Universidade do Oeste Paulista

Área do Aluno/Professor

Área do
Aluno/Professor

INFORME CORRETAMENTE SEU RA/MATRÍCULA

Englisheng
ENCONTRE SEU CURSO
FAÇA UMA BUSCA NO SITE
09/11/2016

Utilização de gel beneficia formação de mudas pré-brotadas

Técnica aplicada em experimento científico poderá ser utilizada em regiões de solos arenosos e escassez hídrica

Foto: João Paulo Barbosa Utilização de gel beneficia formação de mudas pré-brotadas
Valter Alves Pradela: aprovado mestre em Agronomia, pela Unoeste
Foto: João Paulo Barbosa Utilização de gel beneficia formação de mudas pré-brotadas
Banca examinadora em sessão de defesa pública: Figueiredo, Marques e Andrade Júnior
Foto: João Paulo Barbosa Utilização de gel beneficia formação de mudas pré-brotadas
Pradela com o orientador Marques e os avaliadores Figueiredo e Andrade Júnior

O Instituto Agronômico de Campinas (IAC) desenvolveu tecnologia para o cultivo da cana-de-açúcar que são mudas pré-brotadas, chamadas de MPB. Elas permitem alcançar aumento de eficiência, com a seleção das melhores mudas a serem transportadas para o campo de plantio, as quais apresentam salto de qualidade fitossanitária capaz de reduzir ocorrências de pragas e doenças. Por hectare plantado, a nova técnica chega a reduzir de 20 para 2 toneladas de cana que seriam enterradas como muda.  Porém, em regiões como a de Presidente Prudente as mudas pré-brotadas são suscetíveis em não prosperar, devido ao solo arenoso e pela escassez hídrica provocada por veranicos prolongados. Situação que motivou experimento científico para driblar o problema e possibilitar que a indústria sucroalcooleira do oeste paulista e de territórios similares se beneficie da inovadora tecnologia.
 
O estudo realizado por Valter Alves Pradela, graduado em engenharia agronômica pela Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz (Esalq) e em matemática pela Universidade de Franca (Unifran), ocorreu junto ao Programa de Mestrado em Agronomia, vinculado à Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (PRPPG) da Unoeste. Também especialista em segurança do trabalho e em gestão agrícola no setor sucroalcooleiro, Pradela teve como orientador o doutor em tecnologia de alimentos, Tadeu Alcides Marques. Foi feita a verificação da utilização de polímero hidrogel como condicionadores de substratos em mudas de cana-de-açúcar. As mudas desenvolvidas com aplicação de 8 gramas do produto ou mais apresentaram porte maior e qualidade para serem levadas a campo. “Um resultado bastante interessante”, conforme Marques.
 
“Existem algumas empresas interessadas em produzir as mudas utilizando gel”, comentou o orientador e conta que o experimento de Pradela já é conhecido por parte da comunidade científica internacional. Recentemente foi apresentado por Marques na Universidade de Concepción, no Chile; em ação que se insere no processo de internacionalização da Unoeste. A defesa pública do estudo que Pradela desenvolveu na Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Presidente Prudente, onde leciona, ocorreu durante a manhã desta quarta-feira (9) numa das salas da PRPPG, no Bloco 2 do campus II da universidade. A cana da variedade RB 867515, que é a mais cultivada no Estado de São Paulo e no Mato Grosso do Sul, foi obtida junto a Usina Alto Alegre. As análises das variáveis foram feitas em equipamentos da Unoeste.
 
A avaliação foi feita pelos doutores Oscar de Andrade Júnior, do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Agronomia da Unoeste, e Paulo Alexandre Monteiro de Figueiredo, convidado junto a Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas (FCAT), campus da Unesp em Dracena. Pradela promoveu ampla exposição sobre a cultura, o experimento e os resultados obtidos.  Figueiredo disse que tem participado de outras avaliações e que sempre sai com uma boa impressão da Unoeste. “A Unoeste é uma universidade séria, bem organizada e com profissionais capazes. É um exemplo para muitas instituições”, afirmou ao iniciar as arguições sobre o experimento de Pradela que, ao final, foi aprovado para receber o título de mestre em Agronomia.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste


TODAS AS NOTÍCIAS
Alguma mensagem