CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Apoio psicológico tem continuidade junto aos universitários

Ação, desenvolvida pelo curso de Psicologia e vinculada ao programa Anjos da Unoeste, realiza sessões voltadas aos estudantes em tempos de distanciamento social pela Covid-19


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: Cedida Apoio psicológico tem continuidade junto aos universitários
Gabriel Abbade dos Santos: “há uma reação em cadeia de dificuldades causadas pelo atual contexto sanitário, político e econômico”

Equilíbrio é fundamental para atravessar o atual momento da humanidade, e como medida necessária para o enfrentamento da pandemia, as autoridades de saúde permanecem se apoiando no distanciamento social. Após uma pausa de 15 dias de férias, os alunos da Unoeste retornam às atividades acadêmicas remotas nesta quarta-feira (17). Essa nova circunstância, que mudou a rotina dos estudantes desde o dia 18 de março, vem gerando algumas situações de estresse e ansiedade. Para ajudá-los neste momento, desde o início de abril o curso de Psicologia, por meio do programa Anjos da Unoeste, desenvolve a ação “Apoio Psicológico em momento de crise – Covid-19”, com o trabalho de profissionais voluntários. Até o momento, o grupo já realizou mais de 60 atendimentos.

“Nesse momento é clara a necessidade dos nossos acadêmicos de apoio para enfrentar não só a mudança ocorrida na sua forma de estudar, mas também, e principalmente, os riscos e cuidados que a pandemia do coronavírus está nos impondo, e as consequências disso no cotidiano das pessoas”, reforça a coordenadora do curso de Psicologia da Unoeste e uma das integrantes da equipe técnica do programa Anjos da Unoeste, Dra. Regina Gioconda de Andrade.

Os atendimentos são feitos on-line, pela modalidade de plantão psicológico, podendo ser de 1 a 4 atendimentos individuais, com duração de até 30 minutos. “Os acadêmicos interessados no serviço devem fazer contato na Clínica Escola de Psicologia, por meio de mensagem por WhatsApp, onde serão disponibilizados possíveis horários. O profissional é quem fará o contato com o acadêmico”, completa Regina.

Os resultados esperados são: diminuição do estresse, aumento do bem-estar e psicoeducação sobre o assunto.

Voluntários

Para quem disponibiliza uma parte do seu tempo em prol do próximo, os benefícios são enriquecedores. Como para a psicóloga Suelen Cruz, aluna do curso de especialização em Grupos e Famílias: Supervisão, Coordenação e Atendimento. “Esse momento requer solidariedade de todos e existe uma troca muito boa em ser voluntária, além de poder ajudar, desenvolvo ainda mais habilidades. A procura por atendimento psicológico não deve parar, principalmente agora. Precisamos nos preparar emocionalmente para os sentimentos e emoções que estamos sentindo e que sentiremos após o término do isolamento. É um momento de prevenção para alguns transtornos que tendem a surgir, como ansiedade, pânico, depressão e TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo)”, acredita Suelen.

Adrielle Gênova Ferreira, que cursa o MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, destaca os pontos positivos para o paciente e para os profissionais. “É uma nova realidade a qual todos tivemos que nos adaptar, tanto os estudantes como nós psicólogos. Os atendimentos on-line exigem uma quebra de paradigmas de ambos os lados. Entender como podemos nos manter produtivos, diante do fato de não podermos sair de casa”, ressalta.

Gabriel Abbade dos Santos também cursa o mesmo MBA que Adrielle, e destaca que ser voluntário nesse momento é uma necessidade social. “Há uma reação em cadeia de dificuldades causadas pelo atual contexto sanitário, político e econômico e diante disso encontrei possibilidades para atuar a partir da minha profissão. Cada pessoa é única em sua história e sofrimento”.

De acordo com relatos dos psicólogos voluntários, a maioria dos atendimentos está relacionada à crise de ansiedade, mas também há questões de preocupação quanto ao planejamento da carreira, dificuldades com a nova realidade de estudo, problemas no relacionamento interpessoal e dificuldades relacionadas ao sono.

Serviço

Os interessados devem fazer contato por mensagem de WhatsApp: (18) 99672-3869.

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem