CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Alunos da Unoeste integram evento sobre medicina intensiva

1º Simpósio Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Medicina Intensiva conta com a participação da Medicina Jaú


email facebook twitter whatsapp

Foto: Reprodução Alunos da Unoeste integram evento sobre medicina intensiva
Alunos do 5º termo da Medicina Jaú da Unoeste participaram de toda organização do evento, que contou com mais de 5 mil inscritos

A Faculdade de Medicina de Jaú da Unoeste participou do 1º Simpósio Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Medicina Intensiva (Siblami). O evento ocorreu na última semana de julho com transmissão ao vivo pelo YouTube. A conferência contou com mais de 5 mil inscritos e os vídeos já ultrapassaram as 20 mil visualizações. Na ocasião, a graduação esteve representada pelos alunos do 5º termo da Liga Acadêmica de Medicina Intensiva (Lami).

O simpósio foi idealizado pelas ligas acadêmicas de Medicina Intensiva e Emergência de Vassouras (Lamiem-UV) e de Sergipe (Ligamin-SE), e na realização contou com o apoio da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). Para a organização do evento, 33 ligas de medicina intensiva de todo Brasil colaboraram, incluindo a Lami dos alunos da Medicina Jaú, e outras 17 que ajudaram na divulgação.

A acadêmica do 5º termo Juliana Ávila conta que ficou empolgada quando soube que a liga foi chamada para fazer parte da organização do Siblami. “Eu sabia que teríamos muito trabalho pela frente, mas que no final valeria a pena. E realmente valeu! Conseguimos juntar uma gama de palestrantes incríveis, fizemos um evento não só focado na medicina, mas também na equipe multidisciplinar, que trouxe muito conteúdo, foi interativo e, o melhor de tudo, atingiu um público fenomenal, que certamente está aguardando uma segunda edição”, relata.

Sobre ser uma das mediadoras, Juliana comenta que se sentiu lisonjeada com a oportunidade de abrir o bloco para o Dr. Alberto Hil, médico intensivista de Fortaleza (CE). “Eu estava um pouco nervosa, mas ele, mesmo no backstage da plataforma estava interagindo conosco, o que nos tranquilizou muito”.

Para a presidente da Lami, Beatriz Roberta da Silva, fazer parte da organização do simpósio foi uma experiência enriquecedora.  “Colaboramos em todas as fases do evento, na definição do cronograma, no convite dos palestrantes, na organização dos inscritos, na conferência dos participantes, na confecção dos certificados, a angariar patrocinadores, nos sorteios pelas lives no Instagram e também durante a transmissão ao vivo, participando da mediação”, pontua.

Segundo ela, a pandemia fez toda população entrar em distanciamento social, mas ao mesmo tempo permitiu uma aproximação remota com diversos locais. “Aproveitamos essa oportunidade para reunir ligas de todo país para elaborar um evento que abordasse o cuidado ao paciente crítico sob diversos aspectos”, ressalta.

Beatriz menciona que durante uma das palestras, o Dr. Celso Coelho, coordenador das Ligas da AMIB, responsável pela disciplina de Terapia Intensiva na UNESA – RJ e diretor do hospital Vital exaltou a organização do evento. “Ouvir ele dizer que somos o futuro da terapia intensiva no Brasil, com certeza foi motivador e extremamente gratificante”, lembra.

Ela acrescenta que só foi possível participar desse projeto graças ao apoio da professora mestre Rosemeire Simone Dellacrode Giovanazzi. “Somos muito gratos a ela, por todo incentivo para abrir a liga, por aceitar ser nossa orientadora e por nos dar todo suporte necessário”, finaliza.

 

GALERIA DE FOTOS

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem