CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Telessaúde registra quase 1,8 mil atendimentos em 90 dias

Serviço criado pela Unoeste, em parceria com a Prefeitura de Presidente Prudente, presta orientações à população sobre a Covid-19


email facebook twitter whatsapp

Foto: Erika Foglia Telessaúde registra quase 1,8 mil atendimentos em 90 dias
Atendimentos são feios por chamadas via telefone, WhatsApp e e-mails

Com quase 1,8 mil atendimentos, a central Telessáude completa, nesta quarta-feira (24), 90 dias de funcionamento. O serviço criado pela Unoeste, em parceria com a Prefeitura de Presidente Prudente, presta orientações à população sobre a Covid-19 por meio de chamadas via telefone, WhatsApp e e-mails. Com supervisão docente, a equipe é formada por estudantes do último ano dos cursos de Medicina e Enfermagem. O trabalho é realizado todos os dias, das 8h às 20h.

Nos últimos dias, a quantidade de atendimentos aumentou significativamente, fato que pode ter sido motivado pela rápida progressão da doença na cidade e região, conforme pontuam os professores da Unoeste e coordenadores do Telessaúde, doutores Larissa Sapucaia Esteves (Enfermagem) e Ricardo Beneti (Medicina). Até esta quarta-feira (24), Prudente registrava 441 casos positivos da Covid-19, mais do que o dobro do registrado há 11 dias, quando o município confirmava 200 positivos. 

"Os atendimentos têm sido voltados ao esclarecimento dos testes rápidos que estão sendo realizados pela SMS e outras instituições. A população possui muitas dúvidas sobre o procedimento e com o aumento de casos na cidade, a doença ficou cada vez mais próxima, e isso tem gerado muitas dúvidas e angústias. Em virtude da doença estar adentrando as casas, é fundamental ensinar a população a como realizar o isolamento domiciliar, além das questões que envolvem os testes", ressalta a Dra. Larissa.

O Dr. Ricardo, que é pneumologista, explica que além da retomada de uma maior quantidade de procura pelo serviço, também se notou uma mudança no perfil das dúvidas. “Nos últimos 10 dias temos percebido um padrão de atendimento mais voltado para pessoas realmente sintomáticas, com suspeita ou até confirmação da Covid. Acreditamos que este fato se deva a uma maior incidência de novos diagnósticos neste período e, claro, traz preocupação”.

Ele ressalta que o número de atendimentos desde o início e o fato de que o Telessaúde recebe contatos repetidos (a mesma pessoa procura o atendimento para orientações por mais de uma vez), “mostra que a ferramenta de atendimento em saúde via plataforma de comunicação traz um efetivo auxílio ao serviço presencial, fundamental neste momento de pandemia, ainda mais considerando uma infecção com alta taxa de contagiosidade e a necessidade de manter as pessoas em distanciamento social, especialmente os grupos de risco”. 

O médico revela ainda que é possível que o projeto se amplie futuramente, após este período. “Considerando o fato de que várias pessoas se tornaram ‘clientes’ do Telessaúde, mostra que é possível transmitir confiabilidade no atendimento mesmo sem que este seja fisicamente presencial, ou seja, é possível estabelecer vínculo e relação de confiança. Tais constatações, inclusive, levaram a Unoeste, através das Faculdades de Medicina e Enfermagem, a estudarem uma possível continuação do projeto com extensão deste tipo de atendimento a populações de portadores de doenças crônicas, por exemplo”, revela.

Telessaúde: 90 dias

A Dra. Larissa conta que o serviço, até o balanço desta quarta, atendeu 1.120 ligações e 670 contatos via WhatsApp. A média de idade é de 51 anos, sendo 69% mulheres e 31% homens. As orientações mais frequentes (60%) estão relacionadas a vacinas, consultas, exames, receitas de medicamentos, Centro de Triagem, Unidade Básica de Saúde (UBS) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA), dente outras.

Serviço

Os contatos da central de atendimento Telessaúde são: (18) 3229-1290, (18) 99639-2713 e no e-mail duvidascovid19@unoeste.br

 

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem