B.nigropedata; B.jubata) cedidas pelo banco de germoplasma da Embrapa Gado de Corte, localizada em Campo GrandeMS. A técnica de extração DNA que se pretende utilizar é uma adaptação do protocolo de Doyle & Doyle (1987) com tampão CTAB. Serão testados 100 primers decâmeros de combinações aleatórios. Para testar o perfil de amplificação de cada primer será utilizado um acesso de cada espécie. Serão eleitos os primers que formarem bandas bem visíveis em gel de agarose, reproduzíveis em reações de PCR - RAPD com diferentes concentrações de DNA molde e que as mesmas sejam polimórficas e de forma consistente.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 11/2006 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): TALITA MARQUES VANDERLEI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO
ANA CLAUDIA AMBIEL CORRAL CAMARGO

Resumo:
A cana-de-açúcar é uma das principais culturas do país, e assume um importante papel no cenário econômico e social brasileiro. O uso de nematicidas e herbicidas em cana de açúcar, principalmente em cana planta, tem aumentado significativamente, devido às boas respostas de produtividades quando de sua aplicação. Estes aumentos de produtividades podem ser explicados devido a maior incidência de nematóides e plantas invasoras em áreas com monocultura, quando não ocorre a utilização de nematicidas e herbicidas. Alguns estudos detectaram um efeito interativo e negativo entre os nematicidas da classe dos carbamatos quando associados aos herbicidas da classe das uréias substituídas. O objetivo deste trabalho é estudar o comportamento de brotação e crescimento inicial da cultivar RB72-454 em situações de aplicação combinada de nematicida (furadan) com herbicida (combine) e da adição Al2(SO4)3. O experimento será conduzido em vasos de 20 L em ambiente controlado (casa de vegetação do campus IIUNOESTE), sendo que em cada unidade experimental serão plantados com 2 toletes de 20 cm. A cultivar a ser utilizada será a RB 72-454, os tratamentos serão os seguintes: T1testemunha; T2Aplicação de nematicida a base de carbofuram (Furadan 350 SC), na dose de 2,975 kg i.a. por hectare; T3Aplicação de herbicida a base de tebuthiuron (Combine 500 SC), na dose de 1 kg do i.a. por hectare; T4Aplicação de nematicida a base de carbofuram (Furadan 350 SC), na dose de 2,975 kg i.a. por hectare com a aplicação do herbicida a base de tebuthiuron (Combine 500 SC), na dose de 1 kg do i.a. por hectare; T5Aplicação de nematicida a base de carbofuram (Furadan 350 SC), na dose de 2,975 kg i.a. por hectare com a aplicação de herbicida a base de tebuthiuron (Combine 500 SC), na dose de 1 kg do i.a. por hectare, mais a adição de 27 mg Al por kg de terra; Em todos os tratamentos utilizar-se-á a adubação de 600 kg ha-1 da formulação 8-28-16.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 4/2006 - 9/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): VINICIUS PAYA RUIZ
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
A pesquisa tem por objetivo estudar os efeitos de níveis de deficiência hídrica sobre a produção de flavonóides em inflorescências de calêndula (Calendula officinalis L.) cultivada em casa de vegetação. Paralelamente, será verificada a possibilidade de que a aplicação prévia do regulador vegetal ácido abscísico (ABA) em plantas que irão passar por deficiência hídrica poderá aumentar a sua tolerância ao estresse. Visando atingir esses objetivos, propõe-se testar os efeitos de quatro intensidades de deficiência hídrica (através de suspensão da irrigação) e três doses de ABA, resultando em 12 tratamentos. Os tratamentos serão aplicados no início do florescimento e os efeitos dos mesmos sobre a fisiologia da planta serão avaliados, basicamente, pelo conteúdo relativo de água na folha (CRA) e trocas gasosas da planta (A= assimilação de CO2, gs= condutância estomática, E=transpiração e Ci= concentração intercelular de CO2). A eficiência do uso da água (EUA) foi calculada como A/E. Após o término da colheita das inflorescências, o efeito dos tratamentos será avaliado pela análise fitoquímica do teor de flavonóides totais. Como resultado deste trabalho, espera-se que a determinação dos níveis de água a serem aplicados ao longo do ciclo da planta possibilite uma alteração benéfica no seu metabolismo secundário, no que diz respeito ao rendimento e a qualidade da produção de princípios ativos. Desta forma, a manipulação das condições de cultivo visa aumentar o valor comercial da espécie, alcançando maior competitividade no mercado.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2006 - 12/2006 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): ANA CLAUDIA PACHECO SANTOS
GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
O orégano (Origanum vulgare L.), é uma planta de pequeno porte da família Lamilaceae, suas folhas são utilizadas como condimento, porém vêm sendo pesquisados diversos usos para o orégano tais como: efeito inseticida, promotor do crescimento de animais e efeito antioxidante. São poucas as informações disponíveis do ponto de vista agronômico que evidenciem o comportamento das plantas medicinais, aromáticas e condimentares quando submetidas às técnicas de produção agrícola, principalmente em relação ao efeito do estresse hídrico. O objetivo deste trabalho é analisar o efeito de quatro lâminas de irrigação baseadas na evaporação do tanque Classe A comparadas ao estresse hídrico. O experimento será instalado na Escola Técnica Estadual Profº Dr. Antônio Eufrásio de Toledo, em Presidente Prudente - SP, implantado em uma área de 70 m². As mudas de orégano (Origanum vulgaris) serão obtidas por estacas plantadas em bandejas de polipropileno de 120 células mantidas em viveiro por 20 dias. Após este período as mudas serão transplantadas para canteiro O experimento será instalado em um delineamento experimental inteiramente casualizado, constando de 5 tratamentos baseados em frações de evaporação do Tanque Classe A (ECA) sendo: T1 estresse hídrico, T2100 ECA, T375 ECA, T450 ECA e T525 ECA, com 5 repetições. As irrigações serão diárias durante um período de 90 dias após transplantio. Ao final destes 90 dias as plantas serão colhidas e medidas a altura, comprimento de raiz, área foliar, matéria fresca total, das folhas e das raízes e rendimento do óleo. As plantas serão levadas para laboratório, colocadas em estufa com circulação de ar até atingir peso constante, sendo em seguida pesadas em balança analítica para obtenção da matéria seca das folhas e das raízes. Após este procedimento os resultados serão avaliados estatisticamente pelo Teste de Tukey ao nível de 5 de significância.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2006 - 12/2006 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): RICARDO BEZERRA DE OLIVEIRA
LINEU BERNARDI FILHO
Professor(es): PEDRO SILVA DE OLIVEIRA
PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
O orégano (Origanum vulgare L.), originário da bacia do Mediterrâneo, é uma planta de pequeno porte da família Lamilaceae. As folhas secas do orégano são de uso culinário comum como condimento. São poucas as informações disponíveis do ponto de vista agronômico que evidenciem o comportamento das plantas medicinais, aromáticas e condimentares quando submetidas às técnicas de produção agrícola e principalmente são poucos os trabalhos referentes ao efeito do estresse hídrico em plantas medicinais. Desta maneira o objetivo deste trabalho é acompanhar as leituras diárias da evaporação do Tanque Classe A (ECA) e analisar a produção obtida por irrigações baseada nessas leituras comparada ao estresse hídrico. Serão utilizados como parâmetros a altura da planta, o comprimento das raízes, a matéria fresca e a matéria seca total, das folhas, dos ramos e das raízes. Este trabalho será realizado na Escola Técnica Estadual Profº Dr. Antônio Eufrásio de Toledo, em Presidente Prudente - SP, implantado em uma área de 70 m². O experimento será instalado em um delineamento experimental inteiramente casualizado, constando de 2 tratamentos (estresse hídrico e ECA), com 5 repetições. As irrigações serão diárias com reposição de lâmina referente a evaporação do tanque classe A. Ao final de 90 dias as plantas serão colhidas e medidas a altura da planta, comprimento de raiz, matéria fresca total e das folhas e matéria seca das folhas. Após este procedimento os resultados serão avaliados estatisticamente pelo Teste de Tukey ao nível de 5 de significância.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 5/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): BRUNO HENRIQUE MAREGA RIGOLIN
Professor(es): PATRICIA ANGELICA ALVES MARQUES

Resumo:
A cultura da mamoneira tem sido pouco explorada no Brasil, e há uma grande escassez de informações sobre a sua fisiologia e técnicas de produção. Em particular, a cultivar Íris, recentemente introduzida para colheita mecanizada, carece de informações sobre seu desempenho no campo. Um dos principais fatores limitante da produção agrícola é falta de água, que inibe vários processos fisiológicos nas plantas. Este trabalho tem como objetivo investigar a influência do nitrogênio sobre a tolerância à deficiência hídrica no desenvolvimento da mamoneira (Ricinus comunis L., c.v. Íris) visando uma otimização dessa cultivar na região do Oeste Paulista. Os diferentes tratamentos serão avaliados considerando dados de crescimento e trocas gasosas.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 1/2007 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): REROLD SAMUEL FIRMANO
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
O lodo de curtume, atendendo as exigências ambientais, apresenta grande potencial para utilização no manejo de solos na agricultura, onde vem sendo amplamente disposto. Sua utilização altera propriedades químicas, físicas e biológicas do solo devido à sua composição em macro e micronutrientes e matéria orgânica. Estas alterações podem proporcionar benefícios como aumento da disponibilidade nutricional às culturas, solubilização de nutrientes e correção do solo. Por outro lado, pode influenciar negativamente o equilíbrio biológico e químico no solo, devido à presença de sais solúveis e cromo. Com o objetivo de avaliar os efeitos da incorporação de lodo de curtume ao solo sobre a fertilidade, concentração de cromo e impacto na atividade microbiológica em área cultivado com milho (Zea mays), serão realizados experimentos em laboratório, casa de vegetação e campo durante três anos consecutivos na área experimental da UNOESTE P. Prudente, SP. Esta área receberá aplicações sucessivas de lodo de curtume, em concentrações pré-estabelecidas. Após a aplicação será avaliado parâmetros químicos e biológicos no solo associados com o desenvolvimento da cultura do milho.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2006 - 10/2006 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): ADRIANA CRISTINA APARECIDA AIRES
FERNANDA RIBEIRO FARINA
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
Considerando-se a importância do N na nutrição das espécies vegetais e a necessidade de se aprimorar os conhecimentos sobre a dinâmica deste nutriente em condições de manejo do solo e da palha no SPD, objetiva-se com este trabalho avaliar o crescimento da parte aérea, o teor e o acúmulo de N em plantas de milheto e de aveia preta, em função de doses de N aplicadas na semeadura das espécies, em condições controladas. O experimento será conduzido em casa de vegetação da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, durante os meses de Agosto a Novembro de 2006. Será Utilizada uma porção de solo agrícola, coletada de 0 a 20 cm de profundidade de um Argissolo Vermelho Distroférrico, de textura média (760 g kg-1 de areia, 180 g kg-1 de argila e 60 g kg-1 de silte). A porção de solo a ser coletada para montagem do experimento será secada ao ar e passada em peneira com malha de 2 mm. Em seguida, serão retiradas amostras, de maneira aleatória, que serão encaminhadas para caracterização de atributos químicos do solo. O ponto máximo de retenção de água do solo desestruturado (peneirado) será determinado por método de saturação em funil. Após peneiramento e secagem à sombra, a porção de solo receberá calcário dolomítico para correção da saturação por bases a 70. Em seguida, o solo será mantido por 30 dias em sacos de plástico com teor de água próximo a capacidade de campo. Posteriormente, as porções de solo serão novamente secadas ao ar, e adubadas com 150 mg dm-3 de K e 200 mg dm-3 de P, com as fontes cloreto de potássio e superfosfato simples, respectivamente. Os vasos utilizados no experimento serão de 18 dm3, e o solo será acomodado nos vasos de tal forma para que sua densidade permanecesse próxima a 1,2 g cm-3, correspondente à do solo comumente encontrado no campo. As doses do adubo nitrogenado serão pesadas em quantidades equivalentes a 0, 50, 100 e 200 mg dm-3 de N, tendo como fonte o adubo nitrato de amônio. As quantidades de fertilizante nitrogenado serão separadas para cada vaso, e serão misturadas em todo o volume de solo (18 dm3), de acordo com os tratamentos experimentais, após o peneiramento, correção e adubação com fósforo e potássio, no dia da semeadura das espécies estudadas. Será utilizado o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, no esquema fatorial 2 x 4, constituindo 8 tratamentos: - plantas de milheto (Penissetum glaucum , cultivar ADR-500) e de aveia preta (Avena Strigosa, cultivar comum), submetidas às doses de 0, 50, 100 e 200 mg dm-3 de N aplicadas na semeadura. Na instalação do experimento serão utilizadas 50 sementes viáveis de milheto e 50 sementes de aveia preta por vaso. Aos 10 dias após a emergência, será feito um desbaste deixando-se 10 plantas de milheto e 10 plantas de aveia preta por vaso. Durante a condução do experimento, a umidade do solo será mantida próxima à capacidade de campo do solo, através de regas diárias controladas. Aos 50 DAE será feita a coleta da parte aérea das plantas, que serão cortadas na altura do colo (rente à superfície do solo). Após a coleta, as plantas serão secadas em estufa de aeração forçada a 60 oC por 72 h, e terão a massa da matéria seca determinada, assim como os teores de nitrogênio da parte aérea. Serão feitas análises de variância e regressão, e serão ajustadas equações lineares e quadráticas significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, que apresentarem os maiores coeficientes de determinação (R2).

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): DIEGO MIGUEL SOARES
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
Este trabalho tem por objetivo avaliar, comparativamente, o crescimento da parte aérea e a capacidade extratora de fósforo de plantas de braquiária (Brachiaria brizantha, cv. marandu), de milho (Zea mays, cv. DKB-350), de soja (Glycine max, cv. IAC 19) e de milheto (Pennissetum glaucum, cv. BN-2), em função da adubação com diferentes doses do fertilizante fosfatado natural Fosforita Alvorada, de baixa eficiência agronômica. O experimento será conduzido em casa de vegetação da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, durante os meses de Agosto a Setembro de 2006. Será utilizado o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, no esquema fatorial 4 x 4, com os seguintes tratamentos: plantas de braquiária (Brachiaria brizantha, cv. marandu), de milho (Zea mays, cv. DKB-350), de soja (Glycine max, cv. IAC 19) e de milheto (Pennissetum glaucum, cv. BN-2), serão cultivadas em vasos com doses de adubo fosfatado equivalentes a 0, 100, 200 e 400 kg ha-1 de P2O5, da fonte fosforita alvorada. O solo receberá calagem para elevar a saturação por bases a 70, e adubação com N, K, S, B, Zn, Mo, Cu, Fe, Cl e Mn, compatíveis para que ocorra o máximo desenvolvimento das plantas. Os vasos terão 18 dm3 e a irrigação será feita diariamente para repor a água evapotranspirada. Aos 50 dias após a emergência (50 DAE), as plantas serão cortadas e terão a parte aérea coletada para quantificação da massa da matéria seca e teor de P. Serão feitas análises de variância e regressão, e serão ajustadas equações lineares e quadráticas significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, que apresentarem os maiores coeficientes de determinação (R2). Será feito também um estudo de teste de médias, utilizando o teste Tukey a 5 de probabilidade, para as variáveis que apresentarem significância estatística.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ALBERTO HENRIQUE VIVIAN
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
Este trabalho tem por objetivo avaliar a exaustão de fósforo do solo no decorrer de ciclos de cultivo seqüenciais de plantas de braquiária (bryzantha, ruziziense e decumbens) e de milheto, em condições controladas, na ausência e presença de fertilizantes fosfatados com diferentes graus de disponibilidade de P no solo. O experimento será conduzido em casa de vegetação da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, durante os meses de Janeiro a Agosto de 2006. Será utilizado o delineamento experimental em blocos ao acaso, com quatro repetições, no esquema fatorial 4 x 4, com os seguintes tratamentos: plantas de Brachiaria bryzantha (cv. marandu), B. ruziziense, B. decumbens e Pennisetum Glaucum (cv. BN-2), serão cultivadas por seis ciclos consecutivos em vasos sem adubação fosfatada (testemunha) e com 100 mg dm-3 de P das fontes fosforita alvorada, arad e superfosofato triplo. O solo receberá calagem para elevar a saturação por bases a 70, e adubação com N, K, S, B, Zn, Mo, Cu, Fe, Cl e Mn, compatíveis para que ocorra o máximo desenvolvimento das plantas. Os vasos terão 18 dm3 e a irrigação será feita diariamente para repor a água evapotranspirada. Aos 50 dias após a emergência (50 DAE), as plantas serão dessecadas com Glyphosate e terão a parte aérea coletada para quantificação da massa da matéria seca e teor de P. Após a coleta das plantas serão feitas novas semeaduras sucessivamente, totalizando seis ciclos de cultivo de 50 DAE, com o intuito de quantificar a exaustão de P do solo causada pelas diferentes espécies de cobertura no decorrer do tempo. Serão feitas análises de variância e regressão, e serão ajustadas equações lineares e quadráticas significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, que apresentarem os maiores coeficientes de determinação (R2). Será feito também um estudo de teste de médias, utilizando o teste Tukey a 5 de probabilidade, para as variáveis que apresentarem significância estatística.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 1/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): ANGELO ALEXANDRE BORAZZIO
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
A cana-de-açúcar tem uma grande expressão econômica para o Brasil e atraí interesse mundial, devido a diversidade de produtos que dela podem ser produzidos. Tem seu cultivo em áreas de clima tropical e subtropical, em mais de 80 países. Em 1995 foram produzidas 1,2 x 109 Mg, numa área de aproximadamente 18 milhões de hectares. Toda esta massa foi usada na produção de energia (açúcar, etanol e eletricidade). Os maiores desafios da humanidade no século 21 serão a ampliação da produção de alimentos e fibras, a obtenção de um meio ambiente mais limpo. A queima do canavial antes da colheita é uma prática usual nos canaviais brasileiros, pois facilita o corte manual, evitando que as palhas secas atrapalhem a operação, eliminando animais e insetos que poderiam comprometer a saúde do cortador, contudo o corte mecanizado dispensa esta etapa de queima, visto que as máquinas podem colher o canavial em estado natural. Com o interesse internacional na redução das emissões de CO2 , atualmente tem-se procurado a redução da queima da cana-de-açúcar através de estímulos e também de legislação pertinente. Além das emissões durante o processo de queima do canavial outros fatores devem ser levados em consideração, como alterações sociais, e tecnológicas da substituição do homem pela máquina e também das alterações na qualidade da matéria-prima, no ambiente de produção. O presente trabalho tem como objetivo a quantificação das alterações ocorridas no solo e na composição tecnológica da matéria-prima enviada para a industria pela prática de queima do canavial, este objetivo será estudado avaliando a situação do solo, da cana-de-açúcar em amostras antes do processo de queima e posterior ao processo de queimas, através do uso de GPS com a finalidade de facilitar a localização do ponto amostral.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 8/2005 - 7/2007 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): TADEU ALCIDES MARQUES

Resumo:
Esta projeto trata da implementação de métodos para avaliação de propriedades química e biológica de solos em áreas de pastagens e culturas anuais na região oeste Paulista. O mesmo fornecerá informações sobre atividade microbiológica, relacionadas com a comunidade microbiana no solo a fixação biológica do nitrogênio e atividadade solubilizadora de fósforo no solo.O projeto pretende explorar recentes avanços da microbiologia na área de fixação biológica de nitrogênio, bem como caracterizar a atividade de enzimática relacionada com de solubilização de fósforo, integrando-as com os parâmetros de fertilidade do solo, visando atingir os seguintes objetivos: Caracterização da fertilidade de solo em áreas sob cultivo de culturas anuais e pastagens, em diferentes localidades na região oeste paulista; avaliação de atividade microbiana com utilização dos recursos de: Atividade enzimática, comunidade de microrganismos termoresistentes e solubilizadores de fósforo no solo; e avaliação da comunidade microbiana envolvida na fixação biológica de nitrogênio em soja. Para desenvolvimento deste trabalho serão utilizados análises químicas de solo, bioquímicas e imunológicas em várias áreas de estudos dentro da microbiologia e fertilidade do solo.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 6/2006 - 7/2007 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): LEILA ELVIRA PAVANELLI
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
As gramíneas do gênero Brachiaria sp. possuem um importante papel no desenvolvimento da atividade agropecuária no Brasil. Todavia, pouco se conhece sobre sua fisiologia, o que poderia contribuir de forma significativa para a otimização de sua utilização como forrageira. O objetivo deste trabalho visa realizar um estudo fisiológico comparativo entre diferentes espécies de Brachiária, considerando os seguintes parâmetros fisiológicos: análise de matéria seca, proteína bruta, número de perfilhos, área foliar, e capacidade fotossintética.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 1/2007 Programa: PROBIC - Programa de Bolsas de Iniciação Científica
Aluno(s): EBER CATUCHI DA SILVA
MILTON HIROSHI FUKUGAITE
Professor(es): GUSTAVO MAIA SOUZA

Resumo:
Com o objetivo de estudar a eficiência de herbicidas dessecantes, a viabilidade da antecipação da colheita e seus efeitos sobre o teor de água existente nas plantas de mamoneira, serão instalados dois experimentos na Fazenda Santo Antônio, em Martinópolis-SP, e no Laboratório de Análise de Sementes do Campus II da Faculdade de Ciências Agrárias de Presidente PrudenteSP. Para tanto, será utilizado o cultivar AL-GUARANY 2002, o qual será semeado na safrinha, a partir de fevereiro de 2006 após a colheita da soja. Um primeiro experimento será instalado no delineamento de blocos casualizados com quatro repetições em esquema fatorial 2 x 4, sendo a ausência e presença de 2,4-D (0 e 1,34 Kg ha-1 de ingrediente ativo), combinados com quatro doses de glyphosate (0; 0,72; 1,44; 2,16 Kg ha-1 de ingrediente ativo), com uma época de aplicação (5 a 6 de teor de água nas sementes) e uma testemunha (sem aplicação de herbicidas). O delineamento do segundo experimento será o de blocos casualizados com utilização do herbicida paraquat com quatro doses (0,40; 0,80; 1,20 Kg ha-1 do ingrediente ativo) e uma testemunha (sem aplicação de herbicida). A época de aplicação dos herbicidas será definida em função da umidade dos grãos do cacho primário, aproximadamente seis meses após a instalação da cultura no campo. A determinação do teor de água das sementes durante o desenvolvimento da cultura é um dado muito importante, pois pode ser indicativo do ponto de maturidade destas. A aplicação será realizada via foliar com equipamento manual pressurizado com CO2, operando à pressão constante de 150 kPa, com 1 bico jato plano, do tipo leque, modelo 110.02, com área de molhamento de 45cm, que proporcionaram um volume de calda equivalente a 30mL m-2. A altura da barra será mantida a 1,5 m do solo e a velocidade média de deslocamento durante a pulverização do herbicida foi de 1,0m s-1.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): LUCAS RODRIGUES DUNDES
Professor(es): CECI CASTILHO CUSTODIO
JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
Este trabalho tem por objetivo avaliar o crescimento vegetativo da parte aérea de plantas de mamona, assim como alterações no estado nutricional em função da aplicação de doses excessivas de calcário, em condições controladas, independentemente de critérios de recomendação de corretivos. O experimento será conduzido em casa de vegetação da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente-SP, durante os meses de Agosto a Setembro de 2006. Será Utilizada uma porção de solo agrícola, coletada de 0 a 20 cm de profundidade de um Argissolo Vermelho Distroférrico, de textura média. A porção de solo coletada para montagem do experimento, será secada ao ar e passada em peneira com malha de 2 mm. Em seguida, serão coletadas amostras, de maneira aleatória, que serão encaminhadas para caracterização de atributos químicos do solo. O ponto máximo de retenção de água do solo desestruturado (peneirado) será determinado por método de saturação em funil. De acordo com os tratamentos experimentais previamente planejados, serão feitas as aplicações das doses de calcário dolomítico, misturadas com as porções de solo que serão previamente peneiradas e secadas ao ar. O solo que receberá calcário será mantido em sacos de plástico por 30 dias com o teor de água próximo à capacidade de campo. Em seguida, as porções de solo serão novamente secadas ao ar, e adubadas com 150 mg dm-3 de P, 120 mg dm-3 de K e 25 mg dm-3 de N, com as fontes superfosfato triplo, cloreto de potássio e nitrato de amônio, respectivamente. Os vasos utilizados no experimento serão de 18 dm3, e o solo será acomodado nos vasos de tal forma para que sua densidade permaneça próxima a 1,2 g cm-3, correspondente à do solo comumente encontrado no campo. Os tratamentos serão constituídos de oito doses de calcário dolomítico (0, 1, 2, 4, 8, 16, 32 e 64 t ha-1). As doses de calcário serão calculadas tendo como base o volume corrigido por hectare na camada arável de 0-20 cm (2.000.000 dm3). A semeadura da Mamona (Ricinus communis L., var. Savana) será realizada utilizando-se oito sementes por vaso. Cerca de oito dias após a emergência (DAE), será realizado o desbaste, deixando-se duas plantas por vaso. Durante a condução do experimento, a umidade do solo será mantida próxima à capacidade de campo do solo, através de regas diárias. Aos 50 DAE, será feita a coleta da parte aérea das plantas de mamona que serão cortadas na altura do colo (rente à superfície do solo). Após a coleta, as plantas serão secadas em estufa de aeração forçada a 60 oC por 72 h, e terão a massa da matéria seca determinada, assim como os teores de macro e micronutrientes da parte aérea. O delineamento experimental a ser empregado será o de blocos ao acaso, com oito tratamentos e quatro repetições, onde serão empregadas doses de calcário dolomítico correspondentes a 0, 1, 2, 4, 8, 16, 32 e 64 t ha-1. Serão feitas análises de variância e regressão, e serão ajustadas equações lineares e quadráticas significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, que apresentarem os maiores coeficientes de determinação (R2). Será feito também um estudo de teste de médias utilizando-se o teste Tukey a 5 de probabilidade, para as variáveis que apresentarem significância estatística.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): JAIME SEITI TANIGUTI
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
O lodo de curtume, atendendo as exigências ambientais, apresenta grande potencial para utilização no manejo de solos na agricultura, onde vem sendo amplamente disposto. Sua utilização altera propriedades químicas, físicas e biológicas do solo devido à sua composição em matéria orgânica macro e micronutrientes. Estas alterações podem proporcionar benefícios como aumento da disponibilidade nutricional às culturas, solubilização de nutrientes e correção do solo. Por outro lado, pode influenciar negativamente o equilíbrio biológico e químico no solo, devido à presença de sais solúveis e cromo. Com o objetivo de avaliar os efeitos da incorporação de lodo de curtume ao solo sobre a fertilidade, concentração de cromo e impacto na atividade microbiológica em área sob cultivo sucessivo de culturas (milho, feijão e aveia), serão realizados experimentos em laboratório, casa de vegetação e campo durante dois anos consecutivos na área experimental da UNOESTE P. Prudente, SP. Esta área receberá aplicações anuais de lodo de curtume, em concentrações pré-estabelecidas. Após a aplicação será avaliado parâmetros químicos e biológicos no solo associados com o desenvolvimento das culturas do milho feijão e aveia. Além disto o trabalho também servirá para subsidiar discussão sobre alternativas de sistemas para restabelecimento de potencial produtivo de solos na região oeste paulista

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 8/2007 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): ROSIMERY MISSUZU FUKUI
VANESSA DIAS FACTUR
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
As rizobactérias promotoras do crescimento de plantas (RPCPs) são bactérias que habitam o solo e com frequencia são isoladas da rizosfera de diversas plantas cultivadas. Os efeitos destes microrganismos sobre o desenvolvimento das plantas são amplos, incluindo os efeitos benéficos na germinação de sementes, emergência de plântulas e desenvolvimento de plantas. Devido a necessidade de novas tecnologias que visem restabelecer a atividade microbiana em solos degradados e que sejam viáveis para o utilização comercial, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o desempenho de RPCP, isoladas ou formuladas com outros produtos, com a inoculação de sementes, em diversas culturas econômicas. Na primeira fase do projeto será desenvolvido formulações com rizobactérias pertecentes a coleção de microrganismo do Laboratório de Microbiologia agrícola da Unoeste. Nestas formulações serão utilizados resíduos orgânicos de origem vegetal e animal. As formulações contendo as rizobactérias serão avaliadas para inoculação de sementes. O trabalho experimental será desenvolvido em casa de vegetação e campo com as culturas da soja, algodão, feijão e milho. As sementes desta cultura serão inoculadas com as formulações contendo as rizobactérias selecionadas em diferentes concentrações após este procedimento será efetuado o plantio. Será avaliado o efeito das rizobactérias sobre a emergência, desenvolvimento e nutrição de plantas, além da indução de resistência a doenças. O delineamento experimental a ser utilizado será o de blocos casualizados com quatro repetições.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 11/2007 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): THAIS TAFNER SILVA
PATRICIA VIDEIRA PERES
HELDER MARCOS PEREIRA
Professor(es): FABIO FERNANDO DE ARAUJO

Resumo:
A distribuição espacial e a densidade populacional de plantas são atributos das culturas agrícolas que influenciam a interceptação de luz, a demanda evapotranspiratória e o acúmulo de nutrientes pelos vegetais. Em virtude das modificações introduzidas nos genótipos modernos de milho, tais como menor estatura de plantas, maior precocidade e folhas de angulação mais ereta, conferindo maior potencial produtivo, torna-se necessário reavaliar as recomendações de práticas de manejo para esta cultura. Objetiva-se com este trabalho estudar o comportamento de dois cultivares de milho, um superprecoce e um precoce, no espaçamento de 0,45 m. entrelinhas, cultivados no ambiente safrinha, sob diferentes densidades populacionais de plantas. O experimento será instalado em março de 2006, na Fazenda Experimental da Unoeste, em Mirante do Paranapanema-SP. O delineamento experimental a ser utilizado será o inteiramente casualizado, no esquema fatorial 2 x 4, com quatro repetições, cujos tratamentos serão dois cultivares de milho conduzidos nas densidades de plantio de 39.682, 52.888, 79.364 e 105.819 plantas ha-1,mensuradas na fase de senescência dos grãos, considerando-se as médias das quatro repetições de cada cultivar.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): LUCAS RODRIGUES DUNDES
GUILHERME AUGUSTO VILAS BOAS
Professor(es): CECI CASTILHO CUSTODIO
CARLOS SÉRGIO TIRITAN

Resumo:
A diversidade genética existente na cultura do milho permite o seu cultivo nos mais diversos ambientes. Objetiva-se com este trabalho avaliar, comparativamente, vinte cultivares híbridos de milho, semeados com espaçamento entrelinhas alternativo (reduzido para 0,45 m), no ambiente safrinha do Oeste do Estado de São Paulo. O experimento será instalado em março de 2006 na Fazenda Experimental da Unoeste, localizada em Mirante do Paranapanema-SP. Os cultivares de milho a serem avaliados serão: AG 7000, AG 5020, DKB 979, FORT, AG 8060, VALENT, AGROMEN 3050, AG 6040, DKB 390, DKB 466, DKB 950, PIONEER 3075, DKB 350, PIONEER 3070, EXCELLER, DKB 566, PIONNER 3098, AG 9010, AG 2040 e DKB 330. A cultura será instalada com 0,45 m entrelinhas, 250 kg ha-1 de 08-28-16. O milho receberá aplicação de inseticida, herbicida e adubação de cobertura com 200 kg ha-1 de sulfato de amônio quando as plantas se encontravam com 4 folhas totalmente desdobradas. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, com quatro repetições. O cultivo de milho no ambiente safrinha na região do Oeste Paulista, caracterizada pela elevada escassez de chuvas no período de outono-inverno, apresenta, de maneira geral, produtividades satisfatórias em termos de viabilidade econômica. Porém, o estudo sistemático sobre adaptabilidade de cultivares praticamente inexiste na região.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): HUDSON DE MARCHI TOZATTI
Professor(es): CARLOS SÉRGIO TIRITAN

Resumo:
Objetiva-se com o presente projeto estudar o desempenho das plantas de Brachiaria brizantha, cv. Marandu, cujas sementes serão depositadas em diferentes profundidades ao longo do perfil do solo, na presença e ausência de adubação. Será instalado um experimento em julho de 2006, em casa de vegetação da Agronomia-Unoeste, em Presidente Prudente-SP. Uma porção de solo coletada na camada arável de um Argissolo Vermelho Distroférrico de textura média, será peneirada, corrigida e adubada, para posteriormente ser acomodada em colunas de PVC com 20 cm de diâmetro, subdivididas nas camadas de 0,0-2,5, 2,5-5,0, 5,0-10,0 e 10,0-20,0 cm de profundidade. Duzentas sementes viáveis de braquiária (Braquiaria brizantha, cultivar Marandu) serão colocadas em diferentes profundidades do solo (superfície, 2,5 cm, 5 cm e 10 cm), e serão submetidas a ausência e presença de adubação equivalente a 300 kg ha-1 de 08-28-16, calculada de acordo com o diâmetro das colunas de solo, considerando-se a quantidade de fertilizante a ser depositada por centímetro linear de sulco de semeadura num espaçamento entrelinhas de 0,90 m.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): JOSE RODRIGO CORTE NASCIMENTO
Professor(es): CECI CASTILHO CUSTODIO
CARLOS SÉRGIO TIRITAN
JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
Objetiva-se com o presente projeto estudar o desempenho de dois herbicidas pré-emergentes, com solubilidades distintas, recomendados para a cultura da cana-de-açúcar, no controle de sementes de Brachiaria bryzantha depositadas em diferentes profundidades do solo. Será instalado um experimento em abril de 2006, em casa de vegetação da Agronomia-Unoeste, em Presidente Prudente-SP. Uma porção de solo coletada na camada arável de um Argissolo Vermelho Distroférrico de textura média, será peneirada, corrigida e adubada, para posteriormente ser acomodada em colunas de PVC com 20 cm de diâmetro, subdivididas nas camadas de 0,0-2,5, 2,5-5,0, 5,0-10,0 e 10,0-20,0 cm de profundidade. Duzentas sementes viáveis de braquiária (Braquiaria brizantha, cultivar Marandu) serão colocadas em diferentes profundidades do solo (superfície, 2,5 cm, 5 cm e 10 cm), e serão submetidas a três situações de controle químico de plantas daninhas: ausência de herbicida, pulverizações com os herbicidas Clomazone + Hexazinona e Ametrina, nas doses recomendadas pelos fabricantes. Numa primeira etapa, as colunas de solo serão mantidas por 30 dias na montagem inicial (com as sementes depositadas em diferentes profundidades). Em seguida, após os primeiros 30 dias, as colunas serão desmontadas (nas profundidades em que se depositaram as sementes) para avaliações por mais 30 dias, onde serão quantificadas as plantas emergidas sem o impedimento mecânico da camada de solo. Será adotado o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições, num esquema fatorial 3 x 4 (totalizando 48 colunas de solo), com os tratamentos dispostos da seguinte maneira: 3 condições de controle químico em interação com sementes de braquiária depositadas na superfície do solo, a 2,5 cm, 5,0 cm e 10,0 cm de profundidade. As avaliações serão feitas de dois em dois dias, passados os três primeiros dias da instalação do experimento, para determinar a velocidade de emergência das plântulas. Aos 30 dias após a semeadura, as plantas emergidas serão coletadas e terão a massa da matéria seca da parte aérea quantificada. Em seguida, após a desmontagem parcial das colunas, serão avaliadas novamente a velocidade de emergência e a massa da matéria seca das plantas. Os resultados originais obtidos serão submetidos à análise de regressão, considerando as diferentes condições de controle de plantas daninhas em função da variação da profundidade de deposição das sementes no solo. Serão ajustadas as equações significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, que apresentarem os maiores coeficientes de determinação (R2).

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
Objetiva-se com o presente projeto estudar o acúmulo de matéria seca vegetal, a qualidade bromatológica da parte aérea das plantas, a reciclagem de nutrientes e a persistência das palhas deixadas sobre o solo, produzidas pelo milheto, guandu-anão e sorgo, conduzidos em cultivos solteiros e/ou consorciados. Será instalado um experimento na área de produção agrícola do Campus II da Unoeste, em Presidente Prudente-SP, durante os meses de março/2006 a agosto/2006. O solo a ser cultivado foi classificado como Argissolo Vermelho Distroférrico de textura média, e o clima da região é definido como tropical, de inverno seco e verão chuvoso. Amostras do solo da área experimental foram coletadas na profundidade de 0 a 20 cm para análise química e granulométrica, e realizou-se a calagem para elevar a saturação por bases a 70. O preparo do solo será realizado com aração e gradagem, e serão riscadas linhas de semeadura, espaçadas a 0,50 m, com o auxílio de semeadora/adubadora motomecanizada. A adubação de semeadura seguirá a recomendação padrão para a cultura do sorgo, calculada para 80 kg ha-1 de P2O5, 60 Kg ha-1 de K2O e 20 kg ha-1 de N, de acordo com resultados da análise química de solo. Serão colocadas 25 sementes/m de sulco de semeadura de guandu-anão (Cajanus cajan, var. anão), 50 sementes/m de milheto (Pennisetum glaucum, var. BN-2) e 15 sementes/m de sorgo forrageiro (Sorghum bicolor, var. Volumax), ajustando-se o valor cultural das sementes para 100. As culturas serão semeadas manualmente, em linhas alternadas para os cultivos consorciados. Será utilizado o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repetições, onde os tratamentos serão formados pelos cultivos solteiros de guandu-anão, milheto e sorgo, e consorciados de guandu-anão + milheto, guandu-anão + sorgo e milheto + sorgo. Os tratos culturais como controle de plantas daninhas, pragas e doenças serão realizados a partir de monitoramento periódico, e serão executados para que as espécies cultivadas apresentem o máximo de desenvolvimento possível, dentro de critérios técnicos de uso de defensivos agrícolas e manejo cultural. As parcelas serão dimensionadas com 10 linhas de semeadura de 12 m de comprimento, com área útil de 108 m2. Metade da área das parcelas será destinada para coletas periódicas de plantas, de 20 em 20 dias após a emergência, com o intuito de caracterizar a produção de matéria seca da parte aérea vegetal, assim como a qualidade bromatológica dos tecidos e o acúmulo de nutrientes no decorrer do tempo, até o momento em que uma ou as duas espécies consorciadas atinjam um estádio quase terminal de formação dos grãos, caracterizado por 30 de teor de água, em média, na parte aérea vegetal (ponto de silagem). Na outra parte das parcelas será feita a aplicação foliar de herbicida sistêmico não seletivo, para dessecação (Glyphosate), na dose de 2,4 Kg ha-1 de ingrediente ativo. A pulverização será realizada com equipamento manual pressurizado com CO2, operando à pressão constante de 150 kPa, munido de barra de aplicação com 4 bicos jato plano, do tipo leque, modelo 110.04, espaçados em 0,40 m, que serão regulados para proporcionar um volume de calda da ordem de 40 mL m-2. A altura da barra será mantida a 0,50 m acima do dossel das plantas, e a velocidade média de deslocamento durante a pulverização do herbicida será de aproximadamente 1,0 m s-1, de acordo com teste preliminares. A dessecação química será realizada quando uma ou as duas espécies consorciadas atinjam o estádio de pleno florescimento. A partir do sétimo dia após a aplicação do herbicida, serão realizadas quatro amostragens dos restos vegetais deixados sobre o solo, a cada 20 dias, para caracterizar a velocidade de decomposição das diferentes palhas, assim como a disponibilização dos nutrientes contidos nos tecidos vegetais da cobertura do solo. O estudo estatístico constará de análise de regressão, e serão ajustadas equações significativas até 5 de probabilidade pelo teste F, de maior coeficiente de determinação (R2). Serão realizadas também análises de correlação linear para atributos químicos e bioquímicos da parte aérea das plantas, nas diferentes condições de estudo, assim como análises de variância com aplicação de teste de médias para comparar tratamentos experimentais.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2006 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Aluno(s): CASSIO LOUREIRO CALVO
Professor(es): JOSÉ SALVADOR SIMONETI FOLONI

Resumo:
Phalaenopsis é um gênero de orquídeas largamente produzido para floricultura por apresentarem flores grandes e planas em hastes longas e de durabilidade elevada, serem de cultivo rápido e de alto valor comercial. Uma das vias de se propagar estas plantas é através de cultura de tecidos. Porém, mesmo com as mais refinadas técnicas de propagação clonal levam ao aparecimento de calos e podem, conseqüentemente levar ao aparecimento de variantes somaclonais que muitas vezes não são interessantes. Visando minimizar a formação de calos será testado o protocolo de embriogênese somática, em folhas e hastes florais de materiais comerciais, para a produção de embriões sem necessariamente passar pela fase de calo.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2006 - 12/2006 Programa: PEIC - Programa Especial de Iniciação Científica
Aluno(s): JOICE YURI MINAMIGUCHI
Professor(es): NELSON BARBOSA MACHADO NETO

Resumo:
Este projeto tem o objetivo de monitorar o desenvolvimento de nogueira macadâmia em função da variação da adubação nitrogenada. O experimento será instalado em área da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE - Campus II. As mudas de nogueira Macadâmia com 18 meses de idade, serão plantadas na primeira quinzena de fevereiro de 2005, seguindo um espaçamento de 6x6 metros. O ensaio contemplará o fornecimento de 5 doses de N na forma orgânica, sendo que estes tratamentos serão distribuídos no campo adotando-se um delineamento em blocos (parcelas) casualizados, com 4 repetições (parcelas) e 5 plantas/tratamento/parcela, totalizando 100 plantas. Os tratamentos serão caracterizados da seguinte forma: T1) 0 N; T2) 25 de N* = 37,5 g de N/planta; T3) 50 de N* = 75,0 g de N/planta; T4) 75 de N* = 112,5 g de N/planta; T5) 100 de N* = 150,0 g de N/planta. O cálculo da dose de lodo de esgoto a ser aplicado ao solo, visando o fornecimento de N para a cultura, deverá ser realizado baseado na quantidade de N recomendado para a cultura bem como pelo teor de N-disponível. Os resultados das análises serão submetidos à análise de variância, avaliando-se o efeito dos tratamentos pelo teste de Tukey ao nível de 5 de probabilidade, através do programa SISVAR. A avaliação das práticas empregadas no manejo das plantas de macadâmia será realizada através da análise química de folhas, determinado-se os teores de macro e micronutrientes, análise da fertilidade do solo (análise básica + micronutrientes + Al) e de parâmetros biométricos como altura, projeção e volume das plantas.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 2/2006 - 12/2008 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): VAGNER CAMARINI ALVES
ANGELA MADALENA MARCHIZELLI GODINHO
JOSE EDUARDO CRESTE
CARLOS HENRIQUE DOS SANTOS

Resumo:
As formigas cortadeiras, insetos pertencentes aos gêneros Atta e Acromyrmex (Hymenoptera: Formicidae: Attini), recebem, no Brasil, os nomes populares de saúvas e quenquéns. São freqüentemente relatados pelas injúrias que provocam nas plantas, tanto mono quanto dicotiledôneas, e, devido a este hábito alimentar polífago, ocupam os mais diversos ambientes, acarretando danos econômicos em áreas destinadas a agricultura, silvicultura e pastagem. As partes vegetais cortadas são transportadas para suas colônias, e lá são preparadas de modo a servir como substrato de crescimento para o fungo simbionte que cultivam e do qual se alimentam. Atualmente, o método mais empregado para o controle das formigas cortadeiras é a aplicação de iscas tóxicas, e, para muitas das espécies, proporciona excelentes resultados. Porém, para uma das espécies em particular, que causa expressivos prejuízos às áreas pecuárias, os métodos existentes são considerados insatisfatórios. Trata-se da espécie Atta capiguara, conhecida como saúva parda. A ineficiência das iscas tóxicas destinadas ao controle dessa espécie deve-se ao fato de que as mesmas são fabricadas contendo apenas polpa cítrica; como A. capiguara seleciona essencialmente espécies vegetais monocotiledôneas, as iscas não são atrativas e, conseqüentemente, não transportadas pelas operárias. Dessa maneira, o presente trabalho objetiva desenvolver iscas tóxicas destinadas ao controle da saúva parda, partindo da hipótese de que a adição de espécies vegetais monocotiledôneas à base das iscas deve causar efeito atrativo sobre as operárias, tornando os pelletes mais transportados e, conseqüentemente, aumentando substancialmente as chances de sucesso do controle. Para o desenvolvimento do trabalho, serão utilizadas espécies vegetais naturalmente selecionadas durante o forrageamento por essas formigas, no caso a cana-de-açúcar, o capim jaraguá e o capim elefante. Os métodos de adição dessas gramíneas às iscas serão feitos por meio de incorporação de extrato e adição direta de matéria seca vegetal em substituição parcial à polpa cítrica. Os ensaios serão realizados em campo, em área de pastagem de Bracchiaria spp. Previamente serão confeccionados, em laboratório, o extrato vegetal e as diferentes iscas correspondentes aos diferentes tratamentos, os quais serão oferecidos às operárias nas trilhas de forrageamento ativas, com livre chance de escolha. Ao final do projeto, serão avaliados os aspectos econômicos e operacionais de cada tratamento considerado eficiente, a fim de encontrar uma solução não somente viável do ponto de vista técnico, mas que também seja aplicável às condições agropecuárias.

Protocolo: 0 Início e Fim: Mês/Ano: 3/2006 - 12/2007 Programa: PPD - Projeto de Pesquisa Docente
Professor(es): VANIA MARIA RAMOS
Alguma mensagem