CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Dia Nacional da Saúde é lembrado por docentes e egressos

Em meio a uma pandemia, profissionais da área contam sobre suas rotinas e adequações em seus trabalhos


email facebook twitter whatsapp

Foto: João Paulo Barbosa/Arquivo Dia Nacional da Saúde é lembrado por docentes e egressos
Alunos têm a oportunidade de vivenciar a prática através de atividades de extensão; de 2002 a 2019 foram realizados mais de 1 milhão de atendimentos

Nesta quarta-feira (5) é comemorado o Dia Nacional da Saúde. Profissionais da área vêm sendo homenageados nos últimos meses justamente pela atuação na linha de frente do enfrentamento da Covid-19. A Unoeste, por oferecer mais de 10 graduações da saúde, tem grande importância neste cenário por educar e formar milhares de profissionais que trabalham não somente na região de Presidente Prudente, mas em diversos locais do Brasil.

De acordo com o diretor da Faculdade de Ciências da Saúde, Dr. Carlos Eduardo Assumpção de Freitas, a pandemia afetou a todos em diversos aspectos e de repente todos os segmentos tiveram que se reinventar para se adequar à nova realidade. E isso foi ainda mais evidente para os profissionais da saúde. “Gostaria de parabenizar a todos esses profissionais que estão na linha de frente e exaltar a importância deles, que também tiveram que se adaptar muito rapidamente. A Unoeste tem muito orgulho de todos que passaram por aqui e tenho certeza que juntos venceremos essa batalha”, fala.

A enfermeira Vivian dos Santos Carvalho se formou em 2012 pela Unoeste. Atualmente trabalhando no setor de Centro de Processamento Celular do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, a egressa conta que, no local, qualquer funcionário que apresente sintomas é encaminhado para o setor de exames da Covid e essa pessoa fica afastada até o resultado sair, cerca de 48 horas. “Desde o inicio da pandemia realizei duas vezes o teste e ambos deram negativo. É triste fazer parte deste momento, pois perdi pessoas que amo neste período”, diz.

Sobre sua formação na Unoeste, a enfermeira revela que a instituição foi fundamental para a carreira que vem trilhando desde então, principalmente por ter dado a ela a visão holística do paciente e entender como funciona de fato o trabalho em equipe. “Agradeço a Unoeste por me mostrar o quão assertiva fui em minha escolha. Minha formação faz toda a diferença no meu dia a dia”, revela.

Franciele de Lourdes Silva Pereira se formou em 2008 em Fisioterapia. Com especialização em Cardiorrespiratória, a ex-aluna trabalha no Hospital Regional de Presidente Prudente (HRPP) e também presta serviços para a Santa Casa de Misericórdia e Hospital Nossa Senhora das Graças. Apesar de sempre ter tido uma rotina agitada em seus trabalhos, a fisioterapeuta conta que a pandemia causou grande impacto a ela e toda a equipe. “Sempre tive uma rotina bem corrida, pois trabalhava no setor de emergência e UTI Geral. Durante o plantão, eu e toda a equipe recebíamos diversos casos como acidente de trânsito, parada cardiorrespiratória, doenças neurológicas, entre outros. Quando veio a pandemia, não só para mim, mas para todos os colegas de trabalho, houve um impacto muito grande, trazendo incertezas e desafios. A pandemia mudou toda a rotina de trabalho, há mais cuidados e diretrizes específicas que são seguidas rigorosamente. No ambiente familiar os cuidados também foram redobrados. Ao sair de cada plantão, eu entro em contato por telefone com meu esposo para que saia de casa com meu filho. Assim, eu chego, faço o procedimento de desinfecção, tomo banho e depois ele retorna”, conta.

Franciele salienta que sente que a contribuição que tem dado através de seu trabalho deve-se a toda a equipe multiprofissional dos ambientes que em ela atua. “Estamos em um barco onde cada um tem sua função primordial. O mais gratificante é saber que estamos fazendo o máximo, dando o melhor para a recuperação dos pacientes. A Unoeste me proporcionou a melhor formação na área. Aprendi muito durante os anos de formação que me deram a base necessária para me tornar a profissional que sou hoje”, finaliza.

Homenagem

O diretor das Faculdades de Medicina da Unoeste, Dr. Gabriel de Oliveira Lima Carapeba, faz questão não somente de homenagear a todos os profissionais, mas também de lembrar a importância da data, que no dia 5 de agosto, além do Dia Nacional da Saúde, é também a comemoração do aniversário de Oswaldo Cruz (1872-1917), um dos maiores cientistas e sanitaristas que o mundo já teve. 

“É uma data extremamente importante para lembrarmos de todos aqueles que trabalham com a saúde e para parabenizarmos todos que cuidam da vida das outras pessoas. Além disso, é uma data para ficarmos felizes e para esquecermos um pouco todas as dificuldades que estamos enfrentando não apenas no ano de 2020, mas em todos aqueles que lutamos com o objetivo de melhorar a saúde. Os profissionais fazem o possível para levar para cada ser humano um conforto e eu acredito que essa mensagem é para que todos eles nunca se esqueçam de cuidar da saúde do próximo com muito amor!”, finaliza. 

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem