CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Usafas promovem pré-campanha em alusão ao Julho Amarelo

Alunos de Medicina da Unoeste participam da iniciativa de prevenção à Hepatite C; primeira ação foi nesta quinta-feira (27); próximos atendimentos ocorrem no dia 4


email facebook twitter whatsapp

Foto: Helder Lima/Prefeitura de Guarujá Usafas promovem pré-campanha em alusão ao Julho Amarelo
Acadêmicos realizaram o preenchimento do formulário específico da campanha

De acordo com o Ministério da Saúde estima-se que 700 mil pessoas estejam infectadas com a Hepatite C (HCV). O órgão revela também que cerca de dois terços não sabem que têm a doença. Na cidade de Guarujá (SP), no ano passado, foram confirmados 56 casos dessa doença que é silenciosa. Diante desses dados, a Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Faculdade de Medicina da Unoeste, promove nesta quinta-feira (27), uma iniciativa que antecede a campanha intitulada “Julho Amarelo”.
 
Marcia Helena Rodrigues Mendes dos Santos é a coordenadora do Programa Municipal de IST/Aids/Hepatites Virais de Guarujá. Segundo ela, esse trabalho é muito importante, pois alerta a população quanto a este agravo e estimula a testagem. “Muitas pessoas nunca fizeram o teste para a Hepatite C e desconhecem seu status sorológico. Quando descobrem, já estão em um estágio avançado da doença. Em campanhas anteriores verificamos que 30% das pessoas que foram testadas, não sabem ou nunca fizeram o exame”, pontua.
 
Ela acrescenta que a pré-campanha em alusão ao Julho Amarelo ocorre hoje (27) e na próxima quinta-feira (4), nas Unidades de Saúde da Família (Usafas) dos bairros Jardim Las Palmas, Santa Rosa, Jardim Progresso, Jardim Conceiçãozinha, Jardim Brasil e Perequê. “Nesses dois dias, os acadêmicos da Faculdade de Medicina da Unoeste de Guarujá (SP), realizam a abordagem do paciente, orientações sobre as hepatites e vacinação, além do preenchimento do formulário específico da campanha”.
 
Foto: Cedida Futuros médicos realizaram palestras sobre a Hepatite C aos pacientes das Usafas
Futuros médicos realizaram palestras sobre a Hepatite C aos pacientes das Usafas

Para Márcia, essa parceria com a universidade é muito importante.  “Educação em saúde representa uma estratégia para a mudança de comportamentos, intervindo no processo saúde-doença e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida. O contato com problemas reais, as práticas de saúde e a realidade social, contribuem para a formação de uma consciência crítica em relação aos problemas enfrentados no dia a dia de uma unidade de atendimento, desenvolvendo os conhecimentos e a valorização da relação médico-paciente, bem como o trabalho em equipe”.
 
Everton Lopes Rodrigues é docente do curso de Medicina de Guarujá e coordenador do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (Papp), que possibilita essa inserção dos estudantes na comunidade. Ele destaca que o Julho Amarelo visa conscientizar sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento das Hepatites Virais B e C. “Neste ano foi sancionada a Lei Federal nº 13.802, que institui em todo território nacional essa campanha com o objetivo de promover ações relacionadas à luta contra as hepatites virais”.
 
Pontua que o conhecimento da existência da doença, principalmente pela população em geral é o grande desafio, pois essas pessoas podem ter se contaminado no passado e não sabem que estão infectadas, por ser uma doença sem sintomas e de longa evolução. “Por isso, a recomendação da realização do teste para Hepatite C pelo menos uma vez na vida com o objetivo de diagnosticar e tratar o mais precocemente”.
 
A acadêmica Paula Rubia conta que a experiência trouxe um aprendizado muito bom. “É importante principalmente saber como abordar as pessoas e buscar preventivamente uma ação ao usuário do SUS”. Para Arthur Mussias da Silva, participar de uma campanha de prevenção foi muito interessante. “Aprender as técnicas e poder agir contra uma doença silenciosa me deixa muito feliz”, conclui.
 
Creuza Lopes Pereira, 60, esteve nesta quinta (27), na Usafa do Jardim Conceiçãozinha e elogiou a pré-campanha do Julho Amarelo. Ela conta que fez o teste rápido para a Hepatite C e o resultado deu negativo. “Eu achei ótimo, pois com a correria do dia a dia não damos muita atenção para a nossa saúde. Essas ações são importantes, pois contribuem com a nossa qualidade de vida”, conclui.

Anote aí – A campanha Julho Amarelo ocorrerá no período de 15 a 31 de julho. “Neste período, todas as Usafas e Unidades Básicas de Saúde (UBS) da rede municipal realizarão teste rápido e prestarão informações sobre as hepatites A, B e C”, encerra Marcia.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem