CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Medicina leva Internato Médico para unidades de saúde de Jaú

Acadêmicos da Unoeste estão inseridos na Santa Casa e em diversos serviços municipais contribuindo na qualidade dos atendimentos oferecidos à população 


email facebook twitter whatsapp Linkedin

Foto: Cedida Medicina leva Internato Médico para unidades de saúde de Jaú
João Lucas afirma que o Internato Médico oportuniza o aprendizado constante

Um dos momentos mais esperados pelos acadêmicos da Medicina Unoeste campus de Jaú já é uma realidade. Ainda em formação, os futuros médicos que já chegaram no 9º termo, estão atuando na rotina hospitalar da Santa Casa e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do munícipio para atuarem em diversas frentes, sob a supervisão de médicos preceptores. Os alunos da primeira turma do curso, João Lucas Contador Furtado e Beatriz Roberta da Silva, afirmam que o internato é o momento mais aguardado da graduação, já que é na rotina médica e hospitalar do dia a dia que eles têm a oportunidade de colocarem na prática tudo o que estudaram na teoria, consolidando assim o aprendizado das práticas médicas.

João Lucas conta que o internato é a última etapa do curso antes de se tornar oficialmente um médico. “Um fato que acho que vem ajudando bastante é o de termos vivenciado desde o começo do curso o contato com pacientes nas unidades de saúde, pois isso nos faz ter uma certa desenvoltura para conversar com o paciente. Desde os termos mais iniciais já tínhamos a prática de fazer a anamnese dos pacientes nas unidades. Agora no internato, fazemos isso também, junto com o exame físico do paciente. Depois temos que passar o caso para o preceptor médico, para discutirmos as condutas, verificar a medicação, analisar exames, e ver se precisa pedir algum outro complementar”, detalhou.

Sobre o início das atividades, o acadêmico conta que foi interessante e que foi ali que teve a percepção de que tudo se encaixava.  “Conforme vamos vendo não só os nossos casos, mas os dos nossos colegas, e participando das discussões, estamos sempre aprendendo alguma coisa nova. Espero que seja um momento de grande aprendizado. Além disso, ainda temos algumas aulas teóricas de apoio na faculdade, simulações e cenários práticos dos casos mais frequentes que ocorrem na rotina de um hospital”, completou.

Foto: Cedida Beatriz: “Está sendo um crescimento como nunca tinha vivenciado antes nos outros anos da graduação”
Beatriz: “Está sendo um crescimento como nunca tinha vivenciado antes nos outros anos da graduação”

Já a colega Beatriz não conseguiu segurar a ansiedade no primeiro dia do internato. “Quando a gente se sentou no consultório pela primeira vez como interno, encarando esse desafio com uma responsabilidade diferente, foi como se, de repente, tudo, ou pelo menos bastante coisa, fizesse sentido. Eu não sei se a satisfação maior vem da sensação de consegui aprender muitas coisas nos últimos anos e conseguir aplica-las agora, ou de saber que ainda tem um universo de conhecimento e experiência a serem explorados aqui”.

Ela completa que conseguir conduzir um caso, sabendo como perguntar, examinar, avaliar, elaborar hipóteses diagnósticas e propor condutas de acordo com as particularidades de cada indivíduo é o exercício da medicina. “Para nós, como internos, não é o só um exercício básico, é a gratidão, a chance de aplicar, de aprender, de querer ser melhor a cada dia. Conforme os dias foram passando, os preceptores foram criando mais confiança em nós, nós neles e, principalmente, nós em nós mesmos. Apesar de assustador, está sendo um crescimento como nunca tinha vivenciado antes nos outros anos da graduação”.

Internato Médico

O Internato Médico contribui na otimização e humanização dos atendimentos nos serviços de saúde disponíveis à população. O médico e coordenador do curso de Medicina da Unoeste em Jaú, Dr. José Oliveira Filho, diz que o início do internato é um momento muito marcante na formação do médico. “É aqui que o futuro profissional inicia o contato com o paciente e, consequentemente, aumenta a percepção de estar ajudando a melhorar a saúde. A vida das pessoas fica mais evidente”, diz o coordenador, acrescentando a apoio da gestão municipal por meio do prefeito Ivan Cassaro e da secretária de saúde de Jaú Ana Paula Rodrigues.

A parceria com o município proporciona oferecer aos alunos cenários de aprendizado na rede municipal, já que eles têm a oportunidade de fazer estágio em Medicina da Família e Comunidade, Clínica Médica e Urgência e Emergência. O Dr. José ainda salienta que o internato corresponde aos últimos períodos de graduação em Medicina. “O aluno tem o estágio curricular obrigatório para sua formação, sendo realizado desde o serviço básico de saúde até cirurgia. A todo momento são também acompanhados e supervisionados por médicos de cada área correspondente e sob a tutela de médicos preceptores (professores) durante todas as atividades”, finaliza.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem