CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Pós em Geriatria atende demanda crescente de idosos

Especialização da Unoeste está com as matrículas abertas e tem carga horária de 60% de aulas diretamente com pacientes


email facebook twitter whatsapp

Foto: Divulgação Pós em Geriatria atende demanda crescente de idosos
Curso tem como público-alvo profissionais graduados em medicina

Pesquisa recente feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que no ano 2000 a população idosa com mais de 60 anos no país era de 14,5 milhões de pessoas, uma crescente de 35,5% dos 10,7 milhões em 1991. Atualmente, este número ultrapassa os 29 milhões e as expectativas, de acordo com o órgão, é que até 2060 suba para 73 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, um aumento de 160%. E é neste cenário que a Unoeste procura capacitar cada vez mais os estudantes e os profissionais da saúde através da especialização em Geriatria. A pós-graduação lato sensu, que está com matrículas abertas, dará início às aulas da 16ª turma no dia 16 de agosto. 
 
Voltada para os profissionais graduados em medicina e interessados em aprofundar seus conhecimentos na área de geriatria clínico-preventivo, a especialização conta com uma carga horária de 60% das aulas diretamente com os pacientes, possibilitando ao aluno vivenciar cenários diversos através de relatos de casos de temas específicos com professores titulados pela Sociedade Brasileira de Geriatria (SBGG).
 
De acordo com o coordenador do curso, professor Fernando Cezar Cardoso Maia, as aulas são presenciais e são apresentadas em módulos, em que a sequência das disciplinas favorece o raciocínio crítico e a visão sistêmica da geriatria. “Os estudantes participam de atendimentos geriátricos em cenários variados como o Ambulatório e a Enfermaria de Geriatria, no Hospital Regional de Presidente Prudente (HRPP), o Centro de Referência do Idoso (CRI), Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), entre outros”, explica.
 
Ele salienta ainda que o programa do curso está fundamentado na necessidade de uma melhor utilização e aplicação dos processos associados ao envelhecimento humano dentro dos aspectos biopsicossociais e fisiopatológicos. “Nossa proposta é aprofundar e aplicar os conhecimentos sobre o envelhecimento humano e sobre a maturidade no curso da vida de forma multiprofissional e interdisciplinar. As inovações introduzidas nesta especialização utilizarão os conhecimentos adquiridos pelos profissionais para os aplicarem na prevenção primária, secundária e terciária de prevenção e promoção de saúde, além do tratamento das doenças em geriatria, sejam elas ambulatoriais, em regime de internações e dos cuidados paliativos”, fala.
 
A especialização em Geriatria da Unoeste conta com uma carga horária de 450 horas, resultando em 18 meses de atividades. Para se inscrever, o interessado deve se cadastrar na página do curso, no site da Unoeste. Os documentos necessários para a matrícula são: cópia do diploma e do histórico escolar do curso superior, cópias do RG e CPF, comprovante de residência, currículo (quando solicitado), uma foto 3x4 recente e cópia da careira do conselho de classe. 

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem