English

Você está em: Unoeste » Notícia

17/4/2012

Fonoaudiologia mobiliza campus I no Dia Mundial da Voz

Ação alerta estudantes, docentes e comunidade sobre cuidados para evitar doenças

  • Foto: Mariana Tavares
    Quem passou pelo local recebeu dicas e levou kit com água e maçã
  • Foto: Mariana Tavares
    Pessoas que apresentam alteração vocal terão tratamento gratuito
  • Foto: Mariana Tavares
    Alunos e professores celebram data com prestação de serviços


O Dia Mundial da Voz, celebrado nesta segunda-feira (16), foi lembrado pelo curso de Fonoaudiologia da Unoeste com ações no calçadão do campus I. A atividade, que teve início no período da tarde e se estendeu até às 22h, teve como principal objetivo alertar estudantes, docentes e a comunidade sobre os cuidados necessários para evitar doenças que comprometem a fala.

Uma tenda foi montada ao lado do teatro de arena. Além das orientações, os acadêmicos entregaram gibis da campanha e folders elaborados pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Triagens também foram realizadas, por meio de aplicação de questionário e avaliação feita com acompanhamento de docentes. As pessoas que apresentaram alterações foram encaminhadas à Clínica Escola de Fonoaudiologia e ao Setor de Otorrinolaringologia.

Conforme a coordenadora de Fonoaudiologia, Maria Cristina Alves Corazza, a receptividade foi excelente. “Pela primeira vez promovemos essa mobilização na instituição e o resultado foi surpreendente, principalmente no período noturno, já que muitos cursos são da licenciatura. As pessoas se interessaram e procuraram orientações”. Ela destaca que a proposta de ações como essa é apresentar recursos viáveis para preservar a qualidade da voz, bem como estimular o diagnóstico precoce. “Temos grande número de fumantes, sendo este um público que deve estar mais atento às patologias”, salienta.

Quem passou pela tenda ganhou o kit Saúde Vocal, composto por maçã e água. No telão foram exibidos vídeos sobre fisiologia da respiração e da voz, patologias, e o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que apoia a campanha do Dia Mundial da Voz. Cristina aponta o caso de Lula como um bom exemplo do diagnóstico precoce de câncer de laringe, isso porque, em razão do tratamento imediato, ela já apresenta bons resultados no quadro clínico. No vídeo, o ex-presidente fala da importância do trabalho fonoaudiólogo para sua reabilitação.

A ação foi encerrada com show do cantor de samba rock Gabriel Cabral Florentino. Por ter a consciência da importância dos cuidados com a voz, aderiu à mobilização. “Meu trabalho depende da voz, por isso sei que devo cuidar”, frisa. Com sete anos de carreira, ele conta que já fez fonoaudiologia e técnica vocal. Antes dos shows, evita bebidas geladas, faz exercícios fonoaudiólogos e tem costume de ingerir bastante água. “Todo profissional que utiliza muito a voz precisa fazer aquecimento e também o desaquecimento”.

A aluna do 8º termo de Fonoaudiologia Natalia Ferreira Lopes percebeu, durante a abordagem, que poucas pessoas sabem como prevenir doenças relacionadas à voz. “Existem exercícios vocais que já podem evitar futuros problemas”, aponta. “Com a ação, também podemos divulgar o trabalho realizado na Clínica Escola com a terapia de voz”, acrescenta Natalia.

Para quem recebeu as dicas dos futuros fonoaudiólogos, a partir de agora sabe como se cuidar. Gabriel Rian Thomaz dos Santos, do 3º termo do bacharelado em Química, aproveitou o kit Saúde Vocal e colocou em prática os ensinamentos. “Apendi muitas coisas. Podemos nos cuidar com práticas simples, como comer maçã e beber água”, finaliza.

O evento teve o apoio da Assessoria de Eventos Acadêmicos e Científicos da Pró-reitoria de Extensão e Ação Comunitária (Proext).

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste


Veja mais notícias:

Pesquisar por:
Pesquisar por:


Notícias do mês de DEZEMBRO DE 2014:

19/12/2014Unoeste terá mais de 2 mil vagas gratuitas no Pronatec
19/12/2014Zootecnia é nota máxima em avaliação do MEC
19/12/2014MEC atribui conceitos máximos ao curso de Odontologia
19/12/2014Pesquisador instrui agricultores sobre plantas medicinais
18/12/2014Unoeste eleva conceito de qualidade em avaliação do MEC
18/12/2014Crianças da Associação Betesda ganham presentes de Natal
17/12/2014Abertas inscrições para Vestibular de Verão 2015
17/12/2014Livro sobre os desafios da avaliação institucional é lançado
16/12/2014Reunião marca encerramento do ano com bons resultados
16/12/2014Estudo sobre estresse hídrico vegetal obtém aporte da Fapesp
16/12/2014Educação a distância anuncia matrículas para vários cursos
15/12/2014Produto gestado na Intepp é notícia em revista especializada
15/12/2014Rádio e Jornalismo – No Ar é tema de obra docente
12/12/2014A graduação terminou! O que fazer agora?
11/12/2014Projeto visa transformar recicláveis em lares ecológicos
10/12/2014Saúde Visual do Escolar atende 9,6 mil alunos em cinco anos
10/12/2014Juristas discutem o projeto de novo Código de Processo Civil
10/12/2014Mestrado em Meio Ambiente anuncia seleção de aluno especial
09/12/2014Doutorado e mestrado em Agronomia realizam processo seletivo
09/12/2014Infecção de frango por toxocara pode atingir caráter crônico
09/12/2014Prazo de exames da campanha do câncer de próstata é ampliado
09/12/2014Intepp conclui oficina de capacitação do plano de marketing
05/12/2014Probiótico melhora resposta imunológica à raiva em bovinos
05/12/2014Simpósio debate perspectivas científicas da ecofisiologia
05/12/2014Saber inglês faz diferença para estudante ou profissional
04/12/2014Agrárias têm fazenda referência tecnológica no campo
03/12/2014Propostas são formuladas para Rondon no Mato Grosso e Pará
03/12/2014Educação Física conta com complexo de prática esportiva
03/12/2014Cantata de Natal do Projeto Guri consiste em noite de gala
02/12/2014Enepe possui credenciais para ser evento de caráter nacional
02/12/2014Prudente tem um dos melhores cursos de Música do Brasil
02/12/2014Campanha da semana de luta contra a Aids abrange toda cidade
01/12/2014Pela 5ª vez Unoeste conquista Selo da Reponsabilidade Social
01/12/2014Tratamento de efluente apenas com glifosato é mais eficiente