English

Você está em: Unoeste » Notícia

26/11/2013

Usina Cocal recebe visita de estudantes da Unoeste

Participaram da iniciativa alunos da graduação em Produção Sucroalcooleira e pós em Gestão de Qualidade e Produção de Cana-de-Açúcar

  • Foto: Cedida
    Participantes da atividade em frente à usina em Narandiba (SP)


Visualização do processo de produção de açúcar, álcool e cogeração de energia. Este foi o principal objetivo da visita realizada no último sábado (23), à usina Cocal, localizada em Narandiba (SP). Voltada para os alunos do superior de tecnologia em Produção Sucroalcooleira e da especialização em Gestão de Qualidade e Produção de Cana-de-Açúcar da Unoeste, a atividade contou com o acompanhamento dos professores Angela Marchizelli Godinho, Carlos Sérgio Tiritan e Renato Carlucci Novais.

“Os visitantes conheceram os procedimentos envolvidos desde o preparo do solo até para o plantio da cana e o produto final, o que promoveu uma interação ímpar entre os discentes, docentes e esta empresa do setor sucroalcooleiro”, explica Angela que é a responsável dos respectivos cursos de graduação e pós-graduação, sendo que o último divide a coordenação com Tiritan.

Ela pontua que os alunos observaram também a série de processos de beneficiamento da cana-de-açúcar. “Eles visualizaram a chegada da cana cortada da lavoura em caminhões e o seu descarregamento nas mesas alimentadoras que a conduz até as moendas. Antes da retirada do caldo açucarado, ela foi transportada pelas esteiras, passando por um eletroímã para a retirada dos materiais metálicos. Após o esmagamento, o bagaço seguiu para as caldeiras, para a geração do vapor e energia de toda a usina (cogeração de energia), além disso, os caldos primário e misto, resultantes deste processo, passaram por filtros e tratamentos que os transformaram em açúcar e etanol”.

Na prática – Angela revela que esta atividade foi uma complementação da disciplina Processos Industriais, ministradas em ambos os cursos. “Tivemos como foco também, apresentar para estes futuros profissionais possíveis setores de atuação”, finaliza.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste


Veja mais notícias:

Pesquisar por:
Pesquisar por: