CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Startups instaladas na Intepp mostram resultados rápidos

Contrariando a média de mortalidades de novos negócios no Brasil, incubados estão fazendo contratações


email facebook twitter whatsapp

Foto: João Paulo Barbosa Startups instaladas na Intepp mostram resultados rápidos
Parte da equipe da Play Sistemas Integrados


Atualizada em 09/03/2020, às 09h27

Ao adotar um foco mais comercial, a Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente (Intepp) fomenta resultados rápidos e satisfatórios. Somente em 2020, três das nove startups instaladas em sua sede já fizeram nove contratações de colaboradores, sendo que, ainda no primeiro semestre, a previsão é de que mais vagas sejam abertas em novos processos seletivos. 

Para o gerente da Intepp, Diego Andreasi, isso significa o amadurecimento que cada empresa tem obtido, atingindo um nível alcançado por pouquíssimos novos negócios no Brasil, onde a taxa de mortalidade, para o segmento de startups, ultrapassa os 70% nos dois primeiros anos.

Entre os incubados da Intepp, instalada no campus II da Unoeste, teve empresa que precisou mudar para uma sala maior para acomodar todos os seus colaboradores.

Foto: João Paulo Barbosa Alguns dos integrantes da Analytics2go
Alguns dos integrantes da Analytics2go

As novas contratações são da Play Sistemas Inteligente, que trabalha com  sistemas para indústrias 4.0 e buscou mais quatro colaboradores; a Analytics2go, que atua no segmento de análises de dados, empregou mais três; e a Maju, plataforma delivery de cuidados estéticos, abrigou mais dois. A Analytics2go, desenvolvida por brasileiros e norte-americanos, é uma das que pretendem abrir novas vagas ainda no primeiro semestre.

De acordo com Diego, há espaço para mais uma empresa se instalar na Intepp, por conta de desocupação de uma sala menor, sendo que ao todo, a incubadora no momento dá suporte para 15 startups, sendo seis delas na modalidade online, onde as empresas recebem orientação e utilizam da infraestrutura da Incubadora, como a sala de reuniões, sem ter a necessidade de comparecer diariamente em suas instalações.

“O aumento da demanda nos fez perceber a necessidade de ampliar o nosso hall de entrada. Muito em breve, teremos um novo espaço para que as empresas possam fazer reuniões mais informais”, disse Andreasi.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem