Você está em: Unoeste » Rede de Bibliotecas » Periódicos on-line

Livros on-line

  • Disponível na web
  • Disponível no acervo e na web


Área: Engenharia de Produção



imagem O debate sobre a questão agrária no Brasil durante a década de 70 pode ser visto, retrospectivamente, como uma tentativa de enfrentar a superação política e econômica, pós-golpe militar, do debate clássico “feudalismo x capitalismo” dos anos 50 e 60.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Os conceitos e aplicações da ergonomia estão em constante discussão no âmbito acadêmico, caracterizando um corpus de conhecimento de grande expressividade para a própria ciência ergonômica e demais áreas tecnológicas correlatas, a saber: engenharias, design, arquitetura, e outras. Entre as demandas para ampliar as análises em torno dessa disciplina apresenta-se sua evolução histórica, a qual está completa de controvérsias e discussões. De fato, há ainda uma grande dificuldade em relatar suas etapas históricas dentro do âmbito geográfico e a participação de seus precursores nessas fases. Assim, o propósito dessa coletânea foi o de reunir os estudos realizados pelos alunos da linha de pesquisa ergonomia, associados ao Laboratório de Ergonomia e Interfaces - LEI, no Programa de Pós-graduação em Design - PPGDesign, da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista, e apresentar subsídios para ampliação da discussão e reflexão evolutiva da ergonomia. Os primeiros capítulos relatam os precursores da ergonomia, com destaque para Leonardo da Vinci e seus estudos na área da anatomia; Bélidor, Patissier e suas contribuições para a organização do trabalho; o Taylorismo e os aspectos da organização científica do trabalho, bem como a contribuição de Jules Amar nesse âmbito. Os demais capítulos abordam a origem e evolução da ergonomia na Europa, na Rússia (ex URSS), Estados Unidos da América, América Latina e Brasil, com ênfase a criação de laboratórios e associações não governamentais. De modo geral, os estudos ora apresentados preenchem lacunas ainda existentes dentro da ergonomia e procuram estabelecer um elo de ligação para a continuidade futura das pesquisas na área.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem A primeira parte deste livro apresenta os fundamentos das operações da produção. A segunda está ligada ao projeto dos sistemas de produção. A terceira abrange assuntos relacionados ao planejamento da operação e ao controle dos sistemas produtivos de organizações já estruturadas. A quarta parte é reservada para os assuntos relacionados à gestão da qualidade em sistemas produtivos. E a quinta parte deste livro é composta por três capítulos que tratam, especificamente, da classificação de materiais, dos estoques cíclicos e dos estoques se segurança.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Com 27 trabalhos produzidos por pesquisadores do Instituto de Pesquisa em Bioenergia (Bioen), da Unesp, este livro oferece uma ampla visão sobre as áreas que compõem o segmento. Seu principal objetivo é contribuir para melhorar a compreensão dos vários aspectos da bioenergia, em especial no Brasil, que figura entre os países com maior nível de desenvolvimento tecnológico no setor. Os artigos abordam uma série abrangente de questões relacionadas à bioenergia, como a construção genética das plantas de cana-de-açúcar visando ao aumento de produtividade, a disseminação de sementes para estimular a propagação de espécies com potencial energético, etapas de produção de bioenergia, usos do combustível e seus efeitos nos diversos tipos de motores. Agrupados por assunto, os textos estão distribuídos em cinco partes: Biomassa para bioenergia; Produção de biocombustíveis; Utilização de bioenergia; Biorrefinaria, alcoolquímica e oleoquímica e Sustentabilidade dos biocombustíveis. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Nos dias de hoje a economia dos serviços, sem a presença da industrialização, tem reproduzido o subdesenvolvimento, como nos países cujas ocupações em expansão não oferecem um horizonte decente e sustentável de futuro justo e democrático a todos. Mesmo nas indústrias de tecnologia das informações e comunicações, os empregos disponíveis são de pequena monta e parcela ainda precários, o que indica o quanto o tema da industrialização segue sendo central para qualquer país que almeja o desenvolvimento.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O Livro Verde da Ciência, Tecnologia e Inovação, que apresento, resulta de amplo debate, coordenado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, acerca do papel do conhecimento e da inovação, na aceleração do desenvolvimento social e econômico do País. Ao resgatar a trajetória da Ciência e Tecnologia brasileira e estimular a reflexão sobre seu futuro, o Livro Verde traz à luz os sólidos alicerces em que se fundam seus avanços contemporâneos. Explicita, sobretudo, valiosos elementos da visão estratégica que hoje orienta a sustentação e a ampliação do esforço nacional em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), como condição necessária de desenvolvimento, bemestar, justiça social e de exercício da soberania.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O presente e-book reúne artigos científicos baseados em trabalhos e pesquisas realizadas na área de Engenharia de Produção.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O presente e-book reúne artigos científicos baseados em trabalhos e pesquisas realizadas na área de Engenharia de Produção. Trata-se do volume 2 da coletânea, visto o quão producente e dinâmica essa área encontra-se. Como é percebido pela sociedade contemporânea, técnicas, oportunidades de negócios, padrões, têm se tornado obsoletos numa alta rotação. Destarte, as mudanças organizacionais estão ocorrendo em tal constância, que rotinas locais estão tornando-se cada vez mais globais. Fazendo com que a preocupação com a inovação, o layout, a melhoria contínua e a sustentabilidade, em sua tríplice vertente – social, econômica e ambiental, não sejam mais ‘pano de fundo’ para as mudanças, e sim um dos principais aspectos discutidos, uma vez que a abrangência desses assuntos engloba desde a cultura organizacional até os processos operacionais. E ao reunir estudos sobre produção nessa coletânea, a intenção é contribuir para a contínua capacitação e desenvolvimento do pensar científico na indústria, tanto em seu viés acadêmico como profissional. Além de demonstrar o mérito dos pesquisadores presentes nessa obra.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O e-book Coletânea Nacional sobre Engenharia de Produção 3: Gestão da Produção, apresenta 43 artigos científicos, fruto de trabalhos e pesquisas realizadas na área, vindos das diversas regiões do país. É notório que a sociedade contemporânea tem evoluído em escala geométrica, assim como a Engenharia de Produção, a diferença encontra-se que a Engenharia de Produção se dedica ao estudo, projeto e gestão de sistemas integrados de pessoas e recursos, objetivando melhorias contínuas na produtividade de processos e operações, garantindo a qualidade do produto ou serviço e do âmbito organizacional. Entretanto, os desafios para a referida área são amplos, a exemplo, trabalhar com a linha de produção atrelado a novas tecnologias, com pensamento sustentável, ou mesmo priorizar o capital humano diante de um cenário econômico insatisfatório, são apenas alguns destes grandes desafios. Os artigos a seguir foram desenvolvidos com o intuito de apresentar ao leitor experiências, conhecimentos e informações no âmbito da Engenharia de Produção, especificamente na área da Gestão da Produção.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Este e-book reúne 31 artigos científicos resultantes de trabalhos e investigações realizados na área da Gestão da Qualidade. Desde os tempos remotos o ser humano busca a perfeição para a realização de produtos e serviços, mas foi com o advento da Segunda Guerra Mundial que a Gestão da Qualidade tornou-se corriqueira em produtos e serviços bélicos, desencadeando a procura pela perfeição organizacional por meio de ferramentas e/ou processos desenvolvidos. Atualmente, a exigência cada vez maior dos consumidores, tornou-se o maior desafio para a área da Gestão da Qualidade, pois esta busca melhorias contínuas, trabalhando com eficiência e eficácia em serviços e/ou produtos. Os artigos apresentados a seguir foram concebidos para apresentar ao leitor experiências, conhecimentos e informações no âmbito da Gestão da Qualidade.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O volume cinco do livro eletrônico "Coletânea nacional sobre Engenharia de Produção" tem como tema principal a área da Engenharia de Produção denominada Pesquisa Operacional.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem A pesquisa em Engenharia de Produção tem se ampliado de forma vertiginosa, desde seu início, nos primórdios da Revolução Industrial. Este crescimento é passível de verificação tanto pelo aumento no número de programas de pós graduação stricto e lato sensu, quanto pelo número de eventos e congressos que apresentam pesquisas sobre o tema. A Coletânea Nacional sobre Engenharia de Produção, em seu sexto volume, é mais uma tentativa de apresentar as inquietações dos pesquisadores da área, oriundos das mais diversas regiões do Brasil. O livro foi dividido em três áreas, a saber: Ergonomia e Segurança do Trabalho, Gestão do Produto e Gestão econômica.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Um dos objetivos do livro é o de verificar até que ponto as influências intelectuais recebidas por Zygmunt Bauman no começo de sua carreira contribuíram para o desenvolvimento de sua teoria sobre a ética e a moral no mundo contemporâneo, eivada de críticas ao pós-modernismo e hoje considerada uma das grandes referências sobre o assunto. Sociólogo e filósofo polonês nascido em 1925 que se notabilizou por seu marxismo de vanguarda (devido ao qual teve de deixar a Universidade de Varsóvia em 1968 e a sua obra foi proibida naquele país), Bauman é também conhecido por sua prodigiosa produção intelectual, nas quais se destacam as análises das ligações entre a modernidade e o holocausto e o consumismo pós-moderno. Para o autor, foram os círculos neomarxistas de Varsóvia que forneceram a Bauman as matrizes críticas que, pouco a pouco, o levariam a desenvolver a ideia de que a perspectiva "pós-moderna" da ética está introduzindo uma concepção de moralidade bem diversa da ortodoxa, e que se tornou referenciada por elementos exteriores ao sujeito moral - de acordo com o livro, uma verdadeira ironia, nesses tempos de proclamação da autonomia e liberdade do indivíduo, característica também central do ideal iluminista. Assim, hoje, para Bauman, a referência para a ação moral, em tese baseada nas concepções do direito natural racional, ao invés de proclamar e reafirmar a autonomia do indivíduo diante das normas das instituições, nada mais faria do que reforçar a sua dependência de parâmetros externos advindos de outras fontes, impossibilitando a reflexão e a decisão próprias do sujeito moral. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Nesta nossa viagem iremos percorrer caminhos e parar por estações como: Princípios da Qualidade, Gestão e Planejamento e algumas Ferramentas da Qualidade, e passo a passo você irá se familiarizar com o tema e aprender técnicas para aplicar em suas atividades. Vamos falar também um pouquinho dos “clientes”, que são a razão da existência das empresas. Não somente os consumidores, mas você também conhecerá o cliente interno, elemento importantíssimo na colaboração do sucesso de qualquer organização. O que eles esperam e como atender suas necessidades. E ao final iremos conhecer um pouquinho algumas ferramentas, informações e técnicas para a qualidade pessoal.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O livro discute e estimula reflexões de como as relações de consumo podem comprometer a qualidade de vida, a justiça social e a sobrevivência do planeta. Aborda os impactos socioambientais das ações do homem nas esferas da produção, circulação e consumo, alertando para a necessidade de se adotar um uso mais sustentável do meio ambiente. Nos vários textos constantes da obra, as cidades são vistas como materialidade das mudanças socioambientais, onde todas as relações sociais de produção devem ser enfocadas em sua totalidade. Entre os temas tratados, merecem destaque: a industrialização, o incentivo ao consumo e ao descarte descontrolado de materiais e as disparidades entre o superconsumo e o subconsumo, a dialética global/local, as alterações climáticas, o planejamento e as políticas públicas. Estas diferentes questões são analisadas sob perspectivas diversas, o que demonstra a amplitude da problemática da produção, circulação e consumo e seus impactos na atualidade. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Em países em estágios intermediários de desenvolvimento, como é o caso do Brasil, a indústria de transformação é fundamental para incrementar indicadores econômicos e sociais. Afinal a manufatura, com sua característica de demandar inúmeros bens e serviços, tem capacidade de movimentar e acelerar o crescimento de diversos setores, além de possuir, por sua própria natureza, a faculdade de inovar, inventar e difundir tecnologia. Por tamanha importância, o setor manufatureiro é um dos focos principais de estudos econômicos em todo o mundo, à medida que sua participação no Produto Interno Bruto dos países é sempre um indicador do potencial de geração de emprego e desenvolvimento social. Tomando como base o desempenho da indústria brasileira nos anos 2000, o economista Paulo César Morceiro questiona se está em curso um processo de desindustrialização e de que tipo, como se manifesta e quais são suas causas e consequências mais significativas para a economia do país. O autor demonstra, então, que há sim um novo e não desprezível processo de desindustrialização no Brasil, reiniciado em 2005 e aprofundado no triênio 2009 a 2011. Paulo Morceiro qualifica a desindustrialização como precoce e nociva ao desenvolvimento, uma variante patológica do processo de desenvolvimento socioeconômico "normal" verificado em alguns países desenvolvidos. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Hoje o momento da avaliação é visto como a renovação do ciclo de trabalho, reavaliação das metas de melhoria, oportunidade para superar as adversidades e promover o contínuo melhoramento. Precisamos disso como profissionais e estudantes, mas, em sentido mais amplo, nossa nação precisa disso como parte integrante de sua cultura, talvez de uma forma e com uma intensidade que nunca antes pudemos perceber. Aqui temos uma grande chamada, não para correr ameaçados por uma avaliação, mas para a olharmos de frente e a usarmos de forma responsável como um aliado, um instrumento direcionador de esforços para aprimorarmos os celeiros de jovens engenheiros que assumirão as lideranças de nossas organizações. A obra organizada pelos profs. Tiago Gontijo, Andressa Azevedo e Alexandre Rodrigues coroa este momento do processo e serve como um forte convite à toda a comunidade acadêmica da Engenharia de Produção para tomar este mesmo rumo de excelência.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Este livro é a segunda publicação elaborada pelo Núcleo de Pesquisas Aplicadas ao Desenvolvimento Regional da Universidade do Estado do Pará (NUPAD). O objetivo principal deste núcleo é atuar na comunidade acadêmica como um veículo de produção, pesquisa, assessoramento técnico-científico e publicações dos grupos de pesquisas relacionados com os eixos tecnológicos do desenvolvimento regional; facilitando a consolidação de um ambiente mais propício ao desenvolvimento de pesquisas - e difusão dos resultados gerados. Desde sua criação, no ano de 2008, o NUPAD vem executando ações planejadas para o desenvolvimento de estudos e programas de formação profissional para docentes e pesquisadores de distintas áreas do conhecimento: Engenharia de Produção, Design, Tecnologia Agroindustrial, Gestão do Conhecimento e Meio Ambiente. Dentre as atividades do NUPAD, destaca-se o desenvolvimento de ações direcionadas à abertura de Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu nas áreas de Engenharia e Meio Ambiente na Universidade do Estado do Pará (UEPA).

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Neste trabalho apresenta-se uma análise da competitividade do complexo agroindustrial brasileiro no contexto dos novos padrões de concorrência a nível internacional, com a finalidade de propor um conjunto de políticas para o incremento da competitividade do setor e identificar os indicadores mais relevantes para o acompanhamento de sua evolução.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O objetivo principal da obra é proporcionar aos alunos de Física os elementos essenciais para facilitar o acompanhamento e compreensão mais efetivos das disciplinas profissionalizantes do Curso de Licenciatura, tais como: Eletromagnetismo, Estrutura da Matéria, e Mecânica Quântica. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem A logística não é apenas assunto vital nas empresas hoje. É acima de tudo tema essencial para o desenvolvimento de qualquer empresa, quer seja ela de pequeno ou grande porte. O mercado nacional e internacional tem necessidade de profissionais gabaritados, qualificados na área e a procura por um profissional com esse perfil é muito grande.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Nossa pesquisa tem uma pretensão modesta: nada mais anseia do que poder oferecer novos dados e quiçá algumas hipóteses para a análise sociológica da classe operária brasileira. Deve ser entendida como um trabalho exploratório, que visa levantar informações e possibilitar elementos para futuras e mais completas investigações científicas neste campo.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O objetivo deste trabalho é analisar como o processo de inovações tecnológicas é tratado pela Teoria dos Sistemas Complexos. A abordagem neoclássica tradicional, ao partir de pressupostos bastante restritivos sobre os agentes e os mercados, não é capaz de fornecer explicações plausíveis aos vários problemas econômicos da vida real. Ao desconsiderar a dinâmica dos fenômenos econômicos, essa abordagem foi incapaz de incorporar os aspectos do processo de inovação e mudança tecnológica. A abordagem evolucionária, nesse sentido, ao considerar a racionalidade limitada, incerteza e heterogeneidade presente em ambientes que exibem inovação, foi capaz de fornecer um tratamento mais próximo da realidade. A inovação é, então, entendida como uma mudança descontínua que altera as condições estruturais gerando desenvolvimento, progresso e evolução no sistema. Já abordagem dos sistemas complexos, ao apresentar um arcabouço não reducionista e que se fundamenta sobre uma perspectiva evolucionária e sistêmica, concebe a economia como um sistema composto por agentes heterogêneos que interagem entre si. Apesar do ambiente de incerteza nas decisões tomadas, os agentes procuram se adaptar às informações recebidas do meio e se auto-organizarem gerando com isso novos padrões de auto-ordenamento e estruturas emergentes. A modelagem, nesse sentido, tem por principal objetivo descobrir as propriedades emergentes resultantes da interação entre os agentes no sistema. Por fim chega-se a conclusão de que as inovações tecnológicas apresentaram resultados mais satisfatórios e mais condizentes quando analisadas dentro dessa perspectiva agent-based.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O livro é uma estrada muito bem pavimentada onde, em cada capítulo, o leitor - aluno ou professor - é apresentado ao caminho que deve ser seguido, entre os viadutos, pontes e túneis que os jovens encontram ao cursar uma graduação em engenharia nas universidades brasileiras.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Este livro foi elaborado para atender às necessidades dos alunos de graduação de Engenharia e tem por objetivo trabalhar com a metodologia usada nas diversas seções que fazem parte da leitura, da escrita e da apresentação de trabalhos científicos. Foi confeccionado de forma muito objetiva e direta, como é característico da área das Engenharias. Os assuntos tratados seguem uma ordem lógica, conforme se dá todo o processo de desenvolvimento de um trabalho científico, partindo do passos iniciais, considerando o primeiro contato que um acadêmico tem com a Metodologia Científica para elaborar um trabalho científico.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem This book includes theoretical and application papers from the field of multicriteria decision making. The authors are faculty members of the University of Economics in Katowice, Department of Operations Research, and researchers from Poland and abroad, collaborating with the Department.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Esta obra reúne dezoito ensaios que compõem uma diversificada radiografia do principal parque industrial brasileiro. Os autores apresentam análises contemporâneas das características e tendências da reestruturação produtiva verificada no interior paulista neste início de século. O livro é dividido em duas partes. A primeira enfatiza as formas, tratando de temas como as inovações tecnológicas no estado, os condomínios empresariais, os arranjos produtivos, a hierarquia urbana, entre outros. Já a segunda parte aborda os fluxos e discute questões como a rede urbana e os eixos de desenvolvimento, a dinâmica da reestruturação produtiva, a circulação e a logística. Os textos coligidos mobilizam os conceitos da geografia econômica para delinear um panorama analítico das infraestruturas e especializações industriais do estado de São Paulo. Com dados atualizados, os ensaios aqui coligidos oferecem um retrato contemporâneo das transformações do território paulista.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Em um país de industrialização recente, como é o caso do Brasil, há ainda um conhecimento limitado sobre o papel e as funções dos sistemas de propriedade intelectual, em especial as patentes de invenção da propriedade industrial. Escrito por especialistas, este manual se propõe a divulgar o potencial do sistema de proteção e informação do conhecimento técnico para o alcance dos objetivos do projeto de pesquisa e desenvolvimento. Esclarecedor, fornece subsídios essenciais para pesquisadores e todos os envolvidos, ou para aqueles que simplesmente desejem obter ampla gama de informações e orientações acerca de tão relevante assunto.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem O livro procura discutir em que medida a recente interiorização do processo de urbanização no Brasil, com a formação e consolidação de várias cidades de porte médio, teve relação com a desconcentração espacial das atividades industriais na década compreendida entre 1995 e 2005, e que ainda está em curso. No estudo, o autor parte da constatação de que a desconcentração espacial das atividades industriais ocorrida entre meados 1960 até os anos 1980 diferencia-se da atual. Naquela, o governo federal teve papel decisivo no processo, inclusive criando economias em áreas distantes do centro dinâmico do país e orientando novos investimentos. Já a recente redistribuição é muito mais "espontânea", isto é, menos condicionada por ações diretas do governo, embora ainda esteja sujeita a injunções normativas e técnicas do Estado. O trabalho, porém, alerta para o fato de que a desconcentração das atividades do grupo industrial tradicional tem sido mais ampla que a do grupo industrial tecnológico, cuja preferência continua se restringindo ao Centro-Sul. De outro lado, as atividades de comando empresarial centralizaram-se ainda mais em espaços já consolidados ou em vias de consolidação. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Analisa-se o desempenho recente, pós 1990, do Sistema de Produção Agropecuário Brasileiro, detalhando alguns resultados econômicos e sociais alcançados e discorrendo sobre suas prováveis causas explicativas, com destaque para a Política Agropecuária. Leva-se em conta o relativamente alto nível de participação que o Brasil conquistou no mercado agrícola mundial, através da exportação de ampla gama de produtos, alguns não tipicamente tropicais. Considera-se também o conceito de sistema produtivo, com a produção agropecuária apresentando fortes ligações com ramos industriais e de serviços a seu montante e a seu jusante. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Os investimentos feitos no Brasil na área de ciência e tecnologia nos últimos 15 anos alteraram de maneira profunda o quadro institucional e humano deste tipo de atividade no país. Grandes programas científicos, tecnológicos e de educação pós-graduada foram lançados - na área energética, agrícola, de saúde, engenharia e várias outras - pela criação de novas instituições ou pela transformação freqüentemente radical de outras, que eram adaptadas para desempenhar os novos objetivos que iam sendo definidos.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem A mecânica da fratura é um campo de grande relevância, atestada pela quantidade de abordagens distintas do problema crucial da caracterização do limite último de resistência dos sólidos. Com uma base teórica consistente, este livro inclui ainda a utilização de ferramentas recentes, tais como a Análise de Sensibilidade e o Método dos Elementos de Contorno.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Neste livro o autor busca compreender as transformações econômicas recentes no território cearense, pautadas em uma proposta de integração irrestrita ao mercado e à dinâmica da globalização. O foco principal do estudo é o papel decisivo do poder público, principalmente por meio de estímulos à implantação de estabelecimentos industriais procedentes do Centro-Sul do Brasil, que procuravam territórios onde os fatores de localização lhes fossem favoráveis. Por conta de renúncias fiscais e, também, do baixo preço da força de trabalho, instalaram-se indústrias onde ainda não existia esse tipo de estabelecimento. Tal circunstância permitiu ao pesquisador inclusive discutir os aspectos diretamente ligados às transformações espaciais engendradas pela industrialização, além das relações do setor industrial com as formas econômicas locais mais tradicionais. O autor não deixa de observar que o processo de modernização econômica do Ceará levou à criação de inúmeros empregos e ao aumento da remuneração para os trabalhadores que se empregaram nas novas empresas, os quais recebem salários mais altos do que os pagos em média no estado. Obs. Acesso mediante a cadastro gratuito.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Este é o 3º volume da atual série de livros Tópicos emergentes e desafios metodológicos em engenharia de produção: casos, experiências e proposições, produzidos a partir das Sessões Dirigidas (SDs) que ocorrem durante o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção). Os dois volumes anteriores foram produzidos nos ENEGEPs de 2007 (Foz do Iguaçu) e 2008 (Rio de Janeiro) e este foi desenvolvido no XXIX Encontro Nacional de Engenharia de Produção – ENEGEP 2009, ocorrido em Salvador – BA, de 06 a 09 de outubro de 2009. As SDs são organizadas com o objetivo de dar oportunidade a grupos de pesquisadores de diferentes instituições que trabalham em temas de interesse comum para discutirem, debaterem, trocarem ideias e experiências acadêmicas e científicas de uma forma mais estruturada e aprofundada do que em outras sessões do evento.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Com intensa satisfação apresento à comunidade de Engenharia de Produção o quinto volume do livro “TÓPICOS EMERGENTES E DESAFIOS METODOLÓGICOS EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO: CASOS, EXPERIÊNCIAS E PROPOSIÇÕES.” Assim como nos volumes anteriores, esse livro é resultado das discussões temáticas por meio das Sessões Dirigidas que ocorreram durante a realização do ENEGEP – Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Este volume 5 teve o seu conteúdo proposto e discutido no XXXI ENEGEP realizado em Belo Horizonte no período de 04 a 07 de outubro de 2011. Com mais um volume adicionado às quatro primeiras edições (ou aos quatro primeiros volumes), pode-se avaliar que esse processo ganha qualidade e consistência a cada edição. A diversificação de temas atuais que envolvem a Engenharia de Produção é evidente. Com isso ganham todos que buscam conhecimento atualizado nos temas já abordados nos volumes editados até o presente momento. No volume 5 novos temas relevantes para a Engenharia de Produção são abordados.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Neste oitavo volume da atual série de livros “Tópicos emergentes e desafios metodológicos em Engenharia de Produção: casos, experiências e proposições”, produzido a partir das Sessões Dirigidas (SDs) que ocorreram durante o XXXIV ENEGEP 2014 (Encontro Nacional de Engenharia de Produção), ocorrido em Curitiba entre 07 a 10 de outubro de 2014, temos relevantes contribuições em seis temas de grande importância na atualidade abordados na ótica de professores e pesquisadores com forte atuação na área da Engenharia de Produção.

[ Acessar Conteúdo ]

imagem Todos os anos é realizado no Brasil o Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP), sendo que os dez artigos constantes desta edição do livro, são os que foram os melhores classificados neste evento nacional em 2009, dentre os mais de trinta artigos que o PPGEP teve aprovado no ENEGEP 2009.

[ Acessar Conteúdo ]
Acervo da Unoeste e disponibilidade na web:

Selecione a área