CAMPUS:
0800 771 5533
Aprender Unoeste
Você está em: Notícias

Apoio psicopedagógico é ofertado para alunos em intercâmbio

Atendimento é prestado por profissional da área e tem ainda a atenção da Assessoria de Relações Interinstitucionais


email facebook twitter whatsapp

Foto: Cedida Apoio psicopedagógico é ofertado para alunos em intercâmbio
Myllena decidiu levar o intercâmbio adiante e afirma ser importante o apoio proporcionado pela Unoeste

Estudantes em intercâmbio estão recebendo da Unoeste apoio psicopedagógico, conforme anuncia o assessor de relações interinstitucionais Bruno Takikawa. Atendimento semanal é prestado pela psicóloga Cecília Creste, que atua no Serviço Universitário de Apoio Psicopedagógico (SUAPp). A estudante Myllena Leme Scardino Vieira afirma que o apoio tem sido fundamental, já que decidiu continuar os estudos na Universidade de Córdoba, na Espanha, onde está desde o começo de fevereiro deste ano.

Há mais de 20 dias trancada no apartamento, com permissão de sair apenas para ir ao mercado ou à farmácia, a estudante afirma que o rigor tem sido absoluto, ao ponto das pessoas não se falarem nas ruas e nem se olharem. O uso de máscara é obrigatório. Situação bem impactante, mas suportável pela rede de apoio familiar e institucional, proporcionada pelas duas universidades, remotamente. Conta que fala com os pais todos os dias, que o atendimento em Córdoba é de acordo com o programa de estudos e que é diário na Assessoria de Relações Interinstitucionais da Unoeste.

O agendamento de apoio psicopedagógico é feito pelo estudante uma vez por semana e em seu horário disponível, de acordo com a programação de estudos, nos quais têm tarefas a serem concluídas e entregues dentro de prazos pré-determinados. Os encontros são por videoconferência, condição que possibilita, mesmo a distância, o olho no olho. Tem ainda em rede social o grupo de intercambiários brasileiros na Europa, no qual falam a qualquer momento.

Foto: Ector Gervasoni Psicóloga Cecília Creste: vínculo com os intercambiários, em suporte proporcionado pela Unoeste
Psicóloga Cecília Creste: vínculo com os intercambiários, em suporte proporcionado pela Unoeste

Para Myllena, diante da situação extremamente crítica, na decisão de continuar o intercâmbio não existe o certo ou errado, considerando os que decidiram voltar ao Brasil e os que permaneceram em diferentes países europeus. No seu caso, estar na Espanha é fazer parte de um momento muito difícil, com mais de 100 mil casos de pessoas acometidas pela Covid-19 e muitas mortes, com a população muito assustada. Quanto mais introspecção, maior frequência de pensamentos negativos.

A estudante do curso de Fisioterapia diz estar passando por grande experiência de vida e que está valendo a pena manter o sonho do intercâmbio que proporciona expressivo crescimento humano e preparação profissional diferenciada. Myllena faz três disciplinas: fisioterapia geriátrica, fisioterapia oncológica e empreendimento nessa área. Conta que vai bem nos estudos, por seu empenho e pela rede de apoio que inclui o atendimento psicopedagógico e a atenção da Assessoria de Relações Interinstitucionais.

O atendimento profissional de apoio psicopedagógico estabelece um vínculo muito importante que, além do encontro semanal, está aberto para qualquer outra hora do dia ou da noite, como suporte proporcionado pela Unoeste. “É momento de sermos solidários uns com os outros”, afirma Cecília e conta que ao ser comunicada por Takikawa sobre essa urgência, imediatamente iniciou os contatos, nos quais ouve bastante e atua como motivadora, procurando aliviar algumas possíveis angústias e enaltecendo a resiliência de cada um nesse momento difícil.

O entendimento passa por questões como a de que até viajar está sendo perigoso em relação ao contágio e que, por aconselhamento das autoridades médicas, é melhor se manter em casa, mas que esse isolamento social exige organização da rotina de estudos, das tarefas domésticas, do compartilhamento de experiências nos grupos em redes sociais, de ocupar a mente com coisas boas e de sentir satisfação com tudo isso, sabendo que a quarentena irá passar. Myllena faz o intercâmbio com bolsa do banco Santander e sua previsão de volta para o Brasil é 15 de julho.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste

Alguma mensagem