Você está em: Unoeste » PRPPG » Notícia

Startup Day Unoeste promove fomento do pensamento inovador

Mais de 80 professores são envolvidos no evento inserido na busca do despertar o interesse em inovar

João Paulo Barbosa
Realização do Startup Day Unoeste, no salão do Limoeiro

Com ampla programação durante a manhã e começo da tarde de sábado (11), o Startup Day Unoeste envolveu mais de 80 professores e coordenadores de diferentes cursos em dinâmicas, oficinas, palestras e reflexões sobre fomentar o pensamento inovador. A realização mobilizou alguns setores da universidade, com o apoio das pró-reitorias acadêmica e de pesquisa e pós-graduação, cujo pró-reitor Dr. Adilson Eduardo Guelfi avaliou como positiva a participação do envolvidos.
 
Com o entendimento de que a comunidade acadêmica está ciente que a Unoeste possui grande capacidade de inovação, o pró-reitor acredita que o fomento ao pensamento inovador deve fazer parte da rotina, com o propósito de despertar o interesse do produzir inovador, não apenas em quantidade, mas especialmente pelo impacto que os produtos possam gerar para a sociedade, seja no entorno ou mesmo distante da universidade.
 
A assessora de relações interinstitucionais Adiane Mitideiro abriu as atividades explicando que a ideia é reproduzir um pouco do que acontece no Startup Weekend, visando um olhar voltado às novas oportunidades de negócios que podem surgir, inclusive, a partir de pesquisas científicas. O gerente da Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente (Intepp) Luís Horácio Ramos Isique falou sobre inovação, indústria 4.0 e empregabilidade.
 
A segunda palestra foi com Adiane, sobre realidade disruptiva e quem pode se tornar empreendedor. Egresso do doutorado em Agronomia na Unoeste, o Dr. Gustavo Saraiva apresentou a universidade como celeiro de negócios de impacto, apontando que o maior desafio da formação acadêmica está na transformação da pesquisa em negócio que possa ajudar à sociedade e não somente em artigos lidos e utilizados apenas por quem produz ciência.
 
A professora Priscila Guidini de Oliveira, do curso de Publicidade e Propaganda, fez a apresentação da ferramenta Design Thinking (inovação em negócios) como modelo para tirar a ideia do papel, para ser transformada em produto ou serviço. O professor Dione Jonathan Ferrari, da Faculdade de Informática de Presidente Prudente (Fipp), apresentou a ferramenta Canvas, utilizada para desenvolver planejamento estratégico de modelo de negócios.
 
As oficinas foram sobre atitudes empreendedoras e transformação de papers em negócios lucrativos, incluindo dinâmica conduzida pelo professor Diego Ceccato, do curso de Química, e culminando com a apresentação da técnica de Pich, feita pelo professor Fábio Rabello Cardoso Teixeira, do curso de Publicidade e Propaganda. Técnica voltada à apresentação direta e efetiva de um projeto para conquistar um investidor em seu produto ou serviço.
 
O diretor da Fipp, Moacir Del Trejo, e a coordenadora do curso de Administração, Nancy Okada, deram suporte às atividades que também foram planejadas com o envolvimento do Dr. Jair Rodrigues Garcia Júnior, coordenador da Coordenadoria de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (CPDI). Os participantes formaram nove equipes e, cada equipe buscou dois de 32 temas de trabalhos apresentados no Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (Enepe 2017), para escolher um e transformá-lo em proposta de negócio.
 
Ao final, as equipes apresentaram suas propostas formuladas no modelo Canvas e organizadas pela técnica de Pich.  No encerramento do Startup Day Unoeste, realizado no salão do Limoeiro, foi anunciada a realização do Simpósio de Inovação e Empreendedorismo, logo após o Enepe 2018, que acontecerá de 22 a 25 de outubro. Evento que evolverá a comunidade estudantil da Unoeste.

Ultimas Notícias