Sobre o EAPI

Apresentação

O Escritório de Apoio à Pesquisa e Inovação (EAPI) faz parte da Coordenadoria de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (CPDI), estando vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) da UNOESTE. O EAPI tem como finalidade prestar serviços de apoio e suporte aos pesquisadores no que se refere à captação e gestão de recursos para o desenvolvimento científico (auxílios e bolsas), oriundos da iniciativa pública e/ou privada, por meio do fomento e incentivo às atividades de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação na Universidade.

O EAPI foi implantado no segundo semestre de 2015, em atendimento ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI 2013-2017) da UNOESTE e, está alocado na CPDI, no Campus II da UNOESTE.

A seguir estão descritos os objetivos e as atribuições do EAPI. Como setor de apoio e auxílio, tanto os objetivos quanto as atribuições devem ser cumpridas em estrita consonância e consentimento dos pesquisadores da UNOESTE visando à construção de sólidas parcerias.

Objetivos

  • Proporcionar infraestrutura organizacional para apoiar atividades de PDI aptas ao auxílio por agências de fomento e entidades da iniciativa pública e privada;
  • Divulgar informações e fornecer suporte aos pesquisadores nos processos de captação, execução e finalização de projetos e incentivos;
  • Assistir aos pesquisadores em processos de registros de propriedade industrial, intelectual e inovações, facilitando a aproximação com o setor produtivo;
  • Registrar e organizar informações institucionais sobre auxílios e projetos submetidos e aprovados.

[1] Definições
Pesquisa Científica

Consiste em um processo de investigação metódica, sistemática, controlada, empírica e crítica de hipóteses sobre as relações entre fenômenos, a fim de encontrar respostas para um problema e proporcionar benefícios para a sociedade. Pode ser subdividida conforme a finalidade:

  • Pesquisa básica: trabalho teórico ou experimental realizado primordialmente para adquirir novos conhecimentos sobre os fundamentos de fatos ou fenômenos observáveis, sem o propósito de qualquer aplicação ou utilização.
  • Pesquisa aplicada: investigação experimental original, realizada com a finalidade de obter novos conhecimentos, porém direcionada, primordialmente, a um objetivo prático e para aplicação.

Pesquisa Tecnológica (Pesquisa & Desenvolvimento)

Consiste em trabalho criativo, porém sistemático, apoiado no conhecimento existente, adquirido por pesquisas científicas ou pela experiência prática, direcionado à produção de novos materiais, produtos, equipamentos ou técnicas, para implantação em processos, sistemas ou serviços, ou para modernizar substancialmente aqueles já produzidos ou instalados.
O conhecimento é fator central para o desenvolvimento, sendo imprescindível produzi-lo, dissemina-lo e utiliza-lo.

Pesquisa de Inovação

Consiste na criação e introdução no mercado de um produto (bem ou serviço) ou processo de produção, tecnologicamente novos ou com qualidades que caracterizam aprimoramento significativo (inovação incremental) de produtos e processos existentes.
A inovação tecnológica de produto ou processo envolvem atividades científica, tecnológica, organizacional, financeira e comercial.

Pesquisa científica, tecnológica e de Inovação relacionam-se de forma recíproca, interativa e interdependente. A pesquisa científica depende de instrumentos tecnológicos, porém também leva ao desenvolvimento de novas tecnologias e seu aprimoramento, por meio do processo de Inovação.

Consulte mais definições em: http://finep.gov.br/biblioteca/glossario
Consulte também o Manual de Oslo em: http://download.finep.gov.br/imprensa/manual_de_oslo.pdf