CAMPUS:
Telefone 0800 771 5533
Você está em: Notícias

Telessaúde já ultrapassa os 500 atendimentos em uma semana

Estudantes contam um pouco de suas experiências durante os primeiros sete dias de trabalho voluntário


email facebook twitter whatsapp

Foto: Erika Foglia Telessaúde já ultrapassa os 500 atendimentos em uma semana
Bianca e Rafaela são acadêmicas de Enfermagem e Medicina, respectivamente, e se voluntariaram para ajudar nos atendimentos à população

Em pouco mais de uma semana disponível, a central Telessaúde, criada pela Unoeste, em parceria com o governo de Presidente Prudente, com o objetivo de prestar serviços de orientação sobre a Covid-19, já soma mais de 500 atendimentos à população. Com 65% de chamadas via telefone e 35% via WhatsApp e e-mails, o serviço tem funcionado todos os dias, das 8h às 20h, com uma equipe formada por estudantes do último ano dos cursos de Medicina e Enfermagem, com a supervisão de docentes. 
 
De acordo com a professora Dra. Larissa Sapucaia Esteves, de Enfermagem, a média de idade das pessoas que entraram em contato é de 53 anos, sendo que a idade mínima foi de 20 anos e a máxima de 88. “Desses, 64% foi composto por mulheres e 36% de homens. A maioria das dúvidas ainda está relacionada a agendamentos de exames, consultas e vacina [77%]. Uma quantidade bem menor entrou em contato por apresentar sinais e sintomas da doença, sendo orientados ao isolamento social [13%] e outros 10% também apresentaram sintomas, mas foram encaminhados para unidades de saúde”, explica.
 
A professora salienta que a adesão imediata dos estudantes revela que mesmo ainda na graduação, eles já mostram uma postura muito profissional perante a pandemia e essa situação de crise. “Todos têm se mostrado muito responsáveis, muito preparados e percebemos que houve muito estudo por parte deles. Diariamente eles trazem novas informações para serem discutidas com os docentes, o que é muito bacana, principalmente diante de um cenário de fake news sobre o assunto, os acadêmicos estão preocupados em passar as orientações corretas à população. A interação entre os alunos de Enfermagem e Medicina tem sido ótima no sentido de se apoiarem nas decisões sempre com embasamento dos docentes envolvidos”, revela.

Rafaela Alias, do 12º termo de Medicina, conta que desde o início, quando soube da implementação do Telessaúde, achou a ideia muito boa, justamente por ter conhecimento da imensa procura nos serviços de saúde por falta de orientação da população. “As pessoas estavam angustiadas querendo ter notícias. Percebi que participar como voluntária neste projeto seria muito válido neste momento. Na primeira semana, o principal público que buscou orientações foi o externo, na maioria formado por pessoas idosas. Me sinto honrada em poder participar desta ação e, enquanto futura médica, poder trabalhar para sanar dúvidas da população é gratificante”, fala.
 
A estudante do 8º termo de Enfermagem Bianca Anastácio Cipriano também é uma das voluntárias do Telessaúde. De acordo com ela, que tem mãe que integra o grupo de risco, a decisão de estar ativamente em uma ação como esta a impede de ir para casa, em Santo Anastácio, até que tudo isso se normalize. Porém, ela revela que o que mais gostaria era estar onde está, ajudando as pessoas de alguma forma.
 
“Se não posso ainda estar atuando diretamente na linha de frente, achei interessante orientar e tranquilizar a população através do Telessaúde. Sinto que oferecemos um serviço diferenciado, até mesmo por estarmos indo além de sanar dúvidas, estamos contribuindo para o não congestionamento das unidades de saúde. Acredito que quem se voluntariou para estar aqui, deve ter a consciência que não é apenas atender o telefone, é algo muito maior, uma evolução pessoal e profissional. Nosso papel na saúde não é só diagnosticar e tratar doenças, é também tranquilizar as pessoas, pois a mente também fica doente e é gratificante ajudar neste sentido”, finaliza Bianca.
 
Serviço 
Os contatos da central de atendimento Telessaúde são: (18) 3229-1290, (18) 99639-2713 e no e-mail duvidascovid19@unoeste.br.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem